O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Bragança

trabalho de Geografia - para conhecer melhor a cidade de Bragança

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Bragança

  1. 1. INTRODUÇÃO  O presente trabalho é sobre a cidade de Bragança, através deste trabalho quero transmitir um melhor conhecimento da riqueza desta cidade.  Este trabalho esta organizado em 8 partes, onde vou relatar cada facto importante sobre Bragança, abordando os principais tópicos sobre o assunto.
  2. 2. ÍNDICE  Localização  Região  Clima  Território  Parque Natural de Montesinho  Gastronomia  Património histórico  Tradições
  3. 3. LOCALIZAÇÃO  No Nordeste de Portugal, em Trás-os-Montes, situa-se o distrito de Bragança.  Bragança está situada no extremo do Parque Natural de Montesinho, Liga-se a norte com a Galiza e a nascente com Castela e leão. Províncias de Espanha.  A Sul Atravessando o Rio Douro, encontramos os distritos da Guarda e de Viseu.
  4. 4. REGIÃO  Bragança é sede do oitavo maior município português, com 1 173,57 km² de área, subdividido em 39 freguesias.  Bragança e uma região remota e montanhosa oferece cenários únicos, vilas históricas, paisagens naturais e uma gastronomia riquíssima.  Bragança está situada no extremo do Parque Natural de Montesinho uma das zonas florestais mais selvagens da Europa, com uma enorme diversidade de fauna e flora.
  5. 5. CLIMA  A cidade de Bragança tem um clima temperado, com influências tanto continentais como atlânticas.  O verão é tipicamente quente e seco e os dias costumam ser soalheiros.  O inverno é longo, frio e húmido e é nesta estação que se encontram os meses mais chuvosos
  6. 6. TERRITÓRIO  Dividido em duas zonas, a Terra Fria com planaltos e serra, vales profundos e estreitos, de clima rude e onde se produz centeio, batata e castanha.  E a Terra Quente com micro Clima mediterrânio, onde se cultiva a oliveira, a amendoeira, a figueira, a vinha e o sobreiro.
  7. 7. PARQUE NATURAL DE MONTESINHO  O Parque natural de montesinho é uma das maiores áreas protegidas de Portugal, por reunir um conjunto de paisagens naturais, seminaturais e humanizadas de interesse nacional, onde é visível a integração harmoniosa da actividade humana e da natureza.
  8. 8.  Possui uma superfície de cerca de 75.000 mil hectares , com aproximadamente 8500 habitantes distribuídos por 89 aldeias dos concelhos de bragança e vinhais.  Situa-se em plena terra fria transmontana, integrando duas belíssimas serra – a de montesinho e da coroa
  9. 9. GASTRONOMIA  A gastronomia de Bragança destaca-se pela qualidade dos seus produtos, com sabores e aromas que parecem exalar das paisagens de onde provêm.  Assenta essencialmente nos enchidos regionais como o fumeiro, encontrando-se o presunto, a alheiras, também designadas de tabafeias, o salpicão e o butelo.
  10. 10. Salpicão Butelo Alheiras
  11. 11. DOÇARIA  A nível gastronómico esta é a que se destaca menos devido a sua pouca diversificação.  Destacam-se, contudo, os folares da páscoa, os ovos doces consumidos com pão, o bolo de mel, as rosquilhas e as súplicas.  Algumas delas possuem a particularidade de serem confeccionadas à base de apenas três ingredientes: açúcar, farinha e ovos.
  12. 12. Bolo de mel Rosquinhas
  13. 13. PATRIMÓNIO HISTÓRICO  Visitar Bragança é fazer uma viagem desde a antiguidade e memórias históricas até à modernidade contemporânea.  Reviver a história no castelo medieval, as tradições nos museus, as memórias nos monumentos e edifícios emblemáticos.
  14. 14. MUSEUS Centro de ciência viva  Inaugurado em 2007, o centro de ciência viva é constituído por dois espaços: o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental e a Casa da Seda instalada num antigo moinho recuperado.
  15. 15. Museu abade Baçal  As principais colecções que integram o acervo do museu abade Baçal são arqueologia, epigrafia, arca sacra, pintura entre outros.  O espólio do museu tem sido gradualmente enriquecido através de doações, legados e aquisições.
  16. 16.  O Museu Militar de Bragança ocupa todo o interior da Torre impondo-se como espaço memória das vivências militares da cidade.  porquanto a maioria das peças originais foram doadas pelos habitantes, participantes nas Campanhas de África e 1ª Guerra Mundial. Museu Militar
  17. 17. IGREJAS E MONUMENTOS Castelo Medieval de Bragança  O conjunto monumental castelo-cidadela fica sobranceiro à cidade e que domina completamente.  Ali, pode-se admirar a torre de menagem, a Torre da princesa, a Domus municipalis, a Igreja da santa maria e o pelourinho.
  18. 18. Domus Municipalis  Exemplar único na península Ibérica da arquitectura românica civil. Foi construída no séc. XII para servir de cisterna, sendo posteriormente adaptada a paços do concelho. Distingue-se pela sucessão de aberturas e pela sua diversidade decorativa.
  19. 19. Basílica do santo cristo de outeiro  A basílica do santo cristo outeiro é um monumento único na região Trás-os- Montes.  Foi construída na séc. XVII e declarada monumento nacional desde 1927.  Distingue-se pela simetria e equilíbrio de proporções.
  20. 20. TRADIÇÕES Careto  A festa dos caretos faz parte de uma tradição milenar que é celebrada em Portugal no Entrudo. Em Trás-os-Montes é celebrado em várias aldeias dos concelhos de Vinhais, Bragança, Macedo de Cavaleiros e no Alto Douro em Lazarim no concelho de Lamego.
  21. 21.  nome dado a grupos de homens que bailam ritmos tradicionais da Terra de Miranda, no nordeste de Trás-os- Montes. Pauliteiros de Miranda
  22. 22. VÍDEO https://youtu.be/tooQkG4Vib4
  23. 23. CONCLUSÃO  Com este trabalho podemos perceber que há um vastíssimo leque de escolha de cidades, que para alem de serem belíssimas tem uma historia,tao como Bragança.  Assim pretendo também mostrar que não há necessidade de sair do pais para visitar os mais variados sítios, pois Portugal tem tudo, de praias a montanhas, de prédios a castelos.

×