Point Maria Jose

1.557 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.557
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
65
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Point Maria Jose

  1. 1. História da Carochinha
  2. 2. <ul><li>Era uma vez a Carochinha (Baratinha) que encontrou 5 reis (pedrinhas) em ouro. Pensou logo em casar. Comprou um vestido branco e comprido como uma nuvem e foi para a janela ver se arranjava noivo. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>- Quem quer, quem quer casar com a Carochinha que é rica e bonitinha? - Quero eu, quero eu. – respondeu o cão que ia a passar. - Quem és tu? Como Fazes? </li></ul><ul><li>- Eu sou o cão e faço ão, ão. Sou rafeiro, mas bom cão. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>- Não podes ser meu marido. Ladras muito e acordas os nossos filhos. O cão foi-se embora, triste e a chorar. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>E a Carochinha continuou a cantar: - Quem quer, quem quer casar com a Carochinha que é rica e bonitinha? - Quero eu, quero eu. – disse o boi que ia a passar. - Quem és tu? Como Fazes? - Eu sou o boi e faço muuu… muuu…Sou forte e destemido. </li></ul>
  6. 6. - Pára, pára, que voz grossa, até me estás a assustar. Contigo não quero casar. O boi foi-se embora, muito triste.
  7. 7. - Quem quer, quem quer casar com a Carochinha que é rica e bonitinha? - Quero eu, quero eu. Sou pacato e asseado e gosto de brincar. – disse o gato que ia a passar. - Até és engraçado. De onde vens? O que fazes para viver?
  8. 8. - Sou o gato Jeremias. Vivo no jardim, caço ratos e mio muito. - Mas que gato irritante, caças ratos para comer? Sou amiga dos ratinhos, contigo não posso viver. E o gato lá foi à sua vida.
  9. 9. A Carochinha continuou à procura de noivo. - Quem quer, quem quer casar com a Carochinha que é rica e bonitinha? - Quero eu, quero eu. - disse o galo empoleirado.
  10. 10. - Quem és tu, fala um pouco. - Có-có-ró, có-có-ró. Sou o galo Barnabé, acordo toda a gente e tenho fama de valente. - Podes baixar a crista, pois não quero acordar cedo, não me serves para marido. O galo lá foi embora de bico fechado .
  11. 11. - Quem quer, quem quer casar com a Carochinha que é rica e bonitinha? - Quero eu, quero eu - disse o rato que passava. - Olá! Quem és tu? Vives perto? - Eu sou o João Ratão (José Ratão), o rato do jardim. Sou simpático e bom rapaz e quero casar contigo.
  12. 12. - Parece-me boa ideia, vamos casar hoje mesmo. No caminho para a igreja a Carochinha reparou que não levava véu e assim não podia casar. O João Ratão disse logo que o ia buscar. A Carochinha avisou-o para não ir cheirar à panela da sopa que estava ao lume.
  13. 13. O João Ratão pôs-se logo a caminho. Ao chegar a casa não resistiu, vinha da cozinha um cheirinho… pegou num banco, deu muito balanço e caiu dentro do caldeirão .
  14. 14. A Carochinha esperou, mas o seu noivo não veio. Regressou a casa e encontrou o seu amado João Ratão mais cozido que o feijão (agrião). A Carochinha chorou dias e dias sem parar, pois já não tinha noivo para casar.
  15. 15. <ul><li>Desafio: </li></ul><ul><li>Quem quer ajudar a Carochinha a encontrar um maridinho? </li></ul><ul><li>Inventa um final feliz para esta história . </li></ul>
  16. 16. FIM

×