Corpos espirituais

253 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Corpos espirituais

  1. 1. Corpos Espirituais e Nossa Evolução
  2. 2. São vários os corpos que nos acompanham em uma vida, que efetivamente é uma jornada de aprendizado. Cada corpo esta sintonizado em uma faixa vibratória possuindo assim uma freqüência específica.
  3. 3. Para que se tenha uma idéia vamos comparar esses corpos à difusão de diferentes ondas de rádio num mesmo quarto, ou, como mensagens de telefones fluindo ao longo de uma única fibra ótica sem que ela se misture.
  4. 4. Da mesma maneira que uma onda de rádio é "inaudível" a um rádio que não está sintonizado naquela determinada estação, ao morrermos, passamos a existir de forma muito mais sutil e vibramos numa freqüência tão rápida que nosso novo corpo torna-se invisível à maioria das pessoas não clarividentes.
  5. 5. Porque o Espírito precisa de Corpos? Para que o espírito possa atuar em uma dimensão mais densa se reveste de corpos que diminuem sua potência energética.
  6. 6. Exemplo: Hidroelétrica 800.000 Kwh Sub-estação 380.000 Kwh Transformadores 13.000 Kwh Lâmpada 110/220V
  7. 7. Este processo é denominado descenso energético.
  8. 8. Classificação dos Corpos 1. Corpo Físico 2. Corpo Etérico ou Duplo Etérico 3. Corpo Astral ou Perispírito 4. Corpo Mental Inferior 5. Corpo Mental Superior 6. Corpo Búdico 7. Corpo Átmico ou Espírito 1 2 3 4 5 6 7 “São 7 (sete) os corpos a serem estudados.” Simplificação Efetuada por Kardec Nº Esoterismo Espiritismo 1 Corpo Físico Corpo Físico 2 Corpo Etérico/Duplo Etérico Perispírito 3 Corpo Astral/Perispírito 4 Corpo Mental Inferior 5 Corpo Mental Superior ou Causal 6 Corpo Budico (Buddhi) 7 Corpo Atmico/Espírito Espírito
  9. 9. Corpo Físico “O corpo Físico é o envelope do princípio pensante, que vemos nascer, crescer e morrer. É o suporte material de quem o espírito se utiliza quando encarnado para ajudá-lo em sua evolução.”
  10. 10. O Duplo Etérico é, um corpo fluídico, que se apresenta como uma duplicata energética do indivíduo, interpenetrando o seu corpo físico, ao mesmo tempo em que parece dele emergir. O duplo etérico emite, continuamente, uma emanação energética que se apresenta em forma de raias ou estrias que partem de toda a sua superfície. Ao conjunto dessas raias é que, geralmente, se denomina aura interna. É também na supercície do duplo etérico que concentram os “Chacras” e o “Fluído Vital” . Corpo Etérico ou Duplo Etérico
  11. 11. Fotos Kirlian Semyon Kirlian Auras Chacras
  12. 12. Corpo Astral ou Perispírito Perispírito (do grego = em torno de) É o envoltório sutil e perene do espírito, que possibilita sua interação com o meio espiritual e físico.
  13. 13. O Perispírito é o princípio intermediário entre a matéria e o Espírito, cuja finalidade é tríplice: • Manter indestrutível e intacta a individualidade; • Servir de substrato ao corpo físico, durante encarnação ; • Constituir o laço de união entre o Espírito e o corpo físico, para a transmissão recíproca das sensações de um e de outro .
  14. 14. • Mental Inferior • Mental Superior Corpos Mentais
  15. 15. O corpo mental inferior é formado pela: Mente Instintiva também conhecida por Instinto, Mente Subjetiva, Sub-consciente ou Inconsciente. Mental Inferior Instinto Inconsciente
  16. 16. Mental Inferior Instinto paixões, emoções, sensações, apetite, sentimentos Impulsos, Desejos. A Mente Instintiva é o arquivo dos aprendizados por toda a vida, para serem consultados no momento necessário e utilizados, sem precisar consultar o intelecto mediante a necessidade de realizar uma operação já aprendida. Ex: Execução de uma música, Dirigir um veículo, Escrever.
  17. 17. Graças a ação da Mente Instintiva, as espécies animais aprenderam a fazer as coisas necessárias para a sua sobrevivência e progresso.
  18. 18. Corpo mental Superior O Corpo Mental Superior é formado pela Mente Intelectiva, Consciente, e pela Mente Espiritual.
  19. 19. • Mente Intelectiva : Raciocínio (certo/errado); • Mente Objetiva : Tomar decisões, escolher, decidir pensar; • Mente Espiritual : Desejos sublimes, pensamentos nobres, intuição pura. Mental Superior Mente Intelectiva Mente Objetiva (consciente) Mente Espiritual
  20. 20. A Mente Intelectiva é responsável pelo raciocínio. É o princípio mental que distingue o homem do “bruto”. Funciona entre a Mente Instintiva, que tenta atrair o ser para o nível inferior, e a Mente Espiritual, que prodigaliza as noções sublimes da vida superior. Mente Intelectiva Mente EspiritualMente Inferior O Passado. O que deve ser processado no Presente. O que está por vir. Mental Superior Mente Intelectiva
  21. 21. A Mente Objetiva é responsável por pensar de forma lógica, optar pelas escolhas e tomar assim decisões. Se o reflexo de uma decisão não foi satisfatório, é perfeitamente possível tentar uma escolha que resulte na ação esperada. Mental Superior Mente Objetiva (consciente)
  22. 22. A Mente Espiritual, cuja ação se exerce através do chacra Coronário, ainda é patrimônio de poucos homens, os quais se sentem impelidos por desejos, aspirações e sonhos cada vez mais elevados, crescendo, sob tal influência sublime, para maior intimidade e amor com o plano Divino. Mental Superior Mente Espiritual
  23. 23. Corpo Buddhi ou Búdico É uma palavra sânscrita que significa “intuição”. O Corpo Búdico é um corpo atemporal, ou seja, não depende do tempo tudo é gravado nele de nossas menores até as maiores experiências vividas durante toda existência de nosso espírito.
  24. 24. Corpo Átmico (Atamn ou Espírito) Constitui a Essência divina presente em cada criatura, o Espírito, a Centelha de Deus.
  25. 25. O evoluir do Homem consiste em viver e experienciar em todos os níveis da criação, desde o Físico até o Espiritual, para, desta experiência, recolher conhecimento e percepções que propiciam o desenvolvimento harmonioso de seu intelecto e sensibilidade de maneira a tornarem-no sábio e feliz.
  26. 26. Ao longo de sua jornada evolutiva a criatura humana sofre sucessivas "mortes" e vai perdendo seus corpos, sem perder os "valores" inerentes a cada um deles. É como a flor que na sua expressão de beleza pura, contém a essência do vegetal por inteiro.

×