SlideShare uma empresa Scribd logo
Universidade Norte do Paraná Engenharia da Computação Trabalho de Cálculo III Prof. Valdemir Antunes CRESCIMENTO EXPONENCIAL APLICADO Á RADIOATIVIDADE Alunos: Bruno Torezan Fernando A. S. Kadoya João Flávio Podboy Rafael Kotinda Victor Hugo D. Domingues
Radioatividade Muitos núcleos são radioativos, isto é, decaem para outros núcleos pela emissão de partículas como fótons, elétrons, nêutrons ou ainda partículas  α . A taxa de decaimento não se mantém constante ao longo do tempo, mas diminui EXPONENCIALMENTE. “ A dependência exponencial do tempo é uma característica de todos os fenômenos radioativos, e indica que o decaimento radioativo é um processo estatístico.”
Decaimento radioativo  -  Decaimento  alfa   -  Decaimento  beta   -  Decaimento  gama Raios radioativos Raios  alfa  Raios  beta  Raios  gama  Raios de  nêutrons
Decaimento alfa ( α ) Exemplo :Amerício-241  Utilizado em : Detector de fumaça  O átomo de amerício-241 emitirá espontaneamente uma  partícula alfa . A partícula alfa é formada de 2 prótons e 2 nêutrons ligados, o que é equivalente ao núcleo do hélio-4. No processo de emissão da partícula alfa, o átomo do amerício-241 se transforma em um átomo de netúnio-237. A partícula alfa sai de cena a uma velocidade alta, talvez 16 mil km/s.  A meia-vida do amerício-241 é 458 anos .
Decaimento  gama ( γ ) Ao contrário de alfa e beta, o decaimento gama não emite partículas, e sim ondas eletromagnéticas, chamadas de raios-gama. Como não há emissão de partículas, nem o número atômico nem a massa atômica sofre mudança, e não há transformação de um elemento em outro. 152 Dy*  1  52 Dy +  γ
Decaimento beta ( β )  Exemplo:  carbono-14 Utilizado  em: Datação de fósseis No decaimento beta, um nêutron do núcleo do átomo de C-14 transforma-se espontaneamente em um próton, um elétron e uma terceira partícula denominada antineutrino.  O núcleo expele o elétron e o antineutrino, enquanto o próton permanece no núcleo.  Carbono-14  nos seres vivos: Permanece constante para todos os organismos .
Aplicação da radioatividade É  possível avaliar a idade dos minerais que contém substâncias radioativas, porque,  como essas substâncias se desintegram  em velocidades conhecidas, faz-se uma análise do mineral para determinar a quantidade original de longa  vida e as quantidades dos elementos “descendentes” na amostra. Datando um fóssil : Meia-vida do C-14=5700 anos
Calculando: t
Chamando t=0 e   temos : substituindo, Para  t=5700
Meia Vida   do C-14  t = 5700
Logo, reescrevendo a equação 1, teremos: Sendo N f: : quantidade de C-14 no tempo t, e achando t em função do N f , teremos:
= proporção de carbono no tempo t. Supondo   teremos: O tempo de um certo material perder 90% de Carbono-14 (ter 10% do que tinha inicialmente) é de 18935 anos.
Equação final utilizada para datação de fosseis:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Quimica 002 radioatividade
Quimica  002 radioatividadeQuimica  002 radioatividade
Quimica 002 radioatividade
con_seguir
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
andrei83
 
Fotossíntese - Prof Raphael
Fotossíntese - Prof RaphaelFotossíntese - Prof Raphael
Fotossíntese - Prof Raphael
guestadaf2f2
 
Aula 06-rmn-de-carbono
Aula 06-rmn-de-carbonoAula 06-rmn-de-carbono
Aula 06-rmn-de-carbono
katyuscya leao
 
Química Geral Lista 01
Química Geral Lista 01Química Geral Lista 01
Química Geral Lista 01
Ednilsom Orestes
 
Radioat ufba2a etapA
Radioat ufba2a etapARadioat ufba2a etapA
Radioat ufba2a etapA
Fábio Oisiovici
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
crisbio10
 
Atp e fotossíntese apresentação
Atp e fotossíntese apresentaçãoAtp e fotossíntese apresentação
Atp e fotossíntese apresentação
marinadapieve
 
Fotossintese e quimiossintese
Fotossintese e quimiossinteseFotossintese e quimiossintese
Fotossintese e quimiossintese
Daniel Gonçalves
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
letyap
 
11) fotossíntese
11) fotossíntese11) fotossíntese
11) fotossíntese
Pedro Miguel Azevedo Paredes
 
Atividade 1º ano do ensino médio DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA
Atividade 1º ano do ensino médio DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICAAtividade 1º ano do ensino médio DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA
Atividade 1º ano do ensino médio DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA
Escola Pública/Particular
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
emanuel
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
tiago.ufc
 
Fotossíntese atualizado
Fotossíntese atualizadoFotossíntese atualizado
Fotossíntese atualizado
MARCIAMP
 
Fotossíntese Tio Oto
Fotossíntese Tio OtoFotossíntese Tio Oto
Fotossíntese Tio Oto
OTO SABINO
 
Eletrônica Molecular
Eletrônica MolecularEletrônica Molecular
Eletrônica Molecular
guestb48105
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
César Milani
 
Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPAAula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
Mayra Pinheiro
 

Mais procurados (19)

Quimica 002 radioatividade
Quimica  002 radioatividadeQuimica  002 radioatividade
Quimica 002 radioatividade
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Fotossíntese - Prof Raphael
Fotossíntese - Prof RaphaelFotossíntese - Prof Raphael
Fotossíntese - Prof Raphael
 
Aula 06-rmn-de-carbono
Aula 06-rmn-de-carbonoAula 06-rmn-de-carbono
Aula 06-rmn-de-carbono
 
Química Geral Lista 01
Química Geral Lista 01Química Geral Lista 01
Química Geral Lista 01
 
Radioat ufba2a etapA
Radioat ufba2a etapARadioat ufba2a etapA
Radioat ufba2a etapA
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
 
Atp e fotossíntese apresentação
Atp e fotossíntese apresentaçãoAtp e fotossíntese apresentação
Atp e fotossíntese apresentação
 
Fotossintese e quimiossintese
Fotossintese e quimiossinteseFotossintese e quimiossintese
Fotossintese e quimiossintese
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
 
11) fotossíntese
11) fotossíntese11) fotossíntese
11) fotossíntese
 
Atividade 1º ano do ensino médio DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA
Atividade 1º ano do ensino médio DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICAAtividade 1º ano do ensino médio DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA
Atividade 1º ano do ensino médio DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 
Fotossíntese atualizado
Fotossíntese atualizadoFotossíntese atualizado
Fotossíntese atualizado
 
Fotossíntese Tio Oto
Fotossíntese Tio OtoFotossíntese Tio Oto
Fotossíntese Tio Oto
 
Eletrônica Molecular
Eletrônica MolecularEletrônica Molecular
Eletrônica Molecular
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 
Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPAAula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
 

Semelhante a Decaimento radiativo

Radioatividade para blog
Radioatividade para blogRadioatividade para blog
Radioatividade para blog
Glaucia Perez
 
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptx
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptxRadioatividade [Salvo automaticamente].pptx
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptx
VaniaMaria37
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
Luana Salgueiro
 
Seminário Radionucídeos
Seminário RadionucídeosSeminário Radionucídeos
Seminário Radionucídeos
Ivan Ribeiro
 
Modelo atomico
Modelo atomicoModelo atomico
Modelo atomico
Graziella Trovati
 
Quimica radioatividade
Quimica radioatividadeQuimica radioatividade
Quimica radioatividade
mnmaill
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
Natan Pires
 
História e física
História e físicaHistória e física
História e física
Escola Técnica Destake NI
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
Marcelo Mateus
 
Radioatividade e energia nuclear
Radioatividade e energia nuclearRadioatividade e energia nuclear
Radioatividade e energia nuclear
IFMT - Pontes e Lacerda
 
Atomistica 2016
Atomistica 2016Atomistica 2016
Atomistica 2016
Julio Xavier
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
fisicaatual
 
Aula 3 atomistica - química
Aula 3   atomistica - químicaAula 3   atomistica - química
Aula 3 atomistica - química
Nildo Souza
 
QUÍMICA | SEMANA 32 | 3ª Série | RADIOATIVIDADE
QUÍMICA | SEMANA 32 | 3ª Série | RADIOATIVIDADEQUÍMICA | SEMANA 32 | 3ª Série | RADIOATIVIDADE
QUÍMICA | SEMANA 32 | 3ª Série | RADIOATIVIDADE
GoisBemnoEnem
 
Elementos da morte
Elementos da morteElementos da morte
Elementos da morte
pexanxe
 
A história do átomo
A história do átomoA história do átomo
A história do átomo
Thalissa Cavalcante
 
Quimica organica
Quimica organicaQuimica organica
Quimica organica
Tayse Mota
 
Dataçao Radiometrica
Dataçao RadiometricaDataçao Radiometrica
Dataçao Radiometrica
Jose Luiz Rodrigues da Silva
 
energia nuclear.pptx
energia nuclear.pptxenergia nuclear.pptx
energia nuclear.pptx
LeoBean
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
Joanna de Paoli
 

Semelhante a Decaimento radiativo (20)

Radioatividade para blog
Radioatividade para blogRadioatividade para blog
Radioatividade para blog
 
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptx
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptxRadioatividade [Salvo automaticamente].pptx
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptx
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Seminário Radionucídeos
Seminário RadionucídeosSeminário Radionucídeos
Seminário Radionucídeos
 
Modelo atomico
Modelo atomicoModelo atomico
Modelo atomico
 
Quimica radioatividade
Quimica radioatividadeQuimica radioatividade
Quimica radioatividade
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
História e física
História e físicaHistória e física
História e física
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Radioatividade e energia nuclear
Radioatividade e energia nuclearRadioatividade e energia nuclear
Radioatividade e energia nuclear
 
Atomistica 2016
Atomistica 2016Atomistica 2016
Atomistica 2016
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Aula 3 atomistica - química
Aula 3   atomistica - químicaAula 3   atomistica - química
Aula 3 atomistica - química
 
QUÍMICA | SEMANA 32 | 3ª Série | RADIOATIVIDADE
QUÍMICA | SEMANA 32 | 3ª Série | RADIOATIVIDADEQUÍMICA | SEMANA 32 | 3ª Série | RADIOATIVIDADE
QUÍMICA | SEMANA 32 | 3ª Série | RADIOATIVIDADE
 
Elementos da morte
Elementos da morteElementos da morte
Elementos da morte
 
A história do átomo
A história do átomoA história do átomo
A história do átomo
 
Quimica organica
Quimica organicaQuimica organica
Quimica organica
 
Dataçao Radiometrica
Dataçao RadiometricaDataçao Radiometrica
Dataçao Radiometrica
 
energia nuclear.pptx
energia nuclear.pptxenergia nuclear.pptx
energia nuclear.pptx
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 

Mais de thiago oda

Destilador Solar
Destilador SolarDestilador Solar
Destilador Solar
thiago oda
 
Cálculo do volume 22
Cálculo do volume 22Cálculo do volume 22
Cálculo do volume 22
thiago oda
 
Apresentacao calc
Apresentacao calcApresentacao calc
Apresentacao calc
thiago oda
 
Ideias da peça perfeita 2003
Ideias da peça perfeita 2003Ideias da peça perfeita 2003
Ideias da peça perfeita 2003
thiago oda
 
Cálculo do volume
Cálculo do volume Cálculo do volume
Cálculo do volume
thiago oda
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
thiago oda
 
Sistemas de coordendas
Sistemas de coordendasSistemas de coordendas
Sistemas de coordendas
thiago oda
 
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia EletricaGeracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
thiago oda
 
Aplicaçao radio galena
Aplicaçao radio galenaAplicaçao radio galena
Aplicaçao radio galena
thiago oda
 
Queda livre dos corpos
Queda livre dos corposQueda livre dos corpos
Queda livre dos corpos
thiago oda
 
Apresentação2
Apresentação2Apresentação2
Apresentação2
thiago oda
 
Trab calculo iii_pendulo3
Trab calculo iii_pendulo3Trab calculo iii_pendulo3
Trab calculo iii_pendulo3
thiago oda
 
Cálculo rlc 97 definitivo
Cálculo rlc 97  definitivo Cálculo rlc 97  definitivo
Cálculo rlc 97 definitivo
thiago oda
 
Volume cilindro
Volume cilindroVolume cilindro
Volume cilindro
thiago oda
 
Diego
DiegoDiego
Diego
thiago oda
 
Apresentação 2
Apresentação 2Apresentação 2
Apresentação 2
thiago oda
 
Apresentação circuito rc (atualizado)
Apresentação circuito rc (atualizado)Apresentação circuito rc (atualizado)
Apresentação circuito rc (atualizado)
thiago oda
 
Centro de massa
Centro de massa Centro de massa
Centro de massa
thiago oda
 
Trabalho de cálculo III cerveja
Trabalho de cálculo III   cervejaTrabalho de cálculo III   cerveja
Trabalho de cálculo III cerveja
thiago oda
 
Queda livre certo
Queda livre   certoQueda livre   certo
Queda livre certo
thiago oda
 

Mais de thiago oda (20)

Destilador Solar
Destilador SolarDestilador Solar
Destilador Solar
 
Cálculo do volume 22
Cálculo do volume 22Cálculo do volume 22
Cálculo do volume 22
 
Apresentacao calc
Apresentacao calcApresentacao calc
Apresentacao calc
 
Ideias da peça perfeita 2003
Ideias da peça perfeita 2003Ideias da peça perfeita 2003
Ideias da peça perfeita 2003
 
Cálculo do volume
Cálculo do volume Cálculo do volume
Cálculo do volume
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Sistemas de coordendas
Sistemas de coordendasSistemas de coordendas
Sistemas de coordendas
 
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia EletricaGeracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
 
Aplicaçao radio galena
Aplicaçao radio galenaAplicaçao radio galena
Aplicaçao radio galena
 
Queda livre dos corpos
Queda livre dos corposQueda livre dos corpos
Queda livre dos corpos
 
Apresentação2
Apresentação2Apresentação2
Apresentação2
 
Trab calculo iii_pendulo3
Trab calculo iii_pendulo3Trab calculo iii_pendulo3
Trab calculo iii_pendulo3
 
Cálculo rlc 97 definitivo
Cálculo rlc 97  definitivo Cálculo rlc 97  definitivo
Cálculo rlc 97 definitivo
 
Volume cilindro
Volume cilindroVolume cilindro
Volume cilindro
 
Diego
DiegoDiego
Diego
 
Apresentação 2
Apresentação 2Apresentação 2
Apresentação 2
 
Apresentação circuito rc (atualizado)
Apresentação circuito rc (atualizado)Apresentação circuito rc (atualizado)
Apresentação circuito rc (atualizado)
 
Centro de massa
Centro de massa Centro de massa
Centro de massa
 
Trabalho de cálculo III cerveja
Trabalho de cálculo III   cervejaTrabalho de cálculo III   cerveja
Trabalho de cálculo III cerveja
 
Queda livre certo
Queda livre   certoQueda livre   certo
Queda livre certo
 

Decaimento radiativo

  • 1. Universidade Norte do Paraná Engenharia da Computação Trabalho de Cálculo III Prof. Valdemir Antunes CRESCIMENTO EXPONENCIAL APLICADO Á RADIOATIVIDADE Alunos: Bruno Torezan Fernando A. S. Kadoya João Flávio Podboy Rafael Kotinda Victor Hugo D. Domingues
  • 2. Radioatividade Muitos núcleos são radioativos, isto é, decaem para outros núcleos pela emissão de partículas como fótons, elétrons, nêutrons ou ainda partículas α . A taxa de decaimento não se mantém constante ao longo do tempo, mas diminui EXPONENCIALMENTE. “ A dependência exponencial do tempo é uma característica de todos os fenômenos radioativos, e indica que o decaimento radioativo é um processo estatístico.”
  • 3. Decaimento radioativo - Decaimento alfa - Decaimento beta - Decaimento gama Raios radioativos Raios alfa Raios beta Raios gama Raios de nêutrons
  • 4. Decaimento alfa ( α ) Exemplo :Amerício-241 Utilizado em : Detector de fumaça O átomo de amerício-241 emitirá espontaneamente uma partícula alfa . A partícula alfa é formada de 2 prótons e 2 nêutrons ligados, o que é equivalente ao núcleo do hélio-4. No processo de emissão da partícula alfa, o átomo do amerício-241 se transforma em um átomo de netúnio-237. A partícula alfa sai de cena a uma velocidade alta, talvez 16 mil km/s. A meia-vida do amerício-241 é 458 anos .
  • 5. Decaimento gama ( γ ) Ao contrário de alfa e beta, o decaimento gama não emite partículas, e sim ondas eletromagnéticas, chamadas de raios-gama. Como não há emissão de partículas, nem o número atômico nem a massa atômica sofre mudança, e não há transformação de um elemento em outro. 152 Dy* 1 52 Dy + γ
  • 6. Decaimento beta ( β ) Exemplo: carbono-14 Utilizado em: Datação de fósseis No decaimento beta, um nêutron do núcleo do átomo de C-14 transforma-se espontaneamente em um próton, um elétron e uma terceira partícula denominada antineutrino. O núcleo expele o elétron e o antineutrino, enquanto o próton permanece no núcleo. Carbono-14 nos seres vivos: Permanece constante para todos os organismos .
  • 7. Aplicação da radioatividade É possível avaliar a idade dos minerais que contém substâncias radioativas, porque, como essas substâncias se desintegram em velocidades conhecidas, faz-se uma análise do mineral para determinar a quantidade original de longa vida e as quantidades dos elementos “descendentes” na amostra. Datando um fóssil : Meia-vida do C-14=5700 anos
  • 9. Chamando t=0 e temos : substituindo, Para t=5700
  • 10. Meia Vida do C-14 t = 5700
  • 11. Logo, reescrevendo a equação 1, teremos: Sendo N f: : quantidade de C-14 no tempo t, e achando t em função do N f , teremos:
  • 12. = proporção de carbono no tempo t. Supondo teremos: O tempo de um certo material perder 90% de Carbono-14 (ter 10% do que tinha inicialmente) é de 18935 anos.
  • 13. Equação final utilizada para datação de fosseis: