Tânia amorim t2 1400766

23 visualizações

Publicada em

vinculação nos primeiros anos de vida

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
23
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tânia amorim t2 1400766

  1. 1. Importância da relação de vinculação, nos primeiros anos de vida E-Fólio A Psicologia do Desenvolvimento II - 11048 Tânia Amorim T2 1400766
  2. 2. • O recém-nascido é fisicamente imaturo e dependente; • Nasce com estruturas como: • Ver; • Ouvir; • Saborear; • Cheirar; • Sentir.
  3. 3. Os cuidados primários prestados ao bebé são determinantes na evolução da estrutura corporal; • gatinhar; • sentar; • andar; • falar. Nos primeiros dois anos vai aprender a:
  4. 4. A vinculação entre os seres humanos é um bem necessário para o bom desenvolvimento, e o bebé necessita dessa vinculação para criar sentimentos de proteção e segurança; A figura materna ou outra figura próxima é crucial nesta vinculação com o bebé; A figura paterna também tem um papel muito importante neste processo.
  5. 5. A vinculação tem início na própria gestação, com gestos da mãe de carinho na barriga e ao idealizar o seu futuro filho (a); Segundo Bowlby o bebé nasce com comportamentos inatos de forma a estabelecer esse vínculo, como: mamar, agarrar, seguir, chorar e sorrir); A vinculação entre mãe e filho vai proporcionar prazer a ambos, criando no bebé confiança e segurança para explorar o meio.
  6. 6. A segurança e confiança que é passada ao bebé no processo de vinculação, vai-lhe proporcionar confiança no cuidador e progride na capacidade de exploração; Se a vinculação não é de boa qualidade, poderá criar sentimentos de ansiedade no bebé, e acabará por perturbar o seu desenvolvimento psíquico;
  7. 7. O tipo de parto, a dor no parto, os métodos usados para redução da dor de parto, a quebra precoce no contato da mãe com o bebé, e as competências e disponibilidade interativa do recém- nascido são fatores muito importantes no processo de vinculação que se devem ter em atenção; Uma boa vinculação inicia o processo de separação- individuação;
  8. 8. O processo de vinculação e de separação- individuação trabalham em conjunto de forma que a espiral de desenvolvimento progrida; A criança necessita de um desenvolvimento harmonioso, assim estará preparada para a ausência da mãe quando esta volta para o emprego, pois a criança sabe que a mãe volta; A criança não necessita só de ser alimentada, necessita de afeto, conforto e companhia para um desenvolvimento saudável.
  9. 9. Bibliografia • Figueiredo, B. (2003). Vinculação materna: Contributo para a compreensão das dimensões envolvidas no processo inicial de vinculação da mãe ao bebé. • Gomes Pedro, J. (2004). O que é ser criança? Da genética ao comportamento. Análise Psicoló- gica, 1 (XXII), 33-42. • Gouveia-Pereira, M.; Pedro, I.; Amaral, V.; Alves-Martins & Peixoto, F. (2000). Dinâmicas grupais na adolescência. Análise Psicológica, 2 (XVIII), 191-201. • Matos, M. (2008). A saúde dos adolescentes: o que se sabe e quais são os novos desafios. Aná- lise Psicológica, 2 (XXVI), 251-263. • Morgado, L. & Costa, A. (2013). Texto4. Perspetivas do desenvolvimento humano. Recurso da UC de psicologia do desenvolvimento. Lisboa: Universidade Aberta. • Morgado, L. & Costa, A. (2014). Coletânea de Textos. Psicologia do Desenvolvimento, Lisboa: Universidade Aberta. • Oliveira, M. & Cunha, M. (2007). Infância e desenvolvimento. Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti. Cadernos de Estudo, 6, 31-42. • Senna, S. & Dessen, M. (2012). Contribuição das teorias de desenvolvimento humano para a conceção contemporânea da adolescência. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 28 (1), 101-108. • Tavares et al. (2007). Manual de psicologia do desenvolvimento e aprendizagem. Porto: Porto Editora. • Imagens e vídeos acedidas em: • http://1.bp.blogspot.com/_01UuGXv-rtI/Sx56RNmguwI/AAAAAAAAAl8/G7UWKURomo0/s320/nightmarescared.jpg, consultada a 09/12/2016. • http://4.bp.blogspot.com/_01UuGXv-rtI/SxY7aUUGi2I/AAAAAAAAAls/vfUXUQDtV4I/s320/500x500.png, consultada a 09/12/2016. • https://encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcROFKtrkyokos3UBfvVsDWjnyaPn93h_T5D6xzyqTVCILug-VME, consultada a 09/12/2016. • http://2.bp.blogspot.com/-yzGhUqnNmVA/VPocBtScEAI/AAAAAAAABqk/ne9WJA1NorM/s1600/Expo%2BDesenho2015.frente.jpg, consultada a 09/12/2016. • https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTTtXmJy6717zkD0hZe_i8atLV4o7BhFDYuyMfm3spxAIeY375p, consultada a 09/12/2016. • http://1.bp.blogspot.com/-4L73DofVjjc/VRRYjAQY7dI/AAAAAAAABrY/LEZ22C1-2hA/s1600/Imagem%2Bquadros1.1.jpg, consultada a 09/12/2016. • http://www.youtube.com/watch?v=wjK9lx5EgM4, consultado a 29/11/2016. • http://www.youtube.com/watch?v=v4HXnd6iDok, consultado a 29/11/2016. • http://www.youtube.com/watch?v=385bmV7SpEc, consultado a 29/11/2016. • http://www.youtube.com/watch?v=AdTGL7zK8X0, consultado a 29/11/2016. • http://www.youtube.com/watch?v=qjiioOmWnqg, consultado a 29/11/2016. • http://www.youtube.com/watch?v=s608077NtNI, consultado a 29/11/2016 • https://www.ted.com/talks/stuart_brown_says_play_is_more_than_fun_it_s_vital?language=pt, consultado a 07/12/2016. • http://www.youtube.com/watch?v=7x0xe4OIbq8, consultado a 08/12/2016.

×