SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR JOSEFINO BARBOSA
TRABALHO DE PORTUGUÊS
NOME:__________________________________________________________________ SÉRIE: __________
PROFESSORA: SUZY DE ABREU SANTANA DATA: _____ / _____ / _____
A LENDA DO PREGUIÇOSO
Diz que era uma vez um homem que era o mais preguiçoso que já se viu debaixo do céu e acima da terra.
Ao nascer nem chorou, e se pudesse falar teria dito.
- Choro não, depois eu choro.
Também a culpa não era do pobre. Foi o pai que fez pouco caso quando a parteira ralhou com ele:
- Não cruze as pernas, moço, não presta! Atrasa o menino pra nascer e ele pode crescer na preguiça, manhoso.
E a sina se cumpriu. Cresceu o menino na maior preguiça e fastio. Nada de roça de lida, tanto que um dia o moço se viu
sozinho no pequeno sítio da família onde já não se plantava nada. O mato foi crescendo em volta da casa e ele já não tinha o que
comer. Vai então que ele chama o vizinho, que era também seu compadre, e pede pra ser enterrado ainda vivo.
O outro no começo não queria atender ao estranho pedido, mas quando se lembrou de que negar favor e desejo de
compadre dá sete anos de azar...
E lá se foi o cortejo, carregado por alguns poucos, nos braços de Josefina sua rede de estimação. Quando passou diante da
casa do fazendeiro mais rico da cidade, este tirou o chapéu, em sinal de respeito, e perguntou:
- Quem é que vai ai? Que Deus o tenha.
- Deus não tem ainda não, moço. Ta vivo.
E quando o fazendeiro soube que era porque não tinha mais o que comer, ofereceu dez sacas de arroz. O preguiçoso
levantou a aba do chapéu e ainda da rede cochichou no ouvido do homem:
- Moço, esse seu arroz ta escolhidinho, limpinho e cozidinho?
- Ta não.
- Então toque o enterro, pessoal.
E é por isso que se diz que é preciso prestar atenção nas crendices e superstições da ciência popular.
Giba Pedroza
ENTENDIMENTO DO TEXTO
01) Procure no dicionário o significado das palavras, referentes ao texto:
a) Ralhar:
b) Fastio:
c) Sina:
d) Cortejo:
02) Por que o pobre homem nasceu preguiçoso?
03) Quais os motivos que levaram o preguiçoso a
querer ser enterrado vivo?
04) O que levou seu compadre a atender tal pedido?
05) Já que o fazendeiro doou dez sacas de arroz, por
que ele queria que o cortejo continuasse?
06) Quem é o autor?
07) De acordo com o texto, o que querem dizer as
expressões:
a) “ralhou com ele”
b) “cresceu na maior preguiça e fastio”
08) Leia a tirinha ao lado e responda as questões:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prova de Ciências 5º ano
Prova de Ciências 5º anoProva de Ciências 5º ano
Prova de Ciências 5º ano
Jasmine Leme
 
Atividades mito de pandora e prometeu
Atividades   mito de pandora e prometeuAtividades   mito de pandora e prometeu
Atividades mito de pandora e prometeu
Doug Caesar
 

Mais procurados (20)

Caça palavras - Bullying
Caça palavras - BullyingCaça palavras - Bullying
Caça palavras - Bullying
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
 
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTREAVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTRE
 
Avaliação de geografia
Avaliação de geografiaAvaliação de geografia
Avaliação de geografia
 
Gabarito: Interpretação de texto: O peso do estereótipo – 8º ou 9º ano
Gabarito: Interpretação de texto: O peso do estereótipo – 8º ou 9º anoGabarito: Interpretação de texto: O peso do estereótipo – 8º ou 9º ano
Gabarito: Interpretação de texto: O peso do estereótipo – 8º ou 9º ano
 
Caça palavras - Dia Internacional da Mulher
Caça palavras -  Dia Internacional da MulherCaça palavras -  Dia Internacional da Mulher
Caça palavras - Dia Internacional da Mulher
 
Prova de Ciências 5º ano
Prova de Ciências 5º anoProva de Ciências 5º ano
Prova de Ciências 5º ano
 
APOSTILA LEITURA E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA  LEITURA E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA  LEITURA E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA LEITURA E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Cruzadinha de ciências
Cruzadinha de ciências Cruzadinha de ciências
Cruzadinha de ciências
 
21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade
21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade
21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade
 
Atividades de reforço multiplicação e divisão
Atividades de reforço multiplicação e divisãoAtividades de reforço multiplicação e divisão
Atividades de reforço multiplicação e divisão
 
Dia do estudante
Dia do estudanteDia do estudante
Dia do estudante
 
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
 
Português Simulado 4-ano-segundo-semestre
Português Simulado 4-ano-segundo-semestrePortuguês Simulado 4-ano-segundo-semestre
Português Simulado 4-ano-segundo-semestre
 
Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.
Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.
Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.
 
Gabarito: Atividade de português: Questões sobre verbos de ligação – 8º ano –...
Gabarito: Atividade de português: Questões sobre verbos de ligação – 8º ano –...Gabarito: Atividade de português: Questões sobre verbos de ligação – 8º ano –...
Gabarito: Atividade de português: Questões sobre verbos de ligação – 8º ano –...
 
Atividades mito de pandora e prometeu
Atividades   mito de pandora e prometeuAtividades   mito de pandora e prometeu
Atividades mito de pandora e prometeu
 
Aleluia de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da música
Aleluia  de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da músicaAleluia  de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da música
Aleluia de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da música
 
Word: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Modelo editável
Word: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Modelo editávelWord: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Modelo editável
Word: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Modelo editável
 
D20 (5º ano mat.)
D20  (5º ano   mat.)D20  (5º ano   mat.)
D20 (5º ano mat.)
 

Destaque

Leitura compartilhada
Leitura compartilhadaLeitura compartilhada
Leitura compartilhada
Naraci Faria
 
50 Ideias e Sugestões de Atividades e Jogos Para Suas Aulas
50 Ideias e Sugestões de Atividades e Jogos Para Suas Aulas50 Ideias e Sugestões de Atividades e Jogos Para Suas Aulas
50 Ideias e Sugestões de Atividades e Jogos Para Suas Aulas
Graça Sousa
 
Testemunha tranquila (1)
Testemunha tranquila (1)Testemunha tranquila (1)
Testemunha tranquila (1)
Edna Pedrozo
 
Planejamento anual 3º ano D
Planejamento anual   3º ano DPlanejamento anual   3º ano D
Planejamento anual 3º ano D
Jeane Brasilino
 
Atividade colaborativa responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
Atividade colaborativa   responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...Atividade colaborativa   responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
Atividade colaborativa responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
Cisco Kunsagi
 

Destaque (20)

Leitura compartilhada
Leitura compartilhadaLeitura compartilhada
Leitura compartilhada
 
Leitura colaborativa
Leitura colaborativaLeitura colaborativa
Leitura colaborativa
 
Leitura compartilhada
Leitura compartilhada Leitura compartilhada
Leitura compartilhada
 
Gênero textual lenda _ A LENDA DO PREGUIÇOSO
Gênero textual lenda _ A LENDA DO PREGUIÇOSOGênero textual lenda _ A LENDA DO PREGUIÇOSO
Gênero textual lenda _ A LENDA DO PREGUIÇOSO
 
Leitura compartilhada - Lenda - A Fonte da Juventude - Prof. Alex
Leitura compartilhada - Lenda - A Fonte da Juventude - Prof. AlexLeitura compartilhada - Lenda - A Fonte da Juventude - Prof. Alex
Leitura compartilhada - Lenda - A Fonte da Juventude - Prof. Alex
 
Leitura e interpretação de texto
Leitura e interpretação de textoLeitura e interpretação de texto
Leitura e interpretação de texto
 
Texto: Elefantes. Marcelo Coelho
Texto: Elefantes. Marcelo CoelhoTexto: Elefantes. Marcelo Coelho
Texto: Elefantes. Marcelo Coelho
 
Atividade do Resumo de contos
Atividade do Resumo de contosAtividade do Resumo de contos
Atividade do Resumo de contos
 
50 Ideias e Sugestões de Atividades e Jogos Para Suas Aulas
50 Ideias e Sugestões de Atividades e Jogos Para Suas Aulas50 Ideias e Sugestões de Atividades e Jogos Para Suas Aulas
50 Ideias e Sugestões de Atividades e Jogos Para Suas Aulas
 
Testemunha tranquila (1)
Testemunha tranquila (1)Testemunha tranquila (1)
Testemunha tranquila (1)
 
Saboreando o Poema - O dedo do tempo no barro da vida - Vander Lee
Saboreando o Poema - O dedo do tempo no barro da vida - Vander LeeSaboreando o Poema - O dedo do tempo no barro da vida - Vander Lee
Saboreando o Poema - O dedo do tempo no barro da vida - Vander Lee
 
Sequência didática sobre as lendas
Sequência didática sobre as lendasSequência didática sobre as lendas
Sequência didática sobre as lendas
 
Planejamento anual 3º ano D
Planejamento anual   3º ano DPlanejamento anual   3º ano D
Planejamento anual 3º ano D
 
Estrategias de leitura 2
Estrategias de leitura 2Estrategias de leitura 2
Estrategias de leitura 2
 
SIMULADOSimulado 3º semestre ise.
SIMULADOSimulado 3º semestre ise.SIMULADOSimulado 3º semestre ise.
SIMULADOSimulado 3º semestre ise.
 
Situação de aprendizagem texto avestruz mário prata
Situação de aprendizagem texto avestruz   mário prataSituação de aprendizagem texto avestruz   mário prata
Situação de aprendizagem texto avestruz mário prata
 
Avestruz ii
Avestruz iiAvestruz ii
Avestruz ii
 
Webfólio
WebfólioWebfólio
Webfólio
 
Atividade de sistematização
Atividade de sistematizaçãoAtividade de sistematização
Atividade de sistematização
 
Atividade colaborativa responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
Atividade colaborativa   responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...Atividade colaborativa   responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
Atividade colaborativa responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
 

Mais de Suzy De Abreu Santana (12)

ELETIVAS – a vida em movimento.pptx
ELETIVAS – a vida em movimento.pptxELETIVAS – a vida em movimento.pptx
ELETIVAS – a vida em movimento.pptx
 
TEATRO - O papel do teatro nas culturas.ppt
TEATRO - O papel do teatro nas culturas.pptTEATRO - O papel do teatro nas culturas.ppt
TEATRO - O papel do teatro nas culturas.ppt
 
Apostila literatura brasileira
Apostila literatura brasileiraApostila literatura brasileira
Apostila literatura brasileira
 
A ponte
A ponteA ponte
A ponte
 
Atividade modernismo
Atividade modernismo Atividade modernismo
Atividade modernismo
 
Eja conteudo programatico
Eja conteudo programaticoEja conteudo programatico
Eja conteudo programatico
 
Atividades incluindo o rouxinol e a rosa
Atividades incluindo o rouxinol e a rosaAtividades incluindo o rouxinol e a rosa
Atividades incluindo o rouxinol e a rosa
 
Arvore dos sonhos
Arvore dos sonhosArvore dos sonhos
Arvore dos sonhos
 
A carteira
A carteiraA carteira
A carteira
 
Salmo 56
Salmo 56Salmo 56
Salmo 56
 
Aids texto e exercicio dim
Aids texto e exercicio   dimAids texto e exercicio   dim
Aids texto e exercicio dim
 
Atividade de consolidação
Atividade de consolidaçãoAtividade de consolidação
Atividade de consolidação
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
LeandroLima265595
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 

Atividade conto - a lenda do preguiçoso

  • 1. ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR JOSEFINO BARBOSA TRABALHO DE PORTUGUÊS NOME:__________________________________________________________________ SÉRIE: __________ PROFESSORA: SUZY DE ABREU SANTANA DATA: _____ / _____ / _____ A LENDA DO PREGUIÇOSO Diz que era uma vez um homem que era o mais preguiçoso que já se viu debaixo do céu e acima da terra. Ao nascer nem chorou, e se pudesse falar teria dito. - Choro não, depois eu choro. Também a culpa não era do pobre. Foi o pai que fez pouco caso quando a parteira ralhou com ele: - Não cruze as pernas, moço, não presta! Atrasa o menino pra nascer e ele pode crescer na preguiça, manhoso. E a sina se cumpriu. Cresceu o menino na maior preguiça e fastio. Nada de roça de lida, tanto que um dia o moço se viu sozinho no pequeno sítio da família onde já não se plantava nada. O mato foi crescendo em volta da casa e ele já não tinha o que comer. Vai então que ele chama o vizinho, que era também seu compadre, e pede pra ser enterrado ainda vivo. O outro no começo não queria atender ao estranho pedido, mas quando se lembrou de que negar favor e desejo de compadre dá sete anos de azar... E lá se foi o cortejo, carregado por alguns poucos, nos braços de Josefina sua rede de estimação. Quando passou diante da casa do fazendeiro mais rico da cidade, este tirou o chapéu, em sinal de respeito, e perguntou: - Quem é que vai ai? Que Deus o tenha. - Deus não tem ainda não, moço. Ta vivo. E quando o fazendeiro soube que era porque não tinha mais o que comer, ofereceu dez sacas de arroz. O preguiçoso levantou a aba do chapéu e ainda da rede cochichou no ouvido do homem: - Moço, esse seu arroz ta escolhidinho, limpinho e cozidinho? - Ta não. - Então toque o enterro, pessoal. E é por isso que se diz que é preciso prestar atenção nas crendices e superstições da ciência popular. Giba Pedroza ENTENDIMENTO DO TEXTO 01) Procure no dicionário o significado das palavras, referentes ao texto: a) Ralhar: b) Fastio: c) Sina: d) Cortejo: 02) Por que o pobre homem nasceu preguiçoso? 03) Quais os motivos que levaram o preguiçoso a querer ser enterrado vivo? 04) O que levou seu compadre a atender tal pedido? 05) Já que o fazendeiro doou dez sacas de arroz, por que ele queria que o cortejo continuasse? 06) Quem é o autor? 07) De acordo com o texto, o que querem dizer as expressões: a) “ralhou com ele” b) “cresceu na maior preguiça e fastio” 08) Leia a tirinha ao lado e responda as questões: