SlideShare uma empresa Scribd logo

Raio X

T
taynaz

Wilhelm Roentgen descobriu os raios-X em 8 de novembro de 1895 ao observar que os raios catódicos emitidos por um tubo de raios catódicos podiam atravessar materiais opacos à luz visível e causar fluorescência em uma tela coberta por partículas fluorescentes localizada a alguns centímetros de distância. Ele também notou que os raios-X podiam impressionar placas fotográficas através de materiais, permitindo ver a estrutura interna de objetos. Posteriormente, os raios

1 de 22
Baixar para ler offline
Raio X
 O Raio X foi descoberto pelo físico Alemão Wilhelm Roentgen (1845-1923).Em 8
de novembro de 1895.
Raio, por ele
Ter descoberto
um novo raio.

RAIO X
Símbolo cientifico do
desconhecido .
Os Raios X se devem a liberação de grão de energia, os fótons que são
minúsculas partículas elementares.
Anodo

Catodo

O tubo a vácuo é uma bolha de vidro dentro da qual foi colocado um catodo e
um anodo onde se criou o vácuo.
Quando se passa uma descarga elétrica uma fluorescência se produz ,atrás do
anodo evidenciando uma radiação emitida pelo catodo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIA
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIAINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIA
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIAThassiany Sarmento
 
CONCEITOS DE RADIAÇÃO IONIZANTE E NÃO IONIZANTE
CONCEITOS DE RADIAÇÃO IONIZANTE E NÃO IONIZANTECONCEITOS DE RADIAÇÃO IONIZANTE E NÃO IONIZANTE
CONCEITOS DE RADIAÇÃO IONIZANTE E NÃO IONIZANTEThassiany Sarmento
 
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEARRESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEARRenata Oliveira
 
Introdução à radiologia red. giordano
Introdução à radiologia red. giordanoIntrodução à radiologia red. giordano
Introdução à radiologia red. giordanogrtalves
 
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.Lucas Senna
 
Medicina nuclear aula 01
Medicina nuclear aula 01Medicina nuclear aula 01
Medicina nuclear aula 01Walmor Godoi
 
História da radioatividade
História da radioatividadeHistória da radioatividade
História da radioatividadeMagno Cavalheiro
 
Aula de introdução à proteção radiológica
Aula de introdução à proteção radiológicaAula de introdução à proteção radiológica
Aula de introdução à proteção radiológicaGustavo Vasconcelos
 
Radiações- tipos de radiação e suas aplicações
Radiações- tipos de radiação e suas aplicaçõesRadiações- tipos de radiação e suas aplicações
Radiações- tipos de radiação e suas aplicaçõesMarco Casquinha
 
Aplicações da radioatividade
Aplicações da radioatividadeAplicações da radioatividade
Aplicações da radioatividadeAna Clara Raft
 
Palestra de Efeitos Biológicos das Radiações Ionizantes
Palestra de Efeitos Biológicos das Radiações Ionizantes Palestra de Efeitos Biológicos das Radiações Ionizantes
Palestra de Efeitos Biológicos das Radiações Ionizantes Fabiano Ladislau
 
Produção e equipamentos de raios x
Produção e equipamentos de raios    xProdução e equipamentos de raios    x
Produção e equipamentos de raios xHeraldo Silva
 
Formação das imagens convencionais e digitais: raios X
Formação das imagens convencionais e digitais: raios XFormação das imagens convencionais e digitais: raios X
Formação das imagens convencionais e digitais: raios XPaulo Fonseca
 
História da radiologia no mundo aula 1
História da radiologia no mundo   aula 1História da radiologia no mundo   aula 1
História da radiologia no mundo aula 1Magno Cavalheiro
 
Aula 02 física do raio x e bases de exames
Aula 02 física do raio x e bases de examesAula 02 física do raio x e bases de exames
Aula 02 física do raio x e bases de examesRicardo Aguiar
 

Mais procurados (20)

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIA
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIAINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIA
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIA
 
CONCEITOS DE RADIAÇÃO IONIZANTE E NÃO IONIZANTE
CONCEITOS DE RADIAÇÃO IONIZANTE E NÃO IONIZANTECONCEITOS DE RADIAÇÃO IONIZANTE E NÃO IONIZANTE
CONCEITOS DE RADIAÇÃO IONIZANTE E NÃO IONIZANTE
 
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEARRESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR
 
História da radiologia
História da radiologiaHistória da radiologia
História da radiologia
 
Radiologia revisão aula 1
Radiologia revisão aula 1Radiologia revisão aula 1
Radiologia revisão aula 1
 
Introdução à radiologia red. giordano
Introdução à radiologia red. giordanoIntrodução à radiologia red. giordano
Introdução à radiologia red. giordano
 
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
 
Medicina nuclear aula 01
Medicina nuclear aula 01Medicina nuclear aula 01
Medicina nuclear aula 01
 
História da radioatividade
História da radioatividadeHistória da radioatividade
História da radioatividade
 
Aula de introdução à proteção radiológica
Aula de introdução à proteção radiológicaAula de introdução à proteção radiológica
Aula de introdução à proteção radiológica
 
Tomografia computadorizada
Tomografia computadorizadaTomografia computadorizada
Tomografia computadorizada
 
Radiações- tipos de radiação e suas aplicações
Radiações- tipos de radiação e suas aplicaçõesRadiações- tipos de radiação e suas aplicações
Radiações- tipos de radiação e suas aplicações
 
Aplicações da radioatividade
Aplicações da radioatividadeAplicações da radioatividade
Aplicações da radioatividade
 
Palestra de Efeitos Biológicos das Radiações Ionizantes
Palestra de Efeitos Biológicos das Radiações Ionizantes Palestra de Efeitos Biológicos das Radiações Ionizantes
Palestra de Efeitos Biológicos das Radiações Ionizantes
 
Produção e equipamentos de raios x
Produção e equipamentos de raios    xProdução e equipamentos de raios    x
Produção e equipamentos de raios x
 
Formação das imagens convencionais e digitais: raios X
Formação das imagens convencionais e digitais: raios XFormação das imagens convencionais e digitais: raios X
Formação das imagens convencionais e digitais: raios X
 
Aula radioproteção
Aula radioproteçãoAula radioproteção
Aula radioproteção
 
Aula 03 proteção radológica
Aula 03 proteção radológicaAula 03 proteção radológica
Aula 03 proteção radológica
 
História da radiologia no mundo aula 1
História da radiologia no mundo   aula 1História da radiologia no mundo   aula 1
História da radiologia no mundo aula 1
 
Aula 02 física do raio x e bases de exames
Aula 02 física do raio x e bases de examesAula 02 física do raio x e bases de exames
Aula 02 física do raio x e bases de exames
 

Semelhante a Raio X (20)

A descoberta do Raio-x
A descoberta do Raio-xA descoberta do Raio-x
A descoberta do Raio-x
 
Aula 01 - Introdução aos Princípios de Formação dos Raios X.pptx
Aula 01 - Introdução aos Princípios de Formação dos Raios X.pptxAula 01 - Introdução aos Princípios de Formação dos Raios X.pptx
Aula 01 - Introdução aos Princípios de Formação dos Raios X.pptx
 
Apostila raio x
Apostila raio xApostila raio x
Apostila raio x
 
Aula 23 radiografia industrial
Aula 23   radiografia industrialAula 23   radiografia industrial
Aula 23 radiografia industrial
 
apre-raio x.ppt
apre-raio x.pptapre-raio x.ppt
apre-raio x.ppt
 
Aula De Rx Texto
Aula De Rx TextoAula De Rx Texto
Aula De Rx Texto
 
Trab.física.raios x
Trab.física.raios xTrab.física.raios x
Trab.física.raios x
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
RADIOATIVIDADE
RADIOATIVIDADERADIOATIVIDADE
RADIOATIVIDADE
 
Introdução a radiologia aula 1
Introdução a radiologia aula 1Introdução a radiologia aula 1
Introdução a radiologia aula 1
 
Radiografias
RadiografiasRadiografias
Radiografias
 
Raio x
Raio  xRaio  x
Raio x
 
Estudo Complementar de Radiologia
Estudo Complementar de RadiologiaEstudo Complementar de Radiologia
Estudo Complementar de Radiologia
 
História da Radioatividade
História da RadioatividadeHistória da Radioatividade
História da Radioatividade
 
Rad conv6
Rad conv6Rad conv6
Rad conv6
 
Radioatividade histórico
Radioatividade históricoRadioatividade histórico
Radioatividade histórico
 
Ondas electromagneticas
Ondas electromagneticasOndas electromagneticas
Ondas electromagneticas
 
Ondas electromagneticas
Ondas electromagneticasOndas electromagneticas
Ondas electromagneticas
 
Como Funciona Uma MáQuina De Raios X
Como Funciona Uma MáQuina De Raios XComo Funciona Uma MáQuina De Raios X
Como Funciona Uma MáQuina De Raios X
 
Stm afm
Stm afmStm afm
Stm afm
 

Raio X

  • 2.  O Raio X foi descoberto pelo físico Alemão Wilhelm Roentgen (1845-1923).Em 8 de novembro de 1895.
  • 3. Raio, por ele Ter descoberto um novo raio. RAIO X Símbolo cientifico do desconhecido .
  • 4. Os Raios X se devem a liberação de grão de energia, os fótons que são minúsculas partículas elementares.
  • 5. Anodo Catodo O tubo a vácuo é uma bolha de vidro dentro da qual foi colocado um catodo e um anodo onde se criou o vácuo.
  • 6. Quando se passa uma descarga elétrica uma fluorescência se produz ,atrás do anodo evidenciando uma radiação emitida pelo catodo.
  • 7. Rontgen resolve colocar uma fina camada de folha de alumínio e constata que os raios catódicos atravessa o alumínio e alguns centímetros para fora fica luminescente.
  • 8. Podendo manchar uma chapa fotográfica.
  • 9. Ele confeccionou uma capa de cartolina preta afim de evitar que a iluminação do tubo influencia-se na sua experiência.
  • 10. Rontgen aumento a frequência dos raios, ele queria verificar se os raios poderia sensibilizar uma tela revestida de partículas fluorescente.
  • 11. Ele retirou a cartolina e colou a tela em um alcance mais direto da radiação, quando ele envia uma descarga ele passa sem querer a mão entre o tubo a vácuo e a tela fluorescente.
  • 13. Através disto ele descobriu também que os raios imprimia copia nas placas fotográfica.
  • 14. Em 1921 com a falta de nitidez devido a outros tecidos que se encontra na frente, o medico francês Andre Bocaje propõe deslocar em um movimento inverso e acoplado o tubo de emissor de raio X e a placa receptora em relação ao um eixo e percebeu- se que o órgão desejado ficou mais nítido Com isso criaram a tomografia.
  • 15. Raio X  Esses raios são raios de energia eletromagnética assim como a luz ou as micros ondas de raio.  Devido ao curto comprimento de ondas elas passavam facilmente por algumas substância como a carne, mas era detida por outras como o osso. Antes Depois
  • 17. O Raio X tem varias utilidades:  O dentista que usa para encontrar caries ou dentes inclusos.
  • 19. Seguranças de aviões para encontrar pequenas rachaduras no metal que não são visíveis ao olho nu.
  • 20. No aeroporto que utiliza sensores eletrônicos para olhar o que tem em nossas bagagens.
  • 21.  Os Raios X não são produzido apenas pelas máquinas de Raio X , eles são produzido na natureza.   Pelo Sol Pelas estrelas e outros corpos celestiais. Raio X produzido por corpos celestiais