Relações Públicas em tempos de mídias sociais - o que muda?

4.623 visualizações

Publicada em

Apresentação para o III Conbragems 2013, em Salvador.

Publicada em: Carreiras
2 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.623
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.019
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
2
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relações Públicas em tempos de mídias sociais - o que muda?

  1. 1. Relações Públicas em tempos de mídias sociais – o que muda?
  2. 2. RP completa 100 anos no Brasil. Muitas coisas mudaram. A comunicação nas organizações, dos profissionais e os relacionamentos também mudaram. Sobretudo com a expansão da internet.
  3. 3. E o que muda para as Relações Públicas nesse novo cenário?
  4. 4. A atuação do profissional no ambiente digital e o uso dos canais. Públicos no ambiente digital e Usuários dos canais. O ambiente digital e os canais para a valorização da profissão.
  5. 5. A atuação do profissional no ambiente digital e o uso dos canais
  6. 6. ambiente digital: • múltiplas mídias • vários canais • possibilidades de segmentar audiência • a conexão mundial • a contraposição com a mídia de massa • a junção com a mídia de massa
  7. 7. Pessoas, Relacionamentos e expectativas
  8. 8. Na Classificação Brasileira de Ocupações as Relações Públicas estão alocadas na família 1423: Gerentes de comercialização, marketing e comunicação.
  9. 9. Análise das últimas 15 vagas para Analista, Coordenador e Gerente de Mídias Sociais anunciadas no site Trampos.co
  10. 10. o que muda é o ambiente, levando em consideração que as competências já são estimuladas na academia e aperfeiçoadas com a atuação cotidiana.
  11. 11. no ambiente digital o que se altera consideravelmente é a intensidade e velocidade de interação, viralização e repercussão
  12. 12. o conteúdo é a “menina dos olhos” é importante conhecer os canais
  13. 13. Uma ação de social media pode ser um exemplo louvável ou um fiasco, o que diferencia esses dois pontos é o preparo do profissional responsável pelo desenvolvimento das atividades e sua equipe.
  14. 14. Públicos no ambiente digital e detentores dos cana
  15. 15. Quais são as solicitações rotineiras do consumidor? Dúvidas Atendimento Reclamação
  16. 16. o que muda velocidade – um conteúdo pode ser replicado milhares de vezes em poucos minutos, o alcance – esse conteúdo pode ir muito além dos limites geográficos memória – tudo será catalogado pelo Google ou até mesmo um print pode fazer memória do ocorrido.
  17. 17. Segundo pesquisa do IBOPE Media divulgada em janeiro de 2013, o Brasil possui 53,5 milhões de usuários ativos de internet, desses 46 milhões (86%) estão nas redes sociais ou em comunidades como blogs, microblogs e fóruns.
  18. 18. atentar-se para crises e conversas/relacionamento. É preciso planejar para poder improvisar. E improvisar significa lidar com ocasiões como estas:
  19. 19. Dicico e o Dia de fúria:
  20. 20. a falha na comunicação ocorreu em outros setores, é imprescindível o alinhamento da comunicação integrada. não adianta o digital fazer um trabalho exemplar enquanto o atendimento no balcão for terrível, e vice versa.
  21. 21. Ecolave e Lívia Leitão
  22. 22. PontoFrio e o Pin
  23. 23. Prefeitura de Curitiba
  24. 24. O ambiente digital e os canais para a valorização da profis
  25. 25. Quantos blogs , grupos e fóruns online sobre Relações Públicas você conhece?
  26. 26. A experiência Versátil RP: nos mantém próximos da profissão, estudando, pesquisando, escrevendo e conversando com profissionais de longa caminhada.
  27. 27. Quando iniciamos, em 2009, éramos todos estudantes e foi um grande diferencial ter visões além daquela obtida em sala de aula.
  28. 28. Temos ótimos exemplos de valorização do profissional para o próprio RP e estudantes. Talvez o próximo passo seja transmitir a essência das Relações Públicas para o mercado.
  29. 29. Uma das funções do relações-públicas é traduzir dialetos da maneira mais simples. Será que essa é a hora de sermos tradutores dos nossos próprios dialetos?
  30. 30. Se o network é a “carta na manga” do relações- públicas, o ambiente digital é um ótimo case de sucesso.

×