SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
ESTADO DE MATO GROSSO
                      SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO
               ESCOLA ESTADUAL PRES. TANCREDO DE ALMEIDA NEVES
                            SÃO FÉLIX DO ARAGUAIA
                                        




          PROJETO: A SEMANA DA JUVENTUDE
             DIAS: 25 A 30 DE OUTUBRO/2010.




                                TEMA:


      “Juventude... um fazer de cidadania”




SUBTEMAS: 


 VIOLÊNCIA CONTRA A JUVENTUDE; 
 JUVENTUDE E O TRABALHO;
 A JUVENTUDE NA POLÍTICA;
 
ESTADO DE MATO GROSSO
                                    SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO
                             ESCOLA ESTADUAL PRES. TANCREDO DE ALMEIDA NEVES
                                          SÃO FÉLIX DO ARAGUAIA




DIAS 25 A  30 DE OUTUBRO – SEMANA DA JUVENTUDE




                                                      “A   finalidade   de   nossa   escola   é   ensinar   a   repensar   o  
                                                      pensamento, a ‘dessaber’ o sabido e a duvidar de sua própria  
                                                      dúvida; esta é a única maneira de começar  a acreditar em  
                                                      alguma coisa.” Juan de Mairena 
                                                                                          




EIXO TEMÁTICO – JUVENTUDE 
SUB­TEMAS:


    VIOLÊNCIA CONTRA A JUVENTUDE; 
    JUVENTUDE E O TRABALHO;
    A JUVENTUDE NA POLÍTICA;




APRESENTAÇÃO 




        A Semana da Juventude é uma comemoração muito importante, pois é uma data que serve 
para mostrar à sociedade a importância da juventude como protagonista, seja na sociedade como um 
todo, na ação política ou em quaisquer situações/ambientes. É um momento que se demonstra a 
importância do jovem para a sociedade, visto serem pessoas cheias de vida, de garra, que gostam de 
lutar pelos seus sonhos e que mostram sua insatisfação com muita coragem.

        A juventude encontra­se cada vez mais articulada, ligada pelo espaço e pelo tempo virtual. 
No mundo globalizado e tecnológico não há mais barreiras, nem distâncias que os inibam. Assim 
espera­se que o jovem busque em sua relação mundo/escola discutir temas pertinentes à realidade 
social do jovem, tornando=se semente da transformação do ambiente em que vive, questionando a 
sociedade,   buscando   seus   espaços,   não   esperando   que   as   coisas   venham   prontas,   discutindo   e 
criando uma visão crítica acerca dos acontecimentos a sua volta. 



JUSTIFICATIVA


        A   educação   deve   ser   um   processo   de   construção   de   aprendizagens   em   que   formamos 
cidadãos críticos, conscientes, ativos e criativos na sociedade, entretanto muitas vezes este ideal 
chega   a   ser   meramente   utópico   já   que   sabemos   que   a   instituição   “escola”   enfrenta   diversos 
problemas em várias instâncias. 

        A exemplo, podemos citar a questão da adolescência e juventude que são fenômenos de forte 
caracterização cultural e sua definição está intimamente ligada à transformação da compreensão do 
desenvolvimento humano e também à transformação da forma como cada geração adulta se define a 
si própria.  

        Entretanto,   a   realidade   nos   traz,   durante   o   pleno   exercício   da   profissão   juntamente   aos 
jovens, problemas como preconceito social e racial, medo, drogas, marginalidade e até mesmo a 
burocracia que submete professores à hierarquia de poder, e conseqüentemente, tolhe sua vontade e 
condição de desempenhar um papel comprometido com a formação de indivíduos críticos, ativos e 
autônomos.                                                                                                             
        O jovem tem expectativas bastante sensatas em relação à escola, espera sentir­se parte dela e 
poder dela se orgulhar. Para isso, quer que ela tenha uma "cara própria" e que lhe ofereça canais de 
participação, além da oportunidade de se envolver em questões que digam respeito a ele mesmo e a 
sua comunidade, como as relacionadas à saúde (sexualidade, drogas), meio ambiente e qualidade de 
vida.                                                                                                                  
        Como espaço de aprender a ser e de aprender a conviver, a escola deve ser espaço onde o 
jovem pode  e deve exercitar o protagonismo, atuando efetivamente nela, apresentado propostas, 
promovendo   discussões   que   digam   respeito   à   vida   escolar   ou   ao   interesse   da   comunidade, 
participando   de   organizações   de   grupos   de   seu   interesse   sendo   capazes   de   contribuir   para   a 
construção ou o fortalecimento da identidade da escola. 

        A partir da Escola Nova, a visão tradicional do jovem como ser incompleto, devendo ser 
educado, foi substituída pela imagem do jovem com atributos próprios, necessidades e expressões 
peculiares, que a escola deve acompanhá­lo e contribuir para sua formação. Para tanto, a formação 
continuada de professores  e profissionais da educação faz com que se multiplique a sensibilidade 
para as concepções psicológicas juvenis, cujas necessidades, direitos e expressões tornaram­se a 
dimensão  essencial de projetos  escolares.   Diante disso, a EE Presidente Tancredo de Almeida 
Neves mostra­se também aberta à realização da Semana da Juventude, que acontecerá na última 
semana do mês de outubro/2010 com a programação especialmente voltada para os jovens da escola, 
numa perspectiva de transparecer a importância que possui cada jovem que compõe a comunidade 
escolar                    dessa                   escola.                                                        
          Nesta   perspectiva,   trabalhar   o   Projeto  “Juventude...   um   fazer   de   cidadania”  tem   por 
objetivo propiciar entretenimento, companhia e informação, priorizando conteúdos comunicativos 
escolares, apresentando os jovens quais protagonistas de sua própria história. 



OBJETIVO GERAL 


 Divulgar   os   dias   25   a   30   de   outubro   como   a   Semana   da   Juventude,   dando   relevância   à 
    importância   dos   jovens   que   compõem   o   quadro   educativo   da   Escola   Estadual   Presidente 
    Tancredo de Almeida Neves. 



OBJETIVOS ESPECÍFICOS 




      Promover um intercâmbio de informações sobre assuntos de interesse da comunidade jovem 
      da escola Tancredo;
     Apresentar aos jovens as  muitas possibilidades  de se viver o período da juventude  com 
      liberdade/   responsabilidade,   atribuindo­lhe   o   direito   de   agir   como   desejar   sem,   contudo 
      ocultar­lhes as responsabilidades/conseqüências de seus atos;
     Fazer da escola um espaço de produção de cultura, trocas de conhecimentos, elaborando e 
      experimentando identidades e comportamentos entre jovens e adolescentes;
      Possibilitar aos educandos, realizar uma tradução crítica das vivências que traz, mostrando­
      lhe novas possibilidades de leitura, tanto de si e quanto do mundo;


     ESTRATÉGIA 


     Serão utilizados como ferramentas pedagógicas os seguintes procedimentos:
      Apresentação de informações acerca dos subtemas escolhidos para o projeto;
      Debates;
      Mesa de saberes;
      Gincana educativa/ de interação;
      Bingo;
      Noite Cultural;
 Passeio Ecológico.
          CRONOGRAMA 
          Mês de outubro/2010 
          Dias 25 a 30/10/2010.   




                                         SEMANA DA JUVENTUDE
          DIA                                                 PROGRAMAÇÃO
25/10                  Horário normal 
Segunda – Feira        1º  e 2° horários (nos três turnos)­Aulas Temáticas – Tema: Juventude... um fazer de cidadania. 
                       9:30 às 11:30 ­  Mobilização Nacional de Adolescentes   e Jovens do Ensino Médio para 
                       Prevenção da Infecção pelo HIV e da Aids.
                       Mediadores: Professora Rosa e Professor “KK”
                       15:00 ÀS 17:00HS ­Mobilização Nacional de Adolescentes  e Jovens do Ensino Médio para 
                       Prevenção da Infecção pelo HIV e da Aids.
                       Mediadores: Professora Rosa e Professor “KK”
                       21:00 ÀS 23:30  ­Mobilização Nacional de Adolescentes   e Jovens do Ensino Médio para 
                       Prevenção da Infecção pelo HIV e da Aids.
                       Mediadores: Professora Rosa e Professor “KK
26/10                  Mesa Redonda:
Terça­Feira            Local­ Câmara Municipal de Vereadores
                       Horário: 19:30 horas
                       Violência contra a juventude­ Palestrante –  Delegado de polícia Dr. Wilyney ­ e Professor KK
                       Juventude e o Trabalho­ Palestrante – Defensor Público Marcelo Durval S. Feitosa
                       A juventude na Política  – Palestrante ­chefe do cartório eleitoral Anderson Alarcon­ e Zeila 
                       Santana Borges
                       Mediadora­ Professora – Nilia Santana 
27/10                  Pesquisa 
Quarta­ Feira          Produções 
                       Preparação para a Noite Cultural 
28/10                  Gincana 
Quinta­Feira
7:30 horas 
29/10                  Bingo  ­   Todos os profissionais da educação (cada professor receberá 15 (quinze)   cartelas 
                       para   serem   vendidas   no   valor   de   2,00   entre   alunos   e   comunidade   escolar   e   os   demais 
Sexta­Feira
                       profissionais da educação receberão 05 (cinco) cartelas a 2,00 (dois) a serem vendidos entre a 
Bingo 19:00hs          comunidade escolar.
 29/10                 Noite Cultural ­ professores responsáveis/ turma: 
Sexta­Feira            1º A1e 1º A2­ – Glecy e Mayso 
20:00hs                1º A3 e 2º A2 – Laura Neide 
                       2º A1 – Rosa 
3º A1 – KK
                     3º A2 – Karla Vanessa 
                     Noturno
                     1º Ano – Leonor 
                     2º Ano – Ialene 
                     3º Ano – Aelso
30/10                Passeio Ecológico
Sábado               LOCAL: Lago dos Ingleses
Ás 7:30 hs




AVALIAÇÃO 
           A participação dos alunos será avaliada segundo a participação e interesse individual e 
coletivo. A atuação dos profissionais da educação, bem como o desenrolar das atividades propostas 
serão discutidas e avaliadas durante a formação continuada que sucederá após o evento. 
Projeto semana da juventude

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇASPROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇASPaulo David
 
Setembro Amarelo.pdf
Setembro Amarelo.pdfSetembro Amarelo.pdf
Setembro Amarelo.pdfAdilson742403
 
Atividade de Arte - Música
Atividade de Arte  - MúsicaAtividade de Arte  - Música
Atividade de Arte - MúsicaMary Alvarenga
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.Prof. Noe Assunção
 
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º anoProjeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º anoMary Alvarenga
 
Roteiro para Projeto de Vida
Roteiro para Projeto de VidaRoteiro para Projeto de Vida
Roteiro para Projeto de VidaIvanilson Lima
 
Projeto saúde na escola
Projeto saúde na escolaProjeto saúde na escola
Projeto saúde na escolaelianabizarro
 
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos Talentosas
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos TalentosasAtividade avaliativa sobre o filme Mãos Talentosas
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos TalentosasAlex Santos
 
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Mary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

PROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇASPROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇAS
 
Projetos ensino religioso semeduc
Projetos ensino religioso semeducProjetos ensino religioso semeduc
Projetos ensino religioso semeduc
 
Projeto de vida
Projeto de vidaProjeto de vida
Projeto de vida
 
Setembro Amarelo.pdf
Setembro Amarelo.pdfSetembro Amarelo.pdf
Setembro Amarelo.pdf
 
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLOAVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
 
Atividade de Arte - Música
Atividade de Arte  - MúsicaAtividade de Arte  - Música
Atividade de Arte - Música
 
Estatuto da criança eca (1)
Estatuto da criança eca (1)Estatuto da criança eca (1)
Estatuto da criança eca (1)
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
 
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
 
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogicomodelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
 
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º anoProjeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
 
Exercícios juv
Exercícios juvExercícios juv
Exercícios juv
 
Relatório
RelatórioRelatório
Relatório
 
Roteiro para Projeto de Vida
Roteiro para Projeto de VidaRoteiro para Projeto de Vida
Roteiro para Projeto de Vida
 
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANOINTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
 
Projeto gincana cultural interdisciplinar
Projeto gincana cultural interdisciplinarProjeto gincana cultural interdisciplinar
Projeto gincana cultural interdisciplinar
 
Projeto saúde na escola
Projeto saúde na escolaProjeto saúde na escola
Projeto saúde na escola
 
Projeto semana da pátria
Projeto semana da pátriaProjeto semana da pátria
Projeto semana da pátria
 
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos Talentosas
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos TalentosasAtividade avaliativa sobre o filme Mãos Talentosas
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos Talentosas
 
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
 

Destaque

PROJETO SOCIAIS
PROJETO SOCIAISPROJETO SOCIAIS
PROJETO SOCIAISE1R2I3
 
Dicas para trabalhar com os jovens
Dicas para trabalhar com os jovensDicas para trabalhar com os jovens
Dicas para trabalhar com os jovensPatricia Montenegro
 
Avaliação do Projeto Jovem de Futuro
Avaliação do Projeto Jovem de FuturoAvaliação do Projeto Jovem de Futuro
Avaliação do Projeto Jovem de FuturoInstituto Unibanco
 
Projeto gincana educativa sp
Projeto gincana educativa   spProjeto gincana educativa   sp
Projeto gincana educativa sptana bassi
 
Papel do jovem na sociedade.
Papel do jovem na sociedade.Papel do jovem na sociedade.
Papel do jovem na sociedade.Yago Nogueira
 
Boccia, il curriculum per il concorso
Boccia, il curriculum per il concorsoBoccia, il curriculum per il concorso
Boccia, il curriculum per il concorsoilfattoquotidiano.it
 
Boccia, il curriculum dopo la correzione
Boccia, il curriculum dopo la correzioneBoccia, il curriculum dopo la correzione
Boccia, il curriculum dopo la correzioneilfattoquotidiano.it
 
A juventude do século XXI
A juventude do século XXIA juventude do século XXI
A juventude do século XXIJonathan Reis
 
Cartelas para Bingo das Operações Básicas da Matemática
Cartelas para Bingo das Operações Básicas da MatemáticaCartelas para Bingo das Operações Básicas da Matemática
Cartelas para Bingo das Operações Básicas da MatemáticaPaulo Alves de Araujo
 
Como elaborar projetos de eventos
Como elaborar projetos de eventosComo elaborar projetos de eventos
Como elaborar projetos de eventosPaulo Marquêz
 
Projeto Alimentação saudável - Ensino Fundamental.
Projeto Alimentação saudável - Ensino Fundamental.Projeto Alimentação saudável - Ensino Fundamental.
Projeto Alimentação saudável - Ensino Fundamental.Natalia Martins
 

Destaque (20)

Skatistas
SkatistasSkatistas
Skatistas
 
PROJETO SOCIAIS
PROJETO SOCIAISPROJETO SOCIAIS
PROJETO SOCIAIS
 
Dicas para trabalhar com os jovens
Dicas para trabalhar com os jovensDicas para trabalhar com os jovens
Dicas para trabalhar com os jovens
 
Avaliação do Projeto Jovem de Futuro
Avaliação do Projeto Jovem de FuturoAvaliação do Projeto Jovem de Futuro
Avaliação do Projeto Jovem de Futuro
 
A paz começa em mim
A paz começa em mimA paz começa em mim
A paz começa em mim
 
Documento 19 - CNBB
Documento 19 - CNBBDocumento 19 - CNBB
Documento 19 - CNBB
 
Estudar Vale a Pena
Estudar Vale a PenaEstudar Vale a Pena
Estudar Vale a Pena
 
História da Semana Da Cidadania
História da Semana Da CidadaniaHistória da Semana Da Cidadania
História da Semana Da Cidadania
 
Projeto gincana educativa sp
Projeto gincana educativa   spProjeto gincana educativa   sp
Projeto gincana educativa sp
 
Palestra para a Juventude
Palestra para a JuventudePalestra para a Juventude
Palestra para a Juventude
 
Papel do jovem na sociedade.
Papel do jovem na sociedade.Papel do jovem na sociedade.
Papel do jovem na sociedade.
 
O Jovem e a Sociedade
O Jovem e a SociedadeO Jovem e a Sociedade
O Jovem e a Sociedade
 
Boccia, il curriculum per il concorso
Boccia, il curriculum per il concorsoBoccia, il curriculum per il concorso
Boccia, il curriculum per il concorso
 
Boccia, il curriculum dopo la correzione
Boccia, il curriculum dopo la correzioneBoccia, il curriculum dopo la correzione
Boccia, il curriculum dopo la correzione
 
A juventude do século XXI
A juventude do século XXIA juventude do século XXI
A juventude do século XXI
 
Cartelas para Bingo das Operações Básicas da Matemática
Cartelas para Bingo das Operações Básicas da MatemáticaCartelas para Bingo das Operações Básicas da Matemática
Cartelas para Bingo das Operações Básicas da Matemática
 
ELABORAÇÃO DE PROJETOS
ELABORAÇÃO DE PROJETOSELABORAÇÃO DE PROJETOS
ELABORAÇÃO DE PROJETOS
 
Juventude!
Juventude!Juventude!
Juventude!
 
Como elaborar projetos de eventos
Como elaborar projetos de eventosComo elaborar projetos de eventos
Como elaborar projetos de eventos
 
Projeto Alimentação saudável - Ensino Fundamental.
Projeto Alimentação saudável - Ensino Fundamental.Projeto Alimentação saudável - Ensino Fundamental.
Projeto Alimentação saudável - Ensino Fundamental.
 

Semelhante a Projeto semana da juventude

O Cotidiano Da Educao Infantil2050
O Cotidiano Da Educao Infantil2050O Cotidiano Da Educao Infantil2050
O Cotidiano Da Educao Infantil2050Brenduxinha
 
A infância e sua singularidade aline
A infância e sua singularidade   alineA infância e sua singularidade   aline
A infância e sua singularidade alineSamanta Vanessa
 
Livro escola que protege
Livro escola que protegeLivro escola que protege
Livro escola que protegeInez Kwiecinski
 
O jovem como sujeito do ensino médio Salete
O jovem como sujeito do ensino médio SaleteO jovem como sujeito do ensino médio Salete
O jovem como sujeito do ensino médio SaleteSalete Perini
 
INVESTIGAÇÃO ACERCA DA IMPORTÂNCIA DE PROJETOS CULTURAIS E SOCIOEDUCATIVOS: U...
INVESTIGAÇÃO ACERCA DA IMPORTÂNCIA DE PROJETOS CULTURAIS E SOCIOEDUCATIVOS: U...INVESTIGAÇÃO ACERCA DA IMPORTÂNCIA DE PROJETOS CULTURAIS E SOCIOEDUCATIVOS: U...
INVESTIGAÇÃO ACERCA DA IMPORTÂNCIA DE PROJETOS CULTURAIS E SOCIOEDUCATIVOS: U...Mário Cruz
 
PLANO MENSAL MAIO-2022.pptx
PLANO MENSAL MAIO-2022.pptxPLANO MENSAL MAIO-2022.pptx
PLANO MENSAL MAIO-2022.pptxalexjtavares
 
Preconceito e Discriminação no contexto escolar
Preconceito e Discriminação no contexto escolarPreconceito e Discriminação no contexto escolar
Preconceito e Discriminação no contexto escolarcaioamorim2000
 
A escola faz juventudes?
A escola faz juventudes?A escola faz juventudes?
A escola faz juventudes?ivideira
 
Filme: "O contador de Histórias"
Filme: "O contador de Histórias"Filme: "O contador de Histórias"
Filme: "O contador de Histórias"andre barbosa
 

Semelhante a Projeto semana da juventude (20)

Pnaic caderno 2
Pnaic caderno 2Pnaic caderno 2
Pnaic caderno 2
 
O Cotidiano Da Educao Infantil2050
O Cotidiano Da Educao Infantil2050O Cotidiano Da Educao Infantil2050
O Cotidiano Da Educao Infantil2050
 
A infância e sua singularidade aline
A infância e sua singularidade   alineA infância e sua singularidade   aline
A infância e sua singularidade aline
 
Livro escola que protege
Livro escola que protegeLivro escola que protege
Livro escola que protege
 
O jovem como sujeito do ensino médio Salete
O jovem como sujeito do ensino médio SaleteO jovem como sujeito do ensino médio Salete
O jovem como sujeito do ensino médio Salete
 
INVESTIGAÇÃO ACERCA DA IMPORTÂNCIA DE PROJETOS CULTURAIS E SOCIOEDUCATIVOS: U...
INVESTIGAÇÃO ACERCA DA IMPORTÂNCIA DE PROJETOS CULTURAIS E SOCIOEDUCATIVOS: U...INVESTIGAÇÃO ACERCA DA IMPORTÂNCIA DE PROJETOS CULTURAIS E SOCIOEDUCATIVOS: U...
INVESTIGAÇÃO ACERCA DA IMPORTÂNCIA DE PROJETOS CULTURAIS E SOCIOEDUCATIVOS: U...
 
PLANO MENSAL MAIO-2022.pptx
PLANO MENSAL MAIO-2022.pptxPLANO MENSAL MAIO-2022.pptx
PLANO MENSAL MAIO-2022.pptx
 
Projeto o que significa ser jovem
Projeto o que significa ser jovemProjeto o que significa ser jovem
Projeto o que significa ser jovem
 
652 2279-1-pb
652 2279-1-pb652 2279-1-pb
652 2279-1-pb
 
Projeto pdf
Projeto pdfProjeto pdf
Projeto pdf
 
Projeto pdf
Projeto pdfProjeto pdf
Projeto pdf
 
Preconceito e Discriminação no contexto escolar
Preconceito e Discriminação no contexto escolarPreconceito e Discriminação no contexto escolar
Preconceito e Discriminação no contexto escolar
 
A escola faz juventudes?
A escola faz juventudes?A escola faz juventudes?
A escola faz juventudes?
 
Itai2
Itai2Itai2
Itai2
 
Tauá2009
Tauá2009Tauá2009
Tauá2009
 
Protagonismo
ProtagonismoProtagonismo
Protagonismo
 
Agenda 06
Agenda 06Agenda 06
Agenda 06
 
Filme: "O contador de Histórias"
Filme: "O contador de Histórias"Filme: "O contador de Histórias"
Filme: "O contador de Histórias"
 
O jovem como sujeito do ensino médio ap 02
O jovem como sujeito do ensino médio ap 02O jovem como sujeito do ensino médio ap 02
O jovem como sujeito do ensino médio ap 02
 
Jornal 202011
Jornal 202011Jornal 202011
Jornal 202011
 

Mais de Escola Tancredo A. Neves (13)

A dinâmica da natureza
A dinâmica da naturezaA dinâmica da natureza
A dinâmica da natureza
 
O brasil na economia global
O brasil na economia globalO brasil na economia global
O brasil na economia global
 
Evangelicos
EvangelicosEvangelicos
Evangelicos
 
Drag Queen
Drag Queen Drag Queen
Drag Queen
 
Movimento punk
Movimento punkMovimento punk
Movimento punk
 
EU PRECISO FAZER O TESTE DO HIV/AIDS ?
EU PRECISO FAZER O TESTE DO HIV/AIDS ?EU PRECISO FAZER O TESTE DO HIV/AIDS ?
EU PRECISO FAZER O TESTE DO HIV/AIDS ?
 
As belezas do mato grosso
As belezas do mato grossoAs belezas do mato grosso
As belezas do mato grosso
 
Projeto de formação continuada
Projeto de formação continuadaProjeto de formação continuada
Projeto de formação continuada
 
Projeto de linguagem
Projeto de linguagemProjeto de linguagem
Projeto de linguagem
 
Projeto de linguagem
Projeto de linguagemProjeto de linguagem
Projeto de linguagem
 
Projeto identidade
Projeto identidadeProjeto identidade
Projeto identidade
 
Projeto impactos ambientais
Projeto impactos ambientaisProjeto impactos ambientais
Projeto impactos ambientais
 
Projeto Copa do Mundo
Projeto Copa do MundoProjeto Copa do Mundo
Projeto Copa do Mundo
 

Último

TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 

Projeto semana da juventude

  • 1. ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL PRES. TANCREDO DE ALMEIDA NEVES SÃO FÉLIX DO ARAGUAIA   PROJETO: A SEMANA DA JUVENTUDE DIAS: 25 A 30 DE OUTUBRO/2010. TEMA: “Juventude... um fazer de cidadania” SUBTEMAS:   VIOLÊNCIA CONTRA A JUVENTUDE;   JUVENTUDE E O TRABALHO;  A JUVENTUDE NA POLÍTICA;  
  • 2. ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL PRES. TANCREDO DE ALMEIDA NEVES SÃO FÉLIX DO ARAGUAIA DIAS 25 A  30 DE OUTUBRO – SEMANA DA JUVENTUDE “A   finalidade   de   nossa   escola   é   ensinar   a   repensar   o   pensamento, a ‘dessaber’ o sabido e a duvidar de sua própria   dúvida; esta é a única maneira de começar  a acreditar em   alguma coisa.” Juan de Mairena      EIXO TEMÁTICO – JUVENTUDE  SUB­TEMAS:  VIOLÊNCIA CONTRA A JUVENTUDE;   JUVENTUDE E O TRABALHO;  A JUVENTUDE NA POLÍTICA; APRESENTAÇÃO  A Semana da Juventude é uma comemoração muito importante, pois é uma data que serve  para mostrar à sociedade a importância da juventude como protagonista, seja na sociedade como um  todo, na ação política ou em quaisquer situações/ambientes. É um momento que se demonstra a  importância do jovem para a sociedade, visto serem pessoas cheias de vida, de garra, que gostam de  lutar pelos seus sonhos e que mostram sua insatisfação com muita coragem. A juventude encontra­se cada vez mais articulada, ligada pelo espaço e pelo tempo virtual.  No mundo globalizado e tecnológico não há mais barreiras, nem distâncias que os inibam. Assim  espera­se que o jovem busque em sua relação mundo/escola discutir temas pertinentes à realidade  social do jovem, tornando=se semente da transformação do ambiente em que vive, questionando a  sociedade,   buscando   seus   espaços,   não   esperando   que   as   coisas   venham   prontas,   discutindo   e 
  • 3. criando uma visão crítica acerca dos acontecimentos a sua volta.  JUSTIFICATIVA A   educação   deve   ser   um   processo   de   construção   de   aprendizagens   em   que   formamos  cidadãos críticos, conscientes, ativos e criativos na sociedade, entretanto muitas vezes este ideal  chega   a   ser   meramente   utópico   já   que   sabemos   que   a   instituição   “escola”   enfrenta   diversos  problemas em várias instâncias.  A exemplo, podemos citar a questão da adolescência e juventude que são fenômenos de forte  caracterização cultural e sua definição está intimamente ligada à transformação da compreensão do  desenvolvimento humano e também à transformação da forma como cada geração adulta se define a  si própria.   Entretanto,   a   realidade   nos   traz,   durante   o   pleno   exercício   da   profissão   juntamente   aos  jovens, problemas como preconceito social e racial, medo, drogas, marginalidade e até mesmo a  burocracia que submete professores à hierarquia de poder, e conseqüentemente, tolhe sua vontade e  condição de desempenhar um papel comprometido com a formação de indivíduos críticos, ativos e  autônomos.     O jovem tem expectativas bastante sensatas em relação à escola, espera sentir­se parte dela e  poder dela se orgulhar. Para isso, quer que ela tenha uma "cara própria" e que lhe ofereça canais de  participação, além da oportunidade de se envolver em questões que digam respeito a ele mesmo e a  sua comunidade, como as relacionadas à saúde (sexualidade, drogas), meio ambiente e qualidade de  vida.   Como espaço de aprender a ser e de aprender a conviver, a escola deve ser espaço onde o  jovem pode  e deve exercitar o protagonismo, atuando efetivamente nela, apresentado propostas,  promovendo   discussões   que   digam   respeito   à   vida   escolar   ou   ao   interesse   da   comunidade,  participando   de   organizações   de   grupos   de   seu   interesse   sendo   capazes   de   contribuir   para   a  construção ou o fortalecimento da identidade da escola.  A partir da Escola Nova, a visão tradicional do jovem como ser incompleto, devendo ser  educado, foi substituída pela imagem do jovem com atributos próprios, necessidades e expressões  peculiares, que a escola deve acompanhá­lo e contribuir para sua formação. Para tanto, a formação  continuada de professores  e profissionais da educação faz com que se multiplique a sensibilidade  para as concepções psicológicas juvenis, cujas necessidades, direitos e expressões tornaram­se a  dimensão  essencial de projetos  escolares.   Diante disso, a EE Presidente Tancredo de Almeida 
  • 4. Neves mostra­se também aberta à realização da Semana da Juventude, que acontecerá na última  semana do mês de outubro/2010 com a programação especialmente voltada para os jovens da escola,  numa perspectiva de transparecer a importância que possui cada jovem que compõe a comunidade  escolar   dessa   escola.       Nesta   perspectiva,   trabalhar   o   Projeto  “Juventude...   um   fazer   de   cidadania”  tem   por  objetivo propiciar entretenimento, companhia e informação, priorizando conteúdos comunicativos  escolares, apresentando os jovens quais protagonistas de sua própria história.  OBJETIVO GERAL   Divulgar   os   dias   25   a   30   de   outubro   como   a   Semana   da   Juventude,   dando   relevância   à  importância   dos   jovens   que   compõem   o   quadro   educativo   da   Escola   Estadual   Presidente  Tancredo de Almeida Neves.  OBJETIVOS ESPECÍFICOS    Promover um intercâmbio de informações sobre assuntos de interesse da comunidade jovem  da escola Tancredo;  Apresentar aos jovens as  muitas possibilidades  de se viver o período da juventude  com  liberdade/   responsabilidade,   atribuindo­lhe   o   direito   de   agir   como   desejar   sem,   contudo  ocultar­lhes as responsabilidades/conseqüências de seus atos;  Fazer da escola um espaço de produção de cultura, trocas de conhecimentos, elaborando e  experimentando identidades e comportamentos entre jovens e adolescentes;   Possibilitar aos educandos, realizar uma tradução crítica das vivências que traz, mostrando­ lhe novas possibilidades de leitura, tanto de si e quanto do mundo; ESTRATÉGIA  Serão utilizados como ferramentas pedagógicas os seguintes procedimentos:  Apresentação de informações acerca dos subtemas escolhidos para o projeto;  Debates;  Mesa de saberes;  Gincana educativa/ de interação;  Bingo;  Noite Cultural;
  • 5.  Passeio Ecológico. CRONOGRAMA  Mês de outubro/2010  Dias 25 a 30/10/2010.    SEMANA DA JUVENTUDE DIA PROGRAMAÇÃO 25/10 Horário normal  Segunda – Feira  1º  e 2° horários (nos três turnos)­Aulas Temáticas – Tema: Juventude... um fazer de cidadania.  9:30 às 11:30 ­  Mobilização Nacional de Adolescentes   e Jovens do Ensino Médio para  Prevenção da Infecção pelo HIV e da Aids. Mediadores: Professora Rosa e Professor “KK” 15:00 ÀS 17:00HS ­Mobilização Nacional de Adolescentes  e Jovens do Ensino Médio para  Prevenção da Infecção pelo HIV e da Aids. Mediadores: Professora Rosa e Professor “KK” 21:00 ÀS 23:30  ­Mobilização Nacional de Adolescentes   e Jovens do Ensino Médio para  Prevenção da Infecção pelo HIV e da Aids. Mediadores: Professora Rosa e Professor “KK 26/10 Mesa Redonda: Terça­Feira  Local­ Câmara Municipal de Vereadores Horário: 19:30 horas Violência contra a juventude­ Palestrante –  Delegado de polícia Dr. Wilyney ­ e Professor KK Juventude e o Trabalho­ Palestrante – Defensor Público Marcelo Durval S. Feitosa A juventude na Política  – Palestrante ­chefe do cartório eleitoral Anderson Alarcon­ e Zeila  Santana Borges Mediadora­ Professora – Nilia Santana  27/10  Pesquisa  Quarta­ Feira  Produções  Preparação para a Noite Cultural  28/10 Gincana  Quinta­Feira 7:30 horas  29/10 Bingo  ­   Todos os profissionais da educação (cada professor receberá 15 (quinze)   cartelas  para   serem   vendidas   no   valor   de   2,00   entre   alunos   e   comunidade   escolar   e   os   demais  Sexta­Feira profissionais da educação receberão 05 (cinco) cartelas a 2,00 (dois) a serem vendidos entre a  Bingo 19:00hs comunidade escolar.  29/10 Noite Cultural ­ professores responsáveis/ turma:  Sexta­Feira 1º A1e 1º A2­ – Glecy e Mayso  20:00hs 1º A3 e 2º A2 – Laura Neide  2º A1 – Rosa 
  • 6. 3º A1 – KK 3º A2 – Karla Vanessa  Noturno 1º Ano – Leonor  2º Ano – Ialene  3º Ano – Aelso 30/10 Passeio Ecológico Sábado LOCAL: Lago dos Ingleses Ás 7:30 hs AVALIAÇÃO    A participação dos alunos será avaliada segundo a participação e interesse individual e  coletivo. A atuação dos profissionais da educação, bem como o desenrolar das atividades propostas  serão discutidas e avaliadas durante a formação continuada que sucederá após o evento.