Indústria 4.0 - A nova revolução industrial

1.411 visualizações

Publicada em

Material fala sobre Indústria 4.0 e tecnologias que fazem parte do contexto.

Palestra para Semana Acadêmica do Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas - IFRS - Campus Rio Grande - RS [Rio Grande - 23/10/2015]

Publicada em: Internet

Indústria 4.0 - A nova revolução industrial

  1. 1. INDÚSTRIA 4.0 A nova revolução industrial
  2. 2. Boa noite, tudo bem?  Thiago Fortunato Mestrando em Engenharia da Computação – PPGComp/FURG Líder de Equipe NautilusLOG – Nautec  Contato Linkedin: linkedin.com/in/thiagofortunato Email: contato@thiagofortunato.com.br
  3. 3. Não é o empregador que paga os salários. Os empregadores só manipulam o dinheiro, é o freguês que paga os salários. Henry Ford Foto: Library of Congress - USA
  4. 4. Tópicos Revolução Industrial Nautec Visão Computacional RFID NFC Internet IoT M2M CPS Indústria 4.0
  5. 5. Revolução Industrial Foto: sxc.hu
  6. 6. Revolução Industrial  Primeira revolução industrial (1712-1913) - James Watt (máquina à vapor)  Segunda revolução industrial (1913-1969) - Henry Ford (linha de produção em massa)  Terceira revolução industrial (1969-2010) - Era da automação  Quarta revolução industrial (2012?) - Era da internet
  7. 7. Revolução Industrial Imagem: BCM
  8. 8. NAUTEC
  9. 9. NAUTEC O que é?  Grupo de pesquisa em Automação e Robótica Inteligente  Fundado em 2001  Formado por um grupo de mais de 20 pesquisadores (professores e técnicos), 15 pós-graduandos (doutorando s e mestrandos) e 40 estudantes de graduação  Pesquisar e desenvolver novas técnicas computacionais sejam estas constituintes de Sistemas de Automação, bem como agrupadas em Sistemas Robóticos  Atua em diversos projetos junto a empresas e instituições governamentais, bem como participa de cooperações internacionais e nacionais e diversos consórcios
  10. 10. NAUTEC Linhas de pesquisa e área de atuação O NAUTEC desenvolve suas ações em torno dos seguintes linhas de pesquisa:  Sistemas robóticos, equipamentos e dispositivos  Aprendizado de máquina  Rede de sensores e atuadores  Computação de alto desempenho  Sistemas tempo real  Gráficos Atuando em três principais áreas de aplicação:  Automação e Robótica Inteligente na Indústria (óleo, gás, energia)  Automação e Robótica Inteligente no Ecossistema Costeiro e Oceânico  Automação e Robótica Inteligente na Educação
  11. 11. NAUTEC NautilusLOG  Identificação e avaliação do fluxo de produção a partir de tecnologias para rastreio de operações e mineração de dados  Auxiliar o aumento de produtividade e competitividade da indústria offshore brasileira  Nautilus LOG é dividido em três partes:  Um sistema utilizando visão computacional para rastreio de entes  Um sistema para rastreios de ativos utilizando a tecnologia RFID (Radio Frequency IDentifier)  Um framework permitindo a integração de ambos sistemas em uma interface
  12. 12. Visão Computacional Foto:sxc.hu
  13. 13. Visão Computacional  Obtenção de dados através da imagem  Após o final da década de 1970 começaram a ter estudos mais aprofundados  É vista como parte da inteligência artificial  Aplicações incluem o controle de processos e detecção de eventos  Detecção de eventos, Reconhecimento de objetos, Aprendizagem de máquina e Restauração de imagens O que é?
  14. 14. Visão Computacional Imagem: Matworks
  15. 15. Visão Computacional Imagem: A Pratical Introduction to Computer Vision with OpenCV (Kenneth, 2014)
  16. 16. Visão Computacional Imagem: A Pratical Introduction to Computer Vision with OpenCV (Kenneth, 2014)
  17. 17. RFID (Radio Frequency Identifier) Foto: Embarcados.com.br
  18. 18. RFID (Radio Frequency Identifier) O que é?  Método de identificação automática através de sinais de rádio, recuperando e armazenando dados remotamente através de dispositivos denominados etiquetas RFID.  Pode ser colocado em uma pessoa, animal, equipamento, embalagem ou produto, entre outros
  19. 19. RFID (Radio Frequency Identifier)  A tecnologia é composta dos seguintes equipamentos:  Etiqueta (tag/transponder)  Leitor  Antena  Patente de etiquetas ativas (1973)  Uso em escala pela Procter & Gamble e Gillette (1999)
  20. 20. RFID (Radio Frequency Identifier) Foto: GradeTI (2014)
  21. 21. RFID (Radio Frequency Identifier) Foto: RFID for Dummies
  22. 22. NFC (Near Field Communication) Imagem: StrakRFID
  23. 23. NFC (Near Field Communication) O que é?  Near Field Communication (2002)  Tentativa de promover o uso do RFID mundialmente  NFC Fórum (2004)  Qualcomm, LG, Nokia, Huawei, HTC, Motorola, NEC, RIM Samsung, Sony Ericsson, Toshiba, AT&T, Sprint, Google, Microsoft, Paypal, Visa, Mastercard, American Express e Intel  Tem alcance de até 20 cm  Acompanha boa parte dos smartphones  Nokia lançou em 2004 primeiro celular com suporte a NFC o 3200 GSM
  24. 24. NFC (Near Field Communication) Foto: Techmundo
  25. 25. Internet Foto: sxc.hu
  26. 26. Internet Como tudo começou?  1962 – ARPANET [MIT]  29 de outubro de 1969 – “LOGIN”  1989 – Rede Nacional de Ensino e Pesquisa [RNP]  1992 – Criação do Wide World Web (WWW)  2003 – 750 milhões de pessoas conectadas  2008 – 1 bilhão e meio de usuários  2015 – 3 bilhões e 300 mil usuários Fonte: http://www.internetlivestats.com/internet-users/
  27. 27. IoT (Internet of Things) Imagem: Britsh Science
  28. 28. IoT (Internet of Things)  Internet of Things (1999)  Internet = Pessoas e comunidade  Estimam 50 bilhões até 2020  Migração para IPv6
  29. 29. IoT (Internet of Things) Imagem: IDC
  30. 30. IoT (Internet of Things) Imagem: CBInsights
  31. 31. IoT (Internet of Things) Imagem: Intel
  32. 32. Is watching you!  Qual dado armazenar?  Segurança da informação  Big brother is watching you! (Orwell, 1949)
  33. 33. M2M (Machine to Machine) Imagem: Mobinil
  34. 34. M2M (Machine to Machine) O que é?  Patenteado em 1973  Faz parte do IoT, termo criado para automação e instrumentação  Exemplo: medidor de temperatura
  35. 35. CPS (Cyber-Phisycal System) Imagem: Sistemas Cyber-Physical: Conceitos e Desafios
  36. 36. CPS (Cyber-Phisycal System) O que é?  Uma classe de sistemas computacionais que efetuam con trole sobre elementos físicos conectados em rede  Componentes físicos interligados em rede e administrados por um sistema computacional  Redes de energia elétrica, redes de distribuição de água, sistemas de transporte, marca-passos cardíacos
  37. 37. Indústria 4.0 Foto: Automação Industrial
  38. 38. Indústria 4.0 O que é?  É alimentada por três vertentes:  Avanço exponencial da capacidade dos computadores;  Imensa quantidade de informação digitalizada;  Novas estratégias de inovação (pessoas, pesquisa e tecnologia)
  39. 39. Indústria 4.0 Imagem: Plaesse
  40. 40. Indústria 4.0  Uso de Cloud (as informações estarão na Nuvem – compartilhada)  Uso do Big Data (todas as informações reunidas, de forma dinâmica para tomada de decisões)  Uso de RFID (todo movimento de materiais é rastreado com todas as informações)
  41. 41. Indústria 4.0  Uso do Protocolo IPV6 (ampliação dos pontos de conexão IP de todos devices)  Uso do Wireless (ampla utilização de redes sem fio)  Uso de Virtualização (criação de diversos computadores a partir de softwares)
  42. 42. Indústria 4.0 Imagem: 2B1STCONSULTORING
  43. 43. Indústria 4.0 Imagem: SoftwareAG
  44. 44. Indústria 4.0 “A previsão do tempo é de chuva para daqui a dois dias, o governo precisa ampliar os estoques de etanol em 10% até o final da safra, o valor do açúcar tem previsão de suba de 3% até o final da safra. O fornecedor de insumos não tem estoque suficiente para a produção no pico, duas válvulas e dois inversores de frequência críticos para disponibilidade de planta estão previstos para manutenção daqui a uma semana.”
  45. 45. Por hoje é isso pessoal! Slide disponível em slideshare.com/thiagofortunato
  46. 46. INDÚSTRIA 4.0 A nova revolução industrial

×