Uma startup é uma instituição projetada para
criar novos produtos e serviços sob condições
de extrema incerteza (Eric Ries)
O objetivo de uma startup é descobrir a
coisa certa a criar - a coisa que os clientes
querem e pela qual pagarão - o mais ...
“Get out of the building”
(Steve Blank)
Early Adopters
"Se você não puder fracassar,
não poderá aprender"
As perguntas mais pertinentes são: "Esse produto deve ser
desenvolvido?" e "Podemos desenvolver um negócio sustentável
em ...
Hipótese de Valor
É formulada para
testar se o produto ou
serviço de fato
fornece valor aos
clientes no momento
em que o e...
constru
med
aprende
medir o progresso,
definir marcos e
priorizar o
trabalho
1. Os consumidores reconhecem que
têm o problema que estamos
tentando solucionar?
2. Se houvesse uma solução eles
comprari...
Marcos de Aprendizagem
Aprendizagem
Validada
Pivotar
obrigado
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup

207 visualizações

Publicada em

www.ideianoar.com.br

Nesta apresentação apresentamos algumas dicas de como fazer um MVP - mínimo produto viável através de exemplos reais de Startups.

Qualquer dúvida sobre o conteúdo, não hesite em entrar em contato conosco - thiago@ideianoar.com.br.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
207
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Como surgiu a ideia do Workshop? (18h10)
    Qual o Referencial usado? Startup Enxuta (Eric Ries) e The Startup Owners Manual (Steve Blank) (18h15)
    O que entendem por startup? Pedir para anotarem em postits (18h25)
  • Sincronizar as palmas! Pra ser o sinal pro pessoal estar atento e fazer com que eles voltem

    Mostrar os planejamentos que eu fazia na Universidade Invisível (19h)
  • Projeto Red Bull Stratos
    Que vocês estão vendo nesta imagem?
    O que tem a ver com uma startup? Uma startup é uma instituição projetada para criar novos produtos e serviços sob condições de extrema incerteza (18h35)
    Quebra Gelo – I’m a Camera! Criar confiança (18h45)
    Palmas!

  • Cada plano de negócios começa com um conjunto de suposições. O plano traça uma estratégia que considera essas suposições verdadeiras e prossegue mostrando como alcançar a visão da empresa. Como não se demonstrou que as suposições eram verdadeiras, e na realidade muitas vezes são falsas, o objetivo dos esforços de uma startup é testa-las o mais rápido possível.
    (19h30)
  • Esse workshop não sera sobre cases de sucesso! (19h05)
  • Pedir para que os participantes definam quais são os MVPs das suas startups e comentar um por um

    21h45min –

    Hipotese, Metas, Indicadores, Aprendizado

    O MVP é aquela versão do produto que permite uma volta completa no ciclo construir-medir-aprender, como o mínimode esforço e o menor tempo de desenvolvimento.
  • Como Steve Blank ensinou aos empreendedores durante anos, os fatos que precisamos coletar a respeito de clientes, mercados, fornecedores e canais existem apenas "fora do prédio". As Startups precisam de contato EXTENSIVO com possíveis clientes para entendê-los; assim, levante-se da cadeira e vá conhecê-los. (19h45)

    O objetivo de contatos iniciais com os clientes não é obter respostas definitivas. Em vez disso, é esclarecer num nível básico, bruto, que entendimento, podemos compor um arquétipo do cliente (persona), um documento sumário que procura humanizar o cliente-alvo proposto. (19h55)


  • Mostrar os feedbacks dos primeiros usuários do SouArtista
    Os adotantes iniciais utilizam sua imaginação para completar o que falta num produto. Eles preferem esse estado das coisas, pois a principal preocupação deles é serem os primeiros a utilizar ou adotar um novo produto ou tecnologia. (20h10)
  • desenvolvimento é dividido em iterações curtas, conhecidas como "sprints", tipicamente de duas semanas.

    Entrar mais a fundo na planilha de Sprints 21h
  • Case – Agennda

    20h50
  • Como começar!
    Mostrar a Planilha de Hipóteses

    21h20





  • Esforço que não é absolutamente necessário para aprender o que os clientes querem pode ser eliminado. Chamo isso de aprendizagem validada, pois é sempre demonstrada mediante melhorias positivas na métricas principais da startup.

    20h40 – Definir os marcos de aprendizagem que já tiveram nos respectivos projetos
  • Comprar adsense e adwords não deu certo 21h35

  • Reflexão 21h25
  • Mostrar a coluna de aprendizados da planilha de sprints

    São uteis para os empreendedores como um modo de avaliar seus progressos de maneira precisa e objetiva; também são inestimáveis para os gerentes e investidores para os quais os empreendedores se reportam.


    Abordagem quantitativa que nos permite observar se os esforços de ajustes de motor de crecimento estão dando resultado. Isso também permite criar marcos de aprendizagem, que são uma alternativa aos tradicionais marcos de negócios e produtos.

    A contabilidade para inovação permite que as startups demonstrem de maneira objetiva que estão aprendendo a desenvolver um negócio sustentável.
  • O valor numa startup não é a criação de coisas, mas a aprendizagem validada acerca de como desenvolver um negócio sustentável .Que produtos os clientes querem de fato? Como o negócio crescerá?Quem é o cliente? Que clientes devemos escutar e quais devemos ignorar?
    2h55
  • 21h50
  • Ao termino do ciclo construir-medir-aprender, encaramos a questão mais difícil enfrentada por qualquer empreendedor: pivotar a estratégia original ou perseverar. Se descobrirmos que uma das hipóteses é falsa, será o momento de realizar uma mudança importante, rumo a uma nova hipótese estratégica.

    Case – Sobremesa Company

    Muitos empreendedores tem medo. O reconhecimento do fracasso pode levar ao desânimo. O maior medo da maioria dos empreendedores não é que suas visões se mostrem equivocadas. Mais amedrontadora é a noção de que a visão talvez seja considerada equivocada sem ter merecido uma chance real de ser provada.

    - Zoom in: o que antes era considerado um recurso isolado num produto, torna-se o produto todo.
    - Zoom out: as vezes um único recurso é insuficiente para suportar um produto completo.
    - Segmento de clientes: a hipotese de produto é confirmada de modo parcial , solucionando o problema correto mas para um cliente diferente do inicial;
    - Necessidade do Cliente: o problema que estamos tentando resolver não é o que o cliente acha mais importante;
    Plataforma: refere-se a mudança de um aplicativo para uma plataforma e vice-versa;

    20min




  • Mostrar o feedback de usuários 22h
  • Extras "As pessoas evitam dizer não, para fugirem de confrontos, mas a alternativa é pior ainda. As tarefas se arrastam, as coisas se complicam e trabalhamos com base em ideias nas qual no fundo não acreditamos"

    "Abra uma empresa, não uma startup"
    "As startups são uma categoria especial de empresa que atrai muita atenção, principalmente no mundo da tecnologia, Quem abre uma startup quer investir o mínimo possível mas sonhar alto, construindo sua base sobre apostas e incertezas. Elas habitam um lugar mágico onde os gastos são um problema para outra pessoa. Onde aquela coisinha irritante chamada 'Receita' nunca interfere em nada. Onde pode-se gastar o dinheiro ou tempo alheio até se descobrir um jeito de faturar. Onde as leis da física dos negócios não se aplicam.

    O problema deste lugar mágico é não passar de uma lenda. A verdade é que toda empresa, nova ou antiga, é governada pelo mesmo conjunto de forças do mercado e regras da economia. Entra receita, saem despesas. Gere lucro ou vá à falência. As startups tentam ignorar essa realidade. São administradas por gente que procura adiar o inevitável, ou seja, o momento em que o negócio precisa crescer, dar lucro e se tornar uma empresa real e sustentável. Quem assume nos negócios uma atitude do tipo 'no futuro vamos dar um jeito de gerar lucro' está insensato. É como construir uma nave espacial e começar dizendo: 'Vamos fingir que a gravidade não existe'. Uma empresa sem um plano para dar lucro não é uma empresa, é um hobby.
  • Por que-fazer-um-mvp-vai-ajudar-no-sucesso-da-sua-startup

    1. 1. Uma startup é uma instituição projetada para criar novos produtos e serviços sob condições de extrema incerteza (Eric Ries)
    2. 2. O objetivo de uma startup é descobrir a coisa certa a criar - a coisa que os clientes querem e pela qual pagarão - o mais rápido possível
    3. 3. “Get out of the building” (Steve Blank)
    4. 4. Early Adopters
    5. 5. "Se você não puder fracassar, não poderá aprender"
    6. 6. As perguntas mais pertinentes são: "Esse produto deve ser desenvolvido?" e "Podemos desenvolver um negócio sustentável em torno desse conjunto de produtos e serviços?" A pergunta não é "esse produto pode ser desenvolvido?”
    7. 7. Hipótese de Valor É formulada para testar se o produto ou serviço de fato fornece valor aos clientes no momento em que o estão utilizando.
    8. 8. constru med aprende medir o progresso, definir marcos e priorizar o trabalho
    9. 9. 1. Os consumidores reconhecem que têm o problema que estamos tentando solucionar? 2. Se houvesse uma solução eles comprariam? 3. Comprariam de nós? 4. Conseguimos desenvolver uma solução para esse problema?
    10. 10. Marcos de Aprendizagem
    11. 11. Aprendizagem Validada
    12. 12. Pivotar
    13. 13. obrigado

    ×