U n ive rsidade F e d e ral d o M a ranhão – U F M A
H o s p ita l U n iversitá rio P r e s iden te D u t ra
L i ga A c a ...
INTRODUÇÃO
“Definida como uma acumulação excessiva de
gordura que apresenta risco à saúde. (OMS)
Clínico Cirúrgico
Farmaco...
HISTÓRICO
Evolução da cirurgia bariátrica
Déc. 50
Déc. 60/70 Déc. 80
Disabsortivas
Restritivas Mistas
PRÉ-OPERATÓRIO
Exames de rotina Exames a critério
Equipe multidisciplinar
Cirurgião / Endocrinologista / Ed. Físico
Nutric...
TIPOS DE CIRURGIA BARIÁTRICA
Restritivos Disabsortivos
Mistos
BALÃO GÁSTRICO
BANDA GÁSTRICA
GASTROPLASTIA VERTICAL
DERIVAÇ...
• Menor perda de peso (inicial e de longa
data)
• Menor resolução das co-morbidades
• Reversíveis e ajustáveis
• Podem ser...
• São mais invasivas que as restritivas
• Maior efeito desnutritivo que as
restritivas
• Carecem de maior experiência do
c...
PÓS-OPERATÓRIO
Dieta
CONSISTÊNCIA DOS ALIMENTOS
Menor Maior
1º dia pós-cirúrgico 60º dia pós-cirúrgico
Síndrome de dumping...
CONSIDERAÇÕES FINAIS
A eficácia da cirurgia bariátrica!
Autoestima
Desempenho
profissional
Manutenção da
perda de peso
Res...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
• Orera M. Aspectos genéticos de la obesidade. In: Moreno B, Monereo S, Álvarez
J. Obesidad: pr...
Obrigado!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

LAGECAD - Liga Acadêmica de Gastroenterologia e Cirurgia do Aparelho Digestivo (Aula do processo seletivo 2014.1)

856 visualizações

Publicada em

Publicada em: Ciências
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
856
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

LAGECAD - Liga Acadêmica de Gastroenterologia e Cirurgia do Aparelho Digestivo (Aula do processo seletivo 2014.1)

  1. 1. U n ive rsidade F e d e ral d o M a ranhão – U F M A H o s p ita l U n iversitá rio P r e s iden te D u t ra L i ga A c a dêm ic a d e G a stroen terologia e C i r urgia d o A p a re lho D i g e stivo – L A G ECA D D i s cen te: T h i ago d a C u n ha S o ares Cirurgia Bariátrica e Metabólica
  2. 2. INTRODUÇÃO “Definida como uma acumulação excessiva de gordura que apresenta risco à saúde. (OMS) Clínico Cirúrgico Farmacológico Comportamental Contraindicações Indicações Obesidade Fatores Endócrinos Fatores Exógenos Tratamento
  3. 3. HISTÓRICO Evolução da cirurgia bariátrica Déc. 50 Déc. 60/70 Déc. 80 Disabsortivas Restritivas Mistas
  4. 4. PRÉ-OPERATÓRIO Exames de rotina Exames a critério Equipe multidisciplinar Cirurgião / Endocrinologista / Ed. Físico Nutricionista / Psicólogo /Fisioterapeuta
  5. 5. TIPOS DE CIRURGIA BARIÁTRICA Restritivos Disabsortivos Mistos BALÃO GÁSTRICO BANDA GÁSTRICA GASTROPLASTIA VERTICAL DERIVAÇÃO JEJUNO ILEAL SCOPINARO DUODENAL SWITCH FOBI-CAPELLA
  6. 6. • Menor perda de peso (inicial e de longa data) • Menor resolução das co-morbidades • Reversíveis e ajustáveis • Podem ser reajustadas • São menos invasivas (50% laparoscópicas) • Menos deficiências nutricionais TÉCNICAS CIRÚRGICAS RESTRITIVAS VANTAGENS DISVANTAGENS Gastroplastia vertical c/bandaBanda gástrica Gastrectomia vertical Balão gástrico
  7. 7. • São mais invasivas que as restritivas • Maior efeito desnutritivo que as restritivas • Carecem de maior experiência do cirurgião • Alta perda de peso inicial e de longa data (25-30%) • Menor efeito desnutritivo em relação às puramente desabsortivas • Geralmente laparoscópicas • Alta resolução das co-morbidades TÉCNICAS CIRÚRGICAS MISTAS VANTAGENS DISVANTAGENS Scopinaro Duodenal Switch Fobi-capella
  8. 8. PÓS-OPERATÓRIO Dieta CONSISTÊNCIA DOS ALIMENTOS Menor Maior 1º dia pós-cirúrgico 60º dia pós-cirúrgico Síndrome de dumping Gravidez Exercícios físicos Exames pós-operatórios Fraqueza Taquicardia vertigem 30min. Diários + associados Déficit nutricional Endoscopia/US abd Ácido fólico
  9. 9. CONSIDERAÇÕES FINAIS A eficácia da cirurgia bariátrica! Autoestima Desempenho profissional Manutenção da perda de peso Resolução das co-morbidades
  10. 10. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS • Orera M. Aspectos genéticos de la obesidade. In: Moreno B, Monereo S, Álvarez J. Obesidad: presente y futuro. Madrid: Biblioteca Aula Médica; 1997. p.51-69 • BORGES, B. C. Tratamento clínico da obesidade. Disponível em http://revista.fmrp.usp.br/2006/vol39n2/10_tratamento_clinico_obesidade1.pdf. Acesso em 08/06/2014. • GONZALES, M. A. et al. Guia de Gastrocirurgia da UNIFESP-EPM. Barueri-SP: Manole, 2008, 1ª ed, p.221-234 • RASSLAN, S. et al. Clínica cirúrgica. São Paulo: Manole,2008. 1ª ed, p. 700-717 • BUCHWALD, H. “Overview of bariatric surgery”. J. Am. Coll. Surg. 194(3):367- 75,2002. • ZEVE, L. M. J. Técnicas em cirurgia bariátrica: uma revisão da literatura. Revista Ciência & Saúde, Porto Alegre, v. 5, n. 2, p. 132-140, jul./dez. 2012 • CAMPOS, M. J. Gastrobronchial fistula after sleeve gastrectomy and gastric bypass: endoscopic management and prevention. DOI 10.1007/s11695-011- 0444-8
  11. 11. Obrigado!

×