O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

TDC2016POA | Trilha UX Design - Design antecipatório para projetos de "zero interfaces".

238 visualizações

Publicada em

Design antecipatório para projetos de "zero interfaces".

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

TDC2016POA | Trilha UX Design - Design antecipatório para projetos de "zero interfaces".

  1. 1. zero interface DESIGN ANTECIPATÓRIO e projetos de
  2. 2. Priscilla Albuquerque Designer de Produto (IFSC), especialista em Gestão Estratégica do Design (UNIVALI) e Design Centrado no Usuário (UP), mestranda em Design (UDESC). Diretora de negócios e consultora de UX design na Catarinas.
  3. 3. Criamos soluções inteligentes para os clientes e experiências memoráveis para os usuários!
  4. 4. “fadiga decisória”
  5. 5. paradoxo da escolha
  6. 6. “I really want to clear my life to ma it so that I have to make as fe decisions as possible abo anything except how to best serve th community
  7. 7. | carga cognitiva quantidade de esforço mental utilizado em determinado momento ou tarefa
  8. 8. “maximizar a usabilidade é minimizar a carga cognitiva”
  9. 9. “maximizar a usabilidade é minimizar a carga cognitiva” e é um dos pontos chave do design antecipatório
  10. 10. “Economia da atenção não é apenas conveniência, também melhora a qualidade da tomada de decisões ao eliminar as “micro-decisões”, deixando espaço no cérebro para focar nas escolhas importantes”
  11. 11. design antecipatório
  12. 12. | design antecipatório “as melhores interfaces serão “nenhuma interface” e as melhores decisões serão feitas sem que você tenha que tomá-las, de acordo com suas preferências e objetivos” Aaron Shapiro Huge
  13. 13. escolhas baseadas no comportamento passado e (prováveis) escolhas futuras
  14. 14. data e hora conexões sociais reuniões próximas previsão tempo trânsito serviços inteligentes habilidade de “conectar os pontos”
  15. 15. flow atrito conveniência escolha eficiência flexibilidade
  16. 16. Ao invés de ajudar o usuário a tomar uma decisão, fazer com que o sistema tome uma decisão por ele
  17. 17. o papel do designer nesse cenário passa a ser a criação de ambientes que eliminem as interações passo a passo o quanto possível para simplificar os processos para as coisas acontecerem quase que automaticamente
  18. 18. feedback antes (inputs de preferência) feedback depois (ajustes e refinamentos)
  19. 19. interface “zero”
  20. 20. command line interface graphical user interface natural user interface
  21. 21. “quando as interfaces tornam-se tão naturais a seu interlocutor e ao ambiente essa interface passa a ser uma extensão da tarefa, tornando-se de certa forma invisível à percepção”
  22. 22. ubiquidade
  23. 23. como é a interface de pagamento/checkout do Uber?
  24. 24. IoTe a interface zero
  25. 25. informação relevante sobre quase tudo
  26. 26. a grande questão é: como usar essa informação a favor do usuário?
  27. 27. onde o design antecipatório já está rolando?
  28. 28. Google Now | “Seu assistente pessoal...”
  29. 29. Facebook | “Pessoas que talvez você conheça...”
  30. 30. Waze | “Recalculando rotas...”
  31. 31. Nest | “Na temperatura certa...”
  32. 32. Amazon | “Recomendado para você…”
  33. 33. Spotify | “Descobertas da semana…”
  34. 34. Amazon Dash Button | “Pedido automático de produtos…”
  35. 35. pontos fortes do design antecipatório
  36. 36. redução do custo das escolhas
  37. 37. simplificação das interfaces
  38. 38. melhoria da qualidade na tomada de decisões
  39. 39. pontos fracos do design antecipatório
  40. 40. pode ser muito restritivo
  41. 41. privacidade dos dados
  42. 42. existem custos psicológicos
  43. 43. designers de um futuro próximo
  44. 44. obrigada! catarinasdesign.com.br priscilla@catarinasdesign.com.br fb.com/catarinasdesign @catarinasdesign

×