Sinais De Perigo

15.148 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.148
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.444
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
203
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sinais De Perigo

  1. 1. Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  2. 2. Os sinais de Perigo devem possuir as seguintes características: pictograma negro sobre fundo amarelo/laranja, margem negra ( a cor amarela/laranja deve cobrir pelo menos 50% da superfície da placa ). Alguns destes sinais podem estar presentes em rótulos de substâncias e/ou produtos, alertando para características destes produtos que possam constituir perigo. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  3. 3. Evitar choques ou colisões. Movimentar com cuidado, com adequada protecção dos olhos, pele e vestuário. Manter afastado de chamas. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  4. 4. Provoca danos na saúde, quer em contactos casuais quer em contactos prolongados. Não se deve permitir o contacto com pele ou roupa, ingerir ou inalar. Deve ser usada máscara protectora. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  5. 5. Pode causar danos irreversíveis nos tecidos vivos. Não permitir o contacto com pele ou roupa. Não ingerir ou inalar. Usar luvas durante o manuseamento. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  6. 6. Pode causar danos variáveis, podendo provocar a morte. Não se deve permitir o contacto com a pele ou roupa. Não ingerir ou respirar os vapores. Usar luvas durante o manuseamento. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  7. 7. É uma substância que em contacto com uma fonte de ignição permite o início ou a intensificação de uma combustão. Manter afastado de chamas. Não ingerir. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  8. 8. Substância que provoca danos no meio ambiente. Deve ser convenientemente neutralizada ou tratada antes de libertada. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  9. 9. Substâncias que inflamam e ardem com facilidade. Devem ser mantidas longe de chamas, fontes de ignição ou de calor. Não ingerir. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  10. 10. Este sinal deve estar sempre presente em fontes de radiação ionizantes, bem como nas zonas controladas e vigiadas onde existe a probabilidade de se ultrapassarem determinados limites de dose para os trabalhadores profissionalmente expostos Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  11. 11. Sempre que exista contacto com organismos vivos, nomeadamente animais, ou detritos de organismos vivos deve ser colocado este sinal. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  12. 12. Este sinal adverte para o perigo de electrocussão, devendo ser afixado nos locais onde existam factores de risco para os trabalhadores, por contacto directo ou indirecto com a energia eléctrica . Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  13. 13. Adverte para existência ou utilização de raios laser num determinado local. Deve estar visível em todas as fontes de raios laser, assim como nos locais e acessos onde estão a ser utilizadas estas radiações. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  14. 14. Deverá ser colocado em qualquer local onde existam radiações não-ionizantes ou componentes de equipamentos onde estas radiações estejam presentes, que possam constituir perigo de exposição para o indivíduo. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  15. 15. Sempre que os locais onde se exerçam funções se encontrem a baixas temperaturas deve ser afixado este sinal. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  16. 16. Quando não existe sinalização mais adequada ao perigo existente deve ser utilizado este tipo de sinal. Deve estar associado a uma placa identificativa e descritiva do perigo, para tornar mais fácil a percepção do perigo em causa. Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira
  17. 17. FIM Sinalização – Sinais de Perigo Prof. Bruno Bastos – Profª Daniela Oliveira

×