Principais Falhas em Auditorias do PBQP-H

3.321 visualizações

Publicada em

Conheça as principais falhas que ocorrem em auditorias do PBQP-H.

Precisa de ajuda para implementar o PBQP-H?
Acesse templum.com.br e solicite um contato de nossos especialistas!

Publicada em: Negócios, Saúde e medicina
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.321
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
82
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
245
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Principais Falhas em Auditorias do PBQP-H

  1. 1. PRINCIPAIS FALHAS EM AUDITORIAS DO PBQP-H
  2. 2. PARA COMEÇAR... ...A VERSÃO 2012
  3. 3. VERSÃO 2012 A versão 2012 do SiAC incluiu alguns requisitos, antes não verificados em obras. São eles:
  4. 4. 1. Indicadores de qualidade sustentáveis no canteiro de obras da empresa, como, por exemplo, a geração de resíduos e consumo de água e energia; VERSÃO 2012
  5. 5. 2. Itens de saúde e segurança ocupacional no canteiro de obras; VERSÃO 2012
  6. 6. 3. A necessidade de atendimento aos requisitos regulamentares e estatutários. VERSÃO 2012
  7. 7. O QUE ? ACONTECEU
  8. 8. A partir dessa revisão, as maiores falhas ocorridas em auditorias são relacionadas a esses requisitos antes não abordados, principalmente os requisitos estatutários. São eles:
  9. 9. 1. Comunicação prévia ao Ministério do Trabalho; 2. Livro de inspeção do Ministério do Trabalho; REQUISITOS LEGAIS
  10. 10. 3. PPRA, PCMSO e PCMAT construtora e empreiteiros; 4. ASO dos funcionários da construtora e empreiteiros; REQUISITOS LEGAIS
  11. 11. 5. CIPA; 6. Treinamento NR 35 – Trabalho em altura; REQUISITOS LEGAIS
  12. 12. 7. Treinamento NR10 – Eletricistas; 8. Destinação adequada dos Resíduos Sólidos; REQUISITOS LEGAIS
  13. 13. 9. ART em nome da construtora que está se certificando; 10. Alvará de construção; - Placa da obra, conforme requisitos CREA; REQUISITOS LEGAIS
  14. 14. 11. Ficha de distribuição de EPI; 12. Cumprimento da NR18. REQUISITOS LEGAIS
  15. 15. PONTOS CRÍTICOS QUE SÃO REQUISITOS ESPECÍFICOS DA OBRA
  16. 16. RASTREABILIDADE Todos os materiais cuja qualidade não possa ser assegurada por meio de medição e monitoramento realizados antes da sua aplicação, devem ter sua rastreabilidade controlada, tais como:
  17. 17. 1. Concreto: Mapa de concretagem, controle tecnológico; RASTREABILIDADE
  18. 18. 2. Bloco: Mapa de alvenaria, controle tecnológico; RASTREABILIDADE
  19. 19. 3. Aço: Laudo rastreável à entrega (lote, NF) Certificação compulsória, sendo obrigatória a verificação da respectiva marca do INMETRO ou da rastreabilidade dos ensaios constantes dos laudos; RASTREABILIDADE
  20. 20. OBRA A falha mais comum que ocorre durante a auditoria em obra, é o controle dos materiais e serviços, tais como:
  21. 21. 1. Serviços controlados: - Procedimentos e formulários de inspeção para as % mínimas estabelecidas em cada nível (40% nível B e 100% nível A); - 50% de serviços aplicados; - ¼ de serviços em execução no dia da auditoria. OBRA
  22. 22. 2. Materiais controlados: - Procedimentos e formulários de inspeção para as % mínimas estabelecidas em cada nível (50% nível B e 100% nível A); - 50% de materiais aplicados; - ¼ de materiais armazenados ou sendo aplicados no dia da auditoria. OBRA
  23. 23. Além do controle dos serviços e materiais controlados podemos apontar as seguintes falhas ocorridas em obra: 1. Procedimentos de execução de serviços que não declaram exatamente o que está sendo executado; OBRA
  24. 24. 2. Falta de registros de não conformidades ocorridas durante execução da obra ou recebimento do material; OBRA
  25. 25. 3. Falta de verificação dos dispositivos de medição; OBRA
  26. 26. 4. Armazenamento inadequado dos materiais controlados; OBRA
  27. 27. 5. Falta de treinamentos relacionados a execução do serviço. OBRA
  28. 28. COMPRAS Uma das principais falhas do processo de compras são:
  29. 29. 1. Qualificação e avaliação dos fornecedores de serviços: Além da qualificação e avaliação dos fornecedores de materiais controlados, deve ser realizada a qualificação dos fornecedores de serviço controlado, laboratórios, serviços de projetos e serviços de engenharia; COMPRAS
  30. 30. 2. Especificações de aquisição: Os documentos de aquisição devem descrever claramente o que está sendo comprado, contendo especificações técnicas (contrato, pedido de compra etc). COMPRAS
  31. 31. PROJETO A falha mais comum relacionada a projeto é a interpretação do item 7.3.1 ao 7.3.7 e do item 7.3.8, tais como:
  32. 32. 1. Projetos de responsabilidade da construtora (7.3.1 ao 7.3.7): - Projetos elaborados na construtora ou contratados; - Planejamento, entradas, saídas, análise crítica, verificação, controle de revisões e validação. PROJETO
  33. 33. 2. Projetos fornecidos pelo cliente (7.3.8): - Análise crítica. Uma outra falha é a exclusão desses itens do escopo do sistema de gestão da qualidade. PROJETO
  34. 34. PROCESSOS RELACIONADOS AO CLIENTE A principal falha relacionada a este item do SiAC é a evidência da análise crítica dos requisitos relacionados à obra:
  35. 35. 1. Existem obras com requisitos viabilizados pela própria construtora (incorporação); PROCESSOS RELACIONADOS AO CLIENTE
  36. 36. 2. Existem obras com requisitos pré determinados (requisitos clientes, licitações etc). Além destes itens a falta de Monitoramento da Satisfação do Cliente é algo que gera muitas discussões em auditorias. PROCESSOS RELACIONADOS AO CLIENTE
  37. 37. RECURSOS HUMANOS Na área de Recursos Humanos as principais falhas são:
  38. 38. 1. Descrição de cargos que não condizem com a realidade da empresa; RECURSOS HUMANOS
  39. 39. 2. Falta da comprovação das competências (escolaridade, treinamento, habilidade, qualificação profissional e experiência). RECURSOS HUMANOS
  40. 40. GESTÃO DA QUALIDADE As falhas encontradas no processo de gestão da qualidade são:
  41. 41. 1. Manual da Qualidade: Não conter o nível pretendido para a certificação, referência à norma auditada e sua revisão, informações que contradizem os procedimentos existentes; GESTÃO DA QUALIDADE
  42. 42. 2. Controle de documentos: Documentos obsoletos disponíveis nos locais de uso; GESTÃO DA QUALIDADE
  43. 43. 3. Controle de registros: Controle dos formulários e não dos registros, registros armazenados em locais diferentes do indicado em procedimento; GESTÃO DA QUALIDADE
  44. 44. 4. Auditoria interna: Falha no cumprimento da frequência de realização das auditorias, falta de definição das competências para os auditores. GESTÃO DA QUALIDADE
  45. 45. 5. Não conformidade: Falta de registros de não conformidade, falta de identificação de materiais ou serviços considerados não conformes; GESTÃO DA QUALIDADE
  46. 46. 6. Ação corretiva: Falta de registros de ações corretivas, análise de causa inadequada, definições de ações de correção e não corretivas; GESTÃO DA QUALIDADE
  47. 47. 7. Ação preventiva: Falta de registros de ações preventivas; GESTÃO DA QUALIDADE
  48. 48. 8. Objetivos da qualidade: Falta de medição dos objetivos da qualidade; GESTÃO DA QUALIDADE
  49. 49. 9. Análise Crítica pela Direção: Falta de definição da frequência de realização da análise crítica, falta de análise crítica das entradas definidas pelo SiAC, falta de resultados de saídas definidas pelo SiAC. GESTÃO DA QUALIDADE
  50. 50. DIREÇÃO A direção da empresa é a base de toda construção do Sistema de Gestão da Qualidade. As principais falhas ocorridas são:
  51. 51. 1. Falta de comprometimento; DIREÇÃO
  52. 52. 2. Falta de definição das responsabilidades, autoridades e comunicação; DIREÇÃO
  53. 53. 3. Objetivos da qualidade, planejamento do SGQ, condução da análise crítica pela direção, disponibilização de recursos. DIREÇÃO
  54. 54. CONHEÇA TEMPLUM CONSULTORIA ONLINE
  55. 55. IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO E QUALIDADE COM RAPIDEZ E BAIXO CUSTO. TAMBÉM PARA A PEQUENA EMPRESA.
  56. 56. PROCESSO DE IMPLEMENTAÇÃO EXTREMAMENTE RÁPIDO DÚVIDAS RESOLVIDAS NA HORA ATÉ 70 % MAIS BARATO QUE A CONSULTORIA TRADICIONAL CERTIFICAÇÃO GARANTIDA EM CONTRATO
  57. 57. ENTRE EM CONTATO CONOSCO 0800 770 3044 TEMPLUM.COM.BR

×