Aula de-cisto-sem-fotos1

1.304 visualizações

Publicada em

cistos odontogenicos

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.304
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula de-cisto-sem-fotos1

  1. 1. Cristina Braga Xavier TRATAMENTO CIRÚRGICO DOS CISTOS DO COMPLEXO BUCO-MAXILO- FACIAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULADE DE ODONTOLOGIA DEPARTAMENTO DE CIRURGIA, TRAUMATOLOGIA E PRÓTESE BUCO- MAXILO-FACIAIS
  2. 2. Cristina Braga Xavier Conceito Cavidade patológica, revestida por epitélio, recoberta por uma cápsula de tecido conjuntivo e contendo no seu interior material fluido ou semifluido.
  3. 3. Cristina Braga Xavier Etiopatogenia Restos epiteliais Crescimento da lesão Cavidade cística Maciço celular Estím ulo Proliferação Necrose das céls internas Pressão osmótica Crescimento da lesão
  4. 4. Cristina Braga Xavier Classificação  Cistos de desenvolvimento;  Cistos associados ao seio maxilar;  Pseudocistos dos ossos maxilares;  Cistos odontogênicos de desenvolvimento;  Cistos odontogênicos inflamatórios.
  5. 5. Cristina Braga Xavier Classificação  Cistos de desenvolvimento  Cisto palatino do recém-nascido  Cisto do ducto nasopalatino (canal incisivo)  Cisto do ducto tireoglosso  Cisto linfoepitelial (branquial)  Cisto epidermóide  Cisto dermóide  Cisto pilar  Cisto nasolabial
  6. 6. Cristina Braga Xavier Classificação  Cistos associados ao seio maxilar  Pseudocisto ou cisto mucoso do seio maxilar  Pseudocistos dos ossos maxilares  Cisto ósseo de Stafne  Cisto ósseo aneurismático  Cisto ósseo traumático (hemorrágico)
  7. 7. Cristina Braga Xavier Classificação  Cistos odontogênicos de desenvolvimento  Cisto dentígero (folicular)  Cisto de erupção  Cisto gengival do recém-nascido  Cisto gengival do adulto  Cisto periodontal lateral  Ceratocisto odontogênico  Cisto odontogênico calcificante (cisto de Gorlin)
  8. 8. Cristina Braga Xavier Classificação  Cistos odontogênicos inflamatórios  Cisto periapical  Cisto residual  Cisto paradental
  9. 9. Cristina Braga Xavier
  10. 10. Cristina Braga Xavier Características clínicas  Assintomáticos (a menos que infectados)  Mucosa que recobre o cisto de aparência normal  Crescimento lento  Mobilidade dentária  Tumefação  Crepitação apergaminhada  Flutuação e assimetria
  11. 11. Cristina Braga Xavier Características radiográficas  Lesão radiolúcida  unilocular  multilocular  Halo radiopaco  Reabsorção radicular  Deslocamento dentário
  12. 12. Cristina Braga Xavier Diagnóstico  Anamnese  Exame clínico  Palpação  Sintomatologia associada  Testes de vitalidade e percussão nos dentes envolvidos  Exames por imagem  Rx periapical  Rx oclusal  Rx panorâmico  Biópsia por aspiração Rx lateral oblíqua (ramo ou corpo) Tomografia computadorizada Achado radiográfico
  13. 13. Cristina Braga Xavier Tratamento  Enucleação (Partsch II)  Com sutura  Sem sutura  Marsupialização (Partsch I)  Técnica de redução controlada  Marsupialização seguida de enucleação  Enucleação com curetagem PETERSON, 2000
  14. 14. Cristina Braga Xavier Enucleação  Indicações  Tratamento de escolha (sem sacrifício às estruturas adjacentes)  Lesões pequenas (até 3 cm de diâmetro)  Vantagens  Permite exame histopatológico da lesão por inteiro  Não existe necessidade de irrigações constantes  Desvantagens  Risco às estruturas adjacentes
  15. 15. Cristina Braga Xavier Enucleação  Técnica cirúrgica  Antissepsia intra e extra-bucal  Anestesia  Incisão  Ostectomia  Enucleação (com curetas)  Irrigação e aspiração  Inspeção da loja óssea  Sutura  Medicação e recomendações pós-operatórias Preenchimento da cavidade com enxerto
  16. 16. Cristina Braga Xavier
  17. 17. Cristina Braga Xavier Marsupialização  Princípio  pressão intracística, do cisto e preenchimento ósseo  Indicações  injúria aos tecidos;  Quando o acesso a toda lesão é impossível;  Manutenção do dente na cavidade bucal;  Pacientes debilitados ( a extensão da cirurgia);  Lesões muito extensas;
  18. 18. Cristina Braga Xavier Marsupialização  Vantagens  Procedimento mais simples  Evita danos às estruturas vitais e fraturas ósseas  Desvantagens Tecido patológico “in situ”  Irrigações diárias e limpeza da cavidade  Necessidade de nova intervenção cirúrgica
  19. 19. Cristina Braga Xavier Marsupialização  Técnica cirúrgica  Antissepsia intra e extra-bucal  Anestesia (bloqueio regional)  Aspiração (punção)  Incisão (elíptica ou em meia-lua)  Ostectomia
  20. 20. Cristina Braga Xavier Marsupialização  Técnica cirúrgica  Remoção de uma janela de cápsula cística  Irrigação e secagem  Inspeção da loja óssea  Sutura da cápsula na mucosa bucal  Preenchimento da cavidade com gaze + antibiótico Medicação e recomendações pós-operatórias (irrigações com soro fisiológico)
  21. 21. Cristina Braga Xavier
  22. 22. Cristina Braga Xavier
  23. 23. Cristina Braga Xavier Marsupialização seguida de Enucleação  Indicações  Acelerar o reparo  Dificuldade do paciente higienizar a cavidade  Vantagens  Procedimento inicial simples  Remoção de todo tecido patológico  Cápsula cística mais espessa  Técnica cirúrgica  União dos dois procedimentos cirúrgicos
  24. 24. Cristina Braga Xavier
  25. 25. Cristina Braga Xavier Redução controlada  Indicações  Amplas lesões císticas  Cistos infectados  Técnica cirúrgica  Anestesia  Punção  Introdução de catéter  Sutura do catéter na mucosa  Acompanhamento clínico e radiográfico Mesmo princípio da marsupialização
  26. 26. Cristina Braga Xavier
  27. 27. Cristina Braga Xavier Enucleação seguida de curetagem Indicações  Ceratocisto odontogênico  Recidiva de lesões após a enucleação  Vantagens  Remoção de remanescentes epiteliais  Desvantagem  Curetagem mais destrutiva ao osso  Risco de lesar feixe vásculo-nervoso dos dentes adjacentes à lesão  Técnica cirúrgica  Semelhante a enucleação com vigorosa curetagem da loja óssea ou uso de brocas
  28. 28. Cristina Braga Xavier Pós-operatório  Mediato  Resultado histopatológico  Acompanhamento clínico  Acompanhamento radiográfico - 1 mês - 2 meses - 6 meses - 1 ano - anual (até a completa cicatrização óssea)
  29. 29. Cristina Braga Xavier Considerações Finais

×