QDT - Quadro de Distribuição de Trabalho

24.252 visualizações

Publicada em

Estes slides apresentam as principais análises que podem ser realizadas por meio do QDT para dimensionamento de equipes de trabalho.

Publicada em: Negócios
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
24.252
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
637
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
377
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

QDT - Quadro de Distribuição de Trabalho

  1. 1. Quadro de Distribuição de Trabalho Sanmya F. Tajra www.tajratecnologias.com.br sanmya@tajratecnologias.com.br
  2. 2. Análise de Distribuição do Trabalho Tem a finalidade avaliar a distribuição das atividades entre os diversos órgãos e, dentro destes, quais as tarefas individuais de cada empregado
  3. 3. O que conseguimos • Exame individualizado do trabalho • Classifica os trabalhos em atividades/ tarefas • Diagnostica tempos mortos • Identifica tarefas importantes • Identifica necessidades de treinamento • Equilibra a distribuição de tarefas
  4. 4. Seqüência para Análise • Tarefas individuais • Tempo gasto por cada empregado em cada tarefa • Atividades desenvolvidas pelo órgão conforme o grau de importância • Distribuição das atividades entre os empregados
  5. 5. QDT – Quadro de Distribuição de Trabalho Instrumento utilizado para analisar as diversas atividades atribuídas a cada uma das unidades existentes numa empresa visando aferir a carga de trabalho e a racionalidade na sua distribuição.
  6. 6. Função X Atividade X Tarefa • Função: agregação de atividades análogas. Ex: Compras de material • Atividade: conjunto de tarefas complementares que visam atingir um determinado fim. Ex: Decomposição das atividades – pesquisa de mercado, seleção de fornecedores, licitação, etc. • Tarefa: passo a passo para desenvolver uma atividade. Ex: licitação –elaboração de edital, recebimento de propostas, etc
  7. 7. Função X Atividade X Tarefa Função Atividade Tarefa
  8. 8. Fatores de Análise de um QDT • Tempo • Capacidade Profissional • Equilíbrio no volume de trabalho dos diversos empregados • Possibilidade pré-liminar de simplificação no trabalho
  9. 9. Fator Tempo • Quais são as atividades que absorvem mais tempo? • São as que de fato devem consumir mais tempo? • O tempo gasto é compatível com a importância relativa de cada uma? • Há atividades sem grande importância absorvendo tempo exagerado? • É dada a necessária prioridade de execução às atividades mais urgentes? • Existe esforço mal empregado?
  10. 10. Fator Capacidade Profissional • Estão as aptidões dos empregados sendo utilizadas adequadamente? • Há tarefas simples sendo desempenhadas por empregados de cargos superiores? • Há indícios de que os empregados estão necessitando de treinamento? • Os empregados estão familiarizados com as técnicas de trabalho utilizadas? • Existem funcionários desempenhando atividades acima da sua capacidade técnica?
  11. 11. Equilíbrio no Volume de Trabalho • Está o trabalho distribuído equitativamente? • Há acúmulo de trabalho? • Existem empregados executando várias atividades desconexas? • Existe alguma tarefa dispersa por vários executantes?
  12. 12. Possibilidades de Simplificação • Está o trabalho superespecializado? • Há duplicidade de trabalho? • Existe trabalho manual que pode ser automatizado? • Os formulários podem ser simplificados? • O layout permite um fluxo adequado para o trabalho?
  13. 13. ATIVIDADES Funcionário: Cargo: Funcionário: Cargo: Nº Denominação Tempo Semanal Tarefas Tempo Semanal Tarefas Tempo Semanal QDT
  14. 14. • CURY, A. Organização e métodos: uma perspectiva comportamental. São Paulo: Atlas, 1996. • OLIVEIRA, D. P. R. de. Sistemas, organização e métodos. S Paulo: Atlas, 1996. • STONER, J. A. e FREEMAN, R. E. Administração. Rio de Janeiro: LTC Editora S.A, 1999. Referência Utilizada

×