Teleconferência 4T10

727 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Teleconferência 4T10

  1. 1.
  2. 2. Apresentaçãoda<br />Teleconferência<br />BM&FBovespa: VLID3<br />RESULTADOS 4T10<br />
  3. 3. Destaques<br />¹ EBITDA ajustado por despesas não-recorrentes<br />² Margem EBITDA desconsidera o valor da equivalência patrimonial <br />³ Lucro Líquido ajustado por IR e CS diferido passivo e por despesas não-recorrentes<br /> 13° ano consecutivo de Lucro Líquido crescente;<br /> Lucro Líquido atinge R$ 100,0 milhões em 2010, crescimento de 23,2% sobre 2009;<br /> EBITDA de R$ 175,1 milhões em 2010 avança 20,3% e ultrapassa guidance;<br /> Aumento de Margem EBITDA em todas as divisões impulsiona Margem consolidada para <br /> 22,9%. <br />3<br />
  4. 4. Mix de Receita Líquida e EBITDA 2010<br /><br /> Mix de Receita balanceado<br /> Foco em negócios com maiores margens<br />4<br />
  5. 5. Cartões<br /> Volume cede 13,2% no ano em função da queda dos cartões indutivos;<br /> Avanço dos SmartsCards (principalmente dos SIM Cards) impulsiona crescimento de 13,2% <br /> da Receita Líquida em 2010;<br /> EBITDA avança 15,2% no ano e totaliza R$ 57,0 milhões;<br /> Margem EBITDA atinge 25,1% no trimestre e fecha o ano em 21,8%.<br />5<br />
  6. 6. Sistemas de Identificação<br /> Volumes de 2010 e 2009 semelhantes;<br /> Aumento de 12,4% de receita devido à inclusão de serviços de biometria em contratos já <br /> existentes;<br /> EBITDA atinge em 2010 R$ 87,0 milhões, crescimento de 14,3% sobre 2009;<br /> Margem EBITDA de 37,8% em 2010 avançou 0,6p.p..<br />6<br />
  7. 7. Serviçosgráficos<br /> Aumento da participação de dados variáveis na Receita Líquida de aproximadamente 45% <br /> em 2009 para 55% em 2010;<br /> Redução seletiva do portfólio de produtos possibilitou a diminuição de 32,0% do volume e <br /> 2,0% na Receita em 2010;<br /> EBITDA avançou 48,0% e atingiu R$ 29,6 milhões no ano;<br /> Maior eficiência + melhor portfólio de produtos = Margem EBITDA de 16,2% no 4T10 e <br /> 11,2% em 2010.<br />7<br />
  8. 8. Posição de Caixa<br />8<br />
  9. 9. Endividamento<br />* EBITDA e Despesa Financeira acumulados nos últimos 12 meses<br />9<br />
  10. 10. Dividendos + JCP<br />81.214<br />74.274<br />71.862<br />66.739<br />25.645<br />25.354<br />24.518<br />23.120<br />32%<br />35%<br />30%<br />38%<br />2009<br />2007<br />2008<br />2006<br />LUCRO LÍQUIDO<br />DIVIDENDOS + JCP<br />10<br />
  11. 11. Certificação digital <br /> A Valid Certificadora Digital inicia a montagem de sua infra-estrutura para emissão dos primeiros certificados em 2012;<br /> Garantia de segurança em transações nos meios digitais é dada através de estruturas PKI (PublicKeyInfrastructure);<br /> O mercado total, hoje estimado em 1,5 milhão de portadores, ganhará mais 4 milhões de portadores quando a Receita Federal tornar obrigatório o certificado para as empresas que utilizam o SIMPLES.<br />11<br />
  12. 12. Certificação Digital <br />Receita estimada do mercado de Certificação Digital (R$ milhões)<br />Certificação<br />673<br />663<br />594<br />412<br />393<br />392<br />2010<br />2011<br />2012<br />2013<br />2014<br />2015<br />12<br />*Fonte: Estimativa BainConsulting<br />
  13. 13. Outlook 2011<br />Certificação Digital: início em abril de 2011 com faturamento em 2012;<br /> Nova estrutura das Divisões da Valid:<br /> Sistema de Identificação;<br /> Meios de Pagamento;<br /> Telecomunicações; <br /> Dividendos: aumento da distribuição;<br /> EBITDA: crescimento de 8% a 12%;<br />13<br />
  14. 14. ContatosRelações com Investidores<br />Para informações adicionais, entre em contato com a área de RI:<br />Carlos Affonso D’Albuquerque<br />Diretor Financeiro e de RI <br />affonso@valid.com.br<br />+55 (21) 2195-7202<br />+55 (21) 9584-1338<br />Website Relações com Investidores: <br />www.valid.com.br/ri<br />Av. Presidente Wilson, 231 - 16° Andar - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20030-905<br />14<br />
  15. 15. RessalvasobreDeclaraçõesFuturas<br />Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Valid. Estas são apenas projeções e, como tal, baseiam-se exclusivamente nas expectativas da administração da Valid em relação ao futuro do negócio e seu contínuo acesso a capitais para financiar o plano de negócios da Companhia. Tais considerações futuras dependem, substancialmente, de mudanças nas condições de mercado, regras governamentais, pressões da concorrência, do desempenho do setor e da economia brasileira, entre outros fatores, além dos riscos apresentados nos documentos de divulgação arquivados pela Valid e estão, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio.<br />15<br />

×