SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
 
[object Object],[object Object], m b i t o
[object Object]
Critérios  de  atendimento   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Técnicos   que  compõem   a  Equipa ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Quem   pode   referenciar  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],Como   referenciar
A   quem  se  pode   dirigir  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Legislação ,[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação Educação Infantil
 
Metodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantilMetodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantilMarília Bogéa
 
Creche e ji, rotinas e espaço
Creche e ji, rotinas e espaçoCreche e ji, rotinas e espaço
Creche e ji, rotinas e espaçoRita Brito
 
Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Paula Santos
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincarRenata Costa
 
Manual de acolhimento creche
Manual de acolhimento crecheManual de acolhimento creche
Manual de acolhimento crechejicnsn
 
CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
CONTAÇÃO DE HISTÓRIASCONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
CONTAÇÃO DE HISTÓRIASPedagogo Santos
 
Concepçâo de infancia
Concepçâo de infanciaConcepçâo de infancia
Concepçâo de infanciaJaisna Luara
 
Power point importância do brincar
Power point   importância do brincarPower point   importância do brincar
Power point importância do brincarinesaalexandra
 
Concepção de infancia
Concepção de infanciaConcepção de infancia
Concepção de infanciaFatinha Bretas
 
1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertido1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertidoermelinda mestre
 
Fundamentos e metodologia da educação infantil
Fundamentos e metodologia da educação infantilFundamentos e metodologia da educação infantil
Fundamentos e metodologia da educação infantilmirafontela
 
Sexualidade na educação infantil
Sexualidade na educação infantilSexualidade na educação infantil
Sexualidade na educação infantilMary Lopes
 
A relação entre o brincar e o desenvolvimento infantil,
A relação entre o brincar e o  desenvolvimento infantil,A relação entre o brincar e o  desenvolvimento infantil,
A relação entre o brincar e o desenvolvimento infantil,Caminhos do Autismo
 
761175 técnico de acção educativa
761175 técnico de acção educativa761175 técnico de acção educativa
761175 técnico de acção educativaMediadoraefa
 
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)Joelson Honoratto
 

Mais procurados (20)

O uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantilO uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantil
 
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
 
Metodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantilMetodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantil
 
Creche e ji, rotinas e espaço
Creche e ji, rotinas e espaçoCreche e ji, rotinas e espaço
Creche e ji, rotinas e espaço
 
Ufcd-9634-Jovens.doc
Ufcd-9634-Jovens.docUfcd-9634-Jovens.doc
Ufcd-9634-Jovens.doc
 
Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)
 
Berçario
BerçarioBerçario
Berçario
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
 
Manual de acolhimento creche
Manual de acolhimento crecheManual de acolhimento creche
Manual de acolhimento creche
 
CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
CONTAÇÃO DE HISTÓRIASCONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
 
Concepçâo de infancia
Concepçâo de infanciaConcepçâo de infancia
Concepçâo de infancia
 
Power point importância do brincar
Power point   importância do brincarPower point   importância do brincar
Power point importância do brincar
 
Lúdico na sla de aula
Lúdico na sla de aulaLúdico na sla de aula
Lúdico na sla de aula
 
Concepção de infancia
Concepção de infanciaConcepção de infancia
Concepção de infancia
 
1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertido1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertido
 
Fundamentos e metodologia da educação infantil
Fundamentos e metodologia da educação infantilFundamentos e metodologia da educação infantil
Fundamentos e metodologia da educação infantil
 
Sexualidade na educação infantil
Sexualidade na educação infantilSexualidade na educação infantil
Sexualidade na educação infantil
 
A relação entre o brincar e o desenvolvimento infantil,
A relação entre o brincar e o  desenvolvimento infantil,A relação entre o brincar e o  desenvolvimento infantil,
A relação entre o brincar e o desenvolvimento infantil,
 
761175 técnico de acção educativa
761175 técnico de acção educativa761175 técnico de acção educativa
761175 técnico de acção educativa
 
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
 

Destaque

Conceitos e Práticas em Intervenção Precoce
Conceitos e Práticas em Intervenção PrecoceConceitos e Práticas em Intervenção Precoce
Conceitos e Práticas em Intervenção PrecoceJoaquim Colôa
 
Critérios de elegibilidade intervenção precoce na infância
Critérios de elegibilidade   intervenção precoce na infânciaCritérios de elegibilidade   intervenção precoce na infância
Critérios de elegibilidade intervenção precoce na infânciaipifaro
 
Ficha de identificacao e referenciação (2)
Ficha de identificacao e referenciação (2)Ficha de identificacao e referenciação (2)
Ficha de identificacao e referenciação (2)Ana Lúcia Pereira
 
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009guest0462827d
 
A estimulação precoce e sua importância na educação infantil – detecção de si...
A estimulação precoce e sua importância na educação infantil – detecção de si...A estimulação precoce e sua importância na educação infantil – detecção de si...
A estimulação precoce e sua importância na educação infantil – detecção de si...Jornal Ibiá
 
Programa nacional de saúde escolar 2015
Programa nacional de saúde escolar 2015Programa nacional de saúde escolar 2015
Programa nacional de saúde escolar 2015Licínia Simões
 
Paralisia cerebral
Paralisia cerebralParalisia cerebral
Paralisia cerebralausendanunes
 
Estimulação precoce -
Estimulação precoce -Estimulação precoce -
Estimulação precoce -Rafael Islanne
 
Trabalho de Equipa em Intervenção Precoce
Trabalho de Equipa em Intervenção PrecoceTrabalho de Equipa em Intervenção Precoce
Trabalho de Equipa em Intervenção PrecoceJoaquim Colôa
 
Intervenção precoce na infância
Intervenção precoce na infânciaIntervenção precoce na infância
Intervenção precoce na infânciaipifaro
 
Trabalho em Equipa na Intervenção Precoce: Reflexões sobre o Projecto de Ip d...
Trabalho em Equipa na Intervenção Precoce: Reflexões sobre o Projecto de Ip d...Trabalho em Equipa na Intervenção Precoce: Reflexões sobre o Projecto de Ip d...
Trabalho em Equipa na Intervenção Precoce: Reflexões sobre o Projecto de Ip d...Joaquim Colôa
 
Actividades intervenção precoce
Actividades   intervenção precoceActividades   intervenção precoce
Actividades intervenção precoceipifaro
 
Guia para estimulação do cérebro infantil de 0 (2)
Guia para estimulação do cérebro infantil de 0 (2)Guia para estimulação do cérebro infantil de 0 (2)
Guia para estimulação do cérebro infantil de 0 (2)Simônica Salgado
 
Apresentação ELIATB
Apresentação ELIATBApresentação ELIATB
Apresentação ELIATBMaria Babo
 
Nee e respostas educativas
Nee e respostas educativasNee e respostas educativas
Nee e respostas educativasespecial.pombal
 
Principios orientadores educação especial
Principios orientadores educação especialPrincipios orientadores educação especial
Principios orientadores educação especialAdelaide Barbosa
 

Destaque (20)

Ficha de referenciação
Ficha de referenciaçãoFicha de referenciação
Ficha de referenciação
 
Apresentacao1011
Apresentacao1011Apresentacao1011
Apresentacao1011
 
Conceitos e Práticas em Intervenção Precoce
Conceitos e Práticas em Intervenção PrecoceConceitos e Práticas em Intervenção Precoce
Conceitos e Práticas em Intervenção Precoce
 
Critérios de elegibilidade intervenção precoce na infância
Critérios de elegibilidade   intervenção precoce na infânciaCritérios de elegibilidade   intervenção precoce na infância
Critérios de elegibilidade intervenção precoce na infância
 
Ficha de identificacao e referenciação (2)
Ficha de identificacao e referenciação (2)Ficha de identificacao e referenciação (2)
Ficha de identificacao e referenciação (2)
 
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009
 
A estimulação precoce e sua importância na educação infantil – detecção de si...
A estimulação precoce e sua importância na educação infantil – detecção de si...A estimulação precoce e sua importância na educação infantil – detecção de si...
A estimulação precoce e sua importância na educação infantil – detecção de si...
 
Programa nacional de saúde escolar 2015
Programa nacional de saúde escolar 2015Programa nacional de saúde escolar 2015
Programa nacional de saúde escolar 2015
 
Paralisia cerebral
Paralisia cerebralParalisia cerebral
Paralisia cerebral
 
Estimulação precoce -
Estimulação precoce -Estimulação precoce -
Estimulação precoce -
 
Trabalho de Equipa em Intervenção Precoce
Trabalho de Equipa em Intervenção PrecoceTrabalho de Equipa em Intervenção Precoce
Trabalho de Equipa em Intervenção Precoce
 
Intervenção precoce na infância
Intervenção precoce na infânciaIntervenção precoce na infância
Intervenção precoce na infância
 
Trabalho em Equipa na Intervenção Precoce: Reflexões sobre o Projecto de Ip d...
Trabalho em Equipa na Intervenção Precoce: Reflexões sobre o Projecto de Ip d...Trabalho em Equipa na Intervenção Precoce: Reflexões sobre o Projecto de Ip d...
Trabalho em Equipa na Intervenção Precoce: Reflexões sobre o Projecto de Ip d...
 
Actividades intervenção precoce
Actividades   intervenção precoceActividades   intervenção precoce
Actividades intervenção precoce
 
Estimulação Precoce
Estimulação PrecoceEstimulação Precoce
Estimulação Precoce
 
Guia para estimulação do cérebro infantil de 0 (2)
Guia para estimulação do cérebro infantil de 0 (2)Guia para estimulação do cérebro infantil de 0 (2)
Guia para estimulação do cérebro infantil de 0 (2)
 
Apresentação ELIATB
Apresentação ELIATBApresentação ELIATB
Apresentação ELIATB
 
Guia de Atividades
Guia de AtividadesGuia de Atividades
Guia de Atividades
 
Nee e respostas educativas
Nee e respostas educativasNee e respostas educativas
Nee e respostas educativas
 
Principios orientadores educação especial
Principios orientadores educação especialPrincipios orientadores educação especial
Principios orientadores educação especial
 

Semelhante a Intervenção Precoce: a Equipa Local de Intervenção de Vila Franca de Xira

PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)Pim Das Ses
 
PROJETOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES REALIZADOS E/OU COORDENADOS PELA SIDESC
PROJETOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES REALIZADOS E/OU COORDENADOS PELA SIDESCPROJETOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES REALIZADOS E/OU COORDENADOS PELA SIDESC
PROJETOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES REALIZADOS E/OU COORDENADOS PELA SIDESCGeh Braga
 
Primeira Infância Melhor - FEE
Primeira Infância Melhor - FEEPrimeira Infância Melhor - FEE
Primeira Infância Melhor - FEEPim Das Ses
 
manual_respostas-sociais-educativas.pdf
manual_respostas-sociais-educativas.pdfmanual_respostas-sociais-educativas.pdf
manual_respostas-sociais-educativas.pdfNelson Namm
 
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptx
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptxSAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptx
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptxWellingtonTeixeira24
 
pse- programa saúde na escola 150510160003-lva1-app689
pse- programa saúde na escola 150510160003-lva1-app689pse- programa saúde na escola 150510160003-lva1-app689
pse- programa saúde na escola 150510160003-lva1-app689ac4579131
 
Pse - Programa Saúde na Escola
Pse - Programa Saúde na EscolaPse - Programa Saúde na Escola
Pse - Programa Saúde na EscolaAna Luzia
 
slide_assistencia_social.pptx
slide_assistencia_social.pptxslide_assistencia_social.pptx
slide_assistencia_social.pptxAngelicalualua
 
Vera Mendes - 31mai14 1º Congresso A&R SUS
Vera Mendes - 31mai14 1º Congresso A&R SUSVera Mendes - 31mai14 1º Congresso A&R SUS
Vera Mendes - 31mai14 1º Congresso A&R SUSAutismo & Realidade
 
A politica nacional da assistencia social
A politica nacional da assistencia socialA politica nacional da assistencia social
A politica nacional da assistencia socialRaymunda Sousa
 
Intervenção precoce na infância em portugal
Intervenção precoce na infância em portugal Intervenção precoce na infância em portugal
Intervenção precoce na infância em portugal Debora_Marques
 
Ações Socioeduc na assist social
Ações Socioeduc na assist socialAções Socioeduc na assist social
Ações Socioeduc na assist socialNandaTome
 

Semelhante a Intervenção Precoce: a Equipa Local de Intervenção de Vila Franca de Xira (20)

Primeira infancia melhor
Primeira infancia melhorPrimeira infancia melhor
Primeira infancia melhor
 
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
 
PROJETOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES REALIZADOS E/OU COORDENADOS PELA SIDESC
PROJETOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES REALIZADOS E/OU COORDENADOS PELA SIDESCPROJETOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES REALIZADOS E/OU COORDENADOS PELA SIDESC
PROJETOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES REALIZADOS E/OU COORDENADOS PELA SIDESC
 
Primeira Infância Melhor - FEE
Primeira Infância Melhor - FEEPrimeira Infância Melhor - FEE
Primeira Infância Melhor - FEE
 
Reunião sobre Primeira Infância: Pastoral da Criança
Reunião sobre Primeira Infância: Pastoral da CriançaReunião sobre Primeira Infância: Pastoral da Criança
Reunião sobre Primeira Infância: Pastoral da Criança
 
manual_respostas-sociais-educativas.pdf
manual_respostas-sociais-educativas.pdfmanual_respostas-sociais-educativas.pdf
manual_respostas-sociais-educativas.pdf
 
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptx
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptxSAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptx
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptx
 
pse- programa saúde na escola 150510160003-lva1-app689
pse- programa saúde na escola 150510160003-lva1-app689pse- programa saúde na escola 150510160003-lva1-app689
pse- programa saúde na escola 150510160003-lva1-app689
 
Pse - Programa Saúde na Escola
Pse - Programa Saúde na EscolaPse - Programa Saúde na Escola
Pse - Programa Saúde na Escola
 
Saude bucal
Saude bucalSaude bucal
Saude bucal
 
IESC IV N1.pdf
IESC IV N1.pdfIESC IV N1.pdf
IESC IV N1.pdf
 
Lesher
LesherLesher
Lesher
 
slide_assistencia_social.pptx
slide_assistencia_social.pptxslide_assistencia_social.pptx
slide_assistencia_social.pptx
 
Política São Paulo Carinhosa
Política São Paulo CarinhosaPolítica São Paulo Carinhosa
Política São Paulo Carinhosa
 
Vera Mendes - 31mai14 1º Congresso A&R SUS
Vera Mendes - 31mai14 1º Congresso A&R SUSVera Mendes - 31mai14 1º Congresso A&R SUS
Vera Mendes - 31mai14 1º Congresso A&R SUS
 
IX ENNOEPE - VALENÇA-BA
IX ENNOEPE - VALENÇA-BAIX ENNOEPE - VALENÇA-BA
IX ENNOEPE - VALENÇA-BA
 
A politica nacional da assistencia social
A politica nacional da assistencia socialA politica nacional da assistencia social
A politica nacional da assistencia social
 
Intervenção precoce na infância em portugal
Intervenção precoce na infância em portugal Intervenção precoce na infância em portugal
Intervenção precoce na infância em portugal
 
Ações Socioeduc na assist social
Ações Socioeduc na assist socialAções Socioeduc na assist social
Ações Socioeduc na assist social
 
PNAISC.pdf
PNAISC.pdfPNAISC.pdf
PNAISC.pdf
 

Mais de Teresa Pedras

2 - EXERCICIO DIREITOS E DEVERES.docx
2 - EXERCICIO DIREITOS E DEVERES.docx2 - EXERCICIO DIREITOS E DEVERES.docx
2 - EXERCICIO DIREITOS E DEVERES.docxTeresa Pedras
 
1- INCLUSÃO EXCLUSÃO IGUALDADE OPORTUNIDADES.pptx
1- INCLUSÃO EXCLUSÃO IGUALDADE OPORTUNIDADES.pptx1- INCLUSÃO EXCLUSÃO IGUALDADE OPORTUNIDADES.pptx
1- INCLUSÃO EXCLUSÃO IGUALDADE OPORTUNIDADES.pptxTeresa Pedras
 
A auto representação.pptx
A auto representação.pptxA auto representação.pptx
A auto representação.pptxTeresa Pedras
 
Pintar formas geometricas de acordo com instrução
Pintar formas geometricas de acordo com instruçãoPintar formas geometricas de acordo com instrução
Pintar formas geometricas de acordo com instruçãoTeresa Pedras
 
Manual de Educação Sexual
Manual de Educação SexualManual de Educação Sexual
Manual de Educação SexualTeresa Pedras
 
Conto alves redol-vida-secreta-sementinha_guiao_leitura1
Conto alves redol-vida-secreta-sementinha_guiao_leitura1Conto alves redol-vida-secreta-sementinha_guiao_leitura1
Conto alves redol-vida-secreta-sementinha_guiao_leitura1Teresa Pedras
 
Intervenção Precoce na Infância - ELI de VFX
Intervenção Precoce na Infância - ELI de VFXIntervenção Precoce na Infância - ELI de VFX
Intervenção Precoce na Infância - ELI de VFXTeresa Pedras
 

Mais de Teresa Pedras (7)

2 - EXERCICIO DIREITOS E DEVERES.docx
2 - EXERCICIO DIREITOS E DEVERES.docx2 - EXERCICIO DIREITOS E DEVERES.docx
2 - EXERCICIO DIREITOS E DEVERES.docx
 
1- INCLUSÃO EXCLUSÃO IGUALDADE OPORTUNIDADES.pptx
1- INCLUSÃO EXCLUSÃO IGUALDADE OPORTUNIDADES.pptx1- INCLUSÃO EXCLUSÃO IGUALDADE OPORTUNIDADES.pptx
1- INCLUSÃO EXCLUSÃO IGUALDADE OPORTUNIDADES.pptx
 
A auto representação.pptx
A auto representação.pptxA auto representação.pptx
A auto representação.pptx
 
Pintar formas geometricas de acordo com instrução
Pintar formas geometricas de acordo com instruçãoPintar formas geometricas de acordo com instrução
Pintar formas geometricas de acordo com instrução
 
Manual de Educação Sexual
Manual de Educação SexualManual de Educação Sexual
Manual de Educação Sexual
 
Conto alves redol-vida-secreta-sementinha_guiao_leitura1
Conto alves redol-vida-secreta-sementinha_guiao_leitura1Conto alves redol-vida-secreta-sementinha_guiao_leitura1
Conto alves redol-vida-secreta-sementinha_guiao_leitura1
 
Intervenção Precoce na Infância - ELI de VFX
Intervenção Precoce na Infância - ELI de VFXIntervenção Precoce na Infância - ELI de VFX
Intervenção Precoce na Infância - ELI de VFX
 

Último

04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfLUCASAUGUSTONASCENTE
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 

Último (20)

04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 

Intervenção Precoce: a Equipa Local de Intervenção de Vila Franca de Xira

  • 1.  
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.