SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Razões para se analisar eventos adversos<br />Nos locais de trabalho existem riscos e medidas de controle devem ser adotadas para eliminá-los ou reduzi-los a fim de prevenir acidentes e doenças. A ocorrência de um evento adverso indica que as medidas de controle de risco eram inadequadas ou insuficientes.<br />Por que analisar eventos adversos relacionados com o trabalho?<br />Acidentes de trabalho causam sofrimento e problemas para as pessoas e empresas;<br />Acidentes e doenças relacionadas ao trabalho geram custo elevado para as empresas e para a sociedade;<br />Análises de eventos adversos constituem importante ferramenta para o desenvolvimento e refinamento do sistema de gerenciamento de riscos;<br />Adequada avaliação das condições de segurança e saúde proporciona conhecimento dos riscos associados com as atividades laborais, contribuindo para a transformação das condições de trabalho;<br />Medidas de controle de risco bem planejadas, associadas com supervisão adequada, monitoramento e gestão efetiva de SST, podem garantir que as atividades no trabalho sejam seguras.<br />Além dos motivos acima relacionados, diversas razões legais justificam a realização das análises:<br />Normas Regulamentadoras (NR) do MTE determinam que as empresas analisem e capacitem os trabalhadores para realizar análises de acidentes de trabalho. Exigem ainda que os empregadores planejem, controlem e monitorem as condições de SST, inclusive fornecendo aos trabalhadores informações sobre riscos e medidas de controle;<br />A Previdência Social, por meio de ações regressivas, pode pleitear o ressarcimento dos benefícios decorrentes de acidentes e doenças do trabalho, cujos fatores relacionados ao evento incluam a não observação das normas de segurança e saúde no trabalho;<br />A legislação previdenciária prevê a majoração das alíquotas do Seguro de Acidente do Trabalho - SAT em função da incidência de acidentes e doenças de trabalho na empresa;<br />A Constituição Federal, em seu artigo 7º, inciso XXVIII, estabelece indenização por danos decorrentes do trabalho;<br />O Código Civil prevê indenizações em certas circunstâncias independentemente de dolo ou culpa por parte das empresas.<br />Referência Bibliográfica:<br />Guia de Análise de Acidentes de Trabalho – Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho (DSST)<br />

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Razões Análise Eventos Adversos

Nocoes geriassegurancaesaudenotrabalho [reparado]
Nocoes geriassegurancaesaudenotrabalho [reparado]Nocoes geriassegurancaesaudenotrabalho [reparado]
Nocoes geriassegurancaesaudenotrabalho [reparado]Clotilde Vieira
 
manual-de-prevencao e Segurnça na condção
manual-de-prevencao e Segurnça na condçãomanual-de-prevencao e Segurnça na condção
manual-de-prevencao e Segurnça na condçãomanbadoo
 
Guia apoio organizacao_servicos_seguranca_saude_trabalho_v.1
Guia apoio organizacao_servicos_seguranca_saude_trabalho_v.1Guia apoio organizacao_servicos_seguranca_saude_trabalho_v.1
Guia apoio organizacao_servicos_seguranca_saude_trabalho_v.1pipaspinhal
 
Cartilha seguranca trabalho final
Cartilha seguranca trabalho finalCartilha seguranca trabalho final
Cartilha seguranca trabalho finalBeatriz Bauer Bauer
 
Guia de análises de acidentes de trabalho
Guia de análises de acidentes de trabalhoGuia de análises de acidentes de trabalho
Guia de análises de acidentes de trabalhoJosué Sampaio
 
Cartilhasegurancatrabalhofinal 120501145752-phpapp01
Cartilhasegurancatrabalhofinal 120501145752-phpapp01Cartilhasegurancatrabalhofinal 120501145752-phpapp01
Cartilhasegurancatrabalhofinal 120501145752-phpapp01Diego Sampaio
 
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebrae
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebraeCartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebrae
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebraeIvana Barros
 
Cartilha Segurança trabalho na Construção Civil
Cartilha Segurança trabalho na Construção CivilCartilha Segurança trabalho na Construção Civil
Cartilha Segurança trabalho na Construção CivilBruno Augusto Domingues
 
Cartilha seguranca trabalho final
Cartilha seguranca trabalho finalCartilha seguranca trabalho final
Cartilha seguranca trabalho finalcatagerio
 
Normas e procedimentos relacionados à Higiene e segurança do trabalho.pptx
Normas e procedimentos relacionados à Higiene e segurança do trabalho.pptxNormas e procedimentos relacionados à Higiene e segurança do trabalho.pptx
Normas e procedimentos relacionados à Higiene e segurança do trabalho.pptxrickMelo2
 
PT_Ebook_Gestao_de_seguranca_do_trabalho_eficaz.pdf
PT_Ebook_Gestao_de_seguranca_do_trabalho_eficaz.pdfPT_Ebook_Gestao_de_seguranca_do_trabalho_eficaz.pdf
PT_Ebook_Gestao_de_seguranca_do_trabalho_eficaz.pdfMartorelliMariano1
 
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebrae
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebraeCartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebrae
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebraeRenata Moreira
 
Industria da construcao
Industria da construcaoIndustria da construcao
Industria da construcaoCosmo Palasio
 

Semelhante a Razões Análise Eventos Adversos (20)

Nocoes geriassegurancaesaudenotrabalho [reparado]
Nocoes geriassegurancaesaudenotrabalho [reparado]Nocoes geriassegurancaesaudenotrabalho [reparado]
Nocoes geriassegurancaesaudenotrabalho [reparado]
 
manual-de-prevencao e Segurnça na condção
manual-de-prevencao e Segurnça na condçãomanual-de-prevencao e Segurnça na condção
manual-de-prevencao e Segurnça na condção
 
Nova NR 1 (Consulta Pública)
Nova NR 1 (Consulta Pública)Nova NR 1 (Consulta Pública)
Nova NR 1 (Consulta Pública)
 
Guia apoio organizacao_servicos_seguranca_saude_trabalho_v.1
Guia apoio organizacao_servicos_seguranca_saude_trabalho_v.1Guia apoio organizacao_servicos_seguranca_saude_trabalho_v.1
Guia apoio organizacao_servicos_seguranca_saude_trabalho_v.1
 
Cartilha seguranca trabalho final
Cartilha seguranca trabalho finalCartilha seguranca trabalho final
Cartilha seguranca trabalho final
 
Guia de análises de acidentes de trabalho
Guia de análises de acidentes de trabalhoGuia de análises de acidentes de trabalho
Guia de análises de acidentes de trabalho
 
Guia analise acidente
Guia analise acidenteGuia analise acidente
Guia analise acidente
 
Cartilha seguranca trabalho pcmat
Cartilha seguranca trabalho pcmatCartilha seguranca trabalho pcmat
Cartilha seguranca trabalho pcmat
 
Cartilhasegurancatrabalhofinal 120501145752-phpapp01
Cartilhasegurancatrabalhofinal 120501145752-phpapp01Cartilhasegurancatrabalhofinal 120501145752-phpapp01
Cartilhasegurancatrabalhofinal 120501145752-phpapp01
 
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebrae
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebraeCartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebrae
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebrae
 
Cartilha Segurança trabalho na Construção Civil
Cartilha Segurança trabalho na Construção CivilCartilha Segurança trabalho na Construção Civil
Cartilha Segurança trabalho na Construção Civil
 
Geral.
Geral.Geral.
Geral.
 
Cartilha seguranca trabalho final
Cartilha seguranca trabalho finalCartilha seguranca trabalho final
Cartilha seguranca trabalho final
 
Normas e procedimentos relacionados à Higiene e segurança do trabalho.pptx
Normas e procedimentos relacionados à Higiene e segurança do trabalho.pptxNormas e procedimentos relacionados à Higiene e segurança do trabalho.pptx
Normas e procedimentos relacionados à Higiene e segurança do trabalho.pptx
 
Legislação.pptx
Legislação.pptxLegislação.pptx
Legislação.pptx
 
Diego pavan tomazi
Diego pavan tomaziDiego pavan tomazi
Diego pavan tomazi
 
PT_Ebook_Gestao_de_seguranca_do_trabalho_eficaz.pdf
PT_Ebook_Gestao_de_seguranca_do_trabalho_eficaz.pdfPT_Ebook_Gestao_de_seguranca_do_trabalho_eficaz.pdf
PT_Ebook_Gestao_de_seguranca_do_trabalho_eficaz.pdf
 
Apresentação safety tw8 2017
Apresentação safety tw8   2017Apresentação safety tw8   2017
Apresentação safety tw8 2017
 
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebrae
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebraeCartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebrae
Cartilha sst na_construo_civil_seconci_e_sebrae
 
Industria da construcao
Industria da construcaoIndustria da construcao
Industria da construcao
 

Mais de Sydney Dias

Trabalho prático #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)
Trabalho prático   #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)Trabalho prático   #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)
Trabalho prático #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)Sydney Dias
 
Trabalho prático #5 sondas de perfuração e completação (henrique santana 74...
Trabalho prático #5   sondas de perfuração e completação (henrique santana 74...Trabalho prático #5   sondas de perfuração e completação (henrique santana 74...
Trabalho prático #5 sondas de perfuração e completação (henrique santana 74...Sydney Dias
 
Trabalho prático #4 brocas (henrique santana 74278)
Trabalho prático #4   brocas (henrique santana 74278)Trabalho prático #4   brocas (henrique santana 74278)
Trabalho prático #4 brocas (henrique santana 74278)Sydney Dias
 
Trabalho prático #2 (marco regulatório - henrique santana 74278)
Trabalho prático   #2 (marco regulatório - henrique santana 74278)Trabalho prático   #2 (marco regulatório - henrique santana 74278)
Trabalho prático #2 (marco regulatório - henrique santana 74278)Sydney Dias
 
Trabalho prático #3 gom (henrique santana 74278)
Trabalho prático #3   gom (henrique santana 74278)Trabalho prático #3   gom (henrique santana 74278)
Trabalho prático #3 gom (henrique santana 74278)Sydney Dias
 
Trabalho prático #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)
Trabalho prático   #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)Trabalho prático   #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)
Trabalho prático #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)Sydney Dias
 
1 programacao final-iii-semacit-26-08-2010
1   programacao final-iii-semacit-26-08-20101   programacao final-iii-semacit-26-08-2010
1 programacao final-iii-semacit-26-08-2010Sydney Dias
 
2 descricao-iii semacit
2   descricao-iii semacit2   descricao-iii semacit
2 descricao-iii semacitSydney Dias
 
E mail do-sidney_e_a_resposta
E mail do-sidney_e_a_respostaE mail do-sidney_e_a_resposta
E mail do-sidney_e_a_respostaSydney Dias
 
Perspectivas mundiais dos biocombustíveis petrobras
Perspectivas mundiais dos biocombustíveis petrobrasPerspectivas mundiais dos biocombustíveis petrobras
Perspectivas mundiais dos biocombustíveis petrobrasSydney Dias
 

Mais de Sydney Dias (20)

Tn+76 flip novo
Tn+76 flip novoTn+76 flip novo
Tn+76 flip novo
 
Coluna eco oil
Coluna eco oilColuna eco oil
Coluna eco oil
 
Revista164
Revista164Revista164
Revista164
 
Unipeg
UnipegUnipeg
Unipeg
 
Unipeg
UnipegUnipeg
Unipeg
 
Unipeg
UnipegUnipeg
Unipeg
 
Trabalho prático #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)
Trabalho prático   #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)Trabalho prático   #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)
Trabalho prático #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)
 
Trabalho prático #5 sondas de perfuração e completação (henrique santana 74...
Trabalho prático #5   sondas de perfuração e completação (henrique santana 74...Trabalho prático #5   sondas de perfuração e completação (henrique santana 74...
Trabalho prático #5 sondas de perfuração e completação (henrique santana 74...
 
Trabalho prático #4 brocas (henrique santana 74278)
Trabalho prático #4   brocas (henrique santana 74278)Trabalho prático #4   brocas (henrique santana 74278)
Trabalho prático #4 brocas (henrique santana 74278)
 
Trabalho prático #2 (marco regulatório - henrique santana 74278)
Trabalho prático   #2 (marco regulatório - henrique santana 74278)Trabalho prático   #2 (marco regulatório - henrique santana 74278)
Trabalho prático #2 (marco regulatório - henrique santana 74278)
 
Trabalho prático #3 gom (henrique santana 74278)
Trabalho prático #3   gom (henrique santana 74278)Trabalho prático #3   gom (henrique santana 74278)
Trabalho prático #3 gom (henrique santana 74278)
 
Trabalho prático #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)
Trabalho prático   #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)Trabalho prático   #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)
Trabalho prático #1 (regime de concessão -henrique santana 74278)
 
Unipeg
UnipegUnipeg
Unipeg
 
161pdf final
161pdf final161pdf final
161pdf final
 
Revista gm
Revista gmRevista gm
Revista gm
 
1 programacao final-iii-semacit-26-08-2010
1   programacao final-iii-semacit-26-08-20101   programacao final-iii-semacit-26-08-2010
1 programacao final-iii-semacit-26-08-2010
 
2 descricao-iii semacit
2   descricao-iii semacit2   descricao-iii semacit
2 descricao-iii semacit
 
E mail do-sidney_e_a_resposta
E mail do-sidney_e_a_respostaE mail do-sidney_e_a_resposta
E mail do-sidney_e_a_resposta
 
Perspectivas mundiais dos biocombustíveis petrobras
Perspectivas mundiais dos biocombustíveis petrobrasPerspectivas mundiais dos biocombustíveis petrobras
Perspectivas mundiais dos biocombustíveis petrobras
 
Polimeros 3
Polimeros 3Polimeros 3
Polimeros 3
 

Razões Análise Eventos Adversos

  • 1. Razões para se analisar eventos adversos<br />Nos locais de trabalho existem riscos e medidas de controle devem ser adotadas para eliminá-los ou reduzi-los a fim de prevenir acidentes e doenças. A ocorrência de um evento adverso indica que as medidas de controle de risco eram inadequadas ou insuficientes.<br />Por que analisar eventos adversos relacionados com o trabalho?<br />Acidentes de trabalho causam sofrimento e problemas para as pessoas e empresas;<br />Acidentes e doenças relacionadas ao trabalho geram custo elevado para as empresas e para a sociedade;<br />Análises de eventos adversos constituem importante ferramenta para o desenvolvimento e refinamento do sistema de gerenciamento de riscos;<br />Adequada avaliação das condições de segurança e saúde proporciona conhecimento dos riscos associados com as atividades laborais, contribuindo para a transformação das condições de trabalho;<br />Medidas de controle de risco bem planejadas, associadas com supervisão adequada, monitoramento e gestão efetiva de SST, podem garantir que as atividades no trabalho sejam seguras.<br />Além dos motivos acima relacionados, diversas razões legais justificam a realização das análises:<br />Normas Regulamentadoras (NR) do MTE determinam que as empresas analisem e capacitem os trabalhadores para realizar análises de acidentes de trabalho. Exigem ainda que os empregadores planejem, controlem e monitorem as condições de SST, inclusive fornecendo aos trabalhadores informações sobre riscos e medidas de controle;<br />A Previdência Social, por meio de ações regressivas, pode pleitear o ressarcimento dos benefícios decorrentes de acidentes e doenças do trabalho, cujos fatores relacionados ao evento incluam a não observação das normas de segurança e saúde no trabalho;<br />A legislação previdenciária prevê a majoração das alíquotas do Seguro de Acidente do Trabalho - SAT em função da incidência de acidentes e doenças de trabalho na empresa;<br />A Constituição Federal, em seu artigo 7º, inciso XXVIII, estabelece indenização por danos decorrentes do trabalho;<br />O Código Civil prevê indenizações em certas circunstâncias independentemente de dolo ou culpa por parte das empresas.<br />Referência Bibliográfica:<br />Guia de Análise de Acidentes de Trabalho – Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho (DSST)<br />