Documentário sicko - comparação com SUS

18.139 visualizações

Publicada em

comparação de sistemas de saúde de outros países com o SUS

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.139
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
141
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Documentário sicko - comparação com SUS

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE EDUCAÇÃO E SAÚDE CURSO BACHARELADO EM FARMACIA DISCIPLINA- EPIDEMIOLOGIA E SAÚDE PUBLICA PROFESSORA - YONARA MATEUS SANTANA DOCUMENTÁRIO SICKO: SOS SAÚDE COMPARAÇÃO COM O SUS CUITÉ 2014
  2. 2. Documentário SICKO: SOS Saúde Comparação com o SUS (Sistema Único de Saúde) Sicko é um documentário produzido por Michael Moore que mostra o drama vivido pela população do EUA na saúde. Por não ter um sistema único de saúde, o que prevalece é as empresas de planos de saúde, que grande parte da população não tem condições de pagar e os que são conveniados tem dificuldade de utilizar os serviços quando este põe em risco o rendimento da companhia, visando apenas o enriquecimento das empresas e do próprio governo. No documentário também mostra a dificuldade de adquirir um plano de saúde já que é necessário se enquadrar em um determinado perfil, no qual são listadas a faixa etária, peso, sexo e como já não bastasse tudo isso, o indivíduo ainda não pode possuir nenhum tipo de doença, o que soa irônico por se tratar de um plano de saúde. Além de abordar o modelo de pessoas que não tiveram cobertura de suas despesas com saúde pelo plano de saúde que pagavam, e por não terem a quem pedir socorro ficam a mercê das doenças que as afligem, Michael Moore faz um percurso em outros países como: Canadá, Inglaterra, França e Cuba mostrando como os serviços de saúde são oferecidos pelo governo aos seus habitantes. A comparar o sistema de único de saúde (SUS) com o sistema de saúde dos Estados Unidos, temos os serviços de saúde, desde consultas médicas, cirurgias, exames, tratamentos e medicamentos comuns até os mais complexos cobertos pelos SUS e uma parcela (crescente) destes serviços oferecidos pelos planos de saúde, que ainda assim, tem suas ações vigiadas pelo programa. O SUS deve, ou pelo menos deveria funcionar, basicamente, como nos países mostrados em SICKO: Canadá, França, Cuba... Acredito que o SUS tem um belo funcionamento, mas por enquanto, só no papel, tem muita coisa a ser feito para melhoria.
  3. 3. Mas o que vemos são histórias parecidas com as daquelas experimentadas pelos americanos com seus planos de saúde. Mais os informados têm acesso sim aos serviços de saúde. As pessoas com acesso à informação têm ao menos noção de como funciona o Sistema Único de Saúde, conhecem seus direitos e por isso vai requerê-los sempre que precisarem. Essas pessoas bem informadas são a minoria do nosso país. Enquanto pessoas, famílias definham sem saberem o quê e como fazer, a quem ou o quê recorrer, outras pessoas, famílias têm acesso aos serviços gratuitos do SUS e com relativa facilidade. Sei que no Brasil a realidade dos Planos de Saúde não são muito diferentes das dos EUA, mas acredito que com a potencialização do SUS conseguiremos juntos um Sistema de Saúde integral e resolutivo para todos, enfraquecendo cada vez mais os Planos de Saúde.

×