A História do Pedrinho      e da Joana
O dia da descobertaA história começa com o Pedro, filho mais novo dafamília Silva, que se lembra de ter visto a sua amigaJ...
- Mãe sou diferente da Joana! –  disse o Pedro. A mãe vai ter com ele e explica-  lhe que existem diferenças  físicas entr...
Passado algum tempo oPedrinho, ao tomar banho,reparou que lhe aparecerampêlos nas axilas e na zona dopénis.Ao contar à mãe...
Quando o Pedrinho estava acontar a mãe, a sua irmã Anatambém ouviu a conversa edisse:-Eu também tenho pelos nasaxilas e na...
Como viste na história osmeninos e as meninas sofremalterações no seu corpo. Masdesde pequeninos são diferentesum do outro...
Aparelho reprodutor masculino              • O aparelho reprodutor                masculino é                constituído p...
Aparelho reprodutor feminino                O aparelho reprodutor                feminino é constituído                po...
A ReproduçãoComo o Pedro é muito curioso,  faz outra pergunta à mãe:- Mãe como é que eu nasci?- Estavas aconchegadinho den...
Mas a Joana disse-me que veiodo bico de uma cegonha e tucontaste-me a história de umasementinha.   A mãe explica-lhe que s...
E tu sabes como nasceste?
A história real…         Na reprodução oespermatozóide do pai saipelo seu pénis e vai juntar-seao óvulo da mãe. Esseencont...
A gravidez     Tal como tu, todas as     crianças nascem de     uma união entre o pai e     a mãe num momento     muito es...
• Chama-se gravidez ao processo de formação de um bebé no útero da      mãe,     que normalmente     dura nove meses.• A s...
Crescimento do bebé
Amor entre a família• Os    encontros da família são boas ocasiões          para conversas, para estar com os pais,       ...
Atenção ao DESCONHECIDOA irmã do Pedrinho ao vir da escola viu um estranho  que lhe assobiou e ela olhou para trás para ve...
-    Um homem tentou  agarrar-me, mas eu gritei e  fugi. – diz a Ana aos pais.- Fizeste bem, gritaste e  correste para nós...
Dizer “não”        Quando alguémdesconhecido           seaproxima     e    ofereceprendas ou dinheiro etenta agarrar-te, g...
CHUVA DEPERGUNTAS
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A história do pedrinho e da joana

932 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
932
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
262
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Falta fazer a capa
  • Actividade: jogo das diferenças
  • Como já devem ter reparado somos todos diferentes (dar exemplos cabelo olhos) arte os órgãos sexuais.
  • Apresentar a constituição
  • Dar a actividade para ligar os órgãos ao respectivo nome. Apresentar a 2º parte da historia
  • Explicar que ao longo dos 9 meses o bege vai crescendo
  • Dizer pra não se esquecerem de pedir ajuda
  • A história do pedrinho e da joana

    1. 1. A História do Pedrinho e da Joana
    2. 2. O dia da descobertaA história começa com o Pedro, filho mais novo dafamília Silva, que se lembra de ter visto a sua amigaJoana tomar banho, e viu que ela era diferente dele.
    3. 3. - Mãe sou diferente da Joana! – disse o Pedro. A mãe vai ter com ele e explica- lhe que existem diferenças físicas entre os meninos e as meninas, mas podem, devem brincar e ser amigos. A mãe diz:- Os teus amigos da escola são meninos como tu. A Sara e a Joana são meninas como a tua irmã Ana.
    4. 4. Passado algum tempo oPedrinho, ao tomar banho,reparou que lhe aparecerampêlos nas axilas e na zona dopénis.Ao contar à mãe reparou quea sua voz estava mais grossa. Mudanças que ocorrem no sexo Masculino
    5. 5. Quando o Pedrinho estava acontar a mãe, a sua irmã Anatambém ouviu a conversa edisse:-Eu também tenho pelos nasaxilas e na zona da vagina.-Também irá aparecer-te operíodo menstrual - disse a mãe. Mudanças que ocorrem no sexo Feminino
    6. 6. Como viste na história osmeninos e as meninas sofremalterações no seu corpo. Masdesde pequeninos são diferentesum do outro, os meninos têmpénis e as meninas uma vagina.
    7. 7. Aparelho reprodutor masculino • O aparelho reprodutor masculino é constituído por: • Uretra • Pénis • Testículos
    8. 8. Aparelho reprodutor feminino  O aparelho reprodutor feminino é constituído por:  Ovários  Útero  Vagina
    9. 9. A ReproduçãoComo o Pedro é muito curioso, faz outra pergunta à mãe:- Mãe como é que eu nasci?- Estavas aconchegadinho dentro da minha barriga, começaste por ser muito pequeno mas foste crescendo ao longo de nove meses. Ao fim desses nove meses já eras um bebé crescido e pronto para vir ao mundo.
    10. 10. Mas a Joana disse-me que veiodo bico de uma cegonha e tucontaste-me a história de umasementinha. A mãe explica-lhe que sãohistórias que se conta aosmeninos mais pequenos …
    11. 11. E tu sabes como nasceste?
    12. 12. A história real… Na reprodução oespermatozóide do pai saipelo seu pénis e vai juntar-seao óvulo da mãe. Esseencontro dá-se dentro docorpo da mãe, onde começa acrescer o bebé. Essemomento foi muito especialpara os pais, pois foi ummomento de muito carinho eamor.
    13. 13. A gravidez Tal como tu, todas as crianças nascem de uma união entre o pai e a mãe num momento muito especial.
    14. 14. • Chama-se gravidez ao processo de formação de um bebé no útero da mãe, que normalmente dura nove meses.• A saída do bebé da barriga da mãe pela vagina dá-se o nome de parto.
    15. 15. Crescimento do bebé
    16. 16. Amor entre a família• Os encontros da família são boas ocasiões para conversas, para estar com os pais, os irmãos, os avós, os tios e os primos.
    17. 17. Atenção ao DESCONHECIDOA irmã do Pedrinho ao vir da escola viu um estranho que lhe assobiou e ela olhou para trás para ver quem era.- Olá! Vem aqui, tenho uma pastilha para ti. – disse o desconhecido, e tenta agarrar a Ana.A Ana fica assustada mas grita e conseguesoltar-se.- Pai! Mãe! - Grita a Ana assustada e vai a correr para eles.
    18. 18. - Um homem tentou agarrar-me, mas eu gritei e fugi. – diz a Ana aos pais.- Fizeste bem, gritaste e correste para nós. Mas se estiveres longe grita e procura alguém que te ajude.
    19. 19. Dizer “não” Quando alguémdesconhecido seaproxima e ofereceprendas ou dinheiro etenta agarrar-te, grita epede ajuda a algumadulto.
    20. 20. CHUVA DEPERGUNTAS

    ×