Abnt referencias

1.975 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.975
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Abnt referencias

  1. 1. REFERÊNCIAS NBR 6023 – AGO/2002 Aglaé de Lima Fierli Biblioteca - CCESA Profª. Marcia Cristina dos Reis Programa de Apoio à Normalização de Trabalhos Acadêmicos 3. ed. atual. - 2012
  2. 2. CONTEÚDO DESTE MATERIAL  CONCEITOS BÁSICOS - REFERÊNCIAS  ELEMENTOS ESSENCIAIS – Meio Impresso  ELEMENTOS ESSENCIAIS – Meio Eletrônico  REFERÊNCIAS   TESES, DISSERTAÇÕES E TRABALHOS ACADÊMICOS  PARTE OU CAPÍTULO DE UMA OBRA  PUBLICAÇÃO PERIÓDICA  TRABALHO APRESENTADO EM EVENTO  JURÍDICAS   LIVROS ELETRÔNICAS CONSIDERAÇÕES FINAIS 2
  3. 3. CONCEITOS BÁSICOS REFERÊNCIAS 3
  4. 4. REFERÊNCIAS  ABNT NBR 6023 – AGO. 2002 – Informação e Documentação – Referências – Elaboração.  Esta norma fixa a ordem dos elementos das referências e estabelece convenções para transcrição e apresentação da informação originada do documento e/ou outras fontes de informação.  Esta norma destina-se a orientar a preparação e compilação de referências de material utilizado para a produção de documentos e para inclusão em bibliografias, resenhas, resumos e outros. 4
  5. 5. REFERÊNCIAS Elemento obrigatório, onde são relacionados, alfabeticamente ou numericamente, todos os documentos utilizados na elaboração do trabalho, seja em formato impresso ou meio eletrônico. Para a digitação das referências, recomenda-se a utilização de fonte Arial, tamanho 12, alinhamento esquerdo e espacejamento simples de entrelinhas. Um espaço em branco deve ser deixado entre uma referência e outra (duplo de entrelinhas). 5
  6. 6. REFERÊNCIAS REFERÊNCIAS AAKER, David A. Criando e administrando marcas de sucesso. São Paulo: Futura, 2009.  Elemento Obrigatório CARVALHO, Maria Cecilia Maringoni de (Org.). Construindo o saber: metodologia cientifica, fundamentos e técnicas. 5. ed. São Paulo: Papirus, 1995. 175 p.  Todos documentos utilizados DEMO, Pedro. Metodologia do conhecimento científico. São Paulo: Atlas, 1999. ______. Pesquisa: princípio científico e educativo. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2000. FAULSTICH, Enilde L. de J. Como ler, entender e redigir um texto. 14. ed. Petrópolis: Vozes, 2001. MAINGUENEAU, Dominique. Elementos de lingüística para o texto literário. São Paulo: Martins Fontes, 1996. RAMPAZZO, Lino. Metodologia científica: para alunos dos cursos de graduação e pós-graduação. Lorena, SP: Stiliano; São Paulo: UNISAL, 1998. REIS, José Luís. O marketing personalizado e as tecnologias de Informação. Lisboa: Centro Atlântico, 2000.  Citados  Configuração      Fonte Arial Tamanho 12 Alinhamento esquerdo Espacejamento simples entre uma linha e outra Espacejamento duplo entre uma referência e outra 6
  7. 7. ELEMENTOS ESSENCIAIS – MEIO IMPRESSO Os elementos essenciais para o meio impresso são: Meio impresso Autor: Luiz Antonio Vargas Título: O ponto de mutação Subtítulo: teoria e prática Edição: 20ª Local: São Paulo Editora: Cultrix Data de publicação: 2010 A cor laranja foi utilizada apenas para fins didáticos, indicando a utilização do Negrito para os títulos VARGAS, Luiz Antonio. O ponto de mutação: teoria e prática. 20. ed. São Paulo: Cultrix, 2010. 7
  8. 8. ELEMENTOS ESSENCIAIS – MEIO ELETRÔNICO Os elementos essenciais para o meio eletrônico são: Autor: Igor Souza Santana Título: Torne-se o alvo de seus clientes Edição: 1ª Local: Porto Alegre Editora: IGpromo e-books Data de publicação: 2009 Endereço eletrônico: www.igpromo.com.br Data de acesso: 15 mar. 2011. SANTANA, Igor Souza. Torne-se o alvo de seus clientes. Porto Alegre: IGpromo e-books, 2009. Disponível em: <www.igpromo.com.br>. Acesso em: 15 mar. 2011. 8
  9. 9. REFERÊNCIAS – LIVROS Indicam os autores, de modo geral, pelo último sobrenome, em maiúsculas, seguido dos prenomes e outros sobrenomes, abreviados ou não. Recomenda-se, tanto quanto possível, o mesmo padrão para a abreviação de nomes e sobrenomes, usados na mesma lista de referências. Os nomes devem ser separados por ponto-e-vírgula, seguido de espaço. 9
  10. 10. REFERÊNCIAS - LIVROS Livro com 01 Autor RODRIGUES, Silvio. Gestão empresarial ambiental. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2009. Notas:  Título da obra destacado (negrito);  Somente a primeira letra do título em maiúscula;  Número da edição – só a partir da segunda edição;  A palavra edição vem abreviada. 10
  11. 11. REFERÊNCIAS - LIVROS Livro com 02 Autores GOMES, Josir Simeone; SALAS, Janete. Planejamento, programação e controle da produção. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2004. Livro com 03 Autores SOUZA, Donaldo Bello de; SANTANA, Marco Aurélio; RIBEIRO, Nair Cavalcante. Trabalho e educação. Rio de Janeiro: Scipione, 1999. 11
  12. 12. REFERÊNCIAS - LIVROS Livro com 04 Autores ou mais MAGALHÃES, Ada Pellegrini et al. Gerenciamento de qualidade. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009. Notas:  Quando existirem quatro autores ou mais, indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão et al. (que significa e outros em latim) 12
  13. 13. REFERÊNCIAS - LIVROS Livro em primeira edição ASSUNÇÃO, Lutero Xavier. Logística reversa: meio ambiente e competitividade. São Paulo: Atlas, 2000. Notas:  Quando trata-se de 1. ed., ela deve ser omitida da referência. 13
  14. 14. REFERÊNCIAS - LIVROS Referência com Autores Repetidos RODRIGUES, Silvio. Gestão empresarial: teoria e prática. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2003. ______. Gestão organizacional. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2001. GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2000. ______.______. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002. Notas: ______ = traço sublinear = seis espaços No caso de obras diferentes do mesmo autor, é importante observar a ordem alfabética do título das obras referenciadas. 14
  15. 15. REFERÊNCIAS - LIVROS Livro com mais de uma editora FERNANDES, João Antonio; SANTOS, Maria Izabel Marcondes. História da ciência: o mapa do conhecimento. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura; São Paulo: EDUSP, 1995. 968 p. 15
  16. 16. REFERÊNCIAS - LIVROS Obra realizada por Organizador ou Coordenador FERREIRA, Antonio Fernandes (Org.). Administração da produção para vantagem competitiva. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2005. Notas:  Quando houver indicação explícita de responsabilidade pelo conjunto da obra, em coletâneas de vários autores, a entrada deve ser feita pelo nome do responsável, seguida a abreviação, no singular, do tipo de participação (Coordenador – Coord. / Organizador – Org. / Diretor – Dir.). 16
  17. 17. REFERÊNCIAS - LIVROS Obra traduzida CHEVALIER, Jean; GREERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos. Tradução de Vera da Costa et al. 3. ed. São Paulo: Ática, 1999. Notas:  A responsabilidade de tradução, revisão, ilustração (entre outras) pode ser acrescentada após o título, conforme aparecem no documento. Quando existirem mais de 3 nomes exercendo o mesmo tipo de responsabilidade, recomenda-se a utilização da expressão et al. 17
  18. 18. REFERÊNCIAS - LIVROS Autor com Sobrenome que Indica Parentesco OLIVEIRA JUNIOR, José Alcebíades de; LEITE, José Rubens Norato. Cidadania coletiva. Florianópolis: Paralelo, 2008. Autor com Sobrenomes Ligados por Hífen ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith; MENEZES, Fernando. Método nas engenharias: pesquisa quantitativa e qualitativa. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 2011. 18
  19. 19. REFERÊNCIAS - LIVROS Obra com vários volumes DELTCHER, Luiz Fernando; MARQUES, Maria Aparecida. A lei como instrumento de mudança social. São Paulo: Scipione, 2008. v. 4. Obra não paginada ou com numeração irregular SOUZA, Marcos Ribeiro. A tecnologia da informação no contexto do ensino superior. 3. ed. Rio de Janeiro: Colégio Integral Manuel Ribas, 2007. Não paginado. 19
  20. 20. REFERÊNCIA - LIVROS Referência de Obras sem Autoria EDUCAÇÃO formal: entre o comunitarismo e o universalismo. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1996. DIAGNÓSTICO do setor editorial brasileiro. São Paulo: Câmara Brasileira do Livro, 1993. Notas:  Em caso de autoria desconhecida, a entrada é feita pelo título. O termo anônimo não deve ser usado em substituição ao nome do autor desconhecido. 20
  21. 21. REFERÊNCIA - LIVROS Referência com Autor-Entidade ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: informação e documentação: citações em documentos: apresentação. Rio de Janeiro, 2002. UNIVERSIDADE NORTE DO PARANÁ. Catálogo dos cursos de graduação nas modalidades presencial e a distância: 2004-2005. Londrina: UNOPAR, 2004. Notas:  As obras de responsabilidade de entidade (órgãos governamentais, empresas, associações, congressos, seminários, etc.) tem entrada, de modo geral, pelo seu próprio nome, por extenso, com letras maiúsculas. 21
  22. 22. REFERÊNCIAS - LIVROS No caso de obras sem data de publicação, local ou editora:             [2004 ou 2005]  um ano ou outro [2006?]  para data provável; [2002]  para data certa, não indicada; [entre 1997 e 2002]  para intervalos (usar intervalos menores de 20 anos); [ca. 2006]  data aproximada; [200-]  para década certa; [200-?]  para década provável; [19--?]  para século provável; [19--]  para século certo; na falta de local, colocar [S.l.]; na falta de editora, colocar [s.n.]; na falta de local e editora, colocar [S.l.: s.n.]; 22
  23. 23. REFERÊNCIAS – PARTE OU CAPÍTULO DE UMA OBRA Inclui capítulo, fragmento e outras partes de uma obra, com autor(es) e/ou títulos próprios. Os elementos essencias são: autor(es), título e subtítulo (se houver) da parte ou do capítulo. Autor da obra precedido de In: (quando for o mesmo do capítulo referenciado omite-se colocando um travessão de seis espaços) Título da obra. Número da edição. Local: editora, ano. Páginas inicial-final. 23
  24. 24. REFERÊNCIAS – PARTE DA OBRA Referência de parte da obra – mesmo autor COUTINHO, Afrânio. Conceitos iniciais. In: ______. Casos de aplicação da investigação operacional. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997. p. 79-85. Notas:    A referência inicia-se com as informações da parte ou do capítulo; O destaque deve ser feito no título da obra e não no título da parte; Neste caso, é obrigatório citar o número de páginas compreendidos pela parte citadas. 24
  25. 25. REFERÊNCIAS – PARTE DA OBRA Referência de parte da obra – autores diferentes MARCONI, Marina de Andrade. Cultura e sociedade. In: LAKATOS, Eva Maria; GIL, Antonio Carlos. Sociologia geral. 6. ed. São Paulo: Atlas, 1991. cap. 3, p. 52-64. Notas:  Quando necessário, pode-se acrescentar complementares (cap. 3, por exemplo). elementos 25
  26. 26. REFERÊNCIAS – TESES, DISSERTAÇÕES E TRABALHOS ACADÊMICOS Nas teses, dissertações ou outros trabalhos acadêmicos, devem ser indicados o tipo do documento (tese, dissertação, trabalho de conclusão de curso), o grau, a vinculação acadêmica, o local e a data de defesa, mencionada na folha de aprovação, se houver. 26
  27. 27. REFERÊNCIAS – TESES E DISSERTAÇÕES ARAÚJO, Maria Mercedes. Desenvolvimento regional dos municípios do oeste do Paraná. 2002. 207 f. Tese (Doutorado em Engenharia da Produção) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. NOGUEIRA, Angela Guiomar. Competências gerenciais: o caso Unibanco. 1998. 122 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Centro de Ciências Empresariais e Sociais Aplicadas, Universidade Norte do Paraná, Londrina, 1998. 27
  28. 28. REFERÊNCIAS – ESPECIALIZAÇÃO E TCC SANTOS, Ivan Carlos. Análise de empréstimos: aplicação da teoria de carteiras. 1999. 95 f. Monografia (Especialização em Análise Financeira) Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 1999. AGUIAR, Maria Fernanda. Benefícios da previdência social. 1999. 107 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Centro de Ciências Empresariais e Sociais Aplicadas, Universidade Norte do Paraná, Londrina, 2001. 28
  29. 29. REFERÊNCIAS – PUBLICAÇÃO PERIÓDICA Inclui a coleção como um todo, fascículo ou número de revista, número de jornal, caderno, matéria existente em um número, volume ou fascículo de periódico (artigos científicos de revistas, matérias jornalísticas, seções, reportagens, etc.). 29
  30. 30. REFERÊNCIAS – PUBLICAÇÃO PERIÓDICA Publicação Periódica como um Todo Os elementos essenciais são:  Título do periódico  Local de publicação  Editora  Datas de início e de encerramento da publicação (se houver) 30
  31. 31. REFERÊNCIAS – PUBLICAÇÃO PERIÓDICA Referência de periódico – Coleção de Revista REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA. Rio de Janeiro: IBGE, 19391983. REVISTA DE DIREITO DO CONSUMIDOR. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1985- . Trimestral. ISSN 0035-0362. Notas:  Quando necessário, complementares. pode-se acrescentar elementos 31
  32. 32. REFERÊNCIAS – PUBLICAÇÃO PERIÓDICA Referência de periódico – Artigo e/ou Matéria de Revista GURGEL, Carlos Alberto. Reforma do Estado e segurança pública. Política e administração, Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, p. 15-21, set. 1997. TOURINHO NETO, Fernando Luiz. Dano ambiental. Consulex, Brasília, DF, ano 1, n. 1, p. 18-23, fev. 1998. Notas:  Inclui partes de publicações periódicas (volumes, números especiais e suplementos, com título próprio), comunicações, entrevistas, reportagens, resenhas e outros.  Os elementos essenciais são: autor(es), título da parte, artigo ou matéria, título da publicação, local de publicação, numeração correspondente ao volume e/ou ano, fascículo ou número, paginação inicial e final, quando se tratar de artigo ou matéria, data ou intervalo de publicação e outras particularidades que identificam a parte (se houver) 32
  33. 33. REFERÊNCIAS – PUBLICAÇÃO PERIÓDICA Referência de periódico – Artigo e/ou Matéria de Jornal ADAMS, Ivan. Transparência e responsabilidade fiscal. Folha de São Paulo, São Paulo, 10 fev. 2004. Folha Opinião, p. 3. AMERICANOS não serão mais fichados em portos brasileiros. O Estado de São Paulo, São Paulo, 13 fev. 2004. Cidades, p. 4. Notas:  Inclui partes de comunicações, editorial, entrevistas, recensões, reportagens, resenhas e outros.  Os elementos essenciais são: autor(es) (se houver), título, título do jornal, local de publicação, data de publicação, seção, caderno ou parte do jornal e a paginação correspondente. Quando não houver seção, caderno ou parte, a paginação do artigo ou matéria precede a data. 33
  34. 34. REFERÊNCIAS – TRABALHO APRESENTADO EM EVENTO Inclui o conjunto dos documentos reunidos num produto final do próprio evento, tais como: atas, anais, resultados, proceedings, entre outros. 34
  35. 35. REFERÊNCIAS – EVENTOS Referência de trabalho apresentado em evento SILVA, Maria Lúcia Ferreira. Porque defender o meio ambiente. In: SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, 2., 2004, Londrina. Anais... Londrina: EDUEL, 2004. p. 21-35. Notas:  Os elementos essenciais são: autor(es) (se houver), título do trabalho apresentado, seguido da expressão In:, nome do evento, numeração do evento (se houver), ano e local (cidade) de realização, título do documento (anais, atas, tópico temático, etc.), local, editora, data de publicação e página inicial e final da parte referenciada. 35
  36. 36. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS Incluem Legislação, Jurisprudência (decisões judiciais) e Doutrina (interpretação dos textos legais). 36
  37. 37. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS LEGISLAÇÃO  Constituição  Emendas Constitucionais  Textos Legais Infraconstitucionais (Lei complementar e ordinária, medida provisória, decreto em todas as suas formas, resolução do Senado Federal)  Normas Emanadas das Entidades Públicas e Privadas (ato normativo, portaria, resolução, ordem de serviço, instrução normativa, comunicado, aviso, circular, decisão administrativa, entre outros). 37
  38. 38. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS LEGISLAÇÃO Os elementos essenciais são: Jurisdição (ou cabeçalho da entidade, no caso de se tratar de normas), título, numeração, data e dados da publicação. No caso de Constituições e suas emendas, entre o nome da jurisdição e o título, acrescenta-se a palavra Constituição, seguida do ano de promulgação, entre parênteses. 38
  39. 39. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS Referência de Código BRASIL. Código civil. Organização de Sílvio de Salvo Venosa. São Paulo: Atlas, 1993. BRASIL. Código de processo civil. 4. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1999. BRASIL. Vademecum universitário de direito. Organização de Marcelo Cláudio Acquaviva. São Paulo: Jurídica Brasileira, 2006. BRASIL. Código civil. In: SOUZA, Maria Fernandes; OLIVEIRA, João Antonio (Orgs.). Vademecum. São Paulo: Saraiva, 2007. 39
  40. 40. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS Referência de Constituição Federal BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Organização de Alexandre de Moraes. 16. ed. São Paulo: Atlas, 2000. BRASIL. Constituição (1988). Constituição federal. 4. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1999. 261p. 40
  41. 41. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS Referência de Emenda Constitucional BRASIL. Constituição (1988). Emenda constitucional nº 9, de 9 de novembro de 1995. Lex: legislação federal e marginália. São Paulo, v. 59, p. 1966, out./dez.1995. BRASIL. Constituição (1988). Emenda constitucional nº ...., de .... de .... de .... Dá nova redação ao art. ... da Constituição Federal, alterando e inserindo parágrafos. São Paulo: Atlas, 2000. 41
  42. 42. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS Referência de Medida Provisória BRASIL. Medida provisória n.º 1569-9, de 11 de dezembro de 1997. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 14 dez. 1997. Seção 1, p. 29514. BRASIL. Medida provisória n.º 1.972-21, de 21 de dezembro de 2000. Dispõe sobre o fundo de financiamento ao estudante do ensino superior e dá outras providências. Lex: coletânea de legislação e jurisprudência, São Paulo, v. 64, p. 5107-5108, dez. 2000. 42
  43. 43. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS Referência de Decreto BRASIL. Decreto nº 71.790, de 31 de janeiro de 1943. Lex: coletânea de legislação: edição federal, São Paulo, v. 7, p. 220-224, 1943. SÃO PAULO (Estado). Decreto nº 42.822, de 20 de janeiro de 1998. Lex: coletânea de legislação e jurisprudência, São Paulo, v. 62, n. 3, p. 217-220, 1998. 43
  44. 44. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS Referência de Lei – Meio Eletrônico BRASIL. Lei nº 9.887, de 7 de dezembro de 1999. Altera a legislação tributária federal. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 8 dez. 1999. Disponível em: <http://www.in.gov.br/mp_leis/ leis_texto.asp?id=L9887>. Acesso em: 22 dez. 1999. 44
  45. 45. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS JURISPRUDÊNCIA (Decisões Judiciais)  Súmulas  Enunciados  Acórdãos  Sentenças  Demais Decisões Judiciais 45
  46. 46. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS JURISPRUDÊNCIA (Decisões Judiciais) Os elementos essenciais são: Jurisdição e órgão judiciário competente, título (natureza da decisão ou ementa) e número, partes envolvidas (se houver), relator, local, data e dados da publicação. 46
  47. 47. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS Referência de Jurisprudência BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Súmula nº 14. In: ____. Súmulas. São Paulo: Associação dos Advogados do Brasil, 1995. p. 16. BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Habeas-corpus nº 181.636-1, da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Brasília, DF, 6 de dezembro de 1994. Lex: jurisprudência do STJ e Tribunais Regionais Federais, São Paulo, v. 10, n. 103, p. 236-240, mar. 1998. 47
  48. 48. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS Referência de Jurisprudência PARANÁ. Tribunal de Justiça do Estado do Paraná. Apelação Cível nº 0556531, da 13ª Câmara Cível de Curitiba, Paraná, 30 de janeiro de 2009. Disponível em: <http://www.tj.pr.gov.br/consultas/jurisprudencia/ jurisprudenciadetalhes.asp?sequencial=1&totalacordaos=300&historico= 1&acordaojuris=768145>. Acesso em: 03 fev. 2009. 48
  49. 49. REFERÊNCIAS – JURÍDICAS DOUTRINA  Toda e qualquer discussão técnica sobre questões legais:  Monografias  Artigos de Periódicos  Papers Devem ser referenciadas, conforme o tipo de publicação. BARROS, Raimundo Gomes de. Ministério Público: sua legitimação frente ao Código do Consumidor. Revista Trimestral de Jurisprudência dos Estados. São Paulo, v. 19, n. 139, p. 53-72, ago. 1995. 49
  50. 50. REFERÊNCIAS – ELETRÔNICAS Quando se tratar de obras consultadas online, além dos elementos essenciais de cada obra, também são necessários acrescentar as seguintes informações: endereço eletrônico apresentado entre os sinais < >, precedido da expressão Disponível em:, e a data de acesso ao documento, precedida da expressão Acesso em: 50
  51. 51. REFERÊNCIAS – ELETRÔNICAS Referência de Documento On-Line ALVES, Maria Regina; ARRUDA, Silvio Fernandes. Como fazer referências: bibliográficas, eletrônicas e demais formas de documentos. 2001. Disponível em: <http://www.bu.ufsc.br/refer.html>. Acesso em: 01 dez. 2011. WINDOWS 98: o melhor caminho para a atualização. PC World, São Paulo, n. 75, set. 1998. Disponível em: <http://www.idg.com.br/abre.htm>. Acesso em: 10 set. 1998. 51
  52. 52. REFERÊNCIAS – ELETRÔNICAS Referência de Documento On-Line SEGURANÇA da informação. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. 2006. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/seguranca>. Acesso em: 8 mar. 2007. TEORIA dos erros. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. 2007. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/teoria>. Acesso em: 15 dez. 2010. 52
  53. 53. REFERÊNCIAS – ELETRÔNICAS Referência de Documento On-Line AEB – ASSOCIAÇÃO DE COMÉRCIO EXTERIOR DO BRASIL. Exportação brasileira. São Paulo, 2004. Disponível em: <http://www.aeb.org.br/export.htm>. Acesso em: 18 abr. 2007. 53
  54. 54. REFERÊNCIAS – ELETRÔNICAS Abreviatura dos Meses Janeiro = jan. Fevereiro = fev. Março = mar. ... * Exceção: Maio = maio 54
  55. 55. CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS 55
  56. 56. REFERÊNCIAS – CONSIDERAÇÕES FINAIS  Os itens para a apresentação da referência deverão ser retirados principalmente da folha de rosto, porém, pode-se encontrá-los também em outras partes do livro (para documentos impressos);  Em caso de mais de um local, colocar o primeiro ou o de maior destaque;  Em caso de duas editoras, colocar as duas com seus respectivos locais. E em caso de três ou mais editoras, colocar a primeira ou a de maior destaque; 56
  57. 57. REFERÊNCIAS – CONSIDERAÇÕES FINAIS  Os nomes dos meses nas referências de periódicos devem ser abreviados, seguidos de ponto. Exemplo: jan. - fev. - mar. (exceto maio);  A indicação de número de páginas de um documento referenciado na íntegra é opcional, porém a opção escolhida deve ser mantida em todas as referências e em todo o trabalho;  Na impossibilidade de encontrar informações sobre o local e o editor da publicação, ainda que seja no final do livro, na contracapa ou no prefácio, emprega-se a notação S.l. (ausência do local) e s.n. [sine nomine] (ausência do editor) – entre [ ] 57
  58. 58. CONTATO Aglaé de Lima Fierli Biblioteca CCESA aglae.fierli@unopar.br Profª. Márcia Cristina dos Reis Programa de Apoio à Normalização de Trabalhos Acadêmicos marcia@unopar.br 58

×