Metodologia de pesquisa digital

1.294 visualizações

Publicada em

This presentation defens a method of researching online news in websites. It suggests ethnography in the news rooms and interviews with the journalists envolved in the news production

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.294
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodologia de pesquisa digital

  1. 1. Como trabalhar com a notícia emrede. Sugestões de metodologia dapesquisa em jornalismo digital Thaïs de Mendonça Jorge Universidade de Brasília 5o. Encontro da SBPJor Aracaju, 2007 Thaïs de Mendonça Jorge 1
  2. 2. Metas da metodologia Traçar caminhos para fazer algo Lançar luz sobre princípios e técnicas de pesquisa, expondo limitações e restrições Convidar a ciência a especular Thaïs de Mendonça Jorge 2
  3. 3. Internet no mundo Mundo: 127,9 milhões de sítios (agosto 2007) 28 milhões de sítios novos criados em 2006 Brasil 50 mil sítios no ar 2006: 31,25% (46,8 milhões de pessoas) têm acesso à internet 2005: 21,43% (32,1 milhões de pessoas) 17,3% têm computador em casa 46,0% acessam a internet em casa 26,44 vêem internet no trabalho 35,4% usam a internet para ler notícias Argentina 2006: quase 50% da população argentina (16 milhões) têm acesso à internet 2005: 21% (7,6 milhões de pessoas) 41% acessam a internet em casa 14% vêem internet no trabalho de Mendonça Jorge Thaïs 3 64% destes lêem notícias na internet
  4. 4. Descrição  Este trabalho mostra um dos métodos para se estudar a produção e apresentação da notícia em sítios eletrônicos.  A base é a pesquisa empírica da tese “A notícia em mutação. Estudo sobre o relato noticioso no jornalismo digital”.PARA MAIS INFORMAÇÕES... Programa de Pós-Graduação em Comunicação/ UnB Thaïs de Mendonça Jorge 4
  5. 5. Análise dos sites  clarin.com (maior sítio eletrônico em língua espanhola)  uol.com.br (maior sítio eletrônico em língua portuguesa) Thaïs de Mendonça Jorge 5
  6. 6. Clarín e UOL UOL/ Folha Clarin.com/ ClarínCirculação 360,9 mil exemplares 711 mil exemplares (domingo); 287,8 mil (domingo); 402 mil (dias (dias de semana) de semana)Página eletrônica 8,6 milhões de 6,1 milhões de visitantes visitantes únicos únicos (2005) (2006) 150 mil assinantes 1,5 milhão de assinantesAudiência entre os sites 65% 67%noticiososSituação financeira Auto-suficiente Auto-suficiente e desde 2001 rentável desde 2002 Thaïs de Mendonça Jorge 6
  7. 7. Metodologia da mutação Argumento sócio-histórico – a notícia como produto da história e do contexto Argumento tecnológico – sociologia da tecnologia: a notícia como fruto da evolução dos suportes Etnografia - nas redações dos sites UOL e Clarín/ entrevistas com os jornalistas/ coleta de materiais Semana construída – clipping dos sites por meio de software de rastreamento de páginas. Total de matérias analisadas: Clarín – 301; UOL – 155. Thaïs de Mendonça Jorge 7
  8. 8. Clarín e UOL Trajetos semelhantesConsumidores não pagam pelo conteúdo clarin.comAudiência fragmentada clarin.com uol.com.brSintonia com leitores clarin.com uol.com.brParcerias e compra de conteúdos independentes uol.com.br“Usina digital” clarin.com uol.com.brFlexibilidade dos canais de distribuição de conteúdo clarin.com uol.com.brAnunciantes ligados ao desempenho do site clarin.com Thaïs de Mendonça Jorge uol.com.br 8
  9. 9. Etnografia/ observação participante 44 horas de observação 41 entrevistas 8 diários de campo Thaïs de Mendonça Jorge 9
  10. 10. Corpus empírico 1a. Fase: macronálise- Clipagem e arquivamento das páginas (675 UI)- Filtragem (456 UI)- Enquadramento das matérias: Editoria, Tamanho, Origem, Fotos, Links, Valores-notícia e Erros 2a. Fase: microanálise- Sorteio e análise de 70 matérias para leitura minuciosa Thaïs de Mendonça Jorge 10
  11. 11. Clarín e UOL/ corpus empírico 500 400 Fotos Pirâmide regular 300 Pirâmide irregular 200 Outros formatos Links internos 100 Links externos 0 UOL Clarín UOL 180 Clarín 160 140 120 100 80 60 40 20 0 Pirâmide Pirâmide Pirâmide Thaïs de Mendonça Jorge Irregular Regular Mista 11
  12. 12. Tipos de notícia no jornalismo digitalTipo CaracterísticaChamada Textos curtos que conduzem o leitor à matéria em outra página.Flash Texto curto que fornece apenas alguns elementos de um episódio a ser desdobrado.Matéria em camadas Textos sucessivos, interligados por links, formando um todo sobre o mesmo assunto e liberados em diferentes horários; a matéria em camadas pode ser um assunto em série ou continuado.Matéria em estilo coloquial Texto com opinião e muita interpretação do repórter/ redator.Nova pirâmide Texto em pirâmide invertida com parágrafos desiguais. Máximo de três parágrafos.Título-enlace Título com link para a reportagem em outra página.Vermelho (rojo) Linha de no máximo 200 caracteres que antecipa um acontecimento. Thaïs de Mendonça Jorge 12
  13. 13. Nesta pesquisa, esperamos… Ter traçado caminhos para estudar a notícia Ter lançado luz sobre alguns princípios da teoria da notícia e sobre algumas técnicas de pesquisa, mostrando suas limitações Ter ajudado a ciência a especular sobre as mutações que a notícia vem sofrendo no ciberespaço. Thaïs de Mendonça Jorge 13
  14. 14. Bibliografia FATO relevante. Disponível em:< http://sobre.uol.com.br>. Acesso em 4 jan 2005. GRUPO Clarín – Princípios y valores. Clarín, Buenos Aires. Disponível em: <http://www.grupoclarin.com.ar/content/index.htm>. Acesso em 11 nov. 2006 JORGE, T. Pirâmide e hipernotícia. Elementos para uma discussão sobre o texto no jornalismo digital. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES DE JORNALISMO (SBPJOR), 3, 2006, Porto Alegre. KAPLAN, A. A conduta na pesquisa. Metodologia para as ciências do comportamento. São Paulo: Helder, 1969. PONTE, C. Para entender as notícias. Linhas de análise do discurso jornalístico. Florianópolis: Insular, 2005. SAAD, B. Estratégias para a mídia digital. São Paulo: Senac São Paulo, 2003. TRAQUINA, N. O estudo do jornalismo no século XX. São Leopoldo: Unisinos, 2003. ______. Teorias do jornalismo. Por que as notícias são como são, v. 1. Florianópolis: Insular, 2004. TUCHMAN, G. La producción de la noticia. Estudio sobre la construcción de la realidad. México: Gili, 1983. WOLF, M. Teorias da comunicação de massa. São Paulo: Martins Fontes, 2003.PARA MAIS INFORMAÇÕES... thaisdemendonca@uol.com.br Thaïs de Mendonça Jorge 14

×