PRÉ-HISTÓRIAPRÉ-HISTÓRIA
www.thiagohmlopes.blogspot.cowww.thiagohmlopes.blogspot.co
mm
CONCEITO:CONCEITO:
⇒ Considera-se a Pré-história como o período que compreende a
atividade humana desde suas origens (mead...
CRIACIONISMO X TEORIA EVOLUCIONISTA:CRIACIONISMO X TEORIA EVOLUCIONISTA:
⇒Toda e qualquer sociedade humana, no decorrer da...
OBSERVAÇÕES SOBRE TEORIA CIENTÍFICA:OBSERVAÇÕES SOBRE TEORIA CIENTÍFICA:
⇒A Academia Nacional de Ciências dos EUAAcademia ...
⇒ A Teoria da Evolução é fruto de pesquisas, muitas ainda em
desenvolvimento, iniciadas pelo legado do cientista inglês
Ch...
VIAGEM DE DARWIN A BORDO DO BEAGLE – 1831/36VIAGEM DE DARWIN A BORDO DO BEAGLE – 1831/36
Em resumo, segundo a teoria evolucionista darwinista, essaEm resumo, segundo a teoria evolucionista darwinista, essa
seria...
Nossa caixa craniana, onde fica protegido o cérebro,Nossa caixa craniana, onde fica protegido o cérebro,
cresceu de 400cm³...
Configuração dos corpos humanoides:Configuração dos corpos humanoides:
Exemplar fóssil de um “australopithecus”:Exemplar fóssil de um “australopithecus”:
Fóssil de homo sapiens sapiens mais antigo (5500 a.C) eFóssil de homo sapiens sapiens mais antigo (5500 a.C) e
mais bem co...
PaleolíticoPaleolítico
(4 milhões AP –(4 milhões AP –
12 mil AP)12 mil AP)
Nomadismo, caça e coleta, princípios
mágicos (x...
ROTAS DE MIGRAÇÃO DO HUMANO PALEOLÍTICO:ROTAS DE MIGRAÇÃO DO HUMANO PALEOLÍTICO:
Diagrama de ferramenta paleolítica (ponta de machado) encontrada na Espanha.
Exemplares de
ferramentas neolíticas,
polidas.
Exemplares de pinturas rupestres.
Exemplares de esculturas rupestres:
Exemplares de arquitetura rupestre (dolmens e menires)
PRIMEIRAS ALDEIAS E CIDADES:PRIMEIRAS ALDEIAS E CIDADES:
⇒As primeiras aldeias sedentárias surgiram quando as
comunidades ...
TRABALHO DOSTRABALHO DOS
ARQUEÓLOGOSARQUEÓLOGOS
OOPArt – Significado e polêmica:OOPArt – Significado e polêmica:
⇒ O termo OOPArts (Out of Place ArtifactsOut of Place Art...
Mecanismo de Anticítera – Atenas –Mecanismo de Anticítera – Atenas –
87 a.C.87 a.C.
Disco Genético – Colômbia –Disco Genét...
Pré história
Pré história
Pré história
Pré história
Pré história
Pré história
Pré história
Pré história
Pré história
Pré história
Pré história
Pré história
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pré história

4.509 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.509
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.849
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pré história

  1. 1. PRÉ-HISTÓRIAPRÉ-HISTÓRIA www.thiagohmlopes.blogspot.cowww.thiagohmlopes.blogspot.co mm
  2. 2. CONCEITO:CONCEITO: ⇒ Considera-se a Pré-história como o período que compreende a atividade humana desde suas origens (meados de 4.000.000 AP(meados de 4.000.000 AP e 100.000 AP)e 100.000 AP) até o surgimento da escrita (aprox. 4.000 a.C)(aprox. 4.000 a.C). Emprega-se essa denominação desde o século XIX, tradiçãotradição positivistapositivista, pois de acordo com essa perspectiva, acreditava-se que a História de qualquer sociedade só poderia ser documentada através da escritaescrita. ⇒ Para os historiadores contemporâneos, outras fontes, como asas imagens, os relatos orais, vestígios físicosimagens, os relatos orais, vestígios físicos (ruínas, fósseis, etc) são tão importantes quanto a escrita no processo de resgate do passado de um povo ou uma sociedade. A ArqueologiaArqueologia cresceu ainda mais em importância como Ciência Auxiliar da História. ⇒ É o período de maior duração da História Humana, mas é o menos estudado no Ensino Básico, devido a escassez de fontes e intensa relatividade e revisionismo nas interpretações das mesmas.
  3. 3. CRIACIONISMO X TEORIA EVOLUCIONISTA:CRIACIONISMO X TEORIA EVOLUCIONISTA: ⇒Toda e qualquer sociedade humana, no decorrer da História, desenvolveu algum conceito cosmogônicocosmogônico (origem universal) sobre seu ambiente, cotidiano e a existência em si, conforme suas experiências, códigos morais e cultura entre gerações. ⇒Entre as cosmogonias mais conhecidas, destacam-se: A Judaico-CristãJudaico-Cristã; a Tupi-GuaraniTupi-Guarani; a AstecaAsteca; a HinduHindu; a BabilônicaBabilônica; a IorubáIorubá; a NórdicaNórdica; a EgípciaEgípcia e a Greco-RomanaGreco-Romana.
  4. 4. OBSERVAÇÕES SOBRE TEORIA CIENTÍFICA:OBSERVAÇÕES SOBRE TEORIA CIENTÍFICA: ⇒A Academia Nacional de Ciências dos EUAAcademia Nacional de Ciências dos EUA define uma teoria como sendo “uma explicação plausível ou cientificamente aceitável, bem fundamentada, que explica algum aspecto do mundo natural. Um sistema organizado de conhecimento aceito que se aplica a uma variedade de circunstâncias para explicar um conjunto específico de fenômenos e predizer as características de fenômenos ainda não observados”. ⇒O dicionário Michaelis On-linedicionário Michaelis On-line define teoria como sendo uma “hipótese já posta à prova, no mundo real, confirmada e, assim, aceita por cientistas orientados e experimentados no assunto; está, porém, sempre sujeita a modificação de acordo com novas descobertas”.
  5. 5. ⇒ A Teoria da Evolução é fruto de pesquisas, muitas ainda em desenvolvimento, iniciadas pelo legado do cientista inglês Charles Robert DarwinCharles Robert Darwin e pelo naturalista britânico Alfred RusselAlfred Russel WallaceWallace. ⇒ Em suas pesquisas, ocorridas no século XIX, Darwin procurou estabelecer um estudo comparativo entre espécies aparentadas que viviam em diferentes regiões. Além disso, ele percebeu a existência de semelhanças entre os animais vivos e em extinção. A partir daí, concluiu que as características biológicas dos seres vivos passam por um processo dinâmico em que fatores de ordem natural seriam responsáveis por modificar os organismos vivos. Ao mesmo tempo, ele levantou a ideia de que os organismos vivos estão em constante concorrência e, a partir dela, somente os seres melhores preparados às condições ambientais impostas poderiam sobreviver, a Seleção NaturalSeleção Natural, publicada na obra A Origem das Espécies (1858)A Origem das Espécies (1858).
  6. 6. VIAGEM DE DARWIN A BORDO DO BEAGLE – 1831/36VIAGEM DE DARWIN A BORDO DO BEAGLE – 1831/36
  7. 7. Em resumo, segundo a teoria evolucionista darwinista, essaEm resumo, segundo a teoria evolucionista darwinista, essa seria a linha evolutiva humana.seria a linha evolutiva humana.
  8. 8. Nossa caixa craniana, onde fica protegido o cérebro,Nossa caixa craniana, onde fica protegido o cérebro, cresceu de 400cm³ para cerca de 1600cm³ durante ocresceu de 400cm³ para cerca de 1600cm³ durante o processo evolutivo.processo evolutivo.
  9. 9. Configuração dos corpos humanoides:Configuração dos corpos humanoides:
  10. 10. Exemplar fóssil de um “australopithecus”:Exemplar fóssil de um “australopithecus”:
  11. 11. Fóssil de homo sapiens sapiens mais antigo (5500 a.C) eFóssil de homo sapiens sapiens mais antigo (5500 a.C) e mais bem conservado já encontrado (ötzi, o “homem domais bem conservado já encontrado (ötzi, o “homem do gelo”):gelo”):
  12. 12. PaleolíticoPaleolítico (4 milhões AP –(4 milhões AP – 12 mil AP)12 mil AP) Nomadismo, caça e coleta, princípios mágicos (xamanismo), conheciam o fogo, instrumentos toscos. NeolíticoNeolítico (12 mil AP – 6(12 mil AP – 6 mil a.C)mil a.C) Sedentarismo, agricultura e domesticação animal (revolução neolítica), domínio do fogo, ferramentas polidas, divisão de classes, primeiras aldeias e cidades. Idade dosIdade dos MetaisMetais (6 mil a.C – 4 mil(6 mil a.C – 4 mil a.C)a.C) Desenvolvimento da metalurgia (cobre, bronze e ferro), primeiros impérios. DIVISÃO TRADICIONAL DOS PERÍODOS PRÉ-HISTÓRICOS:DIVISÃO TRADICIONAL DOS PERÍODOS PRÉ-HISTÓRICOS:
  13. 13. ROTAS DE MIGRAÇÃO DO HUMANO PALEOLÍTICO:ROTAS DE MIGRAÇÃO DO HUMANO PALEOLÍTICO:
  14. 14. Diagrama de ferramenta paleolítica (ponta de machado) encontrada na Espanha.
  15. 15. Exemplares de ferramentas neolíticas, polidas.
  16. 16. Exemplares de pinturas rupestres.
  17. 17. Exemplares de esculturas rupestres:
  18. 18. Exemplares de arquitetura rupestre (dolmens e menires)
  19. 19. PRIMEIRAS ALDEIAS E CIDADES:PRIMEIRAS ALDEIAS E CIDADES: ⇒As primeiras aldeias sedentárias surgiram quando as comunidades neolíticas fixaram-se num território, dedicando- se, predominantemente, à criação de animais e ao cultivo agrícola, maioria delas em zonas ribeirinhas ou de aluvião. ⇒Presos à terra, nem o agricultor nem o pastor podiam se deslocar para vender os produtos da revolução neolítica. Quando da existência de excedentesexcedentes, o comérciocomércio criou um grupo social de comerciantes, ou mercadores. Ao mesmo tempo, a riqueza obtida com o comércio permitiu que algumas antigas aldeias passassem a se desenvolver, transformando-se em cidades. ⇒Entre as mais antigas cidades do mundo, podemos citar UrUr, UrukUruk, NippurNippur, JericóJericó (8.000 a.C.) e BeidhaBeidha (7.000 a.C), que se desenvolveram a partir de primitivas vilas agrícolas. Todas situam-se na região do atual Oriente MédioOriente Médio. Também merece destaque a cidade de Çatal HuyukÇatal Huyuk (7.000 a.C.), que se situava na região da atual TurquiaTurquia. Entre outras.
  20. 20. TRABALHO DOSTRABALHO DOS ARQUEÓLOGOSARQUEÓLOGOS
  21. 21. OOPArt – Significado e polêmica:OOPArt – Significado e polêmica: ⇒ O termo OOPArts (Out of Place ArtifactsOut of Place Artifacts, ou "Artefatos fora de lugar ou tempo") foi cunhado pelo zoólogo e arqueólogo norte- americano Ivan T. SandersonIvan T. Sanderson para designar objetos, indícios de tecnologia ou materiais achados em lugares ou épocas em que não poderiam existir. O termo não é usado por cientistas, historiadores ou outros arqueólogos, pois este tipo de assunto ainda é tabu nos meios acadêmicos. Os OOParts são frequentemente usados por pesquisadores amadores e independentes para questionar o conhecimento tradicional da história humana. Criacionistas usam os OOParts para questionar a ideia de Evolução progressiva da tecnologia do Homem, enquanto pesquisadores da influência extraterrestre no passado do desenvolvimento humano usam os OOPARTS para sustentar suas teorias.
  22. 22. Mecanismo de Anticítera – Atenas –Mecanismo de Anticítera – Atenas – 87 a.C.87 a.C. Disco Genético – Colômbia –Disco Genético – Colômbia – 6000 AP6000 AP

×