SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
LUXAÇÃO, CONTUSÃO, FRATURA E
ENTORSE.
POR: THIAGO VIEIRA, THIAGO FIRMO, EMILCON
NETO, LUIZ GUSTAVO E MATHEUS MENDES
NÓS, DO GRUPO DE ED.
FÍSICA DO 9º B DO
COLÉGIO BATISTA
BRASILEIRO, TEMOS O
PRAZER DE DAR INÍCIO À
APRESENTAÇÃO
LUXAÇÃO
Luxação é o deslocamento de um osso da
articulação, geralmente acompanhado de uma
grave lesão de ligamentos articulares. Isso
resulta no posicionamento anormal dos dois
ossos da articulação. A luxação pode ser total
ou parcial – os dois ossos da articulação ainda
permanecem em contato.
LUXAÇÃO
Uma luxação provoca deformidade e movimento anormal da
articulação; cavidade entre as superfícies articulares; dor
intensa e sangramento intenso. Cuidadosamente, deve-se
colocar os dois ossos numa posição de conforto, que permita
a imobilização e o transporte com o mínimo de dor. A
articulação só deve ser recolocada no lugar por profissionais
da área. Não pode ser realizadas massagem ou aplicação de
calor. O serviço de saúde deve ser imediatamente acionado
para avaliação e tratamento adequados.
Quais são os sinais de que há luxação e qual é o primeiro
socorro neste caso?
EXEMPLO DE LUXAÇÃO:
“Julgo que as imagens sejam inapropriadas e por isso decidi
por não traze-las” – Thiago Vieira.
FRATURA
Fratura é o rompimento total ou parcial de qualquer osso. A
fratura é classificada quanto à relação do osso como o meio
externo.
FRATURA
Quais os tipos de fraturas existentes? Quais são os sintomas de fratura?
Fratura fechada é assim chamada quando a pele não é rompida pelo osso quebrado.
Fratura aberta ou exposta – ocorre quando o osso atravessa a pele e fica exposto. A
possibilidade de infecção neste tipo de fratura é muito grande e, portanto, deve ser
observada com atenção.
Fratura completa – abrange toda a espessura do osso.
Fratura incompleta – engloba parte da espessura do osso.
Quando há fratura, são registrados:
dor intensa no local, que aumenta ao menor movimento;
inchaço;
crepitação ao movimentar – o som é parecido com o amassar de um papel;
hematoma – rompimento de vaso, com acúmulo de sangue no local;
paralisia por lesão de nervos.
EXEMPLO
DE FRATURA:
ENTORSE
É uma lesão que ocorre quando se ultrapassa o limite normal
de movimento de uma articulação. Normalmente, ocasiona
distensão dos ligamentos e da cápsula articular e,
consequentemente, dor intensa ao redor da articulação,
dificuldade de movimentação em graus variáveis e, às vezes,
sangramentos internos.
ENTORSE
Deve-se aplicar frio intenso no local, com bolsa de gelo,
toalhas frias etc. Massagens ou aplicações quentes devem ser
feitas somente 24 horas após o incidente. É preciso, também,
imobilizar a articulação atingida e não movimentá-la e, após,
procurar um serviço de saúde para avaliação e tratamento
adequados.
O que deve ser feito após um entorse?
EXEMPLO DE ENTORSE:
CONTUSÃO
Contusão é o resultado de um forte impacto na superfície do
corpo. Pode causar uma lesão nos tecidos moles da superfície,
nos músculos ou em cápsulas ou ligamentos articulares. Algumas
vezes, a lesão é profunda, ficando, então, difícil determinar a sua
extensão.
CONTUSÃO
Quando há contusão, a pele fica roxa, ocasionando hematoma e
há dor na área de contato. Deve-se aplicar gelo no local da
contusão imediatamente. Massagens ou aplicação de calor no
local só podem ser realizadas após 24 horas do incidente. É
preciso procurar um serviço de saúde para avaliação e tratamento
adequado.
Quais os sintomas da contusão? Como tratá-la?
EXEMPLO DE
CONTUSÃO:
FINAL.
Lesão Entorse Fratura e Contusão

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Ferimentos nos ossos
Ferimentos nos ossosFerimentos nos ossos
Ferimentos nos ossos
 
Lesão muscular
Lesão muscularLesão muscular
Lesão muscular
 
Lesões no desporto
Lesões no desportoLesões no desporto
Lesões no desporto
 
Lesões
LesõesLesões
Lesões
 
UEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorros
UEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorrosUEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorros
UEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorros
 
Acidentes do esqueleto
Acidentes do esqueletoAcidentes do esqueleto
Acidentes do esqueleto
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Lesoes Musculares
Lesoes MuscularesLesoes Musculares
Lesoes Musculares
 
Fraturas
FraturasFraturas
Fraturas
 
Corpo educação fisica
Corpo educação fisicaCorpo educação fisica
Corpo educação fisica
 
Hernia de Disco Intervertebral
Hernia de Disco IntervertebralHernia de Disco Intervertebral
Hernia de Disco Intervertebral
 
Slide share
Slide shareSlide share
Slide share
 
Hernia de disco
Hernia de discoHernia de disco
Hernia de disco
 
Dort
DortDort
Dort
 
Folheto 1socorros
Folheto 1socorrosFolheto 1socorros
Folheto 1socorros
 
Ergonomia.pptx
Ergonomia.pptxErgonomia.pptx
Ergonomia.pptx
 
Guia feridas
Guia feridasGuia feridas
Guia feridas
 
Apresentação de bursite pdf
Apresentação de bursite pdfApresentação de bursite pdf
Apresentação de bursite pdf
 
Dort -patologias
Dort  -patologiasDort  -patologias
Dort -patologias
 
Bioquímica Articular, Articulações e Pele
Bioquímica Articular, Articulações e PeleBioquímica Articular, Articulações e Pele
Bioquímica Articular, Articulações e Pele
 

Destaque

Biomecanica dos tendoes e ligamentos
Biomecanica dos tendoes e ligamentosBiomecanica dos tendoes e ligamentos
Biomecanica dos tendoes e ligamentosdicogg
 
Rotinas Específicas nas Incidências do Punho
Rotinas Específicas nas Incidências do PunhoRotinas Específicas nas Incidências do Punho
Rotinas Específicas nas Incidências do PunhoRobson Rocha
 

Destaque (6)

Biomecanica dos tendoes e ligamentos
Biomecanica dos tendoes e ligamentosBiomecanica dos tendoes e ligamentos
Biomecanica dos tendoes e ligamentos
 
Biomecanica dos tendões e ligamentos
Biomecanica dos tendões e ligamentosBiomecanica dos tendões e ligamentos
Biomecanica dos tendões e ligamentos
 
Fraturas Expostas
Fraturas ExpostasFraturas Expostas
Fraturas Expostas
 
Fraturas do punho
Fraturas do punhoFraturas do punho
Fraturas do punho
 
Rotinas Específicas nas Incidências do Punho
Rotinas Específicas nas Incidências do PunhoRotinas Específicas nas Incidências do Punho
Rotinas Específicas nas Incidências do Punho
 
Trauma dos Membros Superiores
Trauma dos Membros SuperioresTrauma dos Membros Superiores
Trauma dos Membros Superiores
 

Semelhante a Lesão Entorse Fratura e Contusão

fratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorfratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorIvaneSales
 
aula sobre imobilização de fraturas, tipos de fraturas
aula sobre imobilização de fraturas, tipos de fraturasaula sobre imobilização de fraturas, tipos de fraturas
aula sobre imobilização de fraturas, tipos de fraturasRosaSantos738119
 
Lesão do aparelho locomotor
Lesão do aparelho locomotorLesão do aparelho locomotor
Lesão do aparelho locomotorKarina Pereira
 
Aula 05 primeiros socorros - entorse e distensão
Aula 05   primeiros socorros - entorse e distensãoAula 05   primeiros socorros - entorse e distensão
Aula 05 primeiros socorros - entorse e distensãoLUCAS MENDES SILVA OLIVEIRA
 
Luxação de tornozelo e pé
Luxação de tornozelo e péLuxação de tornozelo e pé
Luxação de tornozelo e péDanyllo Lucas
 
Luxações, torções, Traumas ósseos e amputações111.pptx
Luxações, torções, Traumas ósseos e amputações111.pptxLuxações, torções, Traumas ósseos e amputações111.pptx
Luxações, torções, Traumas ósseos e amputações111.pptxAntonioEduardodeSous
 
Traumatismos músculo-esqueléticos
Traumatismos músculo-esqueléticosTraumatismos músculo-esqueléticos
Traumatismos músculo-esqueléticosCaroline Paim
 
fratura e imobilização.pptx
fratura e imobilização.pptxfratura e imobilização.pptx
fratura e imobilização.pptxRmsConsultoria
 
Urgência e Emergência
Urgência e EmergênciaUrgência e Emergência
Urgência e EmergênciaRenata Araújo
 
1º socorros a nivel do sistema locomotor
1º socorros a nivel do sistema locomotor1º socorros a nivel do sistema locomotor
1º socorros a nivel do sistema locomotorAna Rosado Barroco
 
6- Objetos empalados e encravados, Lesões e fraturas, Técnicas de imobilizaçã...
6- Objetos empalados e encravados, Lesões e fraturas, Técnicas de imobilizaçã...6- Objetos empalados e encravados, Lesões e fraturas, Técnicas de imobilizaçã...
6- Objetos empalados e encravados, Lesões e fraturas, Técnicas de imobilizaçã...ElioenaiAlmeida1
 
Fraturas Luxações e Torções
Fraturas Luxações e Torções Fraturas Luxações e Torções
Fraturas Luxações e Torções DiegoAugusto86
 
Aula 6 Primeiros Socorros.pdf
Aula 6 Primeiros Socorros.pdfAula 6 Primeiros Socorros.pdf
Aula 6 Primeiros Socorros.pdfontimiza
 
Fisioterapia ortopédica
Fisioterapia ortopédicaFisioterapia ortopédica
Fisioterapia ortopédicalhorraynny
 

Semelhante a Lesão Entorse Fratura e Contusão (20)

fratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorfratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferior
 
aula sobre imobilização de fraturas, tipos de fraturas
aula sobre imobilização de fraturas, tipos de fraturasaula sobre imobilização de fraturas, tipos de fraturas
aula sobre imobilização de fraturas, tipos de fraturas
 
Lesão do aparelho locomotor
Lesão do aparelho locomotorLesão do aparelho locomotor
Lesão do aparelho locomotor
 
aula imobilização.pptx
aula imobilização.pptxaula imobilização.pptx
aula imobilização.pptx
 
5 aula souza
5 aula souza5 aula souza
5 aula souza
 
Aula 05 primeiros socorros - entorse e distensão
Aula 05   primeiros socorros - entorse e distensãoAula 05   primeiros socorros - entorse e distensão
Aula 05 primeiros socorros - entorse e distensão
 
Ortopedia
OrtopediaOrtopedia
Ortopedia
 
Luxação de tornozelo e pé
Luxação de tornozelo e péLuxação de tornozelo e pé
Luxação de tornozelo e pé
 
3df4ac181611e34527a1a6432dc1ac11.ppt
3df4ac181611e34527a1a6432dc1ac11.ppt3df4ac181611e34527a1a6432dc1ac11.ppt
3df4ac181611e34527a1a6432dc1ac11.ppt
 
Luxações, torções, Traumas ósseos e amputações111.pptx
Luxações, torções, Traumas ósseos e amputações111.pptxLuxações, torções, Traumas ósseos e amputações111.pptx
Luxações, torções, Traumas ósseos e amputações111.pptx
 
Traumatismos músculo-esqueléticos
Traumatismos músculo-esqueléticosTraumatismos músculo-esqueléticos
Traumatismos músculo-esqueléticos
 
fratura e imobilização.pptx
fratura e imobilização.pptxfratura e imobilização.pptx
fratura e imobilização.pptx
 
Urgência e Emergência
Urgência e EmergênciaUrgência e Emergência
Urgência e Emergência
 
1º socorros a nivel do sistema locomotor
1º socorros a nivel do sistema locomotor1º socorros a nivel do sistema locomotor
1º socorros a nivel do sistema locomotor
 
6- Objetos empalados e encravados, Lesões e fraturas, Técnicas de imobilizaçã...
6- Objetos empalados e encravados, Lesões e fraturas, Técnicas de imobilizaçã...6- Objetos empalados e encravados, Lesões e fraturas, Técnicas de imobilizaçã...
6- Objetos empalados e encravados, Lesões e fraturas, Técnicas de imobilizaçã...
 
Fraturas Luxações e Torções
Fraturas Luxações e Torções Fraturas Luxações e Torções
Fraturas Luxações e Torções
 
Aula 6 Primeiros Socorros.pdf
Aula 6 Primeiros Socorros.pdfAula 6 Primeiros Socorros.pdf
Aula 6 Primeiros Socorros.pdf
 
Modulo 20
Modulo 20Modulo 20
Modulo 20
 
Fisioterapia ortopédica
Fisioterapia ortopédicaFisioterapia ortopédica
Fisioterapia ortopédica
 
Distensão
DistensãoDistensão
Distensão
 

Mais de Thiago Vieira

A vida e os ensinamentos de Jesus
A vida e os ensinamentos de JesusA vida e os ensinamentos de Jesus
A vida e os ensinamentos de JesusThiago Vieira
 
Trabalho de redação
Trabalho de redaçãoTrabalho de redação
Trabalho de redaçãoThiago Vieira
 
Trabalho de matemática
Trabalho de matemáticaTrabalho de matemática
Trabalho de matemáticaThiago Vieira
 
Invertebrados - por Fabia Mello
Invertebrados - por Fabia MelloInvertebrados - por Fabia Mello
Invertebrados - por Fabia MelloThiago Vieira
 

Mais de Thiago Vieira (6)

A vida e os ensinamentos de Jesus
A vida e os ensinamentos de JesusA vida e os ensinamentos de Jesus
A vida e os ensinamentos de Jesus
 
Tigres asiaticos
Tigres asiaticosTigres asiaticos
Tigres asiaticos
 
Trabalho de redação
Trabalho de redaçãoTrabalho de redação
Trabalho de redação
 
Trabalho de matemática
Trabalho de matemáticaTrabalho de matemática
Trabalho de matemática
 
Poema
PoemaPoema
Poema
 
Invertebrados - por Fabia Mello
Invertebrados - por Fabia MelloInvertebrados - por Fabia Mello
Invertebrados - por Fabia Mello
 

Último

atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptElifabio Sobreira Pereira
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxMartin M Flynn
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioWyngDaFelyzitahLamba
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Centro Jacques Delors
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 

Último (20)

atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 

Lesão Entorse Fratura e Contusão

  • 1. LUXAÇÃO, CONTUSÃO, FRATURA E ENTORSE. POR: THIAGO VIEIRA, THIAGO FIRMO, EMILCON NETO, LUIZ GUSTAVO E MATHEUS MENDES
  • 2. NÓS, DO GRUPO DE ED. FÍSICA DO 9º B DO COLÉGIO BATISTA BRASILEIRO, TEMOS O PRAZER DE DAR INÍCIO À APRESENTAÇÃO
  • 3. LUXAÇÃO Luxação é o deslocamento de um osso da articulação, geralmente acompanhado de uma grave lesão de ligamentos articulares. Isso resulta no posicionamento anormal dos dois ossos da articulação. A luxação pode ser total ou parcial – os dois ossos da articulação ainda permanecem em contato.
  • 4. LUXAÇÃO Uma luxação provoca deformidade e movimento anormal da articulação; cavidade entre as superfícies articulares; dor intensa e sangramento intenso. Cuidadosamente, deve-se colocar os dois ossos numa posição de conforto, que permita a imobilização e o transporte com o mínimo de dor. A articulação só deve ser recolocada no lugar por profissionais da área. Não pode ser realizadas massagem ou aplicação de calor. O serviço de saúde deve ser imediatamente acionado para avaliação e tratamento adequados. Quais são os sinais de que há luxação e qual é o primeiro socorro neste caso?
  • 5. EXEMPLO DE LUXAÇÃO: “Julgo que as imagens sejam inapropriadas e por isso decidi por não traze-las” – Thiago Vieira.
  • 6. FRATURA Fratura é o rompimento total ou parcial de qualquer osso. A fratura é classificada quanto à relação do osso como o meio externo.
  • 7. FRATURA Quais os tipos de fraturas existentes? Quais são os sintomas de fratura? Fratura fechada é assim chamada quando a pele não é rompida pelo osso quebrado. Fratura aberta ou exposta – ocorre quando o osso atravessa a pele e fica exposto. A possibilidade de infecção neste tipo de fratura é muito grande e, portanto, deve ser observada com atenção. Fratura completa – abrange toda a espessura do osso. Fratura incompleta – engloba parte da espessura do osso. Quando há fratura, são registrados: dor intensa no local, que aumenta ao menor movimento; inchaço; crepitação ao movimentar – o som é parecido com o amassar de um papel; hematoma – rompimento de vaso, com acúmulo de sangue no local; paralisia por lesão de nervos.
  • 9. ENTORSE É uma lesão que ocorre quando se ultrapassa o limite normal de movimento de uma articulação. Normalmente, ocasiona distensão dos ligamentos e da cápsula articular e, consequentemente, dor intensa ao redor da articulação, dificuldade de movimentação em graus variáveis e, às vezes, sangramentos internos.
  • 10. ENTORSE Deve-se aplicar frio intenso no local, com bolsa de gelo, toalhas frias etc. Massagens ou aplicações quentes devem ser feitas somente 24 horas após o incidente. É preciso, também, imobilizar a articulação atingida e não movimentá-la e, após, procurar um serviço de saúde para avaliação e tratamento adequados. O que deve ser feito após um entorse?
  • 12. CONTUSÃO Contusão é o resultado de um forte impacto na superfície do corpo. Pode causar uma lesão nos tecidos moles da superfície, nos músculos ou em cápsulas ou ligamentos articulares. Algumas vezes, a lesão é profunda, ficando, então, difícil determinar a sua extensão.
  • 13. CONTUSÃO Quando há contusão, a pele fica roxa, ocasionando hematoma e há dor na área de contato. Deve-se aplicar gelo no local da contusão imediatamente. Massagens ou aplicação de calor no local só podem ser realizadas após 24 horas do incidente. É preciso procurar um serviço de saúde para avaliação e tratamento adequado. Quais os sintomas da contusão? Como tratá-la?