Crise1929

357 visualizações

Publicada em

Crise Econômica de 1929 - Grande Depressão

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
357
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
145
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crise1929

  1. 1. CRISE DE 1929 –CRISE DE 1929 – GRANDEGRANDE DEPRESSÃODEPRESSÃO www.thiagohmlopes.blogspot.comwww.thiagohmlopes.blogspot.com
  2. 2. INTRODUÇÃO:INTRODUÇÃO: ⇒Considerada a maior crise que o capitalismo já viveu, começou com a Quebra da Bolsa de Valores de Nova YorkQuebra da Bolsa de Valores de Nova York, em 24/10/1929. ⇒ Frustrou o “Grande Boom”“Grande Boom” econômico dos EUA, que galopava com crescimento astronômico devido suprir o mercado europeu pós-Primeira Guerra, suprindo o mercado industrial e emprestando dinheiro aos países devastados pelo conflito. ⇒ Antes da Quebra, os EUA tornaram-se a maior potência capitalista no contexto. Sua Indústria Cultural criou o slogan “American Way of Life”“American Way of Life” para transmitir seu estilo de vida como padrão internacional de comportamento e consumismo. ⇒ A única nação que saiu praticamente ilesa da crise foi a URSS, devido se isolar economicamente com o socialismo. A ideologia marxista tornou-se ainda mais atrativa para grupos radicais e insatisfeitos em todo o planeta.
  3. 3. CAUSAS GERAIS:CAUSAS GERAIS: ⇒ SuperproduçãoSuperprodução industrial e agrícola dos EUA, visando suprir o mercado europeu por décadas, mas acabou sem compradores, gerando excesso de estoque. ⇒ Recuperação da economia europeiaRecuperação da economia europeia, diminuindo as importações oriundas dos EUA. ⇒ Com a desvalorização das empresas estadunidenses, demissões em massademissões em massa ocorreram. Média de 30% de desempregados. ⇒ Liberalismo EconômicoLiberalismo Econômico, permitindo que o mercado agisse sem qualquer regulação ou orientação do Estado (bastante limitado nesse período), não planejando possíveis crises. ⇒ Correria de investidores para vender ações de empresas desvalorizadas, gerando o “chrash”“chrash” de Wall Street (Quinta-FeiraQuinta-Feira NegraNegra) e a falência de milhares.
  4. 4. As Hoovervilles – Favelização dos EUAAs Hoovervilles – Favelização dos EUA
  5. 5. EFEITOS NO BRASIL:EFEITOS NO BRASIL: ⇒ Diminuição das exportações de café, visto que os EUA eram os maiores compradores, derrubando os preços. ⇒ O governo federal comprou e queimou toneladas do produto, tentando evitar desvalorização excessiva e manter o preço médio. ⇒ Pequeno surto industrial surgiu devido empresários substituírem seus investimentos. ⇒Destruiu o sistema político do “Café-com-Leite”, maior marca da República Velha, permitindo a ascensão de Getúlio Vargas e outros ideais políticos no país (fascismo e comunismo).
  6. 6. REVERSÃO DA CRISE – O “NEW DEAL” (KEYNESIANISMO):REVERSÃO DA CRISE – O “NEW DEAL” (KEYNESIANISMO): ⇒ Inspirado nas ideias do economista inglês John MaynardJohn Maynard KeynesKeynes, em 1933, Franklin Delano RooseveltFranklin Delano Roosevelt assumiu a presidência dos EUA sob a promessa de solucionar a crise. ⇒ Ampliou as atribuições do Estado americano na economia (intervencionismo), controlando os preços dos produtos, o ritmo das indústrias e fazendas, diminuindo a inflação do país. ⇒ Criou diversas empresas estatais em ramos estratégicos para acelerar a economia: Estradas, telecomunicações, bancos (inclusive um de socorro a empresas). Estabeleceu Seguro- Desemprego, Leis Trabalhistas, Loterias, aumentou impostos. ⇒ Com o sucesso da sua política econômica, como também o desempenho na 2ª Guerra, conseguiu ser reeleito presidente dos EUA 4 vezes, o único na História. ⇒ O New Deal incentivou políticas semelhantes em outros países: Escandinávia (Welfare-State), Brasil (Bem-Estar Social), etc.

×