SlideShare uma empresa Scribd logo
Pequenos Grupos

 Na Bíblia e Na História


      TED Talmidin Escola de Discípulos
 As reuniões de pequenos grupos e de grandes
  grupos têm feito parte da vida espiritual das
  pessoas e da história bíblica de todos os tempos.


 Satanás criou falsos modelos de pequenos grupos
  fora do contexto bíblico. Ele deturpou o plano divino
  e causou resistência nos cristãos em aceitar os
  pequenos grupos.




              TED Talmidin Escola de Discípulos
Como tem se desenvolvido o
evangelismo na Igreja?
       TED Talmidin Escola de Discípulos
1ª. Época:
Evangelismo Profético. (1844 a 1900)
 A pregação era o método chave desta época.
 As reuniões campais foram estabelecidas como um
  meio de evangelismo e reavivamento.
 O enfoque principal era a implantação de igrejas.




              TED Talmidin Escola de Discípulos
2ª. Época: Evangelismo Institucional. (1900 a
1980)

 O enfoque era a pregação evangelística centralizada
  em Cristo.


 Os cursos bíblicos e os sermões evangelísticos
  tornaram-se parte chave das reuniões.




               TED Talmidin Escola de Discípulos
3ª. Época: Evangelismo de Relacionamentos.
(1980 até hoje)
 Tornou-se mais difícil fazer com que um grande número
  de pastores e congregações se engajassem no
  evangelismo público tradicional.
 Esta época caracterizou-se pelo testemunho pessoal e
  por atender as necessidades das pessoas e estabelecer
  amizade, para depois falar de Jesus.
 Tem ocorrido uma união entre o evangelismo público e
  pessoal.



               TED Talmidin Escola de Discípulos
Os pequenos grupos sempre
fizeram parte do plano de Deus
        TED Talmidin Escola de Discípulos
1. Na criação:
  •   Gên. 1:1. Inclui a idéia de mais de uma
      Pessoa envolvida na criação.
  •   O Pai, o Filho e o Espírito Santo: um
      pequeno grupo.


2. Na formação do ser humano:
  •   Gen. 2:18. Deus formou o primeiro
      pequeno grupo; dois seres humanos e
      Deus.
             TED Talmidin Escola de Discípulos
3. No povo de Israel:
       O plano Deus que consistia em:


    •     a) Dividir a nação em tribos.


    •     b) Dividir as tribos em clãs.


    •     c) Dividir os clãs (as grandes famílias) em
          pequenos núcleos familiares.

                 TED Talmidin Escola de Discípulos
4. No Ministério de Moisés:
       O pastor Moisés tinha uma congregação de mais
        de dois milhões de pessoas e para administrá-los
        necessitou de:
    •     a) 60.000 líderes de 10,
    •     b) 12.000 líderes de 50,
    •     c) 6.000 líderes de 100, e
    •     d) 600 líderes de 1.000.




                  TED Talmidin Escola de Discípulos
 O povo de Deus atualmente necessita
  ter uma liderança competente e
  equilibrada em cada nível da sua
  estrutura organizacional.




          TED Talmidin Escola de Discípulos
5. Jesus:
       Quando Jesus estava pronto para fundar a
        igreja cristã, Ele começou com um pequeno
        grupo.
    •     Lucas 6:13-16 mostra que Ele escolheu 12
          discípulos.
    •     Jesus gastou mais tempo com instruções
          individuais e em pequenos grupos.



                 TED Talmidin Escola de Discípulos
•   Cristo queria enfatizar a importância dos
    relacionamentos pessoais e do treinamento
    no ensino e salvação das pessoas.


•   Jesus agiu assim porque as pessoas são
    salvas individualmente. Seu objetivo era
    relacionamentos que salvassem vidas.




           TED Talmidin Escola de Discípulos
6. A igreja cristã primitiva:


   •   Os primeiros crentes chamavam a igreja de
       “família da fé”. (Gal. 6:10.)


   •   No primeiro século a vida cristã era
       centralizada nos lares.




              TED Talmidin Escola de Discípulos
•   Havia um equilíbrio entre as reuniões
    nos lares e as reuniões públicas.


•   “E todos os dias, no templo e de casa
    em casa, não cessavam de ensinar, e
    de pregar Jesus, o Cristo.” Atos 5:42.




          TED Talmidin Escola de Discípulos
• “Sendo ambos combinados,
  (Evangelismo Público e Pessoal)
  com a bênção de Deus, pode-se
  conseguir uma obra mais perfeita
  e completa”.
  Serviço Cristão, 121.



          TED Talmidin Escola de Discípulos
O que podemos aprender com
a experiência da igreja cristã
primitiva?
        TED Talmidin Escola de Discípulos
Os crentes eram devotos
 dos ensinos dos apóstolos.

 • (Estudo da Bíblia)



      TED Talmidin Escola de Discípulos
Havia companheirismo –
 amor, cuidado, partilha, e
 nutrição – uns com os
 outros.
 • (Confraternização)

      TED Talmidin Escola de Discípulos
 Eles oravam juntos.


 • (Oração)




      TED Talmidin Escola de Discípulos
“Acrescentava-lhes o
 Senhor, dia a dia, os que
 iam sendo salvos” Atos 2:47.

 • (Resultado do Testemunho)
      TED Talmidin Escola de Discípulos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igrejaComo Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Robson Santana
 
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBSProjeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Rodrigo Branco
 
Visão e valores dos grupos pequenos
Visão e valores dos grupos pequenosVisão e valores dos grupos pequenos
Visão e valores dos grupos pequenos
Rogério Nunes
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
revolucaoaje
 
Postila para igreja em células
Postila para igreja em célulasPostila para igreja em células
Postila para igreja em células
Joao Rumpel
 
Mt 28.19-20 - Discipulado e RDLl como estratégia de crescimento
Mt 28.19-20 - Discipulado e RDLl como estratégia de crescimentoMt 28.19-20 - Discipulado e RDLl como estratégia de crescimento
Mt 28.19-20 - Discipulado e RDLl como estratégia de crescimento
Natalino das Neves Neves
 
Igreja simples
Igreja simplesIgreja simples
Igreja simples
Nilton Barros
 
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey MalphursCurso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Robson Santana
 
Lição 10 Discipulado, a missão educadora da igreja
Lição 10   Discipulado, a missão educadora da igrejaLição 10   Discipulado, a missão educadora da igreja
Lição 10 Discipulado, a missão educadora da igreja
Wander Sousa
 
Pensando a nova_igreja_em_pequenos_grupos
Pensando a nova_igreja_em_pequenos_gruposPensando a nova_igreja_em_pequenos_grupos
Pensando a nova_igreja_em_pequenos_grupos
Talmedin Tedi
 
Discipulado
DiscipuladoDiscipulado
Discipulado
Tiago de Souza
 
Transição e Implantação de Células nas Igrejas
Transição e Implantação de Células nas IgrejasTransição e Implantação de Células nas Igrejas
Transição e Implantação de Células nas Igrejas
Edinéia Almeida
 
A estrategia de evangelização através dos grupos familiares
A estrategia de evangelização através dos grupos familiaresA estrategia de evangelização através dos grupos familiares
A estrategia de evangelização através dos grupos familiares
Gilberto Santos
 
DISCIPULADO UM A UM.-phpapp02
DISCIPULADO UM A UM.-phpapp02DISCIPULADO UM A UM.-phpapp02
DISCIPULADO UM A UM.-phpapp02
Deonice E Orlando Sazonov
 
A importância da geração de discípulos
A importância da geração de discípulosA importância da geração de discípulos
A importância da geração de discípulos
prvladimir
 
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Robson Santana
 
A Igreja que queremos ser
A Igreja que queremos serA Igreja que queremos ser
A Igreja que queremos ser
Hugo Machado
 
Treinamento de Líderes de Células e Discipulado Um a Um
Treinamento de Líderes de Células e Discipulado Um a UmTreinamento de Líderes de Células e Discipulado Um a Um
Treinamento de Líderes de Células e Discipulado Um a Um
Christian Lepelletier
 
A função de discipulado da igreja
A função de discipulado da igrejaA função de discipulado da igreja
A função de discipulado da igreja
Pr. Carlos Magno Ramos
 
Aula7 crescimento
Aula7 crescimentoAula7 crescimento
Aula7 crescimento
Deonice E Orlando Sazonov
 

Mais procurados (20)

Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igrejaComo Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
 
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBSProjeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
 
Visão e valores dos grupos pequenos
Visão e valores dos grupos pequenosVisão e valores dos grupos pequenos
Visão e valores dos grupos pequenos
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
 
Postila para igreja em células
Postila para igreja em célulasPostila para igreja em células
Postila para igreja em células
 
Mt 28.19-20 - Discipulado e RDLl como estratégia de crescimento
Mt 28.19-20 - Discipulado e RDLl como estratégia de crescimentoMt 28.19-20 - Discipulado e RDLl como estratégia de crescimento
Mt 28.19-20 - Discipulado e RDLl como estratégia de crescimento
 
Igreja simples
Igreja simplesIgreja simples
Igreja simples
 
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey MalphursCurso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
 
Lição 10 Discipulado, a missão educadora da igreja
Lição 10   Discipulado, a missão educadora da igrejaLição 10   Discipulado, a missão educadora da igreja
Lição 10 Discipulado, a missão educadora da igreja
 
Pensando a nova_igreja_em_pequenos_grupos
Pensando a nova_igreja_em_pequenos_gruposPensando a nova_igreja_em_pequenos_grupos
Pensando a nova_igreja_em_pequenos_grupos
 
Discipulado
DiscipuladoDiscipulado
Discipulado
 
Transição e Implantação de Células nas Igrejas
Transição e Implantação de Células nas IgrejasTransição e Implantação de Células nas Igrejas
Transição e Implantação de Células nas Igrejas
 
A estrategia de evangelização através dos grupos familiares
A estrategia de evangelização através dos grupos familiaresA estrategia de evangelização através dos grupos familiares
A estrategia de evangelização através dos grupos familiares
 
DISCIPULADO UM A UM.-phpapp02
DISCIPULADO UM A UM.-phpapp02DISCIPULADO UM A UM.-phpapp02
DISCIPULADO UM A UM.-phpapp02
 
A importância da geração de discípulos
A importância da geração de discípulosA importância da geração de discípulos
A importância da geração de discípulos
 
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
 
A Igreja que queremos ser
A Igreja que queremos serA Igreja que queremos ser
A Igreja que queremos ser
 
Treinamento de Líderes de Células e Discipulado Um a Um
Treinamento de Líderes de Células e Discipulado Um a UmTreinamento de Líderes de Células e Discipulado Um a Um
Treinamento de Líderes de Células e Discipulado Um a Um
 
A função de discipulado da igreja
A função de discipulado da igrejaA função de discipulado da igreja
A função de discipulado da igreja
 
Aula7 crescimento
Aula7 crescimentoAula7 crescimento
Aula7 crescimento
 

Destaque

Como conduzir uma reunião? PGs Raízes
Como conduzir uma reunião? PGs RaízesComo conduzir uma reunião? PGs Raízes
Como conduzir uma reunião? PGs Raízes
revpex
 
PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
PEQUENOS GRUPOS - Lição 9PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
prweber
 
8 hábitos de um líder de célula eficaz
8 hábitos de um líder de célula eficaz8 hábitos de um líder de célula eficaz
8 hábitos de um líder de célula eficaz
Pr. Ricardo Rodolfo
 
pequenos grupos
pequenos grupospequenos grupos
pequenos grupos
Messias Tavares
 
Discipulado na Prática
Discipulado na PráticaDiscipulado na Prática
Discipulado na Prática
Narlea Walkyse
 
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeDiscipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Christian Lepelletier
 
Onde está a minha paixão
Onde está a minha paixão Onde está a minha paixão
Onde está a minha paixão
Paulo Da Rocha
 
Pequeno grupo
Pequeno grupoPequeno grupo
Pequeno grupo
Michel Pinheiro
 
8 HABITOS - Convite
8 HABITOS - Convite8 HABITOS - Convite
8 HABITOS - Convite
Rodolfo Nascimento
 
Grupos.Pequenos.21.Motivos
Grupos.Pequenos.21.MotivosGrupos.Pequenos.21.Motivos
Grupos.Pequenos.21.Motivos
vffinder
 
Transformação de uma Igreja em células
Transformação de uma Igreja em célulasTransformação de uma Igreja em células
Transformação de uma Igreja em células
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Estudo Dízimos e Ofertas
Estudo Dízimos e OfertasEstudo Dízimos e Ofertas
Estudo Dízimos e Ofertas
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
A Igreja primitiva e as 7 chaves do livro de Atos
A Igreja primitiva e as 7 chaves do livro de AtosA Igreja primitiva e as 7 chaves do livro de Atos
A Igreja primitiva e as 7 chaves do livro de Atos
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Célula nota 10
Célula nota 10Célula nota 10
Célula nota 10
Rodrigo Costa
 
Como atrair novos membros para a célula
Como atrair novos membros para a célulaComo atrair novos membros para a célula
Como atrair novos membros para a célula
Francisco Teófilo da Silva
 
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos GruposApostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Christian Lepelletier
 

Destaque (16)

Como conduzir uma reunião? PGs Raízes
Como conduzir uma reunião? PGs RaízesComo conduzir uma reunião? PGs Raízes
Como conduzir uma reunião? PGs Raízes
 
PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
PEQUENOS GRUPOS - Lição 9PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
 
8 hábitos de um líder de célula eficaz
8 hábitos de um líder de célula eficaz8 hábitos de um líder de célula eficaz
8 hábitos de um líder de célula eficaz
 
pequenos grupos
pequenos grupospequenos grupos
pequenos grupos
 
Discipulado na Prática
Discipulado na PráticaDiscipulado na Prática
Discipulado na Prática
 
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeDiscipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
 
Onde está a minha paixão
Onde está a minha paixão Onde está a minha paixão
Onde está a minha paixão
 
Pequeno grupo
Pequeno grupoPequeno grupo
Pequeno grupo
 
8 HABITOS - Convite
8 HABITOS - Convite8 HABITOS - Convite
8 HABITOS - Convite
 
Grupos.Pequenos.21.Motivos
Grupos.Pequenos.21.MotivosGrupos.Pequenos.21.Motivos
Grupos.Pequenos.21.Motivos
 
Transformação de uma Igreja em células
Transformação de uma Igreja em célulasTransformação de uma Igreja em células
Transformação de uma Igreja em células
 
Estudo Dízimos e Ofertas
Estudo Dízimos e OfertasEstudo Dízimos e Ofertas
Estudo Dízimos e Ofertas
 
A Igreja primitiva e as 7 chaves do livro de Atos
A Igreja primitiva e as 7 chaves do livro de AtosA Igreja primitiva e as 7 chaves do livro de Atos
A Igreja primitiva e as 7 chaves do livro de Atos
 
Célula nota 10
Célula nota 10Célula nota 10
Célula nota 10
 
Como atrair novos membros para a célula
Como atrair novos membros para a célulaComo atrair novos membros para a célula
Como atrair novos membros para a célula
 
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos GruposApostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
 

Semelhante a Pequenos grupos

2013 2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
2013   2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical2013   2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
2013 2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
Natalino das Neves Neves
 
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros CristaosOs Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
tenmario04
 
Pequenos Grupos uma explicação de como desenvolver em sua comunidade
Pequenos Grupos uma explicação de como desenvolver em sua comunidadePequenos Grupos uma explicação de como desenvolver em sua comunidade
Pequenos Grupos uma explicação de como desenvolver em sua comunidade
EdmundoBarreto
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
boasnovassena
 
Estudo sobre ebd
Estudo sobre ebdEstudo sobre ebd
Estudo sobre ebd
Otília Leite
 
«O Diretório para a Catequese desafios à sinodalidade na catequese»
«O Diretório para a Catequese desafios à sinodalidade na catequese»«O Diretório para a Catequese desafios à sinodalidade na catequese»
«O Diretório para a Catequese desafios à sinodalidade na catequese»
BlogMaterialdeCatequ
 
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
Natalino das Neves Neves
 
Fôlder das CEBs - diocese de São José dos Campos - SP
Fôlder das CEBs - diocese de São José dos Campos - SPFôlder das CEBs - diocese de São José dos Campos - SP
Fôlder das CEBs - diocese de São José dos Campos - SP
Bernadetecebs .
 
Aula Da Ebd
Aula Da EbdAula Da Ebd
Aula Da Ebd
Silas Duarte Jr
 
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
Andre Nascimento
 
Dna a visão da igreja obpc
Dna a visão da igreja obpcDna a visão da igreja obpc
Interequipes 2012
Interequipes 2012Interequipes 2012
Interequipes 2012
ensantidade
 
Simpósio de EBD
Simpósio de EBDSimpósio de EBD
Simpósio de EBD
Antonio Fernandes
 
Visão 2020 para salvar o brasil
Visão 2020 para salvar o brasilVisão 2020 para salvar o brasil
Visão 2020 para salvar o brasil
Christian Lepelletier
 
5 ministerios
5 ministerios5 ministerios
5 ministerios
BrunoLenaz
 
DGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleberDGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleber
Kleber Silva
 
Dgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoralDgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoral
Kleber Silva
 
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
LFKlein
 
Uma nova paroquia
Uma nova paroquiaUma nova paroquia
Uma nova paroquia
Pe Gil Medeiros
 
5 dons ministeriais - Estudo
5 dons ministeriais  - Estudo5 dons ministeriais  - Estudo
5 dons ministeriais - Estudo
Sofia Casanova
 

Semelhante a Pequenos grupos (20)

2013 2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
2013   2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical2013   2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
2013 2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
 
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros CristaosOs Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
 
Pequenos Grupos uma explicação de como desenvolver em sua comunidade
Pequenos Grupos uma explicação de como desenvolver em sua comunidadePequenos Grupos uma explicação de como desenvolver em sua comunidade
Pequenos Grupos uma explicação de como desenvolver em sua comunidade
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
 
Estudo sobre ebd
Estudo sobre ebdEstudo sobre ebd
Estudo sobre ebd
 
«O Diretório para a Catequese desafios à sinodalidade na catequese»
«O Diretório para a Catequese desafios à sinodalidade na catequese»«O Diretório para a Catequese desafios à sinodalidade na catequese»
«O Diretório para a Catequese desafios à sinodalidade na catequese»
 
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
 
Fôlder das CEBs - diocese de São José dos Campos - SP
Fôlder das CEBs - diocese de São José dos Campos - SPFôlder das CEBs - diocese de São José dos Campos - SP
Fôlder das CEBs - diocese de São José dos Campos - SP
 
Aula Da Ebd
Aula Da EbdAula Da Ebd
Aula Da Ebd
 
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
 
Dna a visão da igreja obpc
Dna a visão da igreja obpcDna a visão da igreja obpc
Dna a visão da igreja obpc
 
Interequipes 2012
Interequipes 2012Interequipes 2012
Interequipes 2012
 
Simpósio de EBD
Simpósio de EBDSimpósio de EBD
Simpósio de EBD
 
Visão 2020 para salvar o brasil
Visão 2020 para salvar o brasilVisão 2020 para salvar o brasil
Visão 2020 para salvar o brasil
 
5 ministerios
5 ministerios5 ministerios
5 ministerios
 
DGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleberDGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleber
 
Dgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoralDgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoral
 
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
 
Uma nova paroquia
Uma nova paroquiaUma nova paroquia
Uma nova paroquia
 
5 dons ministeriais - Estudo
5 dons ministeriais  - Estudo5 dons ministeriais  - Estudo
5 dons ministeriais - Estudo
 

Mais de talmidimted

Relatorio de celula 071012
Relatorio de celula 071012Relatorio de celula 071012
Relatorio de celula 071012
talmidimted
 
3.o carater de cristo
3.o carater de cristo3.o carater de cristo
3.o carater de cristo
talmidimted
 
2 a obediencia do discipulo
2  a obediencia do discipulo2  a obediencia do discipulo
2 a obediencia do discipulo
talmidimted
 
1 o discipulo de cristo
1  o discipulo de cristo1  o discipulo de cristo
1 o discipulo de cristo
talmidimted
 
9 a import+óncia da igreja local
9  a import+óncia da igreja local9  a import+óncia da igreja local
9 a import+óncia da igreja local
talmidimted
 
Relatorio meu culto familiar
Relatorio meu culto familiarRelatorio meu culto familiar
Relatorio meu culto familiar
talmidimted
 
Orienta+º+áes para meu culto familiar
Orienta+º+áes para meu culto familiarOrienta+º+áes para meu culto familiar
Orienta+º+áes para meu culto familiar
talmidimted
 
O segredo de obede 2 culto nos lares
O segredo de obede 2 culto nos laresO segredo de obede 2 culto nos lares
O segredo de obede 2 culto nos lares
talmidimted
 
Administrando minhas finan+ºas
Administrando minhas finan+ºasAdministrando minhas finan+ºas
Administrando minhas finan+ºas
talmidimted
 
8. as finan+ças e a boa administra+ç+âo
8. as finan+ças e a boa administra+ç+âo8. as finan+ças e a boa administra+ç+âo
8. as finan+ças e a boa administra+ç+âo
talmidimted
 
7. o caminho da properidade
7. o caminho da properidade7. o caminho da properidade
7. o caminho da properidade
talmidimted
 
6. o batismo no espirito santo
6. o batismo no espirito santo6. o batismo no espirito santo
6. o batismo no espirito santo
talmidimted
 
5.a import+óncia do jejum
5.a import+óncia do jejum5.a import+óncia do jejum
5.a import+óncia do jejum
talmidimted
 
4.a vida de oração do cristão
4.a vida de oração do cristão4.a vida de oração do cristão
4.a vida de oração do cristão
talmidimted
 
3. a nova vida em cristo
3. a nova vida em cristo3. a nova vida em cristo
3. a nova vida em cristo
talmidimted
 
Questionario sobre salvacao tedi
Questionario sobre salvacao tediQuestionario sobre salvacao tedi
Questionario sobre salvacao tedi
talmidimted
 
Exercicio do video
Exercicio do videoExercicio do video
Exercicio do video
talmidimted
 
2. salvaã§ã£o do homem um presente de deus
2. salvaã§ã£o do homem um presente de deus2. salvaã§ã£o do homem um presente de deus
2. salvaã§ã£o do homem um presente de deus
talmidimted
 
1 a bã­blia a palavra de deus
1 a bã­blia a palavra de deus1 a bã­blia a palavra de deus
1 a bã­blia a palavra de deus
talmidimted
 

Mais de talmidimted (19)

Relatorio de celula 071012
Relatorio de celula 071012Relatorio de celula 071012
Relatorio de celula 071012
 
3.o carater de cristo
3.o carater de cristo3.o carater de cristo
3.o carater de cristo
 
2 a obediencia do discipulo
2  a obediencia do discipulo2  a obediencia do discipulo
2 a obediencia do discipulo
 
1 o discipulo de cristo
1  o discipulo de cristo1  o discipulo de cristo
1 o discipulo de cristo
 
9 a import+óncia da igreja local
9  a import+óncia da igreja local9  a import+óncia da igreja local
9 a import+óncia da igreja local
 
Relatorio meu culto familiar
Relatorio meu culto familiarRelatorio meu culto familiar
Relatorio meu culto familiar
 
Orienta+º+áes para meu culto familiar
Orienta+º+áes para meu culto familiarOrienta+º+áes para meu culto familiar
Orienta+º+áes para meu culto familiar
 
O segredo de obede 2 culto nos lares
O segredo de obede 2 culto nos laresO segredo de obede 2 culto nos lares
O segredo de obede 2 culto nos lares
 
Administrando minhas finan+ºas
Administrando minhas finan+ºasAdministrando minhas finan+ºas
Administrando minhas finan+ºas
 
8. as finan+ças e a boa administra+ç+âo
8. as finan+ças e a boa administra+ç+âo8. as finan+ças e a boa administra+ç+âo
8. as finan+ças e a boa administra+ç+âo
 
7. o caminho da properidade
7. o caminho da properidade7. o caminho da properidade
7. o caminho da properidade
 
6. o batismo no espirito santo
6. o batismo no espirito santo6. o batismo no espirito santo
6. o batismo no espirito santo
 
5.a import+óncia do jejum
5.a import+óncia do jejum5.a import+óncia do jejum
5.a import+óncia do jejum
 
4.a vida de oração do cristão
4.a vida de oração do cristão4.a vida de oração do cristão
4.a vida de oração do cristão
 
3. a nova vida em cristo
3. a nova vida em cristo3. a nova vida em cristo
3. a nova vida em cristo
 
Questionario sobre salvacao tedi
Questionario sobre salvacao tediQuestionario sobre salvacao tedi
Questionario sobre salvacao tedi
 
Exercicio do video
Exercicio do videoExercicio do video
Exercicio do video
 
2. salvaã§ã£o do homem um presente de deus
2. salvaã§ã£o do homem um presente de deus2. salvaã§ã£o do homem um presente de deus
2. salvaã§ã£o do homem um presente de deus
 
1 a bã­blia a palavra de deus
1 a bã­blia a palavra de deus1 a bã­blia a palavra de deus
1 a bã­blia a palavra de deus
 

Último

Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 

Último (16)

Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 

Pequenos grupos

  • 1. Pequenos Grupos  Na Bíblia e Na História TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 2.  As reuniões de pequenos grupos e de grandes grupos têm feito parte da vida espiritual das pessoas e da história bíblica de todos os tempos.  Satanás criou falsos modelos de pequenos grupos fora do contexto bíblico. Ele deturpou o plano divino e causou resistência nos cristãos em aceitar os pequenos grupos. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 3. Como tem se desenvolvido o evangelismo na Igreja? TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 4. 1ª. Época: Evangelismo Profético. (1844 a 1900)  A pregação era o método chave desta época.  As reuniões campais foram estabelecidas como um meio de evangelismo e reavivamento.  O enfoque principal era a implantação de igrejas. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 5. 2ª. Época: Evangelismo Institucional. (1900 a 1980)  O enfoque era a pregação evangelística centralizada em Cristo.  Os cursos bíblicos e os sermões evangelísticos tornaram-se parte chave das reuniões. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 6. 3ª. Época: Evangelismo de Relacionamentos. (1980 até hoje)  Tornou-se mais difícil fazer com que um grande número de pastores e congregações se engajassem no evangelismo público tradicional.  Esta época caracterizou-se pelo testemunho pessoal e por atender as necessidades das pessoas e estabelecer amizade, para depois falar de Jesus.  Tem ocorrido uma união entre o evangelismo público e pessoal. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 7. Os pequenos grupos sempre fizeram parte do plano de Deus TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 8. 1. Na criação: • Gên. 1:1. Inclui a idéia de mais de uma Pessoa envolvida na criação. • O Pai, o Filho e o Espírito Santo: um pequeno grupo. 2. Na formação do ser humano: • Gen. 2:18. Deus formou o primeiro pequeno grupo; dois seres humanos e Deus. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 9. 3. No povo de Israel:  O plano Deus que consistia em: • a) Dividir a nação em tribos. • b) Dividir as tribos em clãs. • c) Dividir os clãs (as grandes famílias) em pequenos núcleos familiares. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 10. 4. No Ministério de Moisés:  O pastor Moisés tinha uma congregação de mais de dois milhões de pessoas e para administrá-los necessitou de: • a) 60.000 líderes de 10, • b) 12.000 líderes de 50, • c) 6.000 líderes de 100, e • d) 600 líderes de 1.000. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 11.  O povo de Deus atualmente necessita ter uma liderança competente e equilibrada em cada nível da sua estrutura organizacional. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 12. 5. Jesus:  Quando Jesus estava pronto para fundar a igreja cristã, Ele começou com um pequeno grupo. • Lucas 6:13-16 mostra que Ele escolheu 12 discípulos. • Jesus gastou mais tempo com instruções individuais e em pequenos grupos. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 13. Cristo queria enfatizar a importância dos relacionamentos pessoais e do treinamento no ensino e salvação das pessoas. • Jesus agiu assim porque as pessoas são salvas individualmente. Seu objetivo era relacionamentos que salvassem vidas. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 14. 6. A igreja cristã primitiva: • Os primeiros crentes chamavam a igreja de “família da fé”. (Gal. 6:10.) • No primeiro século a vida cristã era centralizada nos lares. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 15. Havia um equilíbrio entre as reuniões nos lares e as reuniões públicas. • “E todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar, e de pregar Jesus, o Cristo.” Atos 5:42. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 16. • “Sendo ambos combinados, (Evangelismo Público e Pessoal) com a bênção de Deus, pode-se conseguir uma obra mais perfeita e completa”. Serviço Cristão, 121. TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 17. O que podemos aprender com a experiência da igreja cristã primitiva? TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 18. Os crentes eram devotos dos ensinos dos apóstolos. • (Estudo da Bíblia) TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 19. Havia companheirismo – amor, cuidado, partilha, e nutrição – uns com os outros. • (Confraternização) TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 20.  Eles oravam juntos. • (Oração) TED Talmidin Escola de Discípulos
  • 21. “Acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos” Atos 2:47. • (Resultado do Testemunho) TED Talmidin Escola de Discípulos