SlideShare uma empresa Scribd logo

Diretrizes de Alimentação: pesquisa USP

Título da pesquisa: Comunicação, alimentação e saúde: diretrizes para uma nova abordagem midiática e promoção da cidadania a partir da análise temática do material didático do Projeto Educando com a Horta Escolar (PEHE) Mestrado: Programa de Ciências da Comunicação pelo programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação (PPGCOM) na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP). Pesquisadora: Tatiana Aoki Orientadora: Professora Doutora Alice Mitika Koshiyama Pesquisa completa: http://goo.gl/YDOaBi Diretrizes - a partir da página 112 Apresentação da pesquisa: http://goo.gl/uaVsd5 Na mídia: Agência USP: http://www.usp.br/agen/?p=149435

1 de 59
Baixar para ler offline
Comunicação, alimentação e saúde:
diretrizes para uma nova abordagem midiática e promoção da cidadania
a partir da análise temática do material didático do
Projeto Educando com a Horta Escolar (PEHE)
1
Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo(ECA-USP)
Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação
Área de Concentração: Estudo dos Meios e da Produção Mediática
Linha de Pesquisa: Informação e Mediações nas Práticas Sociais
Tatiana Aoki
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da
Universidade de São Paulo (PPGCOM-USP)
Diretora de Mídias Sociais. email: tatiaoki@usp.br
Orientação: Profa. Dra. Alice Mitika Koshiyama
Palavras-chave: cidadania,
comunicação, alimentação,
saúde
A pesquisa pretende fornecer sugestões na
abordagem da alimentação em prol do
fortalecimento da democracia enquanto espaço de
transformação social.
Método:
- Pesquisa documental: comunicação, cidadania,
saúde e alimentação.
- Análise temática (Minayo, 1992):
Objeto: Projeto Educando com a Horta Escolar;
Produto final: diretrizes de alimentação.
Comunicação: considera-se
possível o comunicador crítico
ocupar espaços nos veículos
midiáticos;
Cidadão: passível de
intervenção na sociedade;
Alimentação: integra um
processo educativo
Estatísticas
do cenário alimentar
Estatísticas

Recomendados

Jornadadiscente tatiaoki hortaescolar
Jornadadiscente tatiaoki hortaescolarJornadadiscente tatiaoki hortaescolar
Jornadadiscente tatiaoki hortaescolarTatiana Aoki
 
MOOC - Modulo III
MOOC - Modulo IIIMOOC - Modulo III
MOOC - Modulo IIICecaneUFRGS
 
Experiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrer
Experiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrerExperiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrer
Experiências desiguais ao nascer, viver, adoecer e morrerPopulação Negra e Saúde
 
31a edição jornal o impresso- ano3
31a edição    jornal o impresso- ano331a edição    jornal o impresso- ano3
31a edição jornal o impresso- ano3Érika Souza
 
Ações Conscientes E Desvios Nutricionais Na Infancia
Ações Conscientes E Desvios Nutricionais Na InfanciaAções Conscientes E Desvios Nutricionais Na Infancia
Ações Conscientes E Desvios Nutricionais Na Infanciathemis dovera
 
Preservativo feminino das políticas globais à realidade brasileira junho 2011
Preservativo feminino das políticas globais à realidade brasileira junho 2011Preservativo feminino das políticas globais à realidade brasileira junho 2011
Preservativo feminino das políticas globais à realidade brasileira junho 2011Nádia Elizabeth Barbosa Villas Bôas
 
10 Passos para alimentação saudável - crianças menores de 2 anos
10 Passos para alimentação saudável - crianças menores de 2 anos10 Passos para alimentação saudável - crianças menores de 2 anos
10 Passos para alimentação saudável - crianças menores de 2 anosCecaneUFRGS
 
Manifesto da Frente Pela Regulação da Relação Público-Privado em Alimentação ...
Manifesto da Frente Pela Regulação da Relação Público-Privado em Alimentação ...Manifesto da Frente Pela Regulação da Relação Público-Privado em Alimentação ...
Manifesto da Frente Pela Regulação da Relação Público-Privado em Alimentação ...coletivodesdobramentos
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)
= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)
= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)Ramalde Santana
 
Dicionario dos direitos humanos alimentação
Dicionario dos direitos humanos alimentaçãoDicionario dos direitos humanos alimentação
Dicionario dos direitos humanos alimentaçãoMariane Lopes
 
Aula 01 (2019) - Pós Comunicação e Saúde
Aula 01 (2019) - Pós Comunicação e SaúdeAula 01 (2019) - Pós Comunicação e Saúde
Aula 01 (2019) - Pós Comunicação e SaúdeWander Veroni Maia
 
Guia alimentar da população brasileira 2014.
Guia alimentar da população brasileira 2014. Guia alimentar da população brasileira 2014.
Guia alimentar da população brasileira 2014. Fabrízia Sampaio
 
Finkelman jacobo(org.)
Finkelman jacobo(org.)Finkelman jacobo(org.)
Finkelman jacobo(org.)Moni Carneiro
 
Alimentos pnam
Alimentos pnamAlimentos pnam
Alimentos pnamnairlgomes
 
Cláudia Regina Ribeiro: Masculinidades, Paternidades e Formação
Cláudia Regina Ribeiro: Masculinidades, Paternidades e FormaçãoCláudia Regina Ribeiro: Masculinidades, Paternidades e Formação
Cláudia Regina Ribeiro: Masculinidades, Paternidades e FormaçãoElos da Saúde
 
Seminário - PNI (Programa Nacional de Imunização)
Seminário - PNI (Programa Nacional de Imunização)Seminário - PNI (Programa Nacional de Imunização)
Seminário - PNI (Programa Nacional de Imunização)RodrigoBrando36
 
Guia alimentar para população brasileira
Guia alimentar para população brasileiraGuia alimentar para população brasileira
Guia alimentar para população brasileiraCarolina Sá
 
70 anos historia_saude_crianca
70 anos historia_saude_crianca70 anos historia_saude_crianca
70 anos historia_saude_criancaFran Lima
 
Capacitacao a distancia para atencao basica diabetes enfermeiro
Capacitacao a distancia para atencao basica diabetes enfermeiroCapacitacao a distancia para atencao basica diabetes enfermeiro
Capacitacao a distancia para atencao basica diabetes enfermeiromanoelramosdeoliveir1
 

Mais procurados (16)

= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)
= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)
= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)
 
Dicionario dos direitos humanos alimentação
Dicionario dos direitos humanos alimentaçãoDicionario dos direitos humanos alimentação
Dicionario dos direitos humanos alimentação
 
Aula 01 (2019) - Pós Comunicação e Saúde
Aula 01 (2019) - Pós Comunicação e SaúdeAula 01 (2019) - Pós Comunicação e Saúde
Aula 01 (2019) - Pós Comunicação e Saúde
 
Guia alimentar da população brasileira 2014.
Guia alimentar da população brasileira 2014. Guia alimentar da população brasileira 2014.
Guia alimentar da população brasileira 2014.
 
Finkelman jacobo(org.)
Finkelman jacobo(org.)Finkelman jacobo(org.)
Finkelman jacobo(org.)
 
Alimentos pnam
Alimentos pnamAlimentos pnam
Alimentos pnam
 
Cláudia Regina Ribeiro: Masculinidades, Paternidades e Formação
Cláudia Regina Ribeiro: Masculinidades, Paternidades e FormaçãoCláudia Regina Ribeiro: Masculinidades, Paternidades e Formação
Cláudia Regina Ribeiro: Masculinidades, Paternidades e Formação
 
Seminário - PNI (Programa Nacional de Imunização)
Seminário - PNI (Programa Nacional de Imunização)Seminário - PNI (Programa Nacional de Imunização)
Seminário - PNI (Programa Nacional de Imunização)
 
Pnan2
Pnan2Pnan2
Pnan2
 
Jornal especial UNIVERTI marco 2015
Jornal especial UNIVERTI marco 2015Jornal especial UNIVERTI marco 2015
Jornal especial UNIVERTI marco 2015
 
Pnan2011
Pnan2011Pnan2011
Pnan2011
 
Guia alimentar para população brasileira
Guia alimentar para população brasileiraGuia alimentar para população brasileira
Guia alimentar para população brasileira
 
70 anos historia_saude_crianca
70 anos historia_saude_crianca70 anos historia_saude_crianca
70 anos historia_saude_crianca
 
Nota pública MPCON
Nota pública MPCONNota pública MPCON
Nota pública MPCON
 
9729 40740-2-pb
9729 40740-2-pb9729 40740-2-pb
9729 40740-2-pb
 
Capacitacao a distancia para atencao basica diabetes enfermeiro
Capacitacao a distancia para atencao basica diabetes enfermeiroCapacitacao a distancia para atencao basica diabetes enfermeiro
Capacitacao a distancia para atencao basica diabetes enfermeiro
 

Semelhante a Diretrizes de Alimentação: pesquisa USP

ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023Azul Assessoria Acadêmica
 
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...Azul Assessoria Acadêmica
 
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...Azul Assessoria Acadêmica
 
8a QUESTÃO "Essa discussão do alvorecer da Época Moderna tornou-se emblemátic...
8a QUESTÃO "Essa discussão do alvorecer da Época Moderna tornou-se emblemátic...8a QUESTÃO "Essa discussão do alvorecer da Época Moderna tornou-se emblemátic...
8a QUESTÃO "Essa discussão do alvorecer da Época Moderna tornou-se emblemátic...Azul Assessoria Acadêmica
 
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...Azul Assessoria Acadêmica
 
4a QUESTÃO As doenças crônicas são a principal causa de mortalidade de adulto...
4a QUESTÃO As doenças crônicas são a principal causa de mortalidade de adulto...4a QUESTÃO As doenças crônicas são a principal causa de mortalidade de adulto...
4a QUESTÃO As doenças crônicas são a principal causa de mortalidade de adulto...Azul Assessoria Acadêmica
 
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...Azul Assessoria Acadêmica
 
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...Azul Assessoria Acadêmica
 
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...Azul Assessoria Acadêmica
 
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...Azul Assessoria Acadêmica
 
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...Azul Assessoria Acadêmica
 
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...Azul Assessoria Acadêmica
 
O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos ...
O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos ...O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos ...
O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos ...Azul Assessoria Acadêmica
 
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...Azul Assessoria Acadêmica
 
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...Azul Assessoria Acadêmica
 
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...Azul Assessoria Acadêmica
 
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023Azul Assessoria Acadêmica
 
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...Azul Assessoria Acadêmica
 
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...Azul Assessoria Acadêmica
 

Semelhante a Diretrizes de Alimentação: pesquisa USP (20)

REDAÇAO2.pdf
REDAÇAO2.pdfREDAÇAO2.pdf
REDAÇAO2.pdf
 
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023
 
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...
 
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...
 
8a QUESTÃO "Essa discussão do alvorecer da Época Moderna tornou-se emblemátic...
8a QUESTÃO "Essa discussão do alvorecer da Época Moderna tornou-se emblemátic...8a QUESTÃO "Essa discussão do alvorecer da Época Moderna tornou-se emblemátic...
8a QUESTÃO "Essa discussão do alvorecer da Época Moderna tornou-se emblemátic...
 
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...
 
4a QUESTÃO As doenças crônicas são a principal causa de mortalidade de adulto...
4a QUESTÃO As doenças crônicas são a principal causa de mortalidade de adulto...4a QUESTÃO As doenças crônicas são a principal causa de mortalidade de adulto...
4a QUESTÃO As doenças crônicas são a principal causa de mortalidade de adulto...
 
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...
2a QUESTÃO A PNAN tem por pressupostos os direitos à Saúde e à Alimentação e ...
 
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...
 
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...
3a QUESTÃO "Os modos de ver, primeiramente, podem ser demarcados num sentido ...
 
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...
 
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...
7a QUESTÃO Uma das diretrizes do PNAN é a Cooperação e Articulação para a Seg...
 
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...
 
O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos ...
O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos ...O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos ...
O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos ...
 
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...
1a QUESTÃO O estudo “Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de...
 
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...
9a QUESTÃO “ Atualmente é possível verificar uma nova realidade das imagens t...
 
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...
10a QUESTÃO Entre os anos 1999 e 2011, foram regulamentadas e incorporadas le...
 
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023
ATIVIDADE - SEMANA DE CONHECIMENTOS GERAIS - 54/2023
 
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...
 
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...
5a QUESTÃO "Os novos aplicativos de inteligência artificial, que se tornaram ...
 

Mais de Tatiana Aoki

Trajetória das mídias sociais - Brasil - 2002-2015
Trajetória das mídias sociais - Brasil - 2002-2015 Trajetória das mídias sociais - Brasil - 2002-2015
Trajetória das mídias sociais - Brasil - 2002-2015 Tatiana Aoki
 
Programa Nikkeys da América Latina: conhecendo o Japão do futuro
Programa Nikkeys da América Latina: conhecendo o Japão do futuroPrograma Nikkeys da América Latina: conhecendo o Japão do futuro
Programa Nikkeys da América Latina: conhecendo o Japão do futuroTatiana Aoki
 
Marketing Político nas mídias sociais: como as redes sociais definiram as ele...
Marketing Político nas mídias sociais: como as redes sociais definiram as ele...Marketing Político nas mídias sociais: como as redes sociais definiram as ele...
Marketing Político nas mídias sociais: como as redes sociais definiram as ele...Tatiana Aoki
 
Empreendedorismo para publicidade
Empreendedorismo para publicidadeEmpreendedorismo para publicidade
Empreendedorismo para publicidadeTatiana Aoki
 
Aoki Media: apresentação institucional - Redes Sociais
Aoki Media: apresentação institucional - Redes SociaisAoki Media: apresentação institucional - Redes Sociais
Aoki Media: apresentação institucional - Redes SociaisTatiana Aoki
 
Artigo: Jornal O Vale - Redes Sociais, comunicação e democracia
Artigo: Jornal O Vale - Redes Sociais, comunicação e democraciaArtigo: Jornal O Vale - Redes Sociais, comunicação e democracia
Artigo: Jornal O Vale - Redes Sociais, comunicação e democraciaTatiana Aoki
 
Colírios CAPRICHO nas mídias sociais
Colírios CAPRICHO nas mídias sociaisColírios CAPRICHO nas mídias sociais
Colírios CAPRICHO nas mídias sociaisTatiana Aoki
 

Mais de Tatiana Aoki (7)

Trajetória das mídias sociais - Brasil - 2002-2015
Trajetória das mídias sociais - Brasil - 2002-2015 Trajetória das mídias sociais - Brasil - 2002-2015
Trajetória das mídias sociais - Brasil - 2002-2015
 
Programa Nikkeys da América Latina: conhecendo o Japão do futuro
Programa Nikkeys da América Latina: conhecendo o Japão do futuroPrograma Nikkeys da América Latina: conhecendo o Japão do futuro
Programa Nikkeys da América Latina: conhecendo o Japão do futuro
 
Marketing Político nas mídias sociais: como as redes sociais definiram as ele...
Marketing Político nas mídias sociais: como as redes sociais definiram as ele...Marketing Político nas mídias sociais: como as redes sociais definiram as ele...
Marketing Político nas mídias sociais: como as redes sociais definiram as ele...
 
Empreendedorismo para publicidade
Empreendedorismo para publicidadeEmpreendedorismo para publicidade
Empreendedorismo para publicidade
 
Aoki Media: apresentação institucional - Redes Sociais
Aoki Media: apresentação institucional - Redes SociaisAoki Media: apresentação institucional - Redes Sociais
Aoki Media: apresentação institucional - Redes Sociais
 
Artigo: Jornal O Vale - Redes Sociais, comunicação e democracia
Artigo: Jornal O Vale - Redes Sociais, comunicação e democraciaArtigo: Jornal O Vale - Redes Sociais, comunicação e democracia
Artigo: Jornal O Vale - Redes Sociais, comunicação e democracia
 
Colírios CAPRICHO nas mídias sociais
Colírios CAPRICHO nas mídias sociaisColírios CAPRICHO nas mídias sociais
Colírios CAPRICHO nas mídias sociais
 

Diretrizes de Alimentação: pesquisa USP

  • 1. Comunicação, alimentação e saúde: diretrizes para uma nova abordagem midiática e promoção da cidadania a partir da análise temática do material didático do Projeto Educando com a Horta Escolar (PEHE) 1
  • 2. Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo(ECA-USP) Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação Área de Concentração: Estudo dos Meios e da Produção Mediática Linha de Pesquisa: Informação e Mediações nas Práticas Sociais Tatiana Aoki Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo (PPGCOM-USP) Diretora de Mídias Sociais. email: tatiaoki@usp.br Orientação: Profa. Dra. Alice Mitika Koshiyama
  • 3. Palavras-chave: cidadania, comunicação, alimentação, saúde A pesquisa pretende fornecer sugestões na abordagem da alimentação em prol do fortalecimento da democracia enquanto espaço de transformação social. Método: - Pesquisa documental: comunicação, cidadania, saúde e alimentação. - Análise temática (Minayo, 1992): Objeto: Projeto Educando com a Horta Escolar; Produto final: diretrizes de alimentação.
  • 4. Comunicação: considera-se possível o comunicador crítico ocupar espaços nos veículos midiáticos; Cidadão: passível de intervenção na sociedade; Alimentação: integra um processo educativo
  • 7. Estatísticas - Número de pessoas que sofriam de supernutrição – um bilhão – ultrapassou o número dos que sofriam de subnutrição – 800 milhões (OMS, 2000). - BR: 49% da população adulta encontra-se com sobrepeso (IBGE, 2010).
  • 8. Material didático: Projeto Educando com a Horta Escolar (PEHE) Início: 2005; Realizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO); Estratégia em SAN; Aponta alternativas para a alimentação e suas implicações por meio da horta; Laboratório de discussão intersetorial e de ideias de políticas públicas em SAN.
  • 9. Objetivo •Fornecer subsídios e estratégias na abordagem da alimentação, para estender o debate e visando a promoção da cidadania.
  • 11. Apresenta discussão teórica de cidadania. Limites teóricos e suas interpretações: Marshall (1963), Saes (2000), Hirshman (1992). Brasil - evolução histórica: Carvalho (1996), Dagnino (2004); Comunicação e direitos de cidadania: Martín-Barbero (2009), Gentilli (2005).
  • 12. Saúde + comunicação - delimitações teóricas: Maria Cecília Minayo (1992); Bernardo Kucinski (2000); Inesita Araújo (2004); Wilson da Costa Bueno (1996). Relação saúde/doença: envolve fatores endógenos e exógenos; Conceito utilizado: Promoção da Saúde; Comunicação em saúde: instrumento na promoção da cidadania (KUCINSKI, 2000).
  • 13. Alimentação e Comunicação Dividido em três partes: 1) Segurança Alimentar e Nutricional - e suas interfaces. 2) Mídia e alimentação: paradoxos midiáticos e o nutricionismo. 3) Diretrizes de alimentação.
  • 15. Pollan (2007, 2008, 2010) afirma que: Nutricionismo: sua lógica consiste em determinar se o alimento é bom ou mau conforme os nutrientes; é a ideologia oficial da dieta ocidental; surgiu nos Estados Unidos - século XIX; adotado pela indústria alimentícia para vender mais alimentos processados; atraente para marketeiros e jornalistas de dieta.
  • 16. Nutricionismo Abordagem midiática sob o nutricionismo acarretou em... ...foco na culpabilização do indivíduo por sua situação alimentar ...ansiedade com a dúvida - O que comer? ...doenças decorrentes da má alimentação viraram oportunidade para indústria alimentícia - pela venda de mais produtos ditos “saudáveis”, remédios para emagrecer, etc...
  • 17. Diretrizes na abordagem da alimentação
  • 18. Parte I: Alimentação: como fazer a nova abordagem? Total: 16 diretrizes. Parte II: Significado dos termos e classificações das informações sobre alimentos. Total: 4 diretrizes. Parte III: Comida e suas conexões com o meio ambiente. Total: 4 diretrizes.Parte IV: Comida – uma questão cultural e política. Total: 6 diretrizes.
  • 19. Parte I: Alimentação: como fazer a nova abordagem?
  • 20. *** 1) Não atribuir somente culpa individual pela situação alimentar.
  • 21. ** 2) Encontrar as brechas na grande mídia para criar informações alternativas, próprias e locais...
  • 22. ** 3) ...Não ser tão radical e não negar totalmente a grande mídia
  • 23. ** 4) Evitar evangelizar da mesma maneira que a mídia de nutrição
  • 24. ** 5) Ao propor novas práticas em alimentação, evitar o tom de denúncia
  • 25. ** 6) A questão do alimento está inserida no âmbito político e econômico
  • 26. ** 7) Ao elaborar pautas, evitar o nutricionismo
  • 27. *** 8) Desconfiar de textos como “um estudo indicou que”...
  • 28. ** 9) Ao falar de algum alimento novo, em vez de fazer somente a divulgação, ensine-o a ler o rótulo.
  • 29. *** 10) Estimular o questionamento sobre a origem das coisas.
  • 30. ** 11) Comida e o preço: um debate político
  • 31. ** 12) Tamanho é documento: tamanho das porções
  • 32. ** 13) Não às Proibições ou limitações alimentares
  • 33. ** 14) Não às dietas da moda!
  • 34. ** 15) Mostrar que é possível uma alimentação saudável no cotidiano
  • 36. Parte II: Significado dos termos e classificações das informações sobre alimentos
  • 37. ** 17) Procure fontes midiáticas fora do Brasil – e da caixa.
  • 38. *** 18) Refletir sobre o significado dos termos: saudável, orgânico, diet...
  • 39. ** 19) Classificação de termos 1: natural ou industrializado?
  • 40. ** 20) Classificação de termos 2: integral ou processado?
  • 41. Parte III: Comida e suas conexões com o meio ambiente
  • 44. ** 23) Comida e vegetarianismo: o que realmente importa?
  • 45. ** 24) Comer: um ato consciente
  • 46. Parte IV: Comida: uma questão cultural e política
  • 47. ** 25) SAN, DHAA, Soberania Alimentar: temas viáveis em todas as editorias
  • 48. *** 26) Aspectos da insegurança alimentar: acesso e excesso
  • 49. ** 27) Trabalhar com a questão do sistema alimentar
  • 50. ** 28) Compreender a cultura alimentar do país, região, cidade
  • 54. Importâncias das diretrizes: manifesto para mudança de paradigma: indústria alimentícia e seu mercado midiático; visam ampliar o senso crítico de quem vai elaborar a informação; Sobre o nutricionismo: importa a reflexão sobre as consequências dessa ideologia no contexto brasileiro; necessário regulamentação governamental;
  • 55. Para a mudança: é necessário uma forte campanha midiática envolvendo governo e sociedade civil; valorização do produtor regional e da agricultura familiar; Mas...será que as pessoas querem mesmo mudar sua alimentação?
  • 56. Saiba mais: acesse a dissertação completa no site do PPGCOM-USP.
  • 57. BRASIL. Lei n º 11.346, de 15 de setembro de 2006. Cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – SISAN com vistas em assegurar o direito humano à alimentação adequada e dá outras providências. CONSEA – Legislação, 2006. Disponível em: http://goo.gl/BB10j . Acesso em: 03/06/2011. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Coordenação-Geral da Política de Alimentação e Nutrição. Guia Alimentar para a população brasileira. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. Disponível em: http://www.saude.gov.br/nutricao CONSEA – Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. A Segurança Alimentar e Nutricional e o Direito Humano à Alimentação Adequada no Brasil – Indicadores e Monitoramento – da Constituição de 1988 aos dias atuais. Brasília, 2010. COSTA, Christiane Gasparini Araújo. Segurança Alimentar e Nutricional: significados e apropriações. São Paulo: Annablume; Fapesp, 2011. Declaração de Roma Sobre a Segurança Alimentar Mundial e Plano de Acção da Cimeira Mundial da AlimentaçãoWorld Summit 1996 (1996). Disponível em: http://www.fao.org/DOCREP/003/W3613P/W3613P00.HTM Acesso em: 03/06/2011. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (2010). POF 2008-2009: desnutrição cai e peso das crianças brasileiras ultrapassa padrão internacional. Antropometria e estado nutricional de crianças, adolescentes e adultos no Brasil 2008-2009. Disponível em: http://goo.gl/vE8tI. Acesso em: 3 set. 2010. JACOBSON, Michael; NESTLE, Marion. Halting the Obesity Epidemic: A Public Health Policy Approach. Public Health Reports. n.115, 2000, p. 12-24. MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec, 1992. POLLAN, Michael. Em defesa da comida: um manifesto. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2008. POLLAN, Michael. O Dilema do Onívoro. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2007. POLLAN, Michael. Regras da Comida. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2010. TRINDADE, Eneus. Um olhar exploratório sobre o consumo e a midiatização das marcas de alimentos nas vidas de algumas famílias. Matrizes, São Paulo, ano 6, n. 1, Jul./dez. 2012. pp. 77-96.
  • 58. Imagens: Maira Kalman - do livro “Regras da Comida” (2011). * Pictures: Maira Kalman - from the book "Food Rules: An Eater's Manual" (2011).
  • 59. Obrigada! Tati Aoki Pesquisadora e diretora de mídias sociais da Aoki Media tatiaoki@gmail.com http://www.behance.net/tatiaoki