SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
ÉTICA


A concepção de ética se interliga ao conceito de moral para
muitas pessoas: sendo a reunião rudimentar de parâmetros de
comportamento. Em que o primeiro é uma das características,
um sub item da moral.
Pode-se dizer que Ética é uma
filosofia de vida de acordo com os
padrões pré-estabelecidos pelo
indivíduo dentro de um grupo
profissional ou pessoal, que não
significa ter sempre a moral como
referência.
PCN e Ética na escola
Dimensão Social e Dimensão Pessoal:

. Atitudes;
. normas;
. valores.
Comprometer a Informar


Construção da formação e
transformação de valores e atitudes.
Promover os saberes


Considerar os conhecimentos (e
sentimentos) prévios dos alunos.
Buscar


Autonomia nas relações.
Alcance geral:


Instruir à todos o direito a ter
direitos.
Cidadania
. Entendimentos aos diferentes valores;
. eleger – pelo direito – da escolha de valores
   para si;
. discussão e questionamentos;
. informar, refletir sobre causas e
   consequências dos comportamentos sociais
   e seus produtos – relações sociais – que
   podem ser transformados.
Ética no contexto escolar


 Relacionar autonomia e autoridade, e
 seus valores e papeis sociais.
Refletir sobre: as condutas coletivas
(de si e do outro), sobre os princípios
contemporâneos; conhecer a
diversidade de valores presentes na
sociedade brasileira; promover a
pluralidade.
Refletir sempre:

Ética é um constante pensar e
refere-se a princípios nunca
impostos.
Escola e ensino
Ajuda na construção moral dos alunos
- formação dos entendimentos sobre
os princípios do convívio social
Professores:


Promover os valores e regras junto
aos alunos.
Atitudes


Legitimar valores e regras morais.
Sensibilizar a essa legitimação às
  regras.
PRATICAR


Regras são para todos!
Aliança


• Responsabilidade.
• Juízo.
• Diálogo.
Racionalizar


• Fazer escolhas.
• Julgar valores sobre as escolhas.
• Comunicação democrática.
Tender aos ensinamentos
 da escola democrática:


Respeito mútuo, justiça, diálogo e
solidariedade.
Referências:
BRASIL. Ministério da Educação e do
Desporto. Secretaria de Educação
Fundamental. Parâmetros curriculares
nacionais. Brasília, DF: MEC/SEF, 1998.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Educação como exercício do poder.
Educação como exercício do poder.Educação como exercício do poder.
Educação como exercício do poder.Simone Becker
 
TRABALHO DE FILOSOFIA 3º A ( ÉTICA NA ESCOLA).
TRABALHO DE FILOSOFIA 3º A ( ÉTICA NA ESCOLA).TRABALHO DE FILOSOFIA 3º A ( ÉTICA NA ESCOLA).
TRABALHO DE FILOSOFIA 3º A ( ÉTICA NA ESCOLA).Josilene Braga
 
Os valores humanos básicos
Os valores humanos básicosOs valores humanos básicos
Os valores humanos básicosÁlvarez Dantas
 
Sociologia
SociologiaSociologia
SociologiaNAPNE
 
Marcos Cordiolli Ética e cidadania na sala de aula Versão 2013
Marcos Cordiolli   Ética e cidadania na sala de aula Versão  2013Marcos Cordiolli   Ética e cidadania na sala de aula Versão  2013
Marcos Cordiolli Ética e cidadania na sala de aula Versão 2013Marcos Cordiolli
 
Powerpoint ética na prática pedagógica
Powerpoint ética na prática pedagógicaPowerpoint ética na prática pedagógica
Powerpoint ética na prática pedagógicaRamiro Marques
 
Ppt por isabel p. santos tr42 - o processo de socialização contemporâneo im...
Ppt por isabel p. santos   tr42 - o processo de socialização contemporâneo im...Ppt por isabel p. santos   tr42 - o processo de socialização contemporâneo im...
Ppt por isabel p. santos tr42 - o processo de socialização contemporâneo im...Isabel Santos
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socializaçãohomago
 
Indivíduo, identidade e socialização
Indivíduo, identidade e socializaçãoIndivíduo, identidade e socialização
Indivíduo, identidade e socializaçãoEdenilson Morais
 
Como se sustemtam os grupos sociais
Como se sustemtam os grupos sociaisComo se sustemtam os grupos sociais
Como se sustemtam os grupos sociaisEsther Alves
 

Mais procurados (20)

Etica e cidadania lps
Etica e cidadania   lpsEtica e cidadania   lps
Etica e cidadania lps
 
Educação como exercício do poder.
Educação como exercício do poder.Educação como exercício do poder.
Educação como exercício do poder.
 
Curso online unieducar etica e cidadania na escola
Curso online unieducar etica e cidadania na escolaCurso online unieducar etica e cidadania na escola
Curso online unieducar etica e cidadania na escola
 
TRABALHO DE FILOSOFIA 3º A ( ÉTICA NA ESCOLA).
TRABALHO DE FILOSOFIA 3º A ( ÉTICA NA ESCOLA).TRABALHO DE FILOSOFIA 3º A ( ÉTICA NA ESCOLA).
TRABALHO DE FILOSOFIA 3º A ( ÉTICA NA ESCOLA).
 
Prática docente
Prática docentePrática docente
Prática docente
 
éTica X Educacao
éTica X EducacaoéTica X Educacao
éTica X Educacao
 
Araucaria sidney 4
Araucaria sidney 4Araucaria sidney 4
Araucaria sidney 4
 
Valores na escola
Valores na escolaValores na escola
Valores na escola
 
Ética na educação
Ética na educaçãoÉtica na educação
Ética na educação
 
ETICA
ETICAETICA
ETICA
 
Os valores humanos básicos
Os valores humanos básicosOs valores humanos básicos
Os valores humanos básicos
 
Sociologia
SociologiaSociologia
Sociologia
 
Marcos Cordiolli Ética e cidadania na sala de aula Versão 2013
Marcos Cordiolli   Ética e cidadania na sala de aula Versão  2013Marcos Cordiolli   Ética e cidadania na sala de aula Versão  2013
Marcos Cordiolli Ética e cidadania na sala de aula Versão 2013
 
Powerpoint ética na prática pedagógica
Powerpoint ética na prática pedagógicaPowerpoint ética na prática pedagógica
Powerpoint ética na prática pedagógica
 
Ppt por isabel p. santos tr42 - o processo de socialização contemporâneo im...
Ppt por isabel p. santos   tr42 - o processo de socialização contemporâneo im...Ppt por isabel p. santos   tr42 - o processo de socialização contemporâneo im...
Ppt por isabel p. santos tr42 - o processo de socialização contemporâneo im...
 
Etica e cidadania
Etica e cidadaniaEtica e cidadania
Etica e cidadania
 
Grupos sociais
Grupos sociaisGrupos sociais
Grupos sociais
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
 
Indivíduo, identidade e socialização
Indivíduo, identidade e socializaçãoIndivíduo, identidade e socialização
Indivíduo, identidade e socialização
 
Como se sustemtam os grupos sociais
Como se sustemtam os grupos sociaisComo se sustemtam os grupos sociais
Como se sustemtam os grupos sociais
 

Semelhante a BICASTIRADENTES_ETICAI

tica-141014092411-conversion-gate02.pptx
tica-141014092411-conversion-gate02.pptxtica-141014092411-conversion-gate02.pptx
tica-141014092411-conversion-gate02.pptxDeboraCaroline16
 
BicasTiradentes_EticaI_ConvívioSocialFamíliaeEscola
BicasTiradentes_EticaI_ConvívioSocialFamíliaeEscolaBicasTiradentes_EticaI_ConvívioSocialFamíliaeEscola
BicasTiradentes_EticaI_ConvívioSocialFamíliaeEscolatemastransversais
 
Módulo IV Aula 8
Módulo IV Aula 8Módulo IV Aula 8
Módulo IV Aula 8CETUR
 
Texto27 P7
Texto27 P7Texto27 P7
Texto27 P7renatotf
 
etica profissional em Servico Social 2023.pptx
etica profissional em Servico Social 2023.pptxetica profissional em Servico Social 2023.pptx
etica profissional em Servico Social 2023.pptxArmandoPedroJonas
 
éTica e formação profissional
éTica e formação profissional   éTica e formação profissional
éTica e formação profissional Darlan Campos
 
Boa esperança.santa rita ética 1.ppt
Boa esperança.santa rita ética 1.pptBoa esperança.santa rita ética 1.ppt
Boa esperança.santa rita ética 1.ppttemastransversais
 
Ser ou estar professor a construção da ética no contexto escolar
Ser ou estar professor a construção da ética no contexto escolarSer ou estar professor a construção da ética no contexto escolar
Ser ou estar professor a construção da ética no contexto escolarClaudio Santos
 
Roberto pinto valores humanos nas_organizações fib
Roberto pinto valores humanos nas_organizações fibRoberto pinto valores humanos nas_organizações fib
Roberto pinto valores humanos nas_organizações fibjoaovictorsoaressampaio
 
Ue 5 -_a_etica_e_seus_instrumentos_criticos
Ue 5 -_a_etica_e_seus_instrumentos_criticosUe 5 -_a_etica_e_seus_instrumentos_criticos
Ue 5 -_a_etica_e_seus_instrumentos_criticosDi Bilizario
 
Ética e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoÉtica e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoGerisval Pessoa
 
Apoio cp5 a_b
Apoio cp5 a_bApoio cp5 a_b
Apoio cp5 a_bprofisa70
 

Semelhante a BICASTIRADENTES_ETICAI (20)

tica-141014092411-conversion-gate02.pptx
tica-141014092411-conversion-gate02.pptxtica-141014092411-conversion-gate02.pptx
tica-141014092411-conversion-gate02.pptx
 
Artigo valores na escola
Artigo valores na escolaArtigo valores na escola
Artigo valores na escola
 
BicasTiradentes_EticaI_ConvívioSocialFamíliaeEscola
BicasTiradentes_EticaI_ConvívioSocialFamíliaeEscolaBicasTiradentes_EticaI_ConvívioSocialFamíliaeEscola
BicasTiradentes_EticaI_ConvívioSocialFamíliaeEscola
 
Grupo 5
Grupo 5Grupo 5
Grupo 5
 
Módulo IV Aula 8
Módulo IV Aula 8Módulo IV Aula 8
Módulo IV Aula 8
 
Texto27 P7
Texto27 P7Texto27 P7
Texto27 P7
 
etica profissional em Servico Social 2023.pptx
etica profissional em Servico Social 2023.pptxetica profissional em Servico Social 2023.pptx
etica profissional em Servico Social 2023.pptx
 
éTica e formação profissional
éTica e formação profissional   éTica e formação profissional
éTica e formação profissional
 
Vídeo aula 7
Vídeo aula 7Vídeo aula 7
Vídeo aula 7
 
Boa esperança.santa rita ética 1.ppt
Boa esperança.santa rita ética 1.pptBoa esperança.santa rita ética 1.ppt
Boa esperança.santa rita ética 1.ppt
 
Ser ou estar professor a construção da ética no contexto escolar
Ser ou estar professor a construção da ética no contexto escolarSer ou estar professor a construção da ética no contexto escolar
Ser ou estar professor a construção da ética no contexto escolar
 
Formacao Civica
Formacao CivicaFormacao Civica
Formacao Civica
 
Roberto pinto valores humanos nas_organizações fib
Roberto pinto valores humanos nas_organizações fibRoberto pinto valores humanos nas_organizações fib
Roberto pinto valores humanos nas_organizações fib
 
Ue 5 -_a_etica_e_seus_instrumentos_criticos
Ue 5 -_a_etica_e_seus_instrumentos_criticosUe 5 -_a_etica_e_seus_instrumentos_criticos
Ue 5 -_a_etica_e_seus_instrumentos_criticos
 
Ética e Competência
Ética e CompetênciaÉtica e Competência
Ética e Competência
 
Ética e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoÉtica e o profissional da educação
Ética e o profissional da educação
 
Filosofia 4
Filosofia 4Filosofia 4
Filosofia 4
 
Ética e Moral
Ética e Moral   Ética e Moral
Ética e Moral
 
ÉTICA aula 2.pptx
ÉTICA aula 2.pptxÉTICA aula 2.pptx
ÉTICA aula 2.pptx
 
Apoio cp5 a_b
Apoio cp5 a_bApoio cp5 a_b
Apoio cp5 a_b
 

Mais de temastransversais

Bicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagemBicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagemtemastransversais
 
Bicastiradentes saudeii higieneesaude
Bicastiradentes saudeii higieneesaudeBicastiradentes saudeii higieneesaude
Bicastiradentes saudeii higieneesaudetemastransversais
 
Bicastiradentes saudei obesidadeinfantil
Bicastiradentes saudei obesidadeinfantilBicastiradentes saudei obesidadeinfantil
Bicastiradentes saudei obesidadeinfantiltemastransversais
 
Bicastiradentes pluralidadeculturalii etnias
Bicastiradentes pluralidadeculturalii etniasBicastiradentes pluralidadeculturalii etnias
Bicastiradentes pluralidadeculturalii etniastemastransversais
 
Bicastiradentes pluralidadeculturali afrodescendencia
Bicastiradentes pluralidadeculturali afrodescendenciaBicastiradentes pluralidadeculturali afrodescendencia
Bicastiradentes pluralidadeculturali afrodescendenciatemastransversais
 
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescenciaBicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescenciatemastransversais
 
A plataforma moodle como exemplo de ambiente virtual
A plataforma moodle como exemplo de ambiente virtualA plataforma moodle como exemplo de ambiente virtual
A plataforma moodle como exemplo de ambiente virtualtemastransversais
 
Boa esperança.santa rita saúde.2.ppt
Boa esperança.santa rita saúde.2.pptBoa esperança.santa rita saúde.2.ppt
Boa esperança.santa rita saúde.2.ppttemastransversais
 
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2temastransversais
 
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2temastransversais
 
Ipanema durandé pluraridade cultural-5.1
Ipanema durandé pluraridade  cultural-5.1Ipanema durandé pluraridade  cultural-5.1
Ipanema durandé pluraridade cultural-5.1temastransversais
 
Ipanema durandé orientacao-sexual_3.1
Ipanema durandé orientacao-sexual_3.1Ipanema durandé orientacao-sexual_3.1
Ipanema durandé orientacao-sexual_3.1temastransversais
 
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2temastransversais
 
Ipanema durandé saúde-3.1ppt
Ipanema durandé saúde-3.1pptIpanema durandé saúde-3.1ppt
Ipanema durandé saúde-3.1ppttemastransversais
 
Boa esperança.santa rita orientação sexual_1.ppt
Boa esperança.santa rita orientação sexual_1.pptBoa esperança.santa rita orientação sexual_1.ppt
Boa esperança.santa rita orientação sexual_1.ppttemastransversais
 
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppt
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.pptBoa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppt
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppttemastransversais
 
Boa esperança.santa rita meio ambiente 2.ppt
Boa esperança.santa rita meio ambiente 2.pptBoa esperança.santa rita meio ambiente 2.ppt
Boa esperança.santa rita meio ambiente 2.ppttemastransversais
 
Boa esperança.santa rita saúde 1.ppt
Boa esperança.santa rita saúde 1.pptBoa esperança.santa rita saúde 1.ppt
Boa esperança.santa rita saúde 1.ppttemastransversais
 

Mais de temastransversais (20)

G6 agua
G6 aguaG6 agua
G6 agua
 
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagemBicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
 
Bicastiradentes saudeii higieneesaude
Bicastiradentes saudeii higieneesaudeBicastiradentes saudeii higieneesaude
Bicastiradentes saudeii higieneesaude
 
Bicastiradentes saudei obesidadeinfantil
Bicastiradentes saudei obesidadeinfantilBicastiradentes saudei obesidadeinfantil
Bicastiradentes saudei obesidadeinfantil
 
Bicastiradentes pluralidadeculturalii etnias
Bicastiradentes pluralidadeculturalii etniasBicastiradentes pluralidadeculturalii etnias
Bicastiradentes pluralidadeculturalii etnias
 
Bicastiradentes pluralidadeculturali afrodescendencia
Bicastiradentes pluralidadeculturali afrodescendenciaBicastiradentes pluralidadeculturali afrodescendencia
Bicastiradentes pluralidadeculturali afrodescendencia
 
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescenciaBicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
 
A plataforma moodle como exemplo de ambiente virtual
A plataforma moodle como exemplo de ambiente virtualA plataforma moodle como exemplo de ambiente virtual
A plataforma moodle como exemplo de ambiente virtual
 
Ilicínea meioambinte 6
Ilicínea meioambinte 6Ilicínea meioambinte 6
Ilicínea meioambinte 6
 
Boa esperança.santa rita saúde.2.ppt
Boa esperança.santa rita saúde.2.pptBoa esperança.santa rita saúde.2.ppt
Boa esperança.santa rita saúde.2.ppt
 
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
 
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
 
Ipanema durandé pluraridade cultural-5.1
Ipanema durandé pluraridade  cultural-5.1Ipanema durandé pluraridade  cultural-5.1
Ipanema durandé pluraridade cultural-5.1
 
Ipanema durandé orientacao-sexual_3.1
Ipanema durandé orientacao-sexual_3.1Ipanema durandé orientacao-sexual_3.1
Ipanema durandé orientacao-sexual_3.1
 
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
Ipanema durandé meio-ambiente_8.2
 
Ipanema durandé saúde-3.1ppt
Ipanema durandé saúde-3.1pptIpanema durandé saúde-3.1ppt
Ipanema durandé saúde-3.1ppt
 
Boa esperança.santa rita orientação sexual_1.ppt
Boa esperança.santa rita orientação sexual_1.pptBoa esperança.santa rita orientação sexual_1.ppt
Boa esperança.santa rita orientação sexual_1.ppt
 
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppt
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.pptBoa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppt
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppt
 
Boa esperança.santa rita meio ambiente 2.ppt
Boa esperança.santa rita meio ambiente 2.pptBoa esperança.santa rita meio ambiente 2.ppt
Boa esperança.santa rita meio ambiente 2.ppt
 
Boa esperança.santa rita saúde 1.ppt
Boa esperança.santa rita saúde 1.pptBoa esperança.santa rita saúde 1.ppt
Boa esperança.santa rita saúde 1.ppt
 

Último

Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 

Último (20)

Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 

BICASTIRADENTES_ETICAI