Relatório Final Introdução       Um projeto missionário em duas realidades e culturas diferentes. Colômbia e Méxicoforam o...
Colômbia       Foram apenas seis dias na capital Bogotá, de 7,5milhões de habitantes. Ali estão servindo o Pr. Jairo esua ...
México       Ao final do período na Colômbia, partimos para Guadalajara,capital do estado de Jalisco e sede dos Jogos Pan-...
Conclusão       Voltamos para o Brasil com a certeza de termos aproveitado o tempo que alipermanecemos, como se espera de ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relatório Conexão México

417 visualizações

Publicada em

Relatório Conexão México

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
417
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório Conexão México

  1. 1. Relatório Final Introdução Um projeto missionário em duas realidades e culturas diferentes. Colômbia e Méxicoforam os países escolhidos, não apenas porque facilitavam as conexões aéreas, mas tambémpelas oportunidades de ministério que visualizamos, sobretudo no México, com a chegada dosJogos Pan-Americanos 2011, apesar da oposição de comunidades inóspitas à presença doEvangelho. Tanto na Colômbia como no México, a idolatria tenta amordaçar a Igreja do SenhorJesus, e por isso muitas vezes vimos nosso trabalho junto às igrejas evangélicas locais, agindocomo um consolo e ao mesmo tempo um encorajamento aos irmãos colombianos e mexicanos,que diariamente lutam pela sobrevivência de sua fé nestes dois países. Entendendo que Deus tem movido a história do mundo em favor da expansão de SeuReino, a Junta de Missões Mundiais da Convenção Batista Brasileira decidiu enviar uma caravanaa mais um grande evento esportivo internacional. Foram 66 brasileiros, além dos 34 radicaislatinos, totalizando 100 missionários enviados pelo Brasil, de diferentes denominaçõesevangélicas, representando 15 estados brasileiros e outras nações da América do Sul, que juntosdesenvolveram ações comunitárias e evangelísticas nestes dois países. É difícil expressar num único relatório tudo o que um grupo de valentes missionários viveuali. Cada um trouxe consigo lições e experiências com Deus, que se revelou a eles de maneiramuito pessoal e especial naqueles dias. Foram diversos testemunhos de vitórias nas açõesevangelísticas, e do cuidado de Deus sobre nossas vidas e famílias. Além disso, ouvimos nossas próprias histórias e descobrimos que,muito além de nossas diferenças e diversidade, somo um só nAqueleque nos chamou. Em tudo isto vimos o agir de Deus,experimentando de maneira pessoal e inesquecível a provisão e aproteção divina em todas as viagens e atividades. Outros frutos, muitos certamente, só conheceremosnaquele dia diante do Cordeiro (Ap. 7), quando pela féencontraremos colombianos, mexicanos e muitos outros quejuntamente conosco estarão louvando ao Senhor Jesus, mas somenteforam alcançados por causa da abnegação, coragem e obediência destesvoluntários e de suas igrejas em enviá-los. Por tudo isso, e muito mais, como dizia um dos cânticos entoados pelos voluntários nestaviagem, agora é o tempo (ahora es el tiempo). Tempo de plantar para que outros venham acolher. Tempo de colher o que por algúem foi plantado. Agradecemos por tudo o que Deus feznestes dois países, pelo encorajamento que as igrejas receberam, e por saber que no Senhornosso trabalho não foi, e jamais será, em vão.
  2. 2. Colômbia Foram apenas seis dias na capital Bogotá, de 7,5milhões de habitantes. Ali estão servindo o Pr. Jairo esua esposa Débora Muñoz, missionários da JMM nestepaís há mais de 20 anos. Já no primeiro dia visitamos as 6 igrejas com asquais trabalharíamos durante cinco dias. No diaseguinte saímos às ruas com muita energia para otrabalho. Afinal, teríamos apenas cinco dias em solocolombiano e precisávamos ser proativos eaproveitar o tempo. Nossos missionários voluntários deixaramsua marca. Através das atividades de KidsGames,artes, esportes e evangelismo pessoal, forammais de 1.800 crianças, jovens e adultosabordados pelos nossos grupos espalhados pelacidade. Destas, 571 pessoas sinalizaram receberJesus como Senhor e Salvador. Aleluia! Partimos da Colômbia com estes frutos em nossa baga- gem, além da certeza de que a Igreja colombiana precisa e muito de nossas orações, para que mais vocacionados se apresen- tem para a difícil mas com- pensadora obra missionária naquele país.
  3. 3. México Ao final do período na Colômbia, partimos para Guadalajara,capital do estado de Jalisco e sede dos Jogos Pan-Americanos de2011. Ao chegarmos, logo deparamos com a triste estatísticareligiosa desta região que apresenta apenas 1,8% deevangélicos, o que faz deste estado o menos evangelizadode todo o México! Apesar disso, atendendo a oração de centenas deintercessores aqui no Brasil, as portas para servirmos nasEscolas e em outros locais foram milagrosamente abertaspor Deus. As igrejas que jamais haviam entrado em muitasdestas escolas, ficaram surpresas em ver a porta que Deus nosconcedeu neste tempo. Divididos em quatro equipes, agíamos simultaneamente em quatro áreas da cidade, alcançando desta forma milhares de crianças e adultos. Nas manhãs entrávamos nas Escolas, e durante as tardes já estávamos na frente de estádios e praças de competição, prontos para testemunhar nossa fé. Além disso nos autorizaram a entrar com dois grupos de missionários no presídio local, que abriga mais de sete mil internos. Noutro dia, nossos capelães serviram num hospital onde puderam trazer um pouco de conforto aqueles pacientes. Falando em capelania, uma outra grande oportunidade nos foi concedida por Deus.Apresentamos 10 capelães ao Comitê Organizador do PAN, que liberaram sua atuação dentro daVila Pan-Americana durante todo o período dos Jogos. Assim, durante duas semanas tivemosnossos capelães circulando livremente pela Vila, entre atletas e outros envolvidos no evento,podendo atendê-los em suas necessidades espirituais, realizarem culto diários, e quandopossível, compartilharem o amor de Deus. Ao final de 15 dias de muito trabalho, mais de 10.600 crianças e adultos foram alcançadosem Guadalajara, dos quais 1.200 sinalizaram aceitar Jesus como Senhor e Salvador de suasvidas. Somando-se os dois países, mais de 12.450 pessoas foram atendidas e abordadas pornossos missionários, sendo que 1.767 sinalizaram receber Jesus como Senhor de suas vidas.
  4. 4. Conclusão Voltamos para o Brasil com a certeza de termos aproveitado o tempo que alipermanecemos, como se espera de um verdadeiros cristão, ou seja, salgando vidas emquaisquer circunstâncias, fazendo tudo para a glória de Deus (Mt 22.39). Deixamos nestes campos muito mais do que trabalho, ficaram também ofertas pessoais eministeriais. Foram mais de 4.000 dólares doados a missionários e ministérios na Colômbia eMéxico. Além disso material esportivo, de artes e para trabalho infantil também ficaram paratrás, juntamente com um treinamento prático aos líderes locais de como utilizá-los. Por tudo isso, meus caros missionários voluntários, valeu todo seu esforço. Somente Deusconhece os sacrifícios que vocês realizaram para estar conosco nesta viagem, e somente Deuspoderá recompensá-los por sua renúncia em favor de Seu Reino. Nem mesmo as dificuldades quetivemos diminuíram nossa alegria pelo privilégo concedido por Deus. O legado que deixamos nospaíses e comunidades por onde passamos, tenham certeza, não tem preço, pois o verdadeiropreço já fora pago há dois mil anos: o sangue do cordeiro Jesus Cristo. A Ele seja a honra e olouvor, o poder e toda a glória, hoje e para sempre, amém! Equipe Conexão México 2011 Notas dos Missionários e líderes destes países.“Gostaria de agradecer a equipe de voluntários do Brasil que aqui em Bogotá trabalharam. Emespecial quero agradecer por vocês terem nos dado uma oferta. Há 6 meses estávamos sempagar o aluguel de um espaço naquela comunidade onde vocês realizaram KG e artes no últimodia, e quando abrimos o envelope da oferta, não podíamos acreditar, era exatamente o mesmovalor que estávamos devendo. Deus seja louvado! Yinho Marcella. Lider de MinistériosEsportivos – Bogotá.“O tempo que tivemos com a equipe de 63 pessoas vindas do Brasil foi uma benção, tivemos seisigrejas motivadas o tempo todo para fazer o trabalho em conjunto com o time, e os frutos,graças ao nosso Criador, foram notórios. Agora estamos dando um segundo passo, estamosiniciando o discipulado com as pessoas que aceitaram a Cristo durante a campanha, e as Igrejascontinuam igualmente motivadas. Muito obrigado irmãos por terem em conta a Colômbia paraeste evento, e esperamos num futuro tê-los de volta por aqui. Em Cristo, grato por tudo” Pr.Jairo Muñoz. Missionário da JMM em Bogotá“Agradecemos a nuestro Dios el haber tenido su apoyo desde la preparación de nuestra cruzadaen Guadalajara - México, capacitando a nuestras iglesias para compartir el mensaje de unamanera diferente a través de los juegos y deportes. Gracias por el apoyo del numeroso grupode hermanos comprometidos con la gran comisión y por su entrega, dedicación y entusiasmopara con nuestro México, adaptándose a las condiciones y cultura de nuestra ciudad. De maneraresaltable, la alegría en cada una de sus participaciones y en cada actividad que realizaron noimportando bajo que condición estuvieran. Mil gracias por su apoyo. GRACIAS POR AMAR ANUESTRO MÉXICO, GRACIAS POR AMAR A NUESTRO DIOS DE ESA MANERA.” Pr. Omar Rodrigues.Diretor da Convenção Batista e lider do Projeto de Evangelização Mais Que Ouro.

×