Cad - aula 01 inaugural

617 visualizações

Publicada em

Material de apoio para Desenho Auxiliado por Computador da Faculdade Pitágoras em Linhares – 2010

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
617
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • tr
  • Cad - aula 01 inaugural

    1. 1. DESENHO AUXILIADO POR COMPUTADOR CAD Professora: Rose Marie Del Fiume Arquiteta Urbanista, Esp. Eng. Sanitária e Ambiental
    2. 2. VISÃO GERAL DA DISCIPLINA 1) MOSTRAR A IMPORTÂNCIA DO USO DO COMPUTADOR COMO FERRAMENTA DE AUXILIO NA CONSTRUÇÃO DE DESENHOS.
    3. 3. VISÃO GERAL DA DISCIPLINA 2)ALÉM DE APRENDER NOÇÕES DE CAD, RECONHECER A IMPORTÂNCIA DAS NORMAS DO DESENHO TÉCNICO.
    4. 4. VISÃO GERAL DA DISCIPLINA 3) RECONHECER O APLICATIVO DE DESENHO APENAS COMO UMA FERRAMENTA QUE NÃO SUBSTITUI O APRENDIZADO TRADICIONAL DO DESENHO TÉCNICO (DT).
    5. 5. OBJETIVOS 1) COMPREENDER O SIGNIFICADO DA PALAVRA CAD ( Computer Aided Design). 2) RECONHECER A IMPORTÂNCIA DO DESENHO MANUAL E DO DT PARA MELHOR PROVEITO DO DESENHO NO COMPUTADOR.
    6. 6. OBJETIVOS 3)ENTENDER AS VANTAGENS PROPORCIONAIS DO USO DO APLICATIVO. 4)APLICAR OS CONCEITOS DO DT NA ELABORAÇÃO DO DESENHO NO COMPUTADOR.
    7. 7. OBJETIVOS 5) CONHECER AS FERRAMENTAS BÁSICAS DE VISUALIZAÇÃO, EDIÇÃO E CONSTRUÇÃO DE DESENHOS PLANOS. 6)APLICAR AS FERRAMENTAS PARA CONSTRUÇÃO DE SÓLIDOS TRIDIMENSIONAIS.
    8. 8. Um começo de conversa... O conceito de CAD: A palavra CAD significa Computer Aided Design ou, ao pé da letra, Desenho Auxiliado por Computador
    9. 9. Alguns exemplos de Aplicativos Auto CAD, IntelliCAD, ArCon, ZWCAD, Corel Draw, Microstation, 3D Studio Max, Maya, Blender, Arqui 3D, dentre outros.
    10. 10. Aplicativo em Uso
    11. 11. Aplicativo em uso
    12. 12. Por que usar o computador? • Com a evolução da informática, seu uso vem se tornando uma prática habitual nos mais variados campos e ambientes (casa, escola, trabalho.) • Com isso, o mercado passou a desenvolver aplicativos (softwares) com o intuito de atender as mais diversas necessidades dos usuários.(textos, tabelas, desenhos..)
    13. 13. Por que usar o computador? • O uso de aplicativos se tornou uma necessidade do mercado de trabalho: Agilidade no desenvolvimento de tarefas; Facilidade de comunicação; Otimização de espaços.
    14. 14. O aplicativo como ferramenta Entretanto... 1) Apesar da variedade de softwares e dos recursos que disponibilizam, os aplicativos não dispensam os conhecimentos básicos nem as habilidades necessárias ao desenvolvimento de determinada função.
    15. 15. O aplicativo como ferramenta 2) Além disso, ainda existe uma habilidade que não é superada pelo computador:
    16. 16. A CRIATIVIDADE Uma característica que requer muito mais que um aplicativo. Necessita de conhecimento de conceitos básicos, experiência e imaginação, especialmente quando se trata de desenhos.
    17. 17. A Importância do Desenho Manual Dissemos que para o uso de um aplicativo é fundamental o conhecimento básico e teórico. Para o desenvolvimento de desenhos técnicos e projetos torna-se primordial o conhecimento de normas e conceitos que definem essa modalidade de expressão gráfica.
    18. 18. A importância do Desenho Manual Além disso, deve-se considerar que:  o computador pode não estar disponível em todo local de trabalho;  o esboço à mão pode facilitar a compreensão e entendimento por leigos sem experiência em aplicativos;  é importante a organização das idéias antes do uso do aplicativo.
    19. 19. A importância do Desenho Manual Mas, antes de tudo é preciso entender : O que é desenho? Quais as modalidades de desenho? Quais as diferenças entre os tipos de desenho? Qual a diferença entre desenho e projeto?
    20. 20. O que é Desenho? Desenho define-se como o processo prévio de configuração mental, "pré-figuracão", na busca de uma solução em qualquer campo. Um filósofo contemporâneo, Vilém Flusser, propõe que o futuro (o destino da humanidade) depende do desenho.
    21. 21. Desenhar requer principalmente considerações funcionais e estéticas. Para por isto em prática precisamos de inúmeras fases de investigação, análises, modelagem, ajustes e adaptações prévias até a produção definitiva do objeto.
    22. 22. As modalidades do desenho Desenho Artístico Desenho Técnico
    23. 23. O Desenho Artístico Essa modalidade expressa o sentimento do autor, a emoção. A inspiração também contribui de maneira expressiva no resultado da obra. Ainda assim, requer técnica tanto no uso dos materiais como dos instrumentos a serem empregados.
    24. 24. DESENHO ARTÍSTICO Leonardo Da Vinci Monalisa
    25. 25. O Desenho Técnico Cada modalidade segue normas para que o entendimento da expressão gráfica seja obtida em todo o território onde é desenvolvida ou, até, internacionalmente.  Requer conhecimentos da matemática, da geometria plana e espacial.
    26. 26. O Desenho Técnico  Não expressa emoção ou dom.  Utiliza-se das normas técnicas (NBR/ISOS) para representar de modo preciso e inequívoco dados técnicos de um projeto de determinada área da engenharia ou arquitetura.  Tem como objetivo a unificação da representabilidade.
    27. 27. Desenho X Projeto na Engenharia O desenho é apenas parte de um projeto. Apesar de respeitar normas de padronização, pode ser desenvolvido por um desenhista sem que haja uma maior aprofundamento ou análises técnicas.
    28. 28. Desenho X Projeto na Engenharia Já o Projeto trata de um estudo aprofundado consta de planejamento, análises, cálculos, previsões e especificações. É desenvolvido em inúmeras etapas indo desde o Partido e Estudo Preliminar ao Projeto Executivo, mostrando a evolução do estudo desde os momentos iniciais de sua concepção, onde a criatividade começa a dar lugar à técnica.
    29. 29. O Aplicativo X Criatividade Frank Gehry Museu Guggenheim de Bilbao, Espanha
    30. 30. O Aplicativo X Criatividade A elaboração de projetos através de computador (aplicativo) exige mais atenção mental e deixa menos espaço para as soluções inteligentes e criativas.
    31. 31. • em qualquer ramo e profissão, antes de mais nada, devemos ser criativos. • Nessa nova sociedade dominada pela Informática e na qual as necessidades antes supérfluas como a televisão, o esporte e a moda passaram a ser essenciais, a criatividade e matéria prima preciosa. Por Que?
    32. 32. • Para responder à voraz demanda de novos produtos mercado atual, cada vez mais exigente • É preciso ser criativo para inventar mecanismos de produção rápidos e econômicos. • Quem realizar essa tarefa no menor espaço de tempo e com qualidade, vence a concorrência. "Só os superficiais não acreditam na aparência". Oscar Wilde
    33. 33. Conclusão Com o intuito de aliar forças no desenvolvimento das atividades projetuais o emprego de aplicativos de desenho torna-se essencial, desde que tenha-se em mente que estes, assim como os instrumentos de desenho, são apenas elementos complementares no desenvolver do projeto.
    34. 34. Conclusão É essencial o raciocínio prévio aliado ao domínio dos conhecimentos teóricos e práticos, sem perder de vista a criatividade que garanta inovação e competitividade.
    35. 35. Hotel Burj, Dubai
    36. 36. Catedral Cristo Rei - BH, Niemayer
    37. 37. Pirâmide Louvre, Paris
    38. 38. Torre Embaralhada, N Y. Jacques Herzog e Pierre de Meuron
    39. 39. « Uma pilha de casas no céu », Jacques Herzog e Pierre de Meuron
    40. 40. Projeto Triângulo, Versailles- França
    41. 41. Estádio Ninho de Pássaro, Pequim Cubo D`Água Parque Aquático, Pequim
    42. 42. BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA OMURA, George. Introdução ao AUTOCAD 2008:guia autorizado. Rio de Janeiro: Alta Books,2008.ISBN:9788576081913 SILVA, Arlindo; RIBEIRO,Carlos Tavares; DIAS,João.Desenho Técnico Moderno.4 ed. Rio de Janeiro:LTC,206.ISBN: 85216115221

    ×