classificação de brown

1.022 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.022
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

classificação de brown

  1. 1. Classificação de Brown
  2. 2. James Duff Brown  Nasceu em Edinburgh, Escócia, no ano de 1862.Era bibliotecário,e foi um dos primeiros a escrever livros sobre Biblioteconomia e a criar o único sistema de classificação geral da Inglaterra. (1862-1914)
  3. 3.  Em 1888, na Clerkenwell Public Library, James Duff Brown obteve destaque por introduzir o livre acesso às estantes.
  4. 4. Os três sistemas de Brown  Em 1894, Brown apresenta, em uma reunião da Library Association, um sistema de classificação bibliográfica elaborado com a contribuição de James Henry Quinn, denominado Quinn-Brown System.  Em 1897 publicam uma versão ampliada deste sistema, chamando-o de Adjustable classification.  E em 1906 elabora e publica a Subject Classification com o intuito de melhorar e facilitar a classificação utilizada na época a CDD (classificação decimal de Dewey. Brown pretendeu criar um Sistema de Classificação onde cada assunto tivesse uma única localização, em que os vários aspectos teóricos e práticos de um mesmo tema ficassem reunidos.
  5. 5. Subject Classification      Base do sistema e estrutura Para Brown, toda a forma de conhecimento derivaria de um dos quatro grandes grupos ou princípios fundamentais: 1- Matéria e Força (Generalia e Ciências Físicas) 2- Vida (Biologia, Etnologia, Medicina, Biologia Econômica, Artes Domésticas) 3- Razão (Filosofia, Religião, Político e Ciência social) 4- Registro (Idioma, Literatura, formas Literárias, História, Geografia, Biografia)
  6. 6. Conceitos A Generalia (Geral) B -C - D Ciências Físicas E- F Ciências Biológicas G-H Ciências Etnológicas e Médicas I Biologia Econôm. e Artes Domést. J-K Filosofia e Religião L Ciências Políticas e Sociais M Linguagem e Literatura N Formas literárias O -P-Q-R-S- História e Geografia T-U-V-W X Biografia MATERIA E FORÇA VIDA RAZÃO REGISTRO
  7. 7. Notação  A notação da Classificação de Brown é mista, composta de letras maiúsculas (A-X, excluídas as letras Y e Z), seguida por três algarismos na ordem aritmética, indo de 000 a 999; letras minúsculas e sinais gráficos ( ponto, mais e barra oblíqua).  Exemplo de assunto classificado de acordo com a Classificação de Brown,História do comércio no Brasil. L800 = Comércio W720 = Brasil .10 = História ( tabela categórica) O que origina a notação L800W72.10
  8. 8.  Quando é preciso utilizar dois símbolos de uma mesma classe, emprega-se o sinal (+), sem repetir a letra inicial. Ex: C200+300 Calor e Som  A barra oblíqua é usada na representação de documentos que incluem vários temas representados na tabelas por símbolos consecutivos. Ex: U555/569 História e Geografia de Norfolk e Suffolk
  9. 9. Tabelas auxiliares  As Tabelas que Brown apresentou como categóricas compunham–se de uma tabela de divisões comuns, com notação numérica de 0 a 980, precedida de ponto e incluía ponto de vista e subdivisões de assuntos: .0 Generalidade .66 Métodos de ensino .00 Catálogos, Lista .91 Matemática .1 Bibliografia .101 Estatística .2 Enciclopédias. Dicionário .508 Diagnostico .5 Filosofia e Teorias .544 Cirurgia Ex: E100 (Botânica geral) E100.1 (Bibliografia de Botânica) E100.2 (Dicionário de Botânica)
  10. 10. Tabela de Datas(Cronológica): os anos são representados por duas letras minúsculas, desde 1450 até 1950. A.D. A.D. A.D. A.D. 1450  aa 1502  ca 1520  cs 1602  fw 1451  ab 1503  cb 1521  ct 1603  fx 1452  ac 1504  cc 1522  cu 1939  sy 1453  ad 1505  cd 1523  cv 1945  tb 1454  ae 1506  ce 1524  cw 1950  tg Ex: Finanças do Japão em 1950 =  L900P3tg        Finanças do Japão entre 1945 e 1950 = L900P3tb/tg
  11. 11. Tabela de Números Alfabetadores: usada para ordenar biografias, obras literárias etc., convertendo a ordem alfabética em ordem numérica, a exemplo dos números de autor de Cutter, que podem ser anexados aos símbolos de assunto. Aa 300 Abe 3014 Ac 302 Ab 301 Abi 3015 Aca 3020 Aba 3010 Abo 3016 Acc 3021 Abb 3011 Abr 3017 Ach 3022 Abc 3012 Abu 3018 Acl 3023 Ex: N  Gêneros literários       N100  Poesia       N150  Poetas (subdivididos pela tabela de números alfabetadores)       N150/3017  Casimiro de Abreu
  12. 12. Ordem de intercalação A/W Símbolos das classes principais 000/999 Subdivisões das classes principais .0/.980 Subdivisões da Tabela Categórica Números compostos por mais de um número principal a/z Subdivisões de data O sistema não possui tabela especifica para subdivisões por lugares e nem por língua usando como notação a própria divisão de Classe M (para língua e Literatura) junto ao numero do assunto e D-W (para subdivisões por lugares) seguido da notação do assunto  A respeito do índice, o sistema apresenta um índice específico (único) do qual é o exemplo clássico. Como o sistema pretende só oferecer uma posição, uma só localização para cada assunto, as entradas do índice só indicam um ponto onde o encontrar.
  13. 13. Referência bibliográfica DEUS, D. R. C. de. A Classificação de Brown (Subject Classification). Disponível em <http://static.recantodasletras.com.br/arquivos/1693110.pdf>. Acesso em 15de outubro. de 2013. BORBOSA, Alice Príncipe. Teoria pratica dos sistemas de classificação bibliográfica. instituto brasileiro de bibliografia e documentação Rio de Janeiro 1969 p.115 à 142 . Disponível em: <http://livroaberto.ibict.br/handle/1/100>. Acesso em: 15 out. 2013. Piedade,Maria Antonieta Requião. Introdução à Teoria da Classificação -2° ed.rev.-Rio de Janeiro: Interciência,1983. 221p.

×