Cat a ri n a Va rão 
workshop_comunicação online & storytelling 
ilha do pico, novembro 2014
workshop_comunicação online & storytelling 
ilha do pico, novembro 2014
agenda 
• criação de um plano de comunicação e 
marketing 
• desenvolvimento de regras de comunicação 
• princípios básico...
•Primeira Fase: Nascimento 
ou lançamento 
•Segunda Fase: 
Crescimento 
•Terceira Fase: Maturidade/ 
Manutenção 
•Quarta F...
plano de comunicação tema 1
Comunicar Online 
Fim da Massificação 
- somos multi-canal 
- multi-tarefa 
- personalização ao extremo 
- tempo deixar de...
Plano Acção 
Data Frequência Depat Segmento Mercado Acção Responsável Deadline Status Status Orçamento Resultados 
imediat...
marketing puro tema 2
O QUE É MARKETING? 
•reputação da empresa, 
•market share 
•qualidade de produto 
•qualidade de serviço 
•eficiência do pr...
“processo social, no qual 
indivíduos ou grupos obtêm o 
que necessitam e desejam através 
da criação, oferta e troca de 
...
_marketing significa mais que 
vender, porque a venda é um 
processo de sentido único. 
workshop_comunicação online & stor...
ADPROSUMER 
advertiser + producer + consumer 
workshop_comunicação online & storytelling
_O marketing é uma filosofia: uma postura 
mental, uma atitude, uma forma de conceber 
as relações de troca. 
workshop_com...
marketing directo... newsletters 
ainda funcionam... 
personalizadas 
com “tacto” a social/relacional 
acompanhando novas ...
identificação missão/visão 
análise estratégica 
análise externa análise interna 
oportunidades/ ameaças pontos fortes/fra...
Pensamento Estratégico 
Planos de Marketing 
Marketing Estratégico Marketing Operacional 
•Estudos de Mercado 
•Escolha de...
regras de comunicação tema 3
[Public Speaking] É um termo 
aproximado de apresentação, 
embora este ultimo seja mais 
usual em actividades comerciais. ...
VOZ NA COMUNICAÇÃO 
ENTOAÇÃO, ARTICULAÇÃO E MODULAÇÃO
CARÁCTER DO COMUNICADOR 
Entoação Articulação Modulação 
Tonalidade que a voz 
toma ao longo do 
discurso. Feição 
pessoal...
UMA APRESENTAÇÃO BANG! 
1.Título interessante 
2.Começar com um “Bang”- pôr logo a audiência a pensar, 
começar com pergun...
“Um bom comunicador quer ser persuasivo, 
inspirados e comandar a atenção da sua 
audiência. Ele cria no espectador uma 
e...
NERVOSISMO 
• escola(1ª humilhação pública) 
• crianças (limites) 
• TV, Rádio (ausência de silêncio- obrigação) 
• físico...
UMA APRESENTAÇÃO BANG! 
•Contacto visual (técnica 
do farol) 
•Calos nas cordas vocais 
(respirar, por tantas 
razões!) 
•...
O QUE NUNCA DIZER/FAZER 
•Desculpas, excuses 
•“1,2,3.. conseguem ouvir-me?” 
•Sombra com os olhos para ver 
a plateia 
•F...
TÉCNICAS DE APRESENTAÇÃO 
• Sincronização 
• Introdução/Organização 
• Resumo/Arrumação 
• Projecção da voz
COMUNICAR AO TELEFONE 
• Se formos nós a ligar, perguntar 
sempre se é oportuno o 
telefonema 
• Introduzir o tema da conv...
COMUNICAR EM REDES SOCIAIS 
• Cartão de visita: 
about.me 
• Linked in vivo, 
actualizado, alimentado 
e com referências 
...
COMUNICAR EM REVISTAS E 
MEDIA 
• Escolher a revista do 
negócio (quem lê?) 
• Propor artigo 
• Começar pelos meios 
mais ...
CONVOCAR BLOGGERS 
• Bloggers não são jornalistas 
• Não são também 
adolescentes de 18 anos à 
procura do 1º emprego. 
Fa...
COMUNICAÇÃO ESCRITA 
• Planear antes de escrever, 
PAB: Pense porque estou a 
escrever, Acção- o que 
quero conseguir, Ben...
COMUNICAÇÃO ESCRITA 
• A etiqueta dita que se 
deve responder 
atempadamente, por 
uma questão de cortesia 
• Anotar enqua...
COMUNICAÇÃO ESCRITA 
E-MAIL 
• Follow-up do email que 
pode ter ido, 
inadvertidamente, para o 
spam 
• Bolds, tópicos com...
COMUNICAÇÃO ESCRITA 
Lisboa, 20 Março 2020 
Att: Departamento Marketing, A/C Exma Sr Dr Maria Bastos 
Assunto: Convite a i...
Viral 
- Era do ver e ser visto 
- Era da reportagem 
- Partilha de conhecimento, 
vida pessoal, esperando 
reconhecimento...
The Future of Digital 
Is Visual Storytelling 
- Atmosferas online 
- Experiências virtuais 
- Histórias memoráveis 
- Ima...
The Future of Digital 
Is Visual Storytelling 
- O Marketeer é aquele que sabe que, na altura de um consumidor escolher o ...
Como criar uma História? 
nem sempre é fácil magicar uma lenda ou história, mas cada propriedade 
tem um conto para dizer,...
Monitorizar, melhorar 
- é importante variar o tipo de 
conteúdo publicado 
- testar durante um mês 
- avaliar os resultad...
Consequências & Benefícios 
- Recomendação, partilha, comentário 
- Consumidor quer estar a par das novidades, colecções e...
Etapas Críticas antes de criar a página 
- Definir Objectivos 
- Analisar Concorrência 
- Caracterizar a audiência (e segm...
Gerar Buzz
Ferramentas 
- http://www.fbrankpt.com: estuda a popularidade 
- http://www.agorapulse.com: estuda a concorrência 
- http:...
Página Pessoal 
Tem limite de 5 mil amigos 
Permite o convite a eventos 
Amigos podem ser usados para 
eventos das Páginas...
- Agendar semanalmente os posts 
- Ter presente o Time Decay 
- Conversão da publicação: website da 
empresa, compra, conc...
Instagram 
Puramente mobile, contrariamente às outras 
redes que têm opção desktop e mobile (tal 
como o foursquare) 
Home...
Pinterest: 
- Rede social com utilizadoras maioritariamente do sexo feminino 
- Sem interacção social, nem chats 
- Public...
perguntas?
obrigada :)
workshop_comunicação online & storytelling 
ilha do pico, 
novembro 2014
_catarina varão 
_catarina.varao@th2.com.pt
TH2- Turismo & Hotelaria, Lda 
Av. Álvaro Pais, 12 D 
1600-007 Lisboa | [t] (+351) 210 994 958 
training@th2.com.pt | www....
Comunicação online & storytelling - Adeliaçor_th2
Comunicação online & storytelling - Adeliaçor_th2
Comunicação online & storytelling - Adeliaçor_th2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Comunicação online & storytelling - Adeliaçor_th2

415 visualizações

Publicada em

Módulo de Comunicação Online & Storytelling

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
415
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comunicação online & storytelling - Adeliaçor_th2

  1. 1. Cat a ri n a Va rão workshop_comunicação online & storytelling ilha do pico, novembro 2014
  2. 2. workshop_comunicação online & storytelling ilha do pico, novembro 2014
  3. 3. agenda • criação de um plano de comunicação e marketing • desenvolvimento de regras de comunicação • princípios básicos da apresentação • narrativa visual e formas alternativas de comunicar a marca • publicar eficazmente nas redes sociais
  4. 4. •Primeira Fase: Nascimento ou lançamento •Segunda Fase: Crescimento •Terceira Fase: Maturidade/ Manutenção •Quarta Fase: Rejuvenescimento/ Declínio ciclo de vida de um produto Acapulco e Atlantic City são exemplos de destinos que detectaram a tempo o seu ciclo de vida. porquê estratégias & planos?
  5. 5. plano de comunicação tema 1
  6. 6. Comunicar Online Fim da Massificação - somos multi-canal - multi-tarefa - personalização ao extremo - tempo deixar de ser uma realidade colectiva, mas sim individual (o meu tempo!) - o que vem depois do zapping? isto! selectividade extrema da informação, num mar sem fim
  7. 7. Plano Acção Data Frequência Depat Segmento Mercado Acção Responsável Deadline Status Status Orçamento Resultados imediatos Resultados M e LP
  8. 8. marketing puro tema 2
  9. 9. O QUE É MARKETING? •reputação da empresa, •market share •qualidade de produto •qualidade de serviço •eficiência do preço •eficiência da distribuição •eficiência da força de vendas (salesforce) •eficiência da inovação •cobertura geográfica workshop_comunicação online & storytelling
  10. 10. “processo social, no qual indivíduos ou grupos obtêm o que necessitam e desejam através da criação, oferta e troca de produtos de valor com os outros.” workshop_comunicação online & storytelling
  11. 11. _marketing significa mais que vender, porque a venda é um processo de sentido único. workshop_comunicação online & storytelling
  12. 12. ADPROSUMER advertiser + producer + consumer workshop_comunicação online & storytelling
  13. 13. _O marketing é uma filosofia: uma postura mental, uma atitude, uma forma de conceber as relações de troca. workshop_comunicação online & storytelling
  14. 14. marketing directo... newsletters ainda funcionam... personalizadas com “tacto” a social/relacional acompanhando novas tendências newsletters que sejam... “news”! letters: relação blog: alimenta relação; relações públicas da empresa
  15. 15. identificação missão/visão análise estratégica análise externa análise interna oportunidades/ ameaças pontos fortes/fracos definição objectivos selecção de estratégias plano estratégico implementação/ acção controle planificação estratégica organização e gestão
  16. 16. Pensamento Estratégico Planos de Marketing Marketing Estratégico Marketing Operacional •Estudos de Mercado •Escolha de mercados •Escolha do Posicionamento •Concepção do Produto ou Serviços a Vender •Fixação do seu Preço •Escolha dos Canais de Distribuição •Elaboração de uma Estratégia de Comunicação •Estabelecimento de Campanhas de Publicidade e de Promoção •Acção dos vendedores e Marketing directo •Distribuição dos produtos e merchandising •Serviços de Pós-Venda
  17. 17. regras de comunicação tema 3
  18. 18. [Public Speaking] É um termo aproximado de apresentação, embora este ultimo seja mais usual em actividades comerciais. Na sua maioria é utilizado pata persuadir uma audiência, devendo considerar: quem, o quê, para quem bem como com que meios e com que efeitos/propósito. Bom oradores deverão ser capazes de não só informar, do o também emocionar o seu público.
  19. 19. VOZ NA COMUNICAÇÃO ENTOAÇÃO, ARTICULAÇÃO E MODULAÇÃO
  20. 20. CARÁCTER DO COMUNICADOR Entoação Articulação Modulação Tonalidade que a voz toma ao longo do discurso. Feição pessoal do pensamento. Intenção do discurso Forma como as palavras são pronunciadas. Bem timbrada e consonante bem batida, com formação das sílabas correcta. Inflexão variada da voz, variando altura, ritmo, evitando a monotonia. Inflexões e cadências para exprimir o que se sente In Faça-se ouvir, J. Esteves Rei p.15
  21. 21. UMA APRESENTAÇÃO BANG! 1.Título interessante 2.Começar com um “Bang”- pôr logo a audiência a pensar, começar com pergunta, um quebra-cabeças 3.Limitar os Pontos 4.Ancorar os Pontos-chave com analogias, acrónimos, actividades 5.Desfecho não-constrangedor: memorável 6.Call for Action
  22. 22. “Um bom comunicador quer ser persuasivo, inspirados e comandar a atenção da sua audiência. Ele cria no espectador uma experiência inesquecível, deixando-os agarrados em cada palavra .” –http://communicationskillstips.com-
  23. 23. NERVOSISMO • escola(1ª humilhação pública) • crianças (limites) • TV, Rádio (ausência de silêncio- obrigação) • físico • psicológico • “10 second relaxer”
  24. 24. UMA APRESENTAÇÃO BANG! •Contacto visual (técnica do farol) •Calos nas cordas vocais (respirar, por tantas razões!) •Exemplificar, comparar •Dar algo físico à audiência (slides, mapas, merchandising) •Ritmo na apresentação, com pausas para ensinamentos (sem medo do silêncio!)
  25. 25. O QUE NUNCA DIZER/FAZER •Desculpas, excuses •“1,2,3.. conseguem ouvir-me?” •Sombra com os olhos para ver a plateia •Falar em frente ao projector com a cara coberta com projecção (B) •… “vou tocar nesse ponto mais tarde” •“Conseguem ler isto?” •Texto num slide •Pedir que desliguem telefones •Para evitar que escrevam à pressa os meus slides em vez de ouvir, pré-entregá-los ou dizer logo que oferecemos •Dizer “isto vai ser muito breve”
  26. 26. TÉCNICAS DE APRESENTAÇÃO • Sincronização • Introdução/Organização • Resumo/Arrumação • Projecção da voz
  27. 27. COMUNICAR AO TELEFONE • Se formos nós a ligar, perguntar sempre se é oportuno o telefonema • Introduzir o tema da conversa e o motivo 1º • Cumprimentar sempre • Atenção à “leitura” da conversa, os sinais, o tom, a envolvente • Planeie todos os telefonemas • Reservar tempo e espaço para realizar a chama • Fazer perguntas • Trato pelo nome • Anotar, reformular, enviar de-briefing/ conclusão do telefonema • Agradecer o contacto, despedir
  28. 28. COMUNICAR EM REDES SOCIAIS • Cartão de visita: about.me • Linked in vivo, actualizado, alimentado e com referências • Pioneiro na nossa rede, na nossa área= inovador • Filtrar privacidade • Filtrar conteúdo • Blog: diário de ideias, mostra de personalidade • It’s a twitter world
  29. 29. COMUNICAR EM REVISTAS E MEDIA • Escolher a revista do negócio (quem lê?) • Propor artigo • Começar pelos meios mais pequenos e gratuitos • Aprender a escrever • O mundo dos press release: saber escrever, persistência, follow-ups • Os blogs têm maior visibilidade que revistas (lidar com bloggers
  30. 30. CONVOCAR BLOGGERS • Bloggers não são jornalistas • Não são também adolescentes de 18 anos à procura do 1º emprego. Fazem daquilo profissão! • São embaixadores de marca • Não são geralmente remunerados, mas ter todas as suas despesas cobertas • Abrangem nichos de mercado • Ter um pre-trip, plano de actividades e informação para eles, não um press release! • Destacar a informação que devem colocar (emails, contactos, hashtags)
  31. 31. COMUNICAÇÃO ESCRITA • Planear antes de escrever, PAB: Pense porque estou a escrever, Acção- o que quero conseguir, Benefício-de que forma terá valor/ impacto para o leitor • Fora do habitual formal, mas elegante e delicado • Temas-chaves para ser conciso. Menos palha • Straight to the point, nicely • Negritos para highlights • Fazer de conta que falamos, torna-se mais pessoal • Perguntas directas • Toque humano às cartas • Atenção às gramáticas e gralhas. LER!!!!
  32. 32. COMUNICAÇÃO ESCRITA • A etiqueta dita que se deve responder atempadamente, por uma questão de cortesia • Anotar enquanto se lê, para preparar a resposta • Um email obedece às regras da escrita de cartas • Atenção ao conteúdo de email: nada de dados confidenciais (passwords, números de cartões, etc) • Aguardar resposta do email, não telefonar imediatamente a dizer que se enviou email
  33. 33. COMUNICAÇÃO ESCRITA E-MAIL • Follow-up do email que pode ter ido, inadvertidamente, para o spam • Bolds, tópicos com bullets e separação de temas • Não enviar emails engraçados • Apagar sempre os Ccs nos emails re-enviados (privacidade) • Editar texto re-re-re.nviado (decrease quote) • Bcc • Links • Assinatura
  34. 34. COMUNICAÇÃO ESCRITA Lisboa, 20 Março 2020 Att: Departamento Marketing, A/C Exma Sr Dr Maria Bastos Assunto: Convite a integrar revista Estimada Sra Dr Maria Bastos Tal, tal e tal.,çl Tal, tal e tal.,çl Tal, tal e tal.,çl Tal, tal e tal.,çl Tal, tal e tal.,çl Tal, tal e tal.,çl Tal, tal e tal.,çl Tal, tal Com a expectativa de prezadas notícias, subscrevo-me com elevada consideração. Melhores cumprimentos
  35. 35. Viral - Era do ver e ser visto - Era da reportagem - Partilha de conhecimento, vida pessoal, esperando reconhecimento - Tudo passa muito rápido - É um desafio conseguir acompanhar as novas tendências - Conteúdo online é “snackable”
  36. 36. The Future of Digital Is Visual Storytelling - Atmosferas online - Experiências virtuais - Histórias memoráveis - Imagem é imagem. Não precisa ser traduzido - Os melhores websites não se limitam a publicar bons vídeos e fotos. Eles combinam essas imagens e vídeos com informações bem descritas, e interessantes, criando histórias - As histórias são melhor lembradas e partilhadas, permitindo à audiência experienciar o que quer que seja que se esteja a vender
  37. 37. The Future of Digital Is Visual Storytelling - O Marketeer é aquele que sabe que, na altura de um consumidor escolher o meu hotel/produto, precisa de criar uma ligação emocional com o comprador, enquanto exibe os benefícios do seu produto, as camas, os amenities… - A ideia é promover uma experiência onde os clientes imaginam eles mesmos a estar ali e a gozar do produto - Uma boa história chama atenção, inspira, é lembrada e partilhada - Imagens e composições que dão que pensar… e adoptar :)
  38. 38. Como criar uma História? nem sempre é fácil magicar uma lenda ou história, mas cada propriedade tem um conto para dizer, que mais não sejam as aventuras anedóticas ali vividas - o que é diferente do meu hotel face aos concorrentes? - quem são os vossos clientes? - o que torna o meu lugar único? num distrito de museus? num parque natural? perto do aeroporto? - oferece serviço especial a crianças, animais, etc? Fonte | Selecção | Publicação | Amplificação
  39. 39. Monitorizar, melhorar - é importante variar o tipo de conteúdo publicado - testar durante um mês - avaliar os resultados - adoptar e melhorar os que tiveram melhores resultados - é obrigatório seguir os insights mensalmente
  40. 40. Consequências & Benefícios - Recomendação, partilha, comentário - Consumidor quer estar a par das novidades, colecções e tendências - Tem como principal motivação aceder a promoções e descontos; ofertas e brindes e lealdade e compromisso à marca
  41. 41. Etapas Críticas antes de criar a página - Definir Objectivos - Analisar Concorrência - Caracterizar a audiência (e segmentar) - Definir regras de funcionamento da página (internas/externas) - Definição de Orçamento - Compreensão das Métricas Desafio: Brand Awarness | Reposicionamento | Buzz Melhorar Serviço de Apoio ao Cliente | Fidelizar Gerar Tráfego | Converter Fãs em Clientes
  42. 42. Gerar Buzz
  43. 43. Ferramentas - http://www.fbrankpt.com: estuda a popularidade - http://www.agorapulse.com: estuda a concorrência - http://www.socialmention.com: ou mention.net: estuda as menções
  44. 44. Página Pessoal Tem limite de 5 mil amigos Permite o convite a eventos Amigos podem ser usados para eventos das Páginas Profissionais, sendo por isso recomendado que muitas pessoas façam gestão das páginas Sem estatísticas Timeline About (cada vez mais “linkedinizada”) Páginas Profissionais Instalação de aplicações Sem fim de fãs/seguidores Criação de campanhas, publicidade Cartão de visita da marca/empresa Possibilidade de interacção como página Pode-se associar a um local para check-ins Com área de recomendação/ avaliação do serviço de terceiros (rating) Notas Mapa (dependendo da categoria: local, marca, negócio…)
  45. 45. - Agendar semanalmente os posts - Ter presente o Time Decay - Conversão da publicação: website da empresa, compra, concretização da venda!
  46. 46. Instagram Puramente mobile, contrariamente às outras redes que têm opção desktop e mobile (tal como o foursquare) Home page apresenta os posts de quem seguimos Fotografamos ou subimos imagem e “instagramamos” No momento da publicação, podemos fazê-lo em simultâneo com twitter, fsq, fbook, flickr Só há comentários e follow, não há shares Com a ausência de shares surgem os hashtags- um mundo novo muito além dos keywords Badges: possibilidade de integração da actividade do Instagram em sites, blogs, etc
  47. 47. Pinterest: - Rede social com utilizadoras maioritariamente do sexo feminino - Sem interacção social, nem chats - Publicações normalmente não são de captação no momento, mas sim de fontes (e é bom que assim seja: princípio do landing) - Mais força que uma revista Educacional - Área de Gifts e Vendas (just enter €) - Pintrest for Business
  48. 48. perguntas?
  49. 49. obrigada :)
  50. 50. workshop_comunicação online & storytelling ilha do pico, novembro 2014
  51. 51. _catarina varão _catarina.varao@th2.com.pt
  52. 52. TH2- Turismo & Hotelaria, Lda Av. Álvaro Pais, 12 D 1600-007 Lisboa | [t] (+351) 210 994 958 training@th2.com.pt | www.th2.com.pt #atelierth2 | facebook: atelier.th2 Próximas Formações • Yield & Revenue Management • Etiqueta e Protocolo • Luxo em Serviços •Escrita de Viagens

×