SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
cultura da
CONVERGÊNCIA
PROF. THIAGO ASSUMPÇÃO
PUBLICIDADE & PROPAGANDA | UFOB 2022.2
HENRY JENKINS
Ao investigar o
alvoroço das novas
mídias, Henry
Jenkins apresenta
um insight crucial
sobre o inesperado
futuro do mundo
em que vivemos.
Cultura da convergência é um conceito
proposto por Henry Jenkins onde os
velhos meios de comunicação passivos
(jornal, rádio e televisão) “colidem” e
passam a coexistir com os novos meios
de comunicação interativos.
Os conteúdos deixam de ser direcionados
apenas para uma plataforma midiática e
passam a ser distribuídos para várias,
assim como o usuário passa a ter um
papel fundamental na difusão, produção e
aceitação da informação, provocando uma
reorganização tecnológica, cultural,
econômica e social.
CULTURA PARTICIPATIVA
INTELIGÊNCIA COLETIVA
CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA
OS 3 PILARES DA CULTURA DA CONVERGÊNCIA
CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA
• É um PROCESSO CULTURAL, NÃO TECNOLÓGICO. O processo
tecnológico existe por haver uma necessidade e um apelo das pessoas
para isso.
• Os consumidores partem a procura de novas informações e novas
conexões em meio a conteúdos de mídia dispersos.
• Fluxo de conteúdo através de plataformas diversificadas, estratégias
corporativas, a migração de audiências etc.
• A hora do STORYTELLING.
• As novas mídias não substituem as antigas mas interagem de modos
cada vez mais complexos.
https://youtu.be/c8Ju6IU9bis
https://www.youtube.com/watch?v=0vjL881oDho
AS MÍDIAS NÃO MORREM
Meio é uma tecnologia que permite a comunicação;
meio é um conjunto de protocolos ou práticas sociais
e culturais que cresceram em torno de uma
tecnologia.
SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO são apenas tecnologias.
MEIOS DE COMUNICAÇÃO são também SISTEMAS CULTURAIS..
“Tecnologias de distribuição vêm e vão todo o tempo, mas os meios de comunicação
persistem como camadas dentro de um estrato de entretenimento e informação cada vez
mais complexo.” (JENKINS, 2009, p. 41)
INTELIGÊNCIA COLETIVA
• Uma nova forma de consumo midiático caracterizado como coletivo,
ou seja, nenhum ser humano tem conhecimento exclusivo de todo o
conteúdo existente.
• Você não é apenas consumidor e fã mas promotor daquele produto
comunicação.
• Até agora o foco tem sido recreativo.
(a prática do spoiler. E se déssemos spoilers do governo?)
• Dentro da inteligência coletiva existe a suposição de que cada pessoa
tem algo a contribuir.
• Da era da posse para a era do acesso
CULTURA PARTICIPATIVA
• Diz de uma mudança do comportamento do consumidor em relação ao
produto.
• Contraria noções antigas sobre a passividade da audiência.
Produtores e consumidores não ocupam mais lugares separados.
• A convergência não ocorre por meio de aparelhos super sofisticados
mas dentro dos cérebros dos consumidores individuais e em suas
interações sociais com outros. Cada um de nós construindo a própria
mitologia social.
• Alguns possuem mais habilidades para participar dessa cultura que
outros.
Os aplicativos e sites de redes
sociais se popularizaram e
têm sido um dos maiores
meios de importância para
este novo mercado. Nele as
pessoas têm maior liberdade
para intervir de tal forma
como ajudar na audiência de
certos programas e assuntos
divulgados.
Se tornou um novo mercado de
comunicação social. Ali os Youtubers criam
canais e gravam vídeos com maior
interação de sua audiência e estabelecem
suas pautas numa articulação entre a
proposta dos autores e as sugestões dos
seguidores através das reações e
comentários.
SE
ESCONDE,
CHEGOU A
FANFIQUEIRA!
O evento memético GIRL FROM RIO
Um conjunto de ações amparadas em memes que estão unidas por um mesmo
eixo temático, partilham de significados e que num espaço de tempo se
encontram, circulam por meio das redes entre as pessoas e se dissipam à
medida que seu tema também se esgota. (BARBOSA, 2020)
MOBILIZAÇÃO
PHOTOSHOP, LETRAMENTO MIDIÁTICO E DEMOCRACIA
QUESTÕES EMERGENTES
NARRATIVA TRANSMÍDIA
• Filme: Matrix
• Quadrinho: The Animatrix
• Jogo: Enter the Matrix
• Filme: Matrix Reloaded
• Filme: Matrix Revolution
• Livro: Matrix Comics
CONCLUSÃO
Estamos experimentando uma reconfiguração através da nossa relação com a cultura
popular e o entretenimento comercial.
POLÍTICO/SOCIAL: criação de ferramentas com objetivo de concepção política
Habilidades desenvolvidas no entretenimento comercial aplicadas no:
TRABALHO: co-working, crowdsourcing
Financiamento de projetos: Crowd founding
Essas habilidades adquiridas durante esse processo de convergência vai acabar implicando
em mudanças no jeito como trabalhamos, aprendemos e como participamos de procedimento
político.
Convergência midiática traduz mudanças no relacionamento do público com os meios de
comunicação.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Cultura da Convergência Midiática

Henry Jenkins - Cultura da Convergência
Henry Jenkins - Cultura da ConvergênciaHenry Jenkins - Cultura da Convergência
Henry Jenkins - Cultura da ConvergênciaMarco Anuschek
 
Palestra - Cultura da Convergência
Palestra - Cultura da ConvergênciaPalestra - Cultura da Convergência
Palestra - Cultura da ConvergênciaLuiz Agner
 
A Cultura da Convergência e o novo papel da audiência
A Cultura da Convergência e o novo papel da audiênciaA Cultura da Convergência e o novo papel da audiência
A Cultura da Convergência e o novo papel da audiênciaDaniel Bittencourt
 
Cw 16nov culturadaconvergencia
Cw 16nov culturadaconvergenciaCw 16nov culturadaconvergencia
Cw 16nov culturadaconvergencialutimielniczuk
 
Cultura de Convergência
Cultura de ConvergênciaCultura de Convergência
Cultura de ConvergênciaCarmem Júlia
 
FANSUB E SCANLATION: caminhos da cultura pop japonesa de fã para a fã via web
FANSUB E SCANLATION: caminhos da cultura pop japonesa de fã para a fã via webFANSUB E SCANLATION: caminhos da cultura pop japonesa de fã para a fã via web
FANSUB E SCANLATION: caminhos da cultura pop japonesa de fã para a fã via webpradorenata
 
Seminrio ciber
Seminrio ciberSeminrio ciber
Seminrio ciberlauzemir
 
Seminrio ciber
Seminrio ciberSeminrio ciber
Seminrio ciberlauzemir
 
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9guesta08be6
 
Cultura da convergência
Cultura da convergênciaCultura da convergência
Cultura da convergênciaPedro Correia
 
Transmedia Storytelling | Luciano Matsuzaki
Transmedia Storytelling | Luciano MatsuzakiTransmedia Storytelling | Luciano Matsuzaki
Transmedia Storytelling | Luciano MatsuzakiLuciano Matsuzaki
 
A mutação das Mídias*
A mutação das Mídias*A mutação das Mídias*
A mutação das Mídias*Rosemary Santos
 
O futuro da internet Cap. 3
O futuro da internet Cap. 3O futuro da internet Cap. 3
O futuro da internet Cap. 3Rosemary Santos
 
Aula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
Aula02 - Revendo conceitos sobre ComunicaçãoAula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
Aula02 - Revendo conceitos sobre Comunicaçãorenatofrigo
 

Semelhante a Cultura da Convergência Midiática (20)

Henry Jenkins - Cultura da Convergência
Henry Jenkins - Cultura da ConvergênciaHenry Jenkins - Cultura da Convergência
Henry Jenkins - Cultura da Convergência
 
Palestra - Cultura da Convergência
Palestra - Cultura da ConvergênciaPalestra - Cultura da Convergência
Palestra - Cultura da Convergência
 
A Cultura da Convergência e o novo papel da audiência
A Cultura da Convergência e o novo papel da audiênciaA Cultura da Convergência e o novo papel da audiência
A Cultura da Convergência e o novo papel da audiência
 
Entrevista henry jenkins
Entrevista henry jenkinsEntrevista henry jenkins
Entrevista henry jenkins
 
Cw 16nov culturadaconvergencia
Cw 16nov culturadaconvergenciaCw 16nov culturadaconvergencia
Cw 16nov culturadaconvergencia
 
Cultura de Convergência
Cultura de ConvergênciaCultura de Convergência
Cultura de Convergência
 
Aula 15 A Sociedade em Rede
Aula 15   A Sociedade em RedeAula 15   A Sociedade em Rede
Aula 15 A Sociedade em Rede
 
Um tema e muitos caminhos
Um tema e muitos caminhosUm tema e muitos caminhos
Um tema e muitos caminhos
 
Apresentação trabalho sincult 2015 salvador
Apresentação trabalho sincult 2015 salvadorApresentação trabalho sincult 2015 salvador
Apresentação trabalho sincult 2015 salvador
 
CCM cultura e internet
CCM cultura e internet CCM cultura e internet
CCM cultura e internet
 
FANSUB E SCANLATION: caminhos da cultura pop japonesa de fã para a fã via web
FANSUB E SCANLATION: caminhos da cultura pop japonesa de fã para a fã via webFANSUB E SCANLATION: caminhos da cultura pop japonesa de fã para a fã via web
FANSUB E SCANLATION: caminhos da cultura pop japonesa de fã para a fã via web
 
Seminrio ciber
Seminrio ciberSeminrio ciber
Seminrio ciber
 
Seminrio ciber
Seminrio ciberSeminrio ciber
Seminrio ciber
 
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
 
Cultura da convergência
Cultura da convergênciaCultura da convergência
Cultura da convergência
 
Midia do eu
Midia do euMidia do eu
Midia do eu
 
Transmedia Storytelling | Luciano Matsuzaki
Transmedia Storytelling | Luciano MatsuzakiTransmedia Storytelling | Luciano Matsuzaki
Transmedia Storytelling | Luciano Matsuzaki
 
A mutação das Mídias*
A mutação das Mídias*A mutação das Mídias*
A mutação das Mídias*
 
O futuro da internet Cap. 3
O futuro da internet Cap. 3O futuro da internet Cap. 3
O futuro da internet Cap. 3
 
Aula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
Aula02 - Revendo conceitos sobre ComunicaçãoAula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
Aula02 - Revendo conceitos sobre Comunicação
 

Mais de Thiago Assumpção

Características fundamentais da linguagem audiovisual
Características fundamentais da linguagem audiovisualCaracterísticas fundamentais da linguagem audiovisual
Características fundamentais da linguagem audiovisualThiago Assumpção
 
Teoria e história da montagem cinematográfica
Teoria e história da montagem cinematográficaTeoria e história da montagem cinematográfica
Teoria e história da montagem cinematográficaThiago Assumpção
 
Elipses, ligações e transições
Elipses, ligações e transiçõesElipses, ligações e transições
Elipses, ligações e transiçõesThiago Assumpção
 
Unidade A3 - Breve história do cinema BRASILEIRO.pdf
Unidade A3 - Breve história do cinema BRASILEIRO.pdfUnidade A3 - Breve história do cinema BRASILEIRO.pdf
Unidade A3 - Breve história do cinema BRASILEIRO.pdfThiago Assumpção
 
Introdução à linguagem audiovisual
Introdução à linguagem audiovisualIntrodução à linguagem audiovisual
Introdução à linguagem audiovisualThiago Assumpção
 
Escolha do negócio e definição do mercado alvo
Escolha do negócio e definição do mercado alvoEscolha do negócio e definição do mercado alvo
Escolha do negócio e definição do mercado alvoThiago Assumpção
 
Introdução ao Empreendedorismo
Introdução ao EmpreendedorismoIntrodução ao Empreendedorismo
Introdução ao EmpreendedorismoThiago Assumpção
 
Memealizando a vida | II Encontro ABCIBER 2021
Memealizando a vida | II Encontro ABCIBER 2021Memealizando a vida | II Encontro ABCIBER 2021
Memealizando a vida | II Encontro ABCIBER 2021Thiago Assumpção
 
The Causes of Third-Person Effects: Unrealistic Optimism, Impersonal Impact, ...
The Causes of Third-Person Effects: Unrealistic Optimism, Impersonal Impact, ...The Causes of Third-Person Effects: Unrealistic Optimism, Impersonal Impact, ...
The Causes of Third-Person Effects: Unrealistic Optimism, Impersonal Impact, ...Thiago Assumpção
 
Mainstreaming, Resonance, and Impersonal Impact.
Mainstreaming, Resonance, and Impersonal Impact.Mainstreaming, Resonance, and Impersonal Impact.
Mainstreaming, Resonance, and Impersonal Impact.Thiago Assumpção
 
A Longitudinal Study on the Relationship Between Video Game Use and Sexist At...
A Longitudinal Study on the Relationship Between Video Game Use and Sexist At...A Longitudinal Study on the Relationship Between Video Game Use and Sexist At...
A Longitudinal Study on the Relationship Between Video Game Use and Sexist At...Thiago Assumpção
 
Television’s Cultivation of Material Values
Television’s Cultivation of Material ValuesTelevision’s Cultivation of Material Values
Television’s Cultivation of Material ValuesThiago Assumpção
 
Opinion Expression via User Comments on News Websites: Analysis through the P...
Opinion Expression via User Comments on News Websites: Analysis through the P...Opinion Expression via User Comments on News Websites: Analysis through the P...
Opinion Expression via User Comments on News Websites: Analysis through the P...Thiago Assumpção
 

Mais de Thiago Assumpção (20)

Características fundamentais da linguagem audiovisual
Características fundamentais da linguagem audiovisualCaracterísticas fundamentais da linguagem audiovisual
Características fundamentais da linguagem audiovisual
 
Teoria e história da montagem cinematográfica
Teoria e história da montagem cinematográficaTeoria e história da montagem cinematográfica
Teoria e história da montagem cinematográfica
 
Empreendedorismo Social
Empreendedorismo SocialEmpreendedorismo Social
Empreendedorismo Social
 
Gêneros cinematográficos
Gêneros cinematográficosGêneros cinematográficos
Gêneros cinematográficos
 
Elipses, ligações e transições
Elipses, ligações e transiçõesElipses, ligações e transições
Elipses, ligações e transições
 
O papel criador da câmera
O papel criador da câmeraO papel criador da câmera
O papel criador da câmera
 
Unidade A3 - Breve história do cinema BRASILEIRO.pdf
Unidade A3 - Breve história do cinema BRASILEIRO.pdfUnidade A3 - Breve história do cinema BRASILEIRO.pdf
Unidade A3 - Breve história do cinema BRASILEIRO.pdf
 
Breve história do cinema
Breve história do cinemaBreve história do cinema
Breve história do cinema
 
Introdução à linguagem audiovisual
Introdução à linguagem audiovisualIntrodução à linguagem audiovisual
Introdução à linguagem audiovisual
 
Empreendedorismo digital
Empreendedorismo digitalEmpreendedorismo digital
Empreendedorismo digital
 
Escolha do negócio e definição do mercado alvo
Escolha do negócio e definição do mercado alvoEscolha do negócio e definição do mercado alvo
Escolha do negócio e definição do mercado alvo
 
Introdução ao Empreendedorismo
Introdução ao EmpreendedorismoIntrodução ao Empreendedorismo
Introdução ao Empreendedorismo
 
Processo Criativo
Processo CriativoProcesso Criativo
Processo Criativo
 
Memealizando a vida | II Encontro ABCIBER 2021
Memealizando a vida | II Encontro ABCIBER 2021Memealizando a vida | II Encontro ABCIBER 2021
Memealizando a vida | II Encontro ABCIBER 2021
 
Identidade | Said &Canclini
Identidade | Said &CancliniIdentidade | Said &Canclini
Identidade | Said &Canclini
 
The Causes of Third-Person Effects: Unrealistic Optimism, Impersonal Impact, ...
The Causes of Third-Person Effects: Unrealistic Optimism, Impersonal Impact, ...The Causes of Third-Person Effects: Unrealistic Optimism, Impersonal Impact, ...
The Causes of Third-Person Effects: Unrealistic Optimism, Impersonal Impact, ...
 
Mainstreaming, Resonance, and Impersonal Impact.
Mainstreaming, Resonance, and Impersonal Impact.Mainstreaming, Resonance, and Impersonal Impact.
Mainstreaming, Resonance, and Impersonal Impact.
 
A Longitudinal Study on the Relationship Between Video Game Use and Sexist At...
A Longitudinal Study on the Relationship Between Video Game Use and Sexist At...A Longitudinal Study on the Relationship Between Video Game Use and Sexist At...
A Longitudinal Study on the Relationship Between Video Game Use and Sexist At...
 
Television’s Cultivation of Material Values
Television’s Cultivation of Material ValuesTelevision’s Cultivation of Material Values
Television’s Cultivation of Material Values
 
Opinion Expression via User Comments on News Websites: Analysis through the P...
Opinion Expression via User Comments on News Websites: Analysis through the P...Opinion Expression via User Comments on News Websites: Analysis through the P...
Opinion Expression via User Comments on News Websites: Analysis through the P...
 

Último

6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024SamiraMiresVieiradeM
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 

Cultura da Convergência Midiática

  • 1. cultura da CONVERGÊNCIA PROF. THIAGO ASSUMPÇÃO PUBLICIDADE & PROPAGANDA | UFOB 2022.2
  • 3. Ao investigar o alvoroço das novas mídias, Henry Jenkins apresenta um insight crucial sobre o inesperado futuro do mundo em que vivemos.
  • 4. Cultura da convergência é um conceito proposto por Henry Jenkins onde os velhos meios de comunicação passivos (jornal, rádio e televisão) “colidem” e passam a coexistir com os novos meios de comunicação interativos. Os conteúdos deixam de ser direcionados apenas para uma plataforma midiática e passam a ser distribuídos para várias, assim como o usuário passa a ter um papel fundamental na difusão, produção e aceitação da informação, provocando uma reorganização tecnológica, cultural, econômica e social.
  • 5. CULTURA PARTICIPATIVA INTELIGÊNCIA COLETIVA CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA OS 3 PILARES DA CULTURA DA CONVERGÊNCIA
  • 6. CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA • É um PROCESSO CULTURAL, NÃO TECNOLÓGICO. O processo tecnológico existe por haver uma necessidade e um apelo das pessoas para isso. • Os consumidores partem a procura de novas informações e novas conexões em meio a conteúdos de mídia dispersos. • Fluxo de conteúdo através de plataformas diversificadas, estratégias corporativas, a migração de audiências etc. • A hora do STORYTELLING. • As novas mídias não substituem as antigas mas interagem de modos cada vez mais complexos.
  • 9. AS MÍDIAS NÃO MORREM Meio é uma tecnologia que permite a comunicação; meio é um conjunto de protocolos ou práticas sociais e culturais que cresceram em torno de uma tecnologia. SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO são apenas tecnologias. MEIOS DE COMUNICAÇÃO são também SISTEMAS CULTURAIS..
  • 10. “Tecnologias de distribuição vêm e vão todo o tempo, mas os meios de comunicação persistem como camadas dentro de um estrato de entretenimento e informação cada vez mais complexo.” (JENKINS, 2009, p. 41)
  • 11. INTELIGÊNCIA COLETIVA • Uma nova forma de consumo midiático caracterizado como coletivo, ou seja, nenhum ser humano tem conhecimento exclusivo de todo o conteúdo existente. • Você não é apenas consumidor e fã mas promotor daquele produto comunicação. • Até agora o foco tem sido recreativo. (a prática do spoiler. E se déssemos spoilers do governo?) • Dentro da inteligência coletiva existe a suposição de que cada pessoa tem algo a contribuir. • Da era da posse para a era do acesso
  • 12.
  • 13. CULTURA PARTICIPATIVA • Diz de uma mudança do comportamento do consumidor em relação ao produto. • Contraria noções antigas sobre a passividade da audiência. Produtores e consumidores não ocupam mais lugares separados. • A convergência não ocorre por meio de aparelhos super sofisticados mas dentro dos cérebros dos consumidores individuais e em suas interações sociais com outros. Cada um de nós construindo a própria mitologia social. • Alguns possuem mais habilidades para participar dessa cultura que outros.
  • 14. Os aplicativos e sites de redes sociais se popularizaram e têm sido um dos maiores meios de importância para este novo mercado. Nele as pessoas têm maior liberdade para intervir de tal forma como ajudar na audiência de certos programas e assuntos divulgados.
  • 15. Se tornou um novo mercado de comunicação social. Ali os Youtubers criam canais e gravam vídeos com maior interação de sua audiência e estabelecem suas pautas numa articulação entre a proposta dos autores e as sugestões dos seguidores através das reações e comentários.
  • 17.
  • 18. O evento memético GIRL FROM RIO Um conjunto de ações amparadas em memes que estão unidas por um mesmo eixo temático, partilham de significados e que num espaço de tempo se encontram, circulam por meio das redes entre as pessoas e se dissipam à medida que seu tema também se esgota. (BARBOSA, 2020)
  • 21. NARRATIVA TRANSMÍDIA • Filme: Matrix • Quadrinho: The Animatrix • Jogo: Enter the Matrix • Filme: Matrix Reloaded • Filme: Matrix Revolution • Livro: Matrix Comics
  • 22. CONCLUSÃO Estamos experimentando uma reconfiguração através da nossa relação com a cultura popular e o entretenimento comercial. POLÍTICO/SOCIAL: criação de ferramentas com objetivo de concepção política Habilidades desenvolvidas no entretenimento comercial aplicadas no: TRABALHO: co-working, crowdsourcing Financiamento de projetos: Crowd founding Essas habilidades adquiridas durante esse processo de convergência vai acabar implicando em mudanças no jeito como trabalhamos, aprendemos e como participamos de procedimento político. Convergência midiática traduz mudanças no relacionamento do público com os meios de comunicação.