Aula historia assessoria comunicacao 2011

753 visualizações

Publicada em

The history of Public Relations and the Communications Department in the U.S. and in Brazil.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
753
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula historia assessoria comunicacao 2011

  1. 1. Trajetória das assessorias de comunicação. Profa Thais de Mendonça Jorge Universidade de Brasília, 2011
  2. 2. Antecedentes• Guerra das Gálias – marketing eleitoral: campanha de Júlio César à tomada das terras da França e Bélgica. Enfrentou o chefe Vercingetórix.http://www.youtube.com/watch?v=xMqabbqRDyo• Luiz XIV (França) – origem da logomarca: o rei sol
  3. 3. Antecedentes1875-1900 (EUA) – Era Dourada• Robber barons: industriais sem escrúpulos• 1882 – William Henry Vanderbilt “The public be damned”• Taylorismo, fordismo• Jornalistas: Mark Twain, Jack London
  4. 4. Antecedentes1893 – Jornalismo de denúncia: muckrakers desvendam falcatruas dos grandes empresários do petróleo, crimes contra a cidadania e situação das cidadesPhineas T. Barnum – Barnum Circus percorre toda a América:espetáculo de horroresSucesso na estratégia de atração de público
  5. 5. Surgimento1906 – greve sangrenta na Fuel and Iron Company. Ivy Lee, pai das Relações Públicas – contratado por John D. Rockfeller, depois de acidente na Pennsylvania Railroad. “Este não é um serviço secreto. Todo o nosso trabalho é feito às claras. Pretendemos fazer a divulgação de notícias. Isto não é agenciamento de anúncios. Se acharem que nosso assunto fica melhor na seção comercial, não o usem . Maiores informações sobre qualquer questão serão dadas prontamente.”
  6. 6. EstratégiaContexto: demanda social de informaçãoNotícia = produto requisitado pelo públicoLee•Criar fatos noticiáveis•Contato direto com os jornalistas: informações sobre a atividade, sobre os veículos e sobre o público= transparência•Liberdade de perguntar•Operação fecha-boca: empregos aos jornalistas, doações às universidades
  7. 7. Repercussão internacional1908 – Primeiro house organ (jornal de empresa): The Ford Times; programa de RP da Cruz Vermelha1920 – Agentes de imprensa Bernays: termo “assessor de relações públicas”1930 – Universidades de Yale, Harvard e Colúmbia incluem disciplina dentro de Administração
  8. 8. Repercussão internacional 1939-1945 - Goebbels •2 grupos de pessoas: 10% - bem informados, capazes de resistir à sugestão PERSUASÃO 90% - passivos, hesitantes, com mecanismos psíquicos acessíveis à sugestão emocional MEDO, ENTUSIASMO, DELÍRIO
  9. 9. Repercussão internacional1946 – França. Esso Standard de Petróleo e Shell1950 – Departamentos de RP em 7 países europeus1958 – 1ª. Agência de RP na Alemanha 1961 – Brasil. Volkswagen.P press-releases sobre automóveis1964 – Br. Fundação da AERP, precursora da SECOM1968 – Br. Separação RP x Imprensa
  10. 10. Conceito: Relações públicas1. Atividade que ajuda uma organização eseu público a se adaptarem mutuamente.2. Esforço deliberado, planificado e permanente paraestabecer e manter mútua compreensão entre umaorganização e seu público.3. Atividade sócio-técnico-administrativa mediante a qualse pesquisa e avalia a opinião e a atitude do público e seEmpreende um programa de ação planificado, contínuo ede comunicação recíproca, baseado no interesse dacomunidade e destinado a manter afinidade e compreensãoda mesma para com entidades de qualquer natureza.
  11. 11. Organograma Presidência Comunicação Social Publicidade e Relações Imprensa Propaganda Públicas
  12. 12. Conclusões/ tendênciasHoje, a assessoria de comunicação deve:Mídia das fontes: “Noticiar é a forma mais eficaz de interferir no mundo”A notícia passou a fazer parte do acontecimento;O acontecimento ganhou eficácia de ação discursiva.Interagir com a audiência – descobrir maneiras de atraí-la e de formaruma boa imagem institucionalParticipar dos problemas da comunidade – ampliar o leque de temasInventar novos produtos – melhorar a qualidade da informação oferecida
  13. 13. • Obrigada• Thank you• Muchas graciasProfa. Dra.Thais de Mendonça JorgeUniversidade de Brasília (Brasil)thaism@unb.br

×