Dia Da áGua

5.297 visualizações

Publicada em

comemorativo ao dia internacional da água

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.297
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
37
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
270
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dia Da áGua

  1. 2. O QUE É ÁGUA?????
  2. 3. <ul><li>Bem, água é formada de dois átomo de hidrogênio (H2) e um átomo de oxigênio (O), formando assim, a molécula H2O. </li></ul>
  3. 4. O CICLO DA ÁGUA
  4. 8. A ÁGUA NO CORPO HUMANO
  5. 9. <ul><li>Cerca de 70 % do corpo humano é formado por água. </li></ul><ul><li>- Perdemos por dia em condições normais: Respiração (durante a expiração) - 0,4 litro </li></ul><ul><li>Urina - 1,2 litro </li></ul><ul><li>Transpiração - 0,6 litro </li></ul><ul><li>Evacuação - 0,1 a 0,3 litro </li></ul><ul><li>TOTAL (aproximadamente) - 2,5 litros </li></ul>
  6. 10. <ul><li>- Quanta água precisamos repor por dia: </li></ul><ul><li>Bebendo água - 1,5 litro </li></ul><ul><li>Ingerindo alimentos - 1,0 litro </li></ul><ul><li>PERIGO DE DESIDRATAÇÃO: </li></ul><ul><li>- Quando perdemos um litro de água: sentimos sede. </li></ul><ul><li>- Quando perdemos 2 litros de água: temos sede, cansaço e fadiga. </li></ul><ul><li>- Quando perdemos 3 ou mais litros de água: temos a formação de um processo de desidratação e risco de vida. </li></ul>
  7. 11. COMO ECONOMIZAR ÁGUA
  8. 12. <ul><li>Jamais jogue lixos (papel, plástico, comida, etc.) em rios, riachos, lagoas, mar ou no chão, isso diminui a poluição nas águas, é claro; </li></ul><ul><li>Quando ver uma torneira vazando, feche-a, mesmo que não seja de sua própria casa. </li></ul><ul><li>Lave, raramente, as calçadas de sua casa, isto gera muita economia. </li></ul><ul><li>Tome banhos rápidos, não fique embaixo d'água enrolando. </li></ul><ul><li>Ao escovar os dentes ou lavar as mãos não deixe a torneira aberta. </li></ul><ul><li>Quando for lavar a louça, tente primeiro ensaboar tudo, para depois abrir a torneira. Parece coisa boba, mas seguindo-a você terá um bom resultado </li></ul>
  9. 14. A PRESERVAÇÃO E CONSERVAÇÃO DA ÁGUA.
  10. 15. Saiba que:
  11. 16. <ul><li>Uma descarga sanitária gasta aproximadamente 12 litro de água; aproximadamente 230 por dia </li></ul><ul><li>Uma lavagem de roupa á máquina consome aproximadamente 130 litro de água; </li></ul><ul><li>Durante 15 minutos com a mangueira aberta pode se gastar até 280 litro de água; </li></ul>
  12. 17. <ul><li>Que são gastos para lavar um carro por meia hora 260 litro de água; </li></ul><ul><li>Lavar a calçada com mangueira, por 15 minutos se gasta 280 litros de água; </li></ul><ul><li>Escovar os dentes por 5 minutos com a torneira aberta gasta-se 12 litros de água; </li></ul>
  13. 18. <ul><li>Um banho consome aproximadamente 90 litros de água; </li></ul><ul><li>Lavando mãos e rosto gasta aproximadamente 20 litros por 15  segundos; </li></ul><ul><li>Lavar a louça consome 128 litros de água por vez; </li></ul>
  14. 19. <ul><li>A produção de um ovo consome 160 litros de água; </li></ul><ul><li>Um quilo de carne consome 18.000 litros de água; </li></ul><ul><li>Uma tonelada de milho consome 1.600.000 litros de água; </li></ul><ul><li>Uma tonelada de borracha sintética consome 2.400.000 litros de água. </li></ul>
  15. 20. EUTROFIZAÇÃO  
  16. 21. Fenômeno   em que   um   ecossistema   aquático   é enriquecido  por  nutrientes   diversos, principalmente composto nitrogenados e fosforados. A eutrofização resulta ou da lixiviação de fertilizantes utilizados na agricultura ou da adição   excessiva, na água, de lixo de de esgoto doméstico e de resíduos industriais diversos. 
  17. 24. Poluição por petróleo
  18. 36. Outros tipos de poluição
  19. 61. DOENÇAS
  20. 62. Transmissão direta <ul><li>- Cólera (tonteira, vômitos, dores de cabeça,...) - Ingestão da Água - Dengue (vômitos, tonteira,...) - Água parada - Aedes Aegypt (mosquito) - Diarréia (dores de barriga, vômitos,...) - Ingestão da Água - febre tifóide. - febre paratifóide. - desinteria bacilar. - amebíase ou desinteria amebiana. - hepatite infecciosa. - poliomielite. - Entre outras... </li></ul>
  21. 63. Transmissão indireta <ul><li>- esquistossomose. - fluorose. - malária. - febre amarela. - bócio (papo) - dengue. - tracoma. - leptospirose - perturbações gastro-intestinais de etiologia escura. - infecções dos olhos, ouvidos, gargantas e nariz. - Entre outras... </li></ul>
  22. 64. Água poluída pode causar doenças como...
  23. 67. A ONU redigiu um documento em 22 de março de 1992 - intitulado &quot;Declaração Universal dos Direitos da Água&quot;
  24. 68. 1 - A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão, é plenamente responsável aos olhos de todos.
  25. 69. 2 - A água é a seiva de nosso planeta. Ela é condição essencial de vida de todo vegetal, animal ou ser humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura.
  26. 70. 3 - Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.
  27. 71. 4 - O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.
  28. 72. 5 - A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como a obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.
  29. 73. 6 - A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.
  30. 74. 7 - A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.
  31. 75. 8 - A utilização da água implica em respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.
  32. 76. 9 - A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.
  33. 77. 10 - O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra. Fonte: ONU (Organização das Nações Unidas)
  34. 79. O RIO PARAGUAÇU
  35. 83. <ul><li>O Rio Paraguaçu (RP) é, dentre os afluentes da BTS, aquele que possui a maior bacia de drenagem (56 300 km2 ou cerca de 10,14 % do Estado da Bahia), sendo assim o maior contribuinte nas descargas de água doce. O Rio Paraguaçu nasce na Chapada Diamantina a uma altitude de 1200 m, percorrendo cerca de 500 km até a sua desembocadura na Baía de Iguape, no setor ocidental </li></ul>
  36. 84. CLIMA
  37. 85. <ul><li>A maior parte da bacia do Rio paraguaçu, apresenta características de clima semi-árido com áreas de baixa pluviosidade durante todo o ano  e com alto risco de secas. Sendo assim, seus tributários permanecerem intermitentes a maior parte do ano,  e as chuvas, quando ocorrem, são de maneira torrencial, gerando consideráveis descargas. </li></ul>
  38. 86. <ul><li>Nas cabeceiras dos rios, na região mais elevada da Chapada  Diamantina, há predominância de chuvas orográficas, sendo concentradas nos meses de primavera e verão. Os valores de precipitação no alto Paraguaçu variam de 500 mm/a (Boninal) a 1300 mm/a (Lençóis </li></ul>
  39. 87. <ul><li>As áreas de maiores precipitações são restritas a uma faixa de 50 km de largura próximo do litoral, sendo a chegada de frentes frias o fator preponderante na pluviosidade, que concentra-se nos meses de abril a julho e alcança valores superiores a 1800 mm/a já na Baía de Todos os Santos. </li></ul>

×