Realismo
Tânia Fernandes
REALISMO
Movimento literário e artistico que surgiu, na
França, na segunda metade do século XIX e de
seguida estendeu-se a...
Caracteriza-se pela representação da realidade.
Tinha preferência por temas sociais
CONTEXTO POLITICO
Depois da derrota de Napelão, da restauração
da monarquia dos Bourbon, da monarquia
constitucional de Lu...
CONTEXTO ECONOMICO
A 2ª Revolução Industrial traz o telefone,
eletricidade, telégrafo, a máquina a vapor, a
locomotiva a v...
CONTEXTO SOCIAL
Surgiu uma classe alta, cujas fortunas eram
feitas de grandes negócios.
Esta classe procurou copiar os val...
Na classe media cresceu o setor dos serviços.
Surgiram postos de trabalho como: funcionários
públicos, médios comerciantes...
No proletariado os salarios eram baixos, tinham
longas horas de trabalho, as crianças eram
obrigadas a trabalhar, não havi...
A ARTE REALISTA
Características gerais:
- O cientificismo;
- Valorização do objeto;
- O sóbrio e o minucioso;
- A represen...
PINTURA
Gustave Courbet - O enterro em Ornans
Características da pintura realista:
- Era utilizado o conhecimento sobre
perspectiva para criar a ilusão de espaço;
- Gra...
ESCULTURA
Auguste Rodin - Cópia de O Pensador
Características da escultura realista:
- Procurava representar os seres tais como eles
eram;
- A preferência por temas con...
ARQUITETURA
Procurava-se responder às novas necessidades
urbanas, criadas pela industrialização.
As cidades precisavam de ...
GUSTAVE COURBET
Jean-Desiré Gustave Courbet, nasceu em
Ornans, França, a 10 de junho de 1819.
De uma família de proprietários rurais,
come...
Em 1840, foi viver para Paris, onde opta por
cursos livres como os da Académie Suisse em
vez da Academia de Arte.
Em 1855, a organização da Exposição Universal
de Paris rejeita vários dos seus quadro, então
ele manda construir uma casa ...
Em 1871, envolve-se nos episódios da Comuna
de Paris.
Com a derrota da Comuna foi responsabilizado
pela destruição da Colu...
Foi condenado a pagar as despesas de
restauração do monumento.
Procurou asilo político na Suíça, onde morre de
cirrose hep...
OS QUEBRADORES DE PEDRAS
No quadro, o pintor mostra a simpatia que tem
pelas pessoas das classes mais baixas.
Pode-se observar dois trabalhadores, ...
Os rostos dos trabalhadores não estão visiveis
e o quadro dá a impressão de que eles
continuavam a trabalhar enquanto Cour...
Nesta pintura predominam as cores mais frias,
apesar de existirem também outras cores que
descontraem a imagem.
O REALISMO EM PORTUGAL
O início do realismo em Portugal deu-se com a
chamada Questão Coimbrã que durou de 1865
àté 1867.
O...
Literatura – Antero de Quental, Cesário Verde e
Eça de Queirós
Pintura - Columbano Bordalo Pinheiro, José
Malhoa e Silva P...
FIM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Realismo

466 visualizações

Publicada em

Realismo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
466
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Realismo

  1. 1. Realismo Tânia Fernandes
  2. 2. REALISMO Movimento literário e artistico que surgiu, na França, na segunda metade do século XIX e de seguida estendeu-se ao resto da Europa e a outros continentes.
  3. 3. Caracteriza-se pela representação da realidade. Tinha preferência por temas sociais
  4. 4. CONTEXTO POLITICO Depois da derrota de Napelão, da restauração da monarquia dos Bourbon, da monarquia constitucional de Luís Filipe e do segundo imperio, surge em 1851 a terceira republica que vai até 1940.
  5. 5. CONTEXTO ECONOMICO A 2ª Revolução Industrial traz o telefone, eletricidade, telégrafo, a máquina a vapor, a locomotiva a vapor e desenvolve a industria textil. A economia caracteriza-se pelo capitalismo liberal, industrial e financeiro.
  6. 6. CONTEXTO SOCIAL Surgiu uma classe alta, cujas fortunas eram feitas de grandes negócios. Esta classe procurou copiar os valores e a aparência da nobreza, mas destacou-se pelos estudos que deu aos seus filhos e pela existencia de grandes luxos.
  7. 7. Na classe media cresceu o setor dos serviços. Surgiram postos de trabalho como: funcionários públicos, médios comerciantes, professores, advogados e médicos, etc.
  8. 8. No proletariado os salarios eram baixos, tinham longas horas de trabalho, as crianças eram obrigadas a trabalhar, não havia segurança e higiene no trabalho.
  9. 9. A ARTE REALISTA Características gerais: - O cientificismo; - Valorização do objeto; - O sóbrio e o minucioso; - A representação da realidade; - A valorização dos aspetos descritivos do objeto.
  10. 10. PINTURA Gustave Courbet - O enterro em Ornans
  11. 11. Características da pintura realista: - Era utilizado o conhecimento sobre perspectiva para criar a ilusão de espaço; - Graduação de cor, de luz e sombra para representar volumes; - Representação da textura e da aparência real do objeto.
  12. 12. ESCULTURA Auguste Rodin - Cópia de O Pensador
  13. 13. Características da escultura realista: - Procurava representar os seres tais como eles eram; - A preferência por temas contemporâneos.
  14. 14. ARQUITETURA Procurava-se responder às novas necessidades urbanas, criadas pela industrialização. As cidades precisavam de caminhos de ferro, escolas, hospitais, bibliotecas, etc.
  15. 15. GUSTAVE COURBET
  16. 16. Jean-Desiré Gustave Courbet, nasceu em Ornans, França, a 10 de junho de 1819. De uma família de proprietários rurais, começou a interessar-se desde cedo pelo desenho e pela política.
  17. 17. Em 1840, foi viver para Paris, onde opta por cursos livres como os da Académie Suisse em vez da Academia de Arte.
  18. 18. Em 1855, a organização da Exposição Universal de Paris rejeita vários dos seus quadro, então ele manda construir uma casa perto da exposição onde foram expostos 41dos quadros.
  19. 19. Em 1871, envolve-se nos episódios da Comuna de Paris. Com a derrota da Comuna foi responsabilizado pela destruição da Coluna Napoleónica.
  20. 20. Foi condenado a pagar as despesas de restauração do monumento. Procurou asilo político na Suíça, onde morre de cirrose hepática, a 31 de dezembro de 1877.
  21. 21. OS QUEBRADORES DE PEDRAS
  22. 22. No quadro, o pintor mostra a simpatia que tem pelas pessoas das classes mais baixas. Pode-se observar dois trabalhadores, em trajes humildes quebradores de pedras numa região rural.
  23. 23. Os rostos dos trabalhadores não estão visiveis e o quadro dá a impressão de que eles continuavam a trabalhar enquanto Courbet os pintava.
  24. 24. Nesta pintura predominam as cores mais frias, apesar de existirem também outras cores que descontraem a imagem.
  25. 25. O REALISMO EM PORTUGAL O início do realismo em Portugal deu-se com a chamada Questão Coimbrã que durou de 1865 àté 1867. O aparecimento do realismo em Portugal deu- se 15 anos depois do início do realismo na França e 40 anos depois do início do romantismo.
  26. 26. Literatura – Antero de Quental, Cesário Verde e Eça de Queirós Pintura - Columbano Bordalo Pinheiro, José Malhoa e Silva Porto Escultura - Soares dos Reis
  27. 27. FIM

×