Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!       Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dosvossos fiéis e acen...
Pai Nosso... Ave Maria...Dirigente: Sacratíssimo Coração de JesusTodos: Compadecei de nós.Dirigente: Rainha concebida sem ...
Vamos aos Pobres !Nosso tema para 2012
Significado5
Significado6
Tema do Ano   Espírito                               Santo    Comunidade    Espelho da    Trindade                        ...
Vamos aos Pobres! É um chamado para“dirigir-se, para ir aos        Pobres” É uma convite para   fazer Visita aos       Pob...
Todos para os PobresTodos para o próximo      na SSVP.O que não pode faltar na visita ao Pobre –       coordenador - presi...
01. A Palavra de Deus        • A Palavra de Deus deve ser         o alimento de todos os         cristãos. É ela que nos  ...
02. Ouvir as pessoas• A tarefa do visitador é ouvir a pessoa; por isso, na visita, seja sensível para praticar essa arte d...
03. O Silêncio – ouvir a voz do           coração           • Ainda    mais importante é o             silêncio do coração...
04. A Oração• São Vicente de Paulo dizia:    “Dai-me um homem de oração    e será capaz de tudo.•       Por isso, a oração...
05. A humildade        • Para que a visita seja        realizada de forma cristã,       na Caridade, é necessário         ...
06. A simplicidade• Simplicidade exige pureza de intenção, fazer tudo por amor de Deus e por nenhum outro motivo. Não é na...
07. Visita realizada com doçura              • Doçura quer dizer firmeza cheia                de amabilidade e incansável ...
08. A gratuidade• A visita aos Pobres deve ser  realizada com gratuidade,  não buscando seu próprio  interesse.    Oferece...
09. O zelo     • Ter zelo é ter         disponibilidade.     •   É estar atento às         pequenas manifestações         ...
10. “Sede misericordiosos”• Jesus propõe o“código de compaixão e  da misericórdia”. Esse código deixado por  Jesus cria um...
01. Visita: realizada com base no        respeito ao outro              • No  Evangelho, o amor se               expressa ...
02. Atitude de acolhida•   Para Jesus acolher é :-   ir ao encontro,-   aproximar-se,-   buscar,-   convidar,-   caminhar ...
03. A presença         É pela presença no         meio dos Pobres que          se pode perceber as          injustiças da...
04. Visita: valorização das relações            interpessoais .                 • Vicente de Paulo e Frederico            ...
05. Hierarquia das necessidades               humanas• A palavra “necessidade”  designa, em geral, tudo  aquilo que falta ...
RE FLE XÃ O
06. Na visita – 1. Ver asnecessidades fisiológicas dos Pobres                  .                  • As necessidades       ...
07. Na visita        2. Ver as necessidades de          segurança dos Pobres• Ao visitar o Pobre no lugar de sua  residênc...
08. Na visita – 3. Ver asnecessidades sociais dos Pobres                 • As necessidades                  sociais são aq...
09. Na visita – 4. Ver as necessidades de estima dos Pobres .• A auto-estima é fundamental      para que as pessoas       ...
10. Na visita - 5. Ver as necessidades    de auto-realização dos Pobres• A auto-realização é alcançada  pela motivação e e...
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!Dirigente: Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do BrasilTod...
Oremos:       Clementíssimo Jesus, que suscitastes na VossaIgreja a pessoa de São Vicente de Paulo, um apóstoloda Vossa ar...
Oremos pelos benfeitores da SSVP:       Dignai-vos, piedosíssimo Jesus, conceder aVossa graça aos benfeitores dos pobres. ...
Oremos a Nossa Senhora:      À vossa proteção recorremos, Santa Mãe deDeus. Não desprezeis as súplicas quem em nossasneces...
Ave Maria...Ave Maria...Ave Maria...LOUVADO SEJA O NOSSO SENHOR JESUSCRISTO!
VAMOS AOS POBRES- Todos para os pobres – pe. edson 2012
VAMOS AOS POBRES- Todos para os pobres – pe. edson 2012
VAMOS AOS POBRES- Todos para os pobres – pe. edson 2012
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

VAMOS AOS POBRES- Todos para os pobres – pe. edson 2012

1.062 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.062
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

VAMOS AOS POBRES- Todos para os pobres – pe. edson 2012

  1. 1. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dosvossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor.Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado. E renovareisa face da terra. Oremos: Deus, que iluminastes os corações dosVossos fiéis com as luzes do Espírito Santo, concedei-nos que, pelo mesmo Espírito, saibamos o que é reto egozemos sempre de suas divinas consolações. PorCristo Nosso Senhor. Amém!
  2. 2. Pai Nosso... Ave Maria...Dirigente: Sacratíssimo Coração de JesusTodos: Compadecei de nós.Dirigente: Rainha concebida sem pecadoTodos: Rogai por nós.Dirigente: São Vicente de PauloTodos: Rogai por nós.Dirigente: Bem-Aventurado Antônio Frederico OzanamTodos: Rogai por nós.
  3. 3. Vamos aos Pobres !Nosso tema para 2012
  4. 4. Significado5
  5. 5. Significado6
  6. 6. Tema do Ano Espírito Santo Comunidade Espelho da Trindade Coração aberto7
  7. 7. Vamos aos Pobres! É um chamado para“dirigir-se, para ir aos Pobres” É uma convite para fazer Visita aos Pobres!
  8. 8. Todos para os PobresTodos para o próximo na SSVP.O que não pode faltar na visita ao Pobre – coordenador - presidente.
  9. 9. 01. A Palavra de Deus • A Palavra de Deus deve ser o alimento de todos os cristãos. É ela que nos orienta, que nos anima, que faz ver aquilo que é essencial. Como diz o Documento de Aparecida, uma comunidade dará fruto na medida em que “Palavra de Deus for o farol de seu caminho e de sua atuação na única Igreja de Cristo”.
  10. 10. 02. Ouvir as pessoas• A tarefa do visitador é ouvir a pessoa; por isso, na visita, seja sensível para praticar essa arte de escutar os outros, seus desejos e suas necessidades. São Vicente de Paulo dizia que “devemos tratar os Pobres com compreensão e cordialidade”.
  11. 11. 03. O Silêncio – ouvir a voz do coração • Ainda mais importante é o silêncio do coração. Ele torna-se necessário quando se quer ouvir Deus! Para ouvir Deus é preciso um silêncio humilde e aberto para a graça de Deus, como foi Maria, a Mãe de Jesus que “guardava todas essas coisas no seu coração”. Esse tipo de silêncio é aquele pelo qual nos exercitamos para conseguir penetrar no próprio interior e ouvir as vozes que brotam da alma.
  12. 12. 04. A Oração• São Vicente de Paulo dizia: “Dai-me um homem de oração e será capaz de tudo.• Por isso, a oração é uma fonte de fortaleza para as pessoas que se propõem, voluntariamente, visitar os Pobres. É também uma fonte de manifestação de fé, fonte de graça e forma de evangelização para o Pobre.
  13. 13. 05. A humildade • Para que a visita seja realizada de forma cristã, na Caridade, é necessário esse espírito de humildade. • Sem humildade, não serviremos os outros como deveríamos, porque aqueles que são arrogantes e egoístas querem ser servidos, e não servir.
  14. 14. 06. A simplicidade• Simplicidade exige pureza de intenção, fazer tudo por amor de Deus e por nenhum outro motivo. Não é nada saudável levar uma vida complicada. Todos gostam de pessoas simples. “A duplicidade não agrada a Deus” comentava Vicente de Paulo. “É entre os simples que se conserva a verdadeira religião”.
  15. 15. 07. Visita realizada com doçura • Doçura quer dizer firmeza cheia de amabilidade e incansável benevolência para com as pessoas. É o que São Paulo aconselha: “que, entre vós, tudo se faça com amor”. • A doçura é a rejeição de todo tipo de violência. A violência, muitas vezes, manifesta-se como sendo a recusa de aceitar a existência do próximo tal como ele é. Faltar com a doçura é ser intolerante.
  16. 16. 08. A gratuidade• A visita aos Pobres deve ser realizada com gratuidade, não buscando seu próprio interesse. Oferecer seu tempo, seus bens, seus dons e a sua própria pessoa, com espírito de generosidade.• A gratuidade é uma das principais condições requeridas para o anúncio da Boa Nova de Jesus. “Vocês receberam de graça, dêem também de graça!”.
  17. 17. 09. O zelo • Ter zelo é ter disponibilidade. • É estar atento às pequenas manifestações de necessidades dos outros. • É cuidar com excessivo amor. • Ter zelo é também estar disponível para ir visitar o Pobre. • Consumir-se ao seu serviço.
  18. 18. 10. “Sede misericordiosos”• Jesus propõe o“código de compaixão e da misericórdia”. Esse código deixado por Jesus cria uma nova sociedade. Uma sociedade compassiva, acolhedora e includente, inclusive para com esses setores sem honra e respeitabilidade.
  19. 19. 01. Visita: realizada com base no respeito ao outro • No Evangelho, o amor se expressa nas relações de pessoa a pessoa. É sobre cada pessoa que Jesus lança um olhar atento e cordial. Jesus ama as pessoas por suas qualidades: Pedro, por sua generosidade; Natanael, por sua retidão; Zaqueu, por sua vontade de conversão. Jesus tem amigos pelos quais sente uma simpatia natural: João, Lázaro, Marta, Maria.
  20. 20. 02. Atitude de acolhida• Para Jesus acolher é :- ir ao encontro,- aproximar-se,- buscar,- convidar,- caminhar junto... A acolhida consiste em abrir-se ao outro, desarmar-se de todo pré-julgamento ou pré-conceito para recebê- lo e facilitar o encontro.
  21. 21. 03. A presença  É pela presença no meio dos Pobres que se pode perceber as injustiças das quais eles são vítimas constantes e criar estratégias para transformar essas situações de exclusão.
  22. 22. 04. Visita: valorização das relações interpessoais . • Vicente de Paulo e Frederico Ozanam desenvolveram ao longo de suas vidas verdadeiras e sólidas relações fraternas. • Agiram assim com seus companheiros e companheiras de caminhada que os ajudavam em seus projetos e também com os Pobres. • Desenvolveram uma espiritualidade da gratidão, da misericórdia, da solidariedade fraterna, atitudes próprias de quem ama desinteressadamente e sem pedir recompensa.
  23. 23. 05. Hierarquia das necessidades humanas• A palavra “necessidade” designa, em geral, tudo aquilo que falta a um ser para realizar-se plenamente.• A planta, além da água, tem necessidade de luz e calor.• O animal necessita de alimento. • A pessoa humana, como ser constituído pela unidade substancial de espírito e corpo tem necessidades materiais e espirituais.
  24. 24. RE FLE XÃ O
  25. 25. 06. Na visita – 1. Ver asnecessidades fisiológicas dos Pobres . • As necessidades fisiológicas estão relacionadas ao funcionamento do organismo; dizem respeito aos itens que possibilitam a manutenção da vida. Por isso elas são primárias, fundamentais.
  26. 26. 07. Na visita 2. Ver as necessidades de segurança dos Pobres• Ao visitar o Pobre no lugar de sua residência é preciso observar com muita atenção as suas necessidades de segurança que são relacionadas contra os perigos e privações.• Trata-se da segurança financeira para que a pessoa possa assegurar o seu sustento e o sustento de sua família.• Um dos principais fatores para a manutenção desse tipo de segurança é ter algum trabalho ou estabilidade e segurança naquele que se encontra no momento.
  27. 27. 08. Na visita – 3. Ver asnecessidades sociais dos Pobres • As necessidades sociais são aquelas relacionadas à interação com outras pessoas e podem incluir: • a necessidade de amigos; a necessidade de pertença a um grupo social; e a necessidade de dar e receber amor.
  28. 28. 09. Na visita – 4. Ver as necessidades de estima dos Pobres .• A auto-estima é fundamental para que as pessoas desenvolvam uma personalidade agradável. Ela é importante para desenvolver auto-confiança. O ser humano tem essa necessidade de estima, de ser respeitado. As pessoas necessitam ser amadas.O amor transforma os corações.
  29. 29. 10. Na visita - 5. Ver as necessidades de auto-realização dos Pobres• A auto-realização é alcançada pela motivação e essa motivação se apresenta na pessoa humana quando as demais tenham sido satisfeitas.• Esta necessidade se refere à motivação para realizar o potencial máximo do seu ser, ou seja, o indivíduo procura tornar-se aquilo que ele pode ser, explorando suas possibilidades. Este pode ser considerado a motivação maior e a única verdadeiramente satisfatória para a natureza humana.
  30. 30. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!Dirigente: Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do BrasilTodos: Rogai por nós.Dirigente: São JoséTodos: Rogai por nós.Dirigente: São Vicente de PauloTodos: Rogai por nós.Dirigente: Bem-Aventurado Antônio Frederico OzanamTodos: Rogai por nós.
  31. 31. Oremos: Clementíssimo Jesus, que suscitastes na VossaIgreja a pessoa de São Vicente de Paulo, um apóstoloda Vossa ardente caridade, inspirai em Vossos servosesse mesmo ardor, para que, por Vosso amor, dêemcom a mais boa vontade aos pobres o que possuem e,mais ainda, se dêem a si mesmos. Vós, que com DeusPai viveis e reinais na unidade do Espírito Santo. Amém!
  32. 32. Oremos pelos benfeitores da SSVP: Dignai-vos, piedosíssimo Jesus, conceder aVossa graça aos benfeitores dos pobres. Vós quefizestes promessas aos que praticassem em Vossonome obras de misericórdia, cem por um, e o reino docéu. Amém!
  33. 33. Oremos a Nossa Senhora: À vossa proteção recorremos, Santa Mãe deDeus. Não desprezeis as súplicas quem em nossasnecessidades Vos dirigimos, mas livrai-nos de todos osperigos, ó Virgem gloriosa e bendita. Amém!Oremos pelos falecidos da SSVP: Pela misericórdia de Deus, as almas dos fiéisfalecidos descansem em paz. Amém!
  34. 34. Ave Maria...Ave Maria...Ave Maria...LOUVADO SEJA O NOSSO SENHOR JESUSCRISTO!

×