RECRUTAMENTO & SELEÇÃO 
SELEÇÃO
SELEÇÃO DE PESSOAL É UMA ATIVIDADE DE RESPONSABILIDADE DO SISTEMA ARH QUE TEM POR FINALIDADE ESCOLHER, SOB METODOLOGIA ESP...
O PROCESSO DE SELEÇÃO 
BASEIA-SE NA ANÁLISE COMPARATIVA DE DOIS CAMPOS: 
EXIGÊNCIAS DO CARGO 
CARACTERÍSTICAS DO CANDIDATO...
INSTRUMENTOS PARA ANÁLISE DOS CANDIDATOS 
•ENTREVISTA DE SELEÇÃO 
•TESTES DIVERSOS DE AFERIÇÃO
ENTREVISTA DE SELEÇÃO 
•OBJETIVA DETECTAR DADOS E INFORMAÇÕES DOS CANDIDATOS; 
•É O INSTRUMENTO MAIS IMPORTANTE UTILIZADOS...
TIPOS DE ENTREVISTA DE SELEÇÃO 
•ENTREVISTA ESTRUTURADA; 
•ENTREVISTA NÃO ESTRUTURADA
ENTREVISTA ESTRUTURADA 
•A ENTREVISTA É PREVIAMENTE PLANEJADA, PREVENDO TODAS AS QUESTÕES BÁSICAS QUE DEVERÃO SER COLOCADA...
ENTREVISTA NÃO ESTRUTURADA 
•NÃO SEGUE UM PADRÃO E NEM PLANEJAMENTO PRÉVIO; 
•REGISTRA FATOS E INFORMAÇÕES DO ENCONTRO, DE...
FASES DA ENTREVISTA ESTRUTURADA NA SELEÇÃO DE PESSOAL 
•APRESENTAÇÃO; 
•PREPARO; 
•COLETA DE DADOS; 
•ANÁLISE COMPORTAMENT...
FASE DE APRESENTAÇÃO 
•É UM MOMENTO MUITO IMPORTANTE PORQUE A EMPRESA SERÁ APRESENTADA AO CANDIDATO E SERÁ REPRESENTADA PE...
FASE DE PREPARO 
MOMENTO DE TRABALHAR O LADO EMOCIONAL DO CANDIDATO, QUE SE DISPÕE A SER ANALISADO E/OU AVALIADO, A FIM DE...
FASE DE COLETA DE DADOS 
•RESPONSÁVEL PELOS DADOS QUE COMPÕEM A BAGAGEM PESSOAL DE CHA (CONHECIMENTO, HABILIDADES, ATITUDE...
COLETA DE DADOS – CAMPOS DE PESQUISA 
1. Pessoal 1. Idade, estado civil. 2. Nível de energia. 3. Grau motivacional atual. ...
COLETA DE DADOS – CAMPOS DE PESQUISA 
2. Profissional 7. Perfil das empresas anteriores. 8. Cargos ocupados. 9. Estabilida...
COLETA DE DADOS – CAMPOS DE PESQUISA 
3. Educacional 13. Qualidade das escolas básicas freqüentadas. 14. Nível de formação...
COLETA DE DADOS – CAMPOS DE PESQUISA 
4. Social 19. Clubes e igreja que freqüenta. 20. Esportes praticados. 21. Hobbies. 2...
FASE ANÁLISE COMPORTAMENTAL 
•O ENTREVISTADOR DEDICA-SE ESPECIFICAMENTE A CHCAR OU TESTAR CERTAS CARACTERÍSTICAS QUE TENHA...
FASE – CONCESSÃO DE INFORMAÇÕES 
O ENTREVISTADOR PRESTA AO CANDIDATO TODAS AS INFORMAÇÕES REFERENTES À EMPRESA E AO CARGO ...
APLICAÇÃO DE TESTES 
A DECISÃO DE REALIZAR OU NÃO OS TESTES É DO SELECIONADOR. 
•TESTE PRÁTICO; 
•TESTE SITUACIONAL; 
•TES...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gestão RH - Aula 3 Seleção

739 visualizações

Publicada em

Aula ministrada pela Multivix em Vitória/ES no curso de Engª Mecânica em 2014_2

Publicada em: Engenharia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
739
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão RH - Aula 3 Seleção

  1. 1. RECRUTAMENTO & SELEÇÃO SELEÇÃO
  2. 2. SELEÇÃO DE PESSOAL É UMA ATIVIDADE DE RESPONSABILIDADE DO SISTEMA ARH QUE TEM POR FINALIDADE ESCOLHER, SOB METODOLOGIA ESPECÍFICA, CANDIDATOS A EMPREGO RECEBIDOS PELO SETOR DE RECRUTAMENTO, PARA O ATENDIMENTO DAS NECESSIDADES INTERNAS DA EMPRESA.
  3. 3. O PROCESSO DE SELEÇÃO BASEIA-SE NA ANÁLISE COMPARATIVA DE DOIS CAMPOS: EXIGÊNCIAS DO CARGO CARACTERÍSTICAS DO CANDIDATO SÃO AS CARACTERÍSTICAS QUE O CARGO EXIGE DO PROFISSIONAL EM TERMOS DE CONHECIMENTOS, HABIIDADES E ATITUDES PARA O BOM DESEMPENHO DAS FUNÇÕES É O CONJUNTO DE CONHECIMENTOS, HABILIDADES E ATITUDES QUE CADA CANDIDATO POSSUI PARA DESEMPENHAR AS SUAS TAREFAS
  4. 4. INSTRUMENTOS PARA ANÁLISE DOS CANDIDATOS •ENTREVISTA DE SELEÇÃO •TESTES DIVERSOS DE AFERIÇÃO
  5. 5. ENTREVISTA DE SELEÇÃO •OBJETIVA DETECTAR DADOS E INFORMAÇÕES DOS CANDIDATOS; •É O INSTRUMENTO MAIS IMPORTANTE UTILIZADOS NA SELEÇÃO;
  6. 6. TIPOS DE ENTREVISTA DE SELEÇÃO •ENTREVISTA ESTRUTURADA; •ENTREVISTA NÃO ESTRUTURADA
  7. 7. ENTREVISTA ESTRUTURADA •A ENTREVISTA É PREVIAMENTE PLANEJADA, PREVENDO TODAS AS QUESTÕES BÁSICAS QUE DEVERÃO SER COLOCADAS AOS CANDIDATOS, DE FORMA PADRONIZADA; •PERMITE UMA MELHOR COMPARAÇÃO DE RESULTADOS ENTRE DIVERSOS CANDIDATOS.
  8. 8. ENTREVISTA NÃO ESTRUTURADA •NÃO SEGUE UM PADRÃO E NEM PLANEJAMENTO PRÉVIO; •REGISTRA FATOS E INFORMAÇÕES DO ENCONTRO, DEIXANDO O RUMO DA ENTREVISTA A SER DECIDIDO NO DECORRER DA ENTREVISTA; •APROVEITA INDIVIDUALMENTE DOS MOMENTOS E CARACTERÍSTICAS DE CADA CANDIDATO
  9. 9. FASES DA ENTREVISTA ESTRUTURADA NA SELEÇÃO DE PESSOAL •APRESENTAÇÃO; •PREPARO; •COLETA DE DADOS; •ANÁLISE COMPORTAMENTAL; •A CONCESSÃO DE INFORMAÇÕES
  10. 10. FASE DE APRESENTAÇÃO •É UM MOMENTO MUITO IMPORTANTE PORQUE A EMPRESA SERÁ APRESENTADA AO CANDIDATO E SERÁ REPRESENTADA PELO ENTREVISTADOR; •É IMPORTANTE QUE O SELECIONADOR MOSTRE TODA SUA AMABILIDADE, EDUCAÇÃO E POLIDEZ;
  11. 11. FASE DE PREPARO MOMENTO DE TRABALHAR O LADO EMOCIONAL DO CANDIDATO, QUE SE DISPÕE A SER ANALISADO E/OU AVALIADO, A FIM DE NEUTRALIZAR OU MINIMIZAR O GRAU DE TENSÃO E ANSIEDADE NORMAL EM MOMENTOS COMO ESSE; QUANTO MAIS O CANDIDATO ESTIVER NERVOSO, TENSO E PREOCUPADO, MENOS O SELECIONADOR TERÁ POSSIBILIDADE DE SUCESSO NA SUA AVALIAÇÃO.
  12. 12. FASE DE COLETA DE DADOS •RESPONSÁVEL PELOS DADOS QUE COMPÕEM A BAGAGEM PESSOAL DE CHA (CONHECIMENTO, HABILIDADES, ATITUDES) DO INDIVÍDUO; •OBTEM-SE TODAS AS INFORMAÇÕES PARA COMPOSIÇÃO DE UM QUADRO DE ANÁLISE QUE PERMITA COMPARAR A BAGAGEM DO CANDIDATO COM AS EXIGÊNCIAS DO CARGO;
  13. 13. COLETA DE DADOS – CAMPOS DE PESQUISA 1. Pessoal 1. Idade, estado civil. 2. Nível de energia. 3. Grau motivacional atual. 4. Nível de Q.I. e Q. E. 5. Perfil psicológico de personalidade. 6. Principais aptidões e potencialidades.
  14. 14. COLETA DE DADOS – CAMPOS DE PESQUISA 2. Profissional 7. Perfil das empresas anteriores. 8. Cargos ocupados. 9. Estabilidade. 10. Realizações ou resultados obtidos. 11. Responsabilidades ou tarefas mais importantes. 12. É membro de alguma associação ou sindicato?
  15. 15. COLETA DE DADOS – CAMPOS DE PESQUISA 3. Educacional 13. Qualidade das escolas básicas freqüentadas. 14. Nível de formação superior. 15. Pós-graduação (lato ou stricto sensu) 16. Trabalhos ou pesquisas concluídos (temas, avaliação etc.) 17. Idiomas 18. Cultura geral: leituras, cursos, viagens culturais etc.
  16. 16. COLETA DE DADOS – CAMPOS DE PESQUISA 4. Social 19. Clubes e igreja que freqüenta. 20. Esportes praticados. 21. Hobbies. 22. É membro de alguma associação para fins sociais? 23. Tem amigos? Quantos? Qual freqüência dos encontros? 24. Qual o seu fim de semana predileto? 25. Como planejou e efetivou as últimas três férias.
  17. 17. FASE ANÁLISE COMPORTAMENTAL •O ENTREVISTADOR DEDICA-SE ESPECIFICAMENTE A CHCAR OU TESTAR CERTAS CARACTERÍSTICAS QUE TENHA PERCEBIDO NO DECORRER DA ENTREVISTA E QUE NECESSITE AVALIAR COMPARATIVAMENTE ÀS EXIGÊNCIAS DO CARGO. •MOMENTO DE COLOCAR O ENTREVISTADO EM CERTAS SITUAÇÕES PRÁTICAS OU PROVOCÁ-LO, POSITIVA OU NEGATIVAMENTE, POR EXEMPLO, COM RELAÇÃO A SUA AGRESSIVIDADE, PARA SENTIR AS REAÇÕES RECEBIDAS EM TROCA.
  18. 18. FASE – CONCESSÃO DE INFORMAÇÕES O ENTREVISTADOR PRESTA AO CANDIDATO TODAS AS INFORMAÇÕES REFERENTES À EMPRESA E AO CARGO A SER PREENCHIDO.
  19. 19. APLICAÇÃO DE TESTES A DECISÃO DE REALIZAR OU NÃO OS TESTES É DO SELECIONADOR. •TESTE PRÁTICO; •TESTE SITUACIONAL; •TESTE PSICOLÓGICO – DE APTIDÃO E DE PERSONALIDADE; •TESTE GRAFOLÓGICO

×