Monografia

192 visualizações

Publicada em

monografia

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
192
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Monografia

  1. 1. 1- Introdução O presente trabalho tem por objetivo apresentar a importância de uma conduta ética no trabalho de perícia, desenvolvido pelo profissional perito contador. A ética contábil é provavelmente o maior atributo que um profissional da área deve preservar, pois, através de seus laudos e conclusões, decisões jurídicas, punições, deveres e direitos serão criados. 1-Introdução .
  2. 2. 2- Referencial Teorico 2-1 –Ética – Histórico A palavra ética está relacionada ao estudo dos valores morais que norteiam o comportamento humano. O termo ético é de origem grega “ethos” e a palavra moral é derivada do latim “Morales” que é atinente a costumes. De acordo com Vásquez a Ética é teórica e reflexiva, enquanto a Moral é eminentemente prática. Uma completa a outra, havendo um inter-relacionamento entre ambas, pois na ação humana, o conhecer e o agir são indissociáveis. Vasquez (1998). Conceitualmente, conforme Nalini (2004, p. 27), existe distinção entre ética e moral. “Ética seria uma teoria dos costumes”. Ou seja, a ética é a “ciência dos costumes”. Já a moral não seria ciência, senão o “objeto da ciência”. Isto quer dizer que a ética é a ciência voltada às normas de conduta ou a juízo de valor vinculado à distinção entre o bem e o mal, entre o certo e o errado. Mostra ao indivíduo os valores e princípios a seguir na busca de sua conduta profissional. Sendo a ética um atributo próprio de todo ato humano, ela torna-se essencial para a produção da realidade social, pois, todos têm senso ético, que se ativa automaticamente nas tomadas de decisões avaliando e julgando se as ações a serem tomadas são adequadas ou inadequadas, sensatas ou insensatas, justas ou injustas. 2-1-1 Ética e o profissional contábil O profissional contábil deverá indagar quais princípios que deverá seguir para evidenciar a transparência dos seus atos perante a sociedade. O código de ética do contador norteia a ação do profissional em contabilidade de modo a apontar as corretas atitudes para o sucesso nesta profissão. De acordo com Sá (1998, p. 120), a profissão contábil é definida da seguinte maneira: A profissão contábil consiste em um trabalho exercido habitualmente nas células sociais, com o objetivo de prestar informações e orientações baseadas na explicação dos fenômenos patrimoniais, ensejando o cumprimento de deveres sociais, legais, econômicos, tão como a tomada dedecisões administrativas, além de servir de instrumentação histórica da vidada riqueza.
  3. 3. O profissional contábil, não contava de início, com um Código de Ética. O contador tinha como normas as regulamentações éticas vigentes na sociedade. Para a dar continuidade do exercício da profissão houve a necessidade de se elaborar normas específicas que orientassem os profissionais a exercerem suas atividades com honestidade e responsabilidade. 2-2 – Pericia Contábil A expressão Perícia advém do Latim: Peritia, que em seu sentido próprio significa Conhecimento (adquirido pela experiência), bem como Experiência. Sá (2005) explica o conceito de pericia pela origem do latim peritia tem o significado de experiência notório em determinado campo, conhecimento especializado para expressão de opinião formal e conclusiva sobre a verdade de determinado objeto. A pericia contábil é realizada pelo profissional de contabilidade. É na realidade, uma das atividades exercidas pelo contador da mais alta relevância e que exige uma imensa ágama de conhecimentos, não só da própria contabilidade, como também de outras ciências afins, alem de uma atitude ética irrepreensível. 2-2-1 Objetivo da pericia contábil A pericia contábil tem por objetivo central os fatos ou questões contábeis relacionadas com a causa ( aspecto patrimonial) as quais devem ser verificadas e por isso são submetidas a apreciação técnica do perito que deve considerar nessa apreciação. (D’AURIA1962). Pericia contábil nada mais é do que a investigação cientifica, pericial, de questão relacionadas ao patrimônio aos registros e informações próprias da contabilidade. Podemos observar que desde os tempos primórdios a figura do Contabilista esteve presente em diversos momentos da história. Esta situação apenas vem demonstrar a sua importância, tanto para a sociedade física quanto para a jurídica.
  4. 4. 3- Tipos de Pericias : Referencia Bibliográfica
  5. 5. VÁSQUEZ, Adolfo Sánchez. Ética. 18. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1998. NALINI,José Renato.Éticageral e profissional.2ed.São Paulo:2004. SÁ, Antônio Lopes de. Ética profissional. 2 ed. São Paulo: Atlas, 1998. SÁ, Antonio Lopes de. Pericia Contabil .7ed. São Paulo: Atlas,2005. 373p. D’AURIA, Francisco . Revisão e pericia contábil.3.ed.São Paulo: Nacional, 1962.v.parte teórica.

×