Substancias licitas e ilicitas

2.210 visualizações

Publicada em

2º periodo

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.210
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Substancias licitas e ilicitas

  1. 1. Substancias licitas e ilicitas<br />Maconha<br />Cocaína<br />Heroina <br />Canabis<br />Alcool <br />
  2. 2. Maconha <br />Maconha pode causar cancro do pulmão: Alguns estudos sustentam que a maconha mais do que a nicotina pode iniciar alterações cancerígenas em célula do pulmão;<br /> Não prejudica o feto: Não há nenhuma comprovação de que o consumo materno de maconha faça mal ao feto;<br />
  3. 3.
  4. 4. Cocaína <br />O uso da folha de cocaína era controlado pessoalmente pelo imperador. O maior privilégio podia obter era conquistar o direito de mascar as folhas de cocaína, e os nobres costumavam ser sepultados com uma generosa provisão de folhas para abastecê-los no paraíso incaico. Mascadas, as folhas de cocaína produzem euforia e enorme capacidade de trabalho. Nos altiplanos da Cordilheira dos Andes, persiste até hoje entre os habitantes, ajudando-os a enfrentar os problemas da altitude e os rigores do clima.<br />
  5. 5.
  6. 6. Heroina <br />A heroína é descendente directa da morfina, e ambas são tão relacionadas que a heroína, ao penetrar na corrente sanguínea e ser processada pelo fígado, é transformada em morfina. A droga tem sua origem na papoila, planta da qual é extraído o ópio. Processado, o ópio produz a morfina, que em seguida é transformada em heroína. <br />
  7. 7.
  8. 8. Antefinantes <br />Sob a designação geral de anfetaminas, existem três categorias de drogas sintéticas que diferem entre si do ponto de vista químico. As anfetaminas, propriamente ditas, são a destroanfetamina e a metanfetamina. <br />
  9. 9.
  10. 10. Cannabis <br />O Diário da Erva teve elaborou o guia mais completo para cultivo de toda a rede. Você que optou pela subsistência, tenha consciência de que o único lugar onde sucesso vem antes de trabalho é no dicionário. Você passará por dificuldades, decepções e algumas vezes o fracasso total. Não se aflija, foi assim com todos, estude e se aprofunde cada vez mais.<br />
  11. 11.
  12. 12. Tabaco <br />O tabaco é uma planta cujo nome científico é Nicotina, é extraída uma substância chamada nicotina. Seu uso surgiu aproximadamente no ano 1000 A.C., nas sociedades indígenas da América Central, em rituais mágicos-religiosos com objectivo de purificar, contemplar, proteger e fortalecer os ímpetos guerreiros, além de acreditar que a mesma tinha o poder de predizer o futuro. A planta chegou ao Brasil provavelmente pela migração de tribos tupis-guaranis. A partir do século XVI, o seu uso foi introduzido na Europa, por Jean Nicot, diplomata francês vindo de Portugal, após ter-lhe cicatrizado uma úlcera de perna, até então incurável.<br />
  13. 13. Drogas utilizadas <br />
  14. 14. Situação do uso <br />
  15. 15. Situação de uso na escala<br />
  16. 16. Alcool <br />Registros arqueológicos revelam que os primeiros indícios sobre o consumo de álcool pelo ser humano data de aproximadamente 6000 a.C., sendo portanto, um costume extremamente antigo e que tem persistido por milhares de anos. A noção de álcool como uma substância divina, por exemplo, pode ser encontrada em inúmeros exemplos na mitologia, sendo talvez um dos factores responsáveis pela manutenção do hábito de beber ao longo do tempo.<br />
  17. 17.
  18. 18. Alcool <br />E raro o adolescente que aos 14 anos já não tenha experimentado pelo menos uma bebida que contenha álcool, no entanto o inicio do consumo do álcool da-se principalmente no fim da adolescência/inicio da idade adulta, e quando os jovens descobrem a vida nocturna e começam a experimentar varias bebidas alcoólicas, beber bebidas alcoólicas passa a ser uma coisa normal, a isso junta-se um problema ou uma simples festa com os amigos para se apanhar a primeira bebedeira. A maior parte dos jovens consegue controlar o consumo de alcool no entanto a sempre as excepções no inicio não se apercebe ate ao dia em que vai parar ao hospital, começa a ter atitudes mais violentas, crises familiares.<br />
  19. 19.
  20. 20. Trabalho realizado por:<br />João Paulo nº 12<br />Ricardo Henriques nº 15<br />Telmo Brás nº18 <br />

×