Integração construção civil

1.130 visualizações

Publicada em

Treinamento de NR 18 construção civil

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.130
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
91
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Integração construção civil

  1. 1. A Indústria da Construção Civil é uma atividade econômica que envolve tradicionais estruturas sociais, culturais e políticas. É nacionalmente caracterizada por apresentar um elevado índice de acidentes de trabalho, e está em segundo lugar na frequência de acidentes registrados em todo o país. Esse perfil pode ser traduzido como gerador de inúmeras perdas de recursos humanos e financeiros no setor.
  2. 2.  A construção civil é um dos ramos mais antigos do mundo.  No Brasil,a construção civil teve seu auge na década de 40, sendo considerado um dos mais avançados na época.  Em 1974, o Brasil foi considerado pela OIT, como campeão mundial de acidentes de trabalho.  Em 2011 dos 40.779 acidentes de trabalho fatais os operários da construção civil estão entre as dozes classes mais sujeitas a acidentes de trabalho
  3. 3. O registro de ocorrências vem crescendo em termos absolutos 2010 – 2011 O número de acidentes passou de 8.272 para 9.937 aumentado aproximadamente 19,24 %.
  4. 4. Segundo o Quadro I da NR -4 são consideradas atividades da Industria da Construção:  Preparação do terreno;  Obras de infra- Estruturas;  Obras de instalações ;  Obras de acabamentos e serviços auxiliares da construção;  Serviços de demolição, reparos, pintura,limpeza  Manutenção de edifícios em geral
  5. 5.  Estabelecer diretrizes de ordem administrativa.de planejamento de organização, que objetivam a implementação da medidas de controle e sistemas preventivos de segurança nos processos, nas condições e no meio ambiente de trabalho na Industria da construção.
  6. 6. Plano que estabelece condições e diretrizes de segurança do trabalho para obras e demais atividades relativas á construção civil. Principais objetivos:  Garantir a saúde e a integridade dos trabalhadores ;  Definir atribuições e responsabilidades ás pessoas que administram;  Fazer previsão dos riscos que derivam do processo de execução das obras;  Determinar medidas de proteção e prevenção que evitem ações e situações de risco;  Aplicar técnicas de execução que reduzam ao máximo os riscos de acidentes e doenças.
  7. 7. Doenças Ocupacionais Riscos de Acidentes Riscos Ambientais Riscos Ergonômico
  8. 8.  Ruídos  Temperaturas Extremas  Pressões Anormais  Vibrações  Radiações Agentes Físicos
  9. 9.  Poeiras  Operações de Pintura e uso de solventes;  Impermeabilizantes e substancias químicas  Manuseio de Álcalis  Asfixia química por inalação de gases Tóxicos Agentes Químicos
  10. 10.  Bactérias, Fungos,bacilos,parasitas, protozoários, vírus ,etc.;  Escavação de valas e tubulações;  Obras de Saneamento Biológicos
  11. 11.  Esforço Físico Intenso Levantamento e transporte manual de pesos  Trabalho em turno e noturno Situações causadoras de stress físico e/ ou psíquico
  12. 12. Reapresentam as principais causas de acidentes fatais e não fatais no setor da construção civil  Queda  Choque Elétrico  Soterramento
  13. 13. Alergia pelo cimento Pedreiro com eczema alérgico crônico provocado por cimento Eczema irritado por massa de cimento Pedreiros apresenta irritação nas mãos provocada pelo contato frequente com a massa do cimento
  14. 14. Eczemas nos pés causadas pelo cimento Queimaduras pelo cimento Queda de massa ou calda de concreto dentro da bota de couro ou borracha Eczema e infecção nos pés provocados pelo contato diário de massa de cimento com os pés
  15. 15. A importância da utilização do EPI na construção civil
  16. 16. Capacete de Segurança  Para proteção do crânio e face contra riscos provenientes de fontes geradoras Óculos de Segurança  São especificados de acordo com o tipo de risco.
  17. 17. Protetor Auricular Abafador de Ruído Proteção contra ruídos Cinto de Segurança Evitam quedas de trabalhadores, acidentes muitas vezes fatais
  18. 18. Respiradores  Asseguram o funcionamento do aparelho respiratório contra gases, poeiras e vapores Calçados As botas, feitas de PVC são usadas em locais úmidos, inundados ou com presença de ácidos. Os sapatos são de uso permanente na obra.
  19. 19. As Luvas podem ser de: Luva de Pana com a Palma Pigmentada (Ajudante de Eletricista ) Rapas (Armador) Látex (Pedreiro)
  20. 20. As estatísticas do Brasil mostram que a falta de proteção em situações de risco de quedas de altura constitui-se na causa principal de elevado números de acidentes fatais, vitimando centenas de trabalhadores a cada ano.
  21. 21.  Perda de equilíbrio do trabalhador á beira do espaço, sem proteção; Falta de proteção; Falha de uma instalação ou de um dispositivo de proteção; Método impróprio de trabalho; Trabalhador não apto a trabalho em altura Falta de Responsabilidade  Aumento ou Queda de Pressão Arterial
  22. 22. Elevada porcentagem de vitimas mortais de acidentes de trabalho ocorridos na utilização de andaimes Principais causas de acidentes de trabalho com andaimes:  Abatimento das bases de apoio; Sobrecargas excessivas ; Materiais em mau estado; Ausência de Proteções .
  23. 23.  O dimensionamento dos andaimes, sua estrutura de sustentação e fixação,deve ser realizado por profissional legalmente habilitado;  Os andaimes devem ser dimensionados e construídos de modo as suportar com segurança,as cargas de trabalho a que estarão sujeitos;  O piso de trabalho dos andaimes deve ter forração completa, antiderrapante,ser nivelada e fixado de modo seguro e resistente;  Devem ser tomadas preocupações especiais,quando da montagem, desmontagem e movimentação de andaimes próximos as redes elétricas.
  24. 24.  Os andaimes devem dispor de sistema guarda-corpo e rodapé;  E proibida, sobre o pios de trabalho de andaimes, a utilização de escadas e outros meios para se atingirem lugares mais altos;  O acesso aos andaimes deve ser feita de maneira segura.
  25. 25. Guarda-Corpo Proteção solida, fixada e instalada nos lados expostos as áreas de trabalho, andaimes passarelas,plataformas , escadarias e ao redor de aberturas em piso ou paredes, para impedir a queda de pessoas.
  26. 26. São elementos de proteção coletiva que restringem ou limita os efeitos de quedas e objetos, protegendo pessoas, matérias e equipamentos em níveis inferiores ao acidente. Plataformas e Bandejas
  27. 27. Regras Gerais de Segurança Realizar inspeção no local do serviço antes do inicio da obra; Inspecionar os dispositivos de proteção, verificando se estao em bom estado; Preparare montar todo equipamento necessário para prevenção de acidentes; Verificar se todo pessoal envolvido esta apto ao serviço Isolar e sinaliza toda a área sob o serviço
  28. 28.  Ocasionados por desmanches de terras durante os trabalhos de escavações e aberturas de valas.  Inclinação insuficiente do talude;  Ausência da entivação;  Sobrecarga nas proximidades da escavação
  29. 29. Prevenção Para prevenir a ocorrência de desmoramentos deve-se ter atenção a colocação do entulho e outras sobrecargas ao longo da escavação,bem como as vibrações produzidas por maquinas e outros veículos na sua proximidade
  30. 30. FILME MV BILL “COM PREVENÇAÕ É QUE SE FAZ”

×