SlideShare uma empresa Scribd logo

Saúde mental folder

Tatiane
Tatiane

O documento discute a reforma psiquiátrica no Brasil, incluindo a criação do SUS e leis que promoveram a desinstitucionalização como a Lei da Reforma Psiquiátrica de 1987. Também descreve os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) como serviços comunitários que oferecem atendimento diário para pessoas com transtornos mentais graves.

1 de 2
Baixar para ler offline
REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL
Segundo a OMS:
 Saúde é um estado completo de bem estar físico,
mental e social e não somente ausência de afecções e
enfermidades.
 Saúde Mental – estado de bem estar em que o
indivíduo tem percepção do seu potencial, consegue
lidar com o stress do dia -a- dia, trabalhar de forma
produtiva e contribuir para sua comunidade.
 Ocorre com a chegada da família real em 1808,
constituindo o marco inicial da aplicação de práticas
interventivas.
Caracterizado por críticas à:
 Hospitalização;
 Estigmatização do doente;
 Hegemonia da rede privada.
REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL e o SUS
Década de 80/90- lei 8080/90- criação do SUS:
 Saúde como Dever do Estado e Direito de Todos.
Princípios do SUS
 Acesso Universal;
 Integralidade das Ações;
 Equidade;
 Descentralização;
 Controle Social.
REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL
 Criação de uma política de saúde mental no combate à
cultura hospitalêmica e à institucionalização;
 Em 1987- I Conferência Nacional de Saúde Mental - 2º
Encontro de Trabalhadores em Saúde Mental.
“Por uma sociedade sem manicômios”.
Lei – 89 - Dispõe acerca de:
 Extinção progressiva dos manicômios;
 Criação de recursos assistenciais substitutivos;
 Regulamentação da internação compulsória.
- Movimento da Luta antimanicomial –
 18 de maio houve a superação do manicômio -
Estrutura física/ideológica;
 Tendo como principal objetivo da reinserção social: o
exercício da cidadania vendo o deficiente mental como
um “ ATOR SOCIAL”.
Lei Paulo Delgado – sancionada em 2001/ LEI FEDERAL 10.216
 Redireciona a assistência em saúde mental;
 Dispõe sobre a proteção e direitos das pessoas com
transtornos mentais.
SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO BÁSICA
1. Saúde Mental no NASF
 Ampliação e Qualificação do cuidado às pessoas com
transtornos mentais nos serviços, com base no
território.
- Política Nacional de Saúde Mental –
 Redução gradual e planejada de leitos em hospitais
psiquiátricos;
 Implantação e Implementação de uma rede
diversificada de serviços de saúde mental de base
comunitária eficaz.
SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA
2. Diretrizes
 Apoio Matricial – é um arranjo técnico – assistencial
que visa a ampliação da clínica das equipes de Saúde
da Família, com a construção de vínculos entre
profissionais e usuários.
3. Situação de Riscos e Definição de Prioridades
 Suspeita de maus tratos e abuso sexual de crianças e
adolescentes;
 Uso de medicação por longo período sem avaliação
médica;
 Problemas graves relacionados ao abuso de álcool e
outras drogas.
4. Responsabilidades NASF – Equipes de Saúde da
Família relativas à Saúde Mental
 Responsabilidade pelo cuidado aos usuários de saúde
mental do território;
 Romper com a lógica do encaminhamento.
5. Articulação com a Rede de Serviços de Saúde Mental
 Articulação com os serviços especializados,
principalmente com os Caps, organiza o fluxo de
atendimento e o processo de trabalho de modo a
tornar horizontais as especialidades e permitir que
permeiem toda a atuação das equipes de saúde.
- CENTROS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL –
O que é um CAPS?
 Serviço de saúde aberto e comunitário do SUS;
 Lugar de referência e tratamento para pessoas que
sofrem com transtornos mentais, psicoses, neuroses
graves.
Visão
 Prestar atendimento em regime de atenção diária.
Estratégia
 Direcionamento local das políticas e programas de
saúde mental.
Quando surgem os CAPS?
 Março 1986 em São Paulo: Centro de Atenção
Psicossocial Professor Luiz da Rocha Cerqueira.
Missão
 Dar atendimento diuturno às pessoas que sofrem com
transtornos mentais severos e persistentes, num dado
território, oferecendo cuidados clínicos e reabilitação
psicossocial.
Quem pode ser atendido no CAPS?
 Aquelas que apresentam intenso sofrimento psíquico;
 Pessoas com transtornos mentais severos e/ou
persistentes;
 Pessoas com grave comprometimento psíquico,
incluindo transtornos relacionados às substâncias
psicoativas (álcool e outras drogas);
 Crianças e adolescentes com transtornos mentais.
O que os usuários e seus familiares podem esperar do
tratamento no CAPS?
O CAPS poderá oferecer, conforme as determinações
da Portaria GM 336/02:
 Atendimento Intensivo: trata-se de atendimento
diário, quando a pessoa se encontra com grave
sofrimento psíquico. Atendimento pode ser
domiciliar, se necessário.
 Atendimento Semi-Intensivo: o usuário pode ser
atendido até 12 dias no mês. É oferecida quando o
sofrimento e a desestruturação psíquica da pessoa
diminuíram. Atendimento pode ser domiciliar, se
necessário.
 Atendimento Não-Intensivo: oferecido quando a
pessoa não precisa de suporte contínuo da equipe,
podendo ser atendido até 3 dias no mês. Atendimento
pode ser domiciliar.
Atividades terapêuticas oferecidas
 Psicoterapia individual ou em grupo;
 Oficinas terapêuticas etc.
O que são oficinas terapêuticas?
São atividades realizadas em grupo com a presença e orientação
de um ou mais profissionais, monitores e/ou estagiários.
Tipos de CAPS
 CAPS I - São serviços para cidade de pequenos porte
que devem dar cobertura para toda clientela com
transtornos mentais severos durante o dia (adultos,
crianças e adolescentes e pessoas com problemas
devido ao uso de álcool e outras drogas);
 CAPS II - São serviços para cidade de médio porte e
atendem durante o dia a clientela adulta;
 CAPS III - São serviços 24horas, geralmente
disponíveis em grandes cidades que atendem a
clientela adulta;
 CAPS ia - São serviços para crianças e adolescentes, em
cidades de médio porte, que funcionam durante o dia;
 CAPS ad - São serviços para pessoas com problemas
pelo álcool ou outras drogas geralmente disponíveis
em cidades de médio porte. Funciona durante o dia.
Composição do CAPS
Todos os tipos são compostos por equipe
multiprofissionais, com presença obrigatória de psiquiatra,
enfermeiro, psicólogo e assistente social.
Objetivos do CAPS
 Dar suporte e supervisionar a atenção à saúde mental
na rede básica;
 Regular a porta de entrada da rede de assistência em
saúde mental de sua área;
 Prestar atendimento em regime de atenção diária.
Programas do governo
 Serviço Residencial Terapêutico;
 Programa de Volta Para Casa
 Leitos de Atenção Integral em Álcool e Outras Drogas.
“Somos loucos...
Porque o mundo não merece nossa lucidez”.

Recomendados

Rede de atenção em saude mental
Rede de atenção em saude mentalRede de atenção em saude mental
Rede de atenção em saude mentalAroldo Gavioli
 
SISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAO
SISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAOSISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAO
SISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAOJorge Samuel Lima
 
Princípios e diretrizes do sus
Princípios e diretrizes do susPrincípios e diretrizes do sus
Princípios e diretrizes do susMarcos Nery
 
A Política Nacional de Saúde Mental e a Organização da Rede de Atenção Psicos...
A Política Nacional de Saúde Mental e a Organização da Rede de Atenção Psicos...A Política Nacional de Saúde Mental e a Organização da Rede de Atenção Psicos...
A Política Nacional de Saúde Mental e a Organização da Rede de Atenção Psicos...Aroldo Gavioli
 
Politicas de saúde mental: organização da rede de assistência psicossocial no...
Politicas de saúde mental: organização da rede de assistência psicossocial no...Politicas de saúde mental: organização da rede de assistência psicossocial no...
Politicas de saúde mental: organização da rede de assistência psicossocial no...Aroldo Gavioli
 
Apresentação do caps
Apresentação do capsApresentação do caps
Apresentação do capsAdriana Emidio
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentacao politicanacional atencaoprimaria
Apresentacao politicanacional atencaoprimariaApresentacao politicanacional atencaoprimaria
Apresentacao politicanacional atencaoprimariaMarcos Nery
 
O trabalho do assistente social no caps ad
O trabalho do assistente social no caps adO trabalho do assistente social no caps ad
O trabalho do assistente social no caps adAlinebrauna Brauna
 
Estratégia saúde da família
Estratégia saúde da famíliaEstratégia saúde da família
Estratégia saúde da famíliaRuth Milhomem
 
Reforma psiquiátrica e política de saúde mental
Reforma psiquiátrica e  política de saúde mentalReforma psiquiátrica e  política de saúde mental
Reforma psiquiátrica e política de saúde mentalmulticentrica
 
Política Nacional de Atenção básica
Política Nacional de Atenção básicaPolítica Nacional de Atenção básica
Política Nacional de Atenção básicaRenata Cadidé
 
Sistema Único de Saúde - Slide c/ vídeo
Sistema Único de Saúde - Slide c/ vídeoSistema Único de Saúde - Slide c/ vídeo
Sistema Único de Saúde - Slide c/ vídeoIsabela Ferreira
 
Aula 1 politicas de saude no brasil
Aula 1   politicas de saude no brasilAula 1   politicas de saude no brasil
Aula 1 politicas de saude no brasilkellyschorro18
 
Sistema Único de Saúde
Sistema Único de SaúdeSistema Único de Saúde
Sistema Único de Saúdeferaps
 
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidadeSaúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidadeAroldo Gavioli
 
Aula reforma psiquiátrica
Aula reforma psiquiátricaAula reforma psiquiátrica
Aula reforma psiquiátricaAroldo Gavioli
 
Portaria 2.436 21 de setembro 2017 nova pnab
Portaria 2.436 21 de setembro 2017 nova pnabPortaria 2.436 21 de setembro 2017 nova pnab
Portaria 2.436 21 de setembro 2017 nova pnabNadja Salgueiro
 
Processo histórico da psiquiatria e da saúde mental
 Processo histórico da psiquiatria e da saúde mental Processo histórico da psiquiatria e da saúde mental
Processo histórico da psiquiatria e da saúde mentalLorena Albuquerque Vieira
 

Mais procurados (20)

Apresentação saude mental 1
Apresentação saude mental 1Apresentação saude mental 1
Apresentação saude mental 1
 
Seminário Saúde Mental na Atenção Básica: "Vínculos e Diálogos Necessários" -...
Seminário Saúde Mental na Atenção Básica: "Vínculos e Diálogos Necessários" -...Seminário Saúde Mental na Atenção Básica: "Vínculos e Diálogos Necessários" -...
Seminário Saúde Mental na Atenção Básica: "Vínculos e Diálogos Necessários" -...
 
Apresentacao politicanacional atencaoprimaria
Apresentacao politicanacional atencaoprimariaApresentacao politicanacional atencaoprimaria
Apresentacao politicanacional atencaoprimaria
 
Saúde Mental
Saúde Mental Saúde Mental
Saúde Mental
 
O trabalho do assistente social no caps ad
O trabalho do assistente social no caps adO trabalho do assistente social no caps ad
O trabalho do assistente social no caps ad
 
Estratégia saúde da família
Estratégia saúde da famíliaEstratégia saúde da família
Estratégia saúde da família
 
Reforma psiquiátrica e política de saúde mental
Reforma psiquiátrica e  política de saúde mentalReforma psiquiátrica e  política de saúde mental
Reforma psiquiátrica e política de saúde mental
 
Saúde mental
Saúde mentalSaúde mental
Saúde mental
 
Política Nacional de Atenção básica
Política Nacional de Atenção básicaPolítica Nacional de Atenção básica
Política Nacional de Atenção básica
 
Programa de Saúde da Família (PSF
Programa de Saúde da Família (PSFPrograma de Saúde da Família (PSF
Programa de Saúde da Família (PSF
 
Sistema Único de Saúde - Slide c/ vídeo
Sistema Único de Saúde - Slide c/ vídeoSistema Único de Saúde - Slide c/ vídeo
Sistema Único de Saúde - Slide c/ vídeo
 
A rede de atenção psicossocial (raps)
A rede de atenção psicossocial (raps)A rede de atenção psicossocial (raps)
A rede de atenção psicossocial (raps)
 
Aula 1 politicas de saude no brasil
Aula 1   politicas de saude no brasilAula 1   politicas de saude no brasil
Aula 1 politicas de saude no brasil
 
Sistema Único de Saúde
Sistema Único de SaúdeSistema Único de Saúde
Sistema Único de Saúde
 
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidadeSaúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
 
Aula Saúde Mental
Aula Saúde MentalAula Saúde Mental
Aula Saúde Mental
 
Aula reforma psiquiátrica
Aula reforma psiquiátricaAula reforma psiquiátrica
Aula reforma psiquiátrica
 
Sus
SusSus
Sus
 
Portaria 2.436 21 de setembro 2017 nova pnab
Portaria 2.436 21 de setembro 2017 nova pnabPortaria 2.436 21 de setembro 2017 nova pnab
Portaria 2.436 21 de setembro 2017 nova pnab
 
Processo histórico da psiquiatria e da saúde mental
 Processo histórico da psiquiatria e da saúde mental Processo histórico da psiquiatria e da saúde mental
Processo histórico da psiquiatria e da saúde mental
 

Destaque

Cartilha saude mental
Cartilha saude mentalCartilha saude mental
Cartilha saude mentalkarol_ribeiro
 
Folder sus local Lagoa da Canoa
Folder sus local Lagoa da CanoaFolder sus local Lagoa da Canoa
Folder sus local Lagoa da CanoaPaula Oliveira
 
Folheto 1
Folheto 1Folheto 1
Folheto 1Daniela
 
Aula saúde mental - Recursos Existentes
Aula saúde mental - Recursos ExistentesAula saúde mental - Recursos Existentes
Aula saúde mental - Recursos ExistentesArnaldo Carvalho
 
Centro de atenção psicossocial alcool, drogas e redução de danos
Centro de atenção psicossocial   alcool, drogas e redução de danosCentro de atenção psicossocial   alcool, drogas e redução de danos
Centro de atenção psicossocial alcool, drogas e redução de danosAlinebrauna Brauna
 
Correlação do que diz o código de ética do psicólogo e o código penal
Correlação do que diz o código de ética do psicólogo e o código penalCorrelação do que diz o código de ética do psicólogo e o código penal
Correlação do que diz o código de ética do psicólogo e o código penalEudmar nunes bastos
 
Apresentação seminário pnh 20 e 21 junho 2013
Apresentação seminário pnh 20 e 21 junho 2013Apresentação seminário pnh 20 e 21 junho 2013
Apresentação seminário pnh 20 e 21 junho 2013redehumanizasus
 
Abordagem da fármaco dependência em atenção primaria
Abordagem da fármaco dependência em  atenção primariaAbordagem da fármaco dependência em  atenção primaria
Abordagem da fármaco dependência em atenção primariaRenanMF
 
A politica do ministério da saúde sobre álcool e drogas
A politica do ministério da saúde sobre álcool e drogasA politica do ministério da saúde sobre álcool e drogas
A politica do ministério da saúde sobre álcool e drogasAlinebrauna Brauna
 
Psicologia na vida adulta
Psicologia na vida adultaPsicologia na vida adulta
Psicologia na vida adultaedi
 
Folder programação semana da mulher
Folder programação semana da mulherFolder programação semana da mulher
Folder programação semana da mulherEvandro Lira
 
transtornos dissociativos de personalidades multiplas
transtornos dissociativos de personalidades multiplastranstornos dissociativos de personalidades multiplas
transtornos dissociativos de personalidades multiplasNadson Morais
 
NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01Amanda Amate
 

Destaque (20)

Cartilha saude mental
Cartilha saude mentalCartilha saude mental
Cartilha saude mental
 
Saúde Mental
Saúde MentalSaúde Mental
Saúde Mental
 
Folder sus local Lagoa da Canoa
Folder sus local Lagoa da CanoaFolder sus local Lagoa da Canoa
Folder sus local Lagoa da Canoa
 
Folheto 1
Folheto 1Folheto 1
Folheto 1
 
Folder nasf
Folder nasfFolder nasf
Folder nasf
 
Aula saúde mental - Recursos Existentes
Aula saúde mental - Recursos ExistentesAula saúde mental - Recursos Existentes
Aula saúde mental - Recursos Existentes
 
Centro de atenção psicossocial alcool, drogas e redução de danos
Centro de atenção psicossocial   alcool, drogas e redução de danosCentro de atenção psicossocial   alcool, drogas e redução de danos
Centro de atenção psicossocial alcool, drogas e redução de danos
 
Correlação do que diz o código de ética do psicólogo e o código penal
Correlação do que diz o código de ética do psicólogo e o código penalCorrelação do que diz o código de ética do psicólogo e o código penal
Correlação do que diz o código de ética do psicólogo e o código penal
 
Apresentação seminário pnh 20 e 21 junho 2013
Apresentação seminário pnh 20 e 21 junho 2013Apresentação seminário pnh 20 e 21 junho 2013
Apresentação seminário pnh 20 e 21 junho 2013
 
Pit
PitPit
Pit
 
Abordagem da fármaco dependência em atenção primaria
Abordagem da fármaco dependência em  atenção primariaAbordagem da fármaco dependência em  atenção primaria
Abordagem da fármaco dependência em atenção primaria
 
Técnico de enfermagem caps i
Técnico de enfermagem   caps iTécnico de enfermagem   caps i
Técnico de enfermagem caps i
 
A politica do ministério da saúde sobre álcool e drogas
A politica do ministério da saúde sobre álcool e drogasA politica do ministério da saúde sobre álcool e drogas
A politica do ministério da saúde sobre álcool e drogas
 
Plano de Ensino
Plano de EnsinoPlano de Ensino
Plano de Ensino
 
01 noas e inovacoes
01 noas e inovacoes01 noas e inovacoes
01 noas e inovacoes
 
Psicologia na vida adulta
Psicologia na vida adultaPsicologia na vida adulta
Psicologia na vida adulta
 
Folder programação semana da mulher
Folder programação semana da mulherFolder programação semana da mulher
Folder programação semana da mulher
 
transtornos dissociativos de personalidades multiplas
transtornos dissociativos de personalidades multiplastranstornos dissociativos de personalidades multiplas
transtornos dissociativos de personalidades multiplas
 
Caps governo
Caps governoCaps governo
Caps governo
 
NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01
 

Semelhante a Saúde mental folder

SAUDE MENTAL - caps (1) EVERSON (1).pdf
SAUDE MENTAL - caps (1) EVERSON (1).pdfSAUDE MENTAL - caps (1) EVERSON (1).pdf
SAUDE MENTAL - caps (1) EVERSON (1).pdfEversonCampos3
 
AULA 12 - PROGRANA NACIONAL DE SAUDE MENTAL.pptx
AULA 12 - PROGRANA NACIONAL DE SAUDE MENTAL.pptxAULA 12 - PROGRANA NACIONAL DE SAUDE MENTAL.pptx
AULA 12 - PROGRANA NACIONAL DE SAUDE MENTAL.pptxVanessaAlvesDeSouza4
 
5093 palestra saude_mental_(3)
5093 palestra saude_mental_(3)5093 palestra saude_mental_(3)
5093 palestra saude_mental_(3)Ana Ferraz
 
Situação atual da saúde mental no sus
Situação atual da saúde mental no susSituação atual da saúde mental no sus
Situação atual da saúde mental no susArley Melo
 
AULA 1 SAUDE MENTAL.pptx
AULA 1 SAUDE MENTAL.pptxAULA 1 SAUDE MENTAL.pptx
AULA 1 SAUDE MENTAL.pptxkenia244003
 
Saúde mental no sus (1)
Saúde mental no sus (1)Saúde mental no sus (1)
Saúde mental no sus (1)Jose Roberto
 
Drogas & saúde mental
Drogas & saúde mentalDrogas & saúde mental
Drogas & saúde mentalkmillaalves
 
Saúde pública
Saúde públicaSaúde pública
Saúde públicaArley Melo
 
Programa de saúde mental no SUS
Programa de saúde mental no SUSPrograma de saúde mental no SUS
Programa de saúde mental no SUSPatrícia Prates
 
SaúDe Mental E Excluaso Social
SaúDe Mental E Excluaso SocialSaúDe Mental E Excluaso Social
SaúDe Mental E Excluaso SocialRenato Moura
 
Apresentação sm -caminhos-cuidado_novo
Apresentação sm -caminhos-cuidado_novoApresentação sm -caminhos-cuidado_novo
Apresentação sm -caminhos-cuidado_novoAndré Oliveira
 
Politica nacional de saúde mental (1)
Politica nacional de saúde mental (1)Politica nacional de saúde mental (1)
Politica nacional de saúde mental (1)Ana Célia Vieira
 
Sm sus.pdf caps saude mental iraja-noite
Sm sus.pdf caps saude mental iraja-noiteSm sus.pdf caps saude mental iraja-noite
Sm sus.pdf caps saude mental iraja-noiteEdison Santos
 
Saúde mental no sus os centros de atenção psicossocial
Saúde mental no sus   os centros de atenção psicossocialSaúde mental no sus   os centros de atenção psicossocial
Saúde mental no sus os centros de atenção psicossocialArley Melo
 

Semelhante a Saúde mental folder (20)

SAUDE MENTAL - caps (1) EVERSON (1).pdf
SAUDE MENTAL - caps (1) EVERSON (1).pdfSAUDE MENTAL - caps (1) EVERSON (1).pdf
SAUDE MENTAL - caps (1) EVERSON (1).pdf
 
SAÚDE MENTAL.pptx
SAÚDE MENTAL.pptxSAÚDE MENTAL.pptx
SAÚDE MENTAL.pptx
 
AULA 12 - PROGRANA NACIONAL DE SAUDE MENTAL.pptx
AULA 12 - PROGRANA NACIONAL DE SAUDE MENTAL.pptxAULA 12 - PROGRANA NACIONAL DE SAUDE MENTAL.pptx
AULA 12 - PROGRANA NACIONAL DE SAUDE MENTAL.pptx
 
5093 palestra saude_mental_(3)
5093 palestra saude_mental_(3)5093 palestra saude_mental_(3)
5093 palestra saude_mental_(3)
 
Situação atual da saúde mental no sus
Situação atual da saúde mental no susSituação atual da saúde mental no sus
Situação atual da saúde mental no sus
 
AULA 1 SAUDE MENTAL.pptx
AULA 1 SAUDE MENTAL.pptxAULA 1 SAUDE MENTAL.pptx
AULA 1 SAUDE MENTAL.pptx
 
Saúde mental no sus (1)
Saúde mental no sus (1)Saúde mental no sus (1)
Saúde mental no sus (1)
 
Drogas & saúde mental
Drogas & saúde mentalDrogas & saúde mental
Drogas & saúde mental
 
SAÚDE MENTAL.pptx
SAÚDE MENTAL.pptxSAÚDE MENTAL.pptx
SAÚDE MENTAL.pptx
 
Trabalho escrito caps
Trabalho escrito capsTrabalho escrito caps
Trabalho escrito caps
 
Saúde pública
Saúde públicaSaúde pública
Saúde pública
 
Programa de saúde mental no SUS
Programa de saúde mental no SUSPrograma de saúde mental no SUS
Programa de saúde mental no SUS
 
CAPS.pptx
CAPS.pptxCAPS.pptx
CAPS.pptx
 
A real(idade) de saúde mental no sus
A real(idade) de saúde mental no susA real(idade) de saúde mental no sus
A real(idade) de saúde mental no sus
 
SaúDe Mental E Excluaso Social
SaúDe Mental E Excluaso SocialSaúDe Mental E Excluaso Social
SaúDe Mental E Excluaso Social
 
Apresentação sm -caminhos-cuidado_novo
Apresentação sm -caminhos-cuidado_novoApresentação sm -caminhos-cuidado_novo
Apresentação sm -caminhos-cuidado_novo
 
Politica nacional de saúde mental (1)
Politica nacional de saúde mental (1)Politica nacional de saúde mental (1)
Politica nacional de saúde mental (1)
 
Manual do caps
Manual do capsManual do caps
Manual do caps
 
Sm sus.pdf caps saude mental iraja-noite
Sm sus.pdf caps saude mental iraja-noiteSm sus.pdf caps saude mental iraja-noite
Sm sus.pdf caps saude mental iraja-noite
 
Saúde mental no sus os centros de atenção psicossocial
Saúde mental no sus   os centros de atenção psicossocialSaúde mental no sus   os centros de atenção psicossocial
Saúde mental no sus os centros de atenção psicossocial
 

Saúde mental folder

  • 1. REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL Segundo a OMS:  Saúde é um estado completo de bem estar físico, mental e social e não somente ausência de afecções e enfermidades.  Saúde Mental – estado de bem estar em que o indivíduo tem percepção do seu potencial, consegue lidar com o stress do dia -a- dia, trabalhar de forma produtiva e contribuir para sua comunidade.  Ocorre com a chegada da família real em 1808, constituindo o marco inicial da aplicação de práticas interventivas. Caracterizado por críticas à:  Hospitalização;  Estigmatização do doente;  Hegemonia da rede privada. REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL e o SUS Década de 80/90- lei 8080/90- criação do SUS:  Saúde como Dever do Estado e Direito de Todos. Princípios do SUS  Acesso Universal;  Integralidade das Ações;  Equidade;  Descentralização;  Controle Social. REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL  Criação de uma política de saúde mental no combate à cultura hospitalêmica e à institucionalização;  Em 1987- I Conferência Nacional de Saúde Mental - 2º Encontro de Trabalhadores em Saúde Mental. “Por uma sociedade sem manicômios”. Lei – 89 - Dispõe acerca de:  Extinção progressiva dos manicômios;  Criação de recursos assistenciais substitutivos;  Regulamentação da internação compulsória. - Movimento da Luta antimanicomial –  18 de maio houve a superação do manicômio - Estrutura física/ideológica;  Tendo como principal objetivo da reinserção social: o exercício da cidadania vendo o deficiente mental como um “ ATOR SOCIAL”. Lei Paulo Delgado – sancionada em 2001/ LEI FEDERAL 10.216  Redireciona a assistência em saúde mental;  Dispõe sobre a proteção e direitos das pessoas com transtornos mentais. SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO BÁSICA 1. Saúde Mental no NASF  Ampliação e Qualificação do cuidado às pessoas com transtornos mentais nos serviços, com base no território. - Política Nacional de Saúde Mental –  Redução gradual e planejada de leitos em hospitais psiquiátricos;  Implantação e Implementação de uma rede diversificada de serviços de saúde mental de base comunitária eficaz. SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA 2. Diretrizes  Apoio Matricial – é um arranjo técnico – assistencial que visa a ampliação da clínica das equipes de Saúde da Família, com a construção de vínculos entre profissionais e usuários. 3. Situação de Riscos e Definição de Prioridades  Suspeita de maus tratos e abuso sexual de crianças e adolescentes;  Uso de medicação por longo período sem avaliação médica;  Problemas graves relacionados ao abuso de álcool e outras drogas. 4. Responsabilidades NASF – Equipes de Saúde da Família relativas à Saúde Mental  Responsabilidade pelo cuidado aos usuários de saúde mental do território;  Romper com a lógica do encaminhamento. 5. Articulação com a Rede de Serviços de Saúde Mental  Articulação com os serviços especializados, principalmente com os Caps, organiza o fluxo de atendimento e o processo de trabalho de modo a tornar horizontais as especialidades e permitir que permeiem toda a atuação das equipes de saúde. - CENTROS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL – O que é um CAPS?  Serviço de saúde aberto e comunitário do SUS;  Lugar de referência e tratamento para pessoas que sofrem com transtornos mentais, psicoses, neuroses graves. Visão  Prestar atendimento em regime de atenção diária. Estratégia  Direcionamento local das políticas e programas de saúde mental. Quando surgem os CAPS?  Março 1986 em São Paulo: Centro de Atenção Psicossocial Professor Luiz da Rocha Cerqueira.
  • 2. Missão  Dar atendimento diuturno às pessoas que sofrem com transtornos mentais severos e persistentes, num dado território, oferecendo cuidados clínicos e reabilitação psicossocial. Quem pode ser atendido no CAPS?  Aquelas que apresentam intenso sofrimento psíquico;  Pessoas com transtornos mentais severos e/ou persistentes;  Pessoas com grave comprometimento psíquico, incluindo transtornos relacionados às substâncias psicoativas (álcool e outras drogas);  Crianças e adolescentes com transtornos mentais. O que os usuários e seus familiares podem esperar do tratamento no CAPS? O CAPS poderá oferecer, conforme as determinações da Portaria GM 336/02:  Atendimento Intensivo: trata-se de atendimento diário, quando a pessoa se encontra com grave sofrimento psíquico. Atendimento pode ser domiciliar, se necessário.  Atendimento Semi-Intensivo: o usuário pode ser atendido até 12 dias no mês. É oferecida quando o sofrimento e a desestruturação psíquica da pessoa diminuíram. Atendimento pode ser domiciliar, se necessário.  Atendimento Não-Intensivo: oferecido quando a pessoa não precisa de suporte contínuo da equipe, podendo ser atendido até 3 dias no mês. Atendimento pode ser domiciliar. Atividades terapêuticas oferecidas  Psicoterapia individual ou em grupo;  Oficinas terapêuticas etc. O que são oficinas terapêuticas? São atividades realizadas em grupo com a presença e orientação de um ou mais profissionais, monitores e/ou estagiários. Tipos de CAPS  CAPS I - São serviços para cidade de pequenos porte que devem dar cobertura para toda clientela com transtornos mentais severos durante o dia (adultos, crianças e adolescentes e pessoas com problemas devido ao uso de álcool e outras drogas);  CAPS II - São serviços para cidade de médio porte e atendem durante o dia a clientela adulta;  CAPS III - São serviços 24horas, geralmente disponíveis em grandes cidades que atendem a clientela adulta;  CAPS ia - São serviços para crianças e adolescentes, em cidades de médio porte, que funcionam durante o dia;  CAPS ad - São serviços para pessoas com problemas pelo álcool ou outras drogas geralmente disponíveis em cidades de médio porte. Funciona durante o dia. Composição do CAPS Todos os tipos são compostos por equipe multiprofissionais, com presença obrigatória de psiquiatra, enfermeiro, psicólogo e assistente social. Objetivos do CAPS  Dar suporte e supervisionar a atenção à saúde mental na rede básica;  Regular a porta de entrada da rede de assistência em saúde mental de sua área;  Prestar atendimento em regime de atenção diária. Programas do governo  Serviço Residencial Terapêutico;  Programa de Volta Para Casa  Leitos de Atenção Integral em Álcool e Outras Drogas. “Somos loucos... Porque o mundo não merece nossa lucidez”.