SEPARAÇÃO DE MATERIAIS   Professor Édio Mazera – Química   Equipe: Andreza Marchi João Pedro Darossi  Maiara Battisti Sidn...
A  decantação  é um processo de separação que permite  separar misturas heterogêneas.
É um método de separação pouco rigoroso entre uma fase sólida e uma fase líquida ou entre duas fases líquidas. Esta separa...
Para separar uma fase sólida de uma fase líquida, deixa-se a mistura em repouso para que o sólido se deposite no fundo do ...
Deve realizar-se uma decantação sempre que a fase sólida tenha dimensões apreciáveis e só depois proceder a uma filtração.
Para separar duas fases líquidas, a mistura é colocada numa ampola ou num funil de decantação, retirando-se a fase mais de...
Pode-se utilizar um funil de decantação para remover um dos componentes da mistura.  Exemplo: água + óleo; água + areia
Decantação trata-se da separação de dois líquidos ou de um líquido e um sólido aproveitando-se de sua diferença de densida...
Os principais tipos de decantadores são os laminares ou de alta taxa e os convencionais de escoamento horizontal.
Decantadores de Escoamento Horizontal
Decantador Secundário
Funil de Decantação
Andreza Marchi João Pedro Darossi  Maiara Battisti Sidnei Montibeller Stéfany Vieira   <ul><li>2ª Turismo e Hospitalidade ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SEPARAÇÃO DE MATERIAS

2.373 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.373
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
35
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SEPARAÇÃO DE MATERIAS

  1. 1. SEPARAÇÃO DE MATERIAIS  Professor Édio Mazera – Química Equipe: Andreza Marchi João Pedro Darossi Maiara Battisti Sidnei Montibeller Stéfany Vieira Série:  2ª Turismo Tema: Decantação ANO 2011
  2. 2. A  decantação  é um processo de separação que permite separar misturas heterogêneas.
  3. 3. É um método de separação pouco rigoroso entre uma fase sólida e uma fase líquida ou entre duas fases líquidas. Esta separação realiza-se devido à diferença de tamanho ou peso das partículas pelo efeito de uma corrente lenta de água ou ar.
  4. 4. Para separar uma fase sólida de uma fase líquida, deixa-se a mistura em repouso para que o sólido se deposite no fundo do recipiente - sedimentação. O líquido sobrenadante é então transferido, lenta e cuidadosamente, para outro recipiente, evitando-se que o sólido venha arrastado.
  5. 5. Deve realizar-se uma decantação sempre que a fase sólida tenha dimensões apreciáveis e só depois proceder a uma filtração.
  6. 6. Para separar duas fases líquidas, a mistura é colocada numa ampola ou num funil de decantação, retirando-se a fase mais densa pela parte inferior da referida ampola.
  7. 7. Pode-se utilizar um funil de decantação para remover um dos componentes da mistura. Exemplo: água + óleo; água + areia
  8. 8. Decantação trata-se da separação de dois líquidos ou de um líquido e um sólido aproveitando-se de sua diferença de densidade.
  9. 9. Os principais tipos de decantadores são os laminares ou de alta taxa e os convencionais de escoamento horizontal.
  10. 10. Decantadores de Escoamento Horizontal
  11. 11. Decantador Secundário
  12. 12. Funil de Decantação
  13. 13. Andreza Marchi João Pedro Darossi Maiara Battisti Sidnei Montibeller Stéfany Vieira <ul><li>2ª Turismo e Hospitalidade </li></ul>

×