SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Baixar para ler offline
A SECRETARIA PAROQUIAL E A
COMUNICAÇÃO VERBAL


                   Sumã Pedrosa
SECRETARIADO
   O Secretariado é uma profissão de longa
    tradição, que desde há muito está conotada com
    um cargo de confiança, de responsabilidade e
    que exige discrição.
   O termo secretário deriva da palavra em latim
    secernere, que significa distinguir ou destacar. Está
    associado ao conceito de privado ou confidencial.
   Secretário - pessoa que supervisionava um negócio, a
    mando de uma personalidade poderosa, como um Rei
    ou um Papa.
   Atualmente: assegurar o atendimento, tomar notas,
    digitar e arquivar; pró-ativos, versáteis, capazes de
    evoluir e ... unir à sua profissão a missão de todo
    batizado – Ide e anuncie a Boa Nova. Uma profissão
    privilegiada que merece ser exercida com dignidade e
    competência.
IMAGINEM A SEGUINTE SITUAÇÃO:




                       Dramatizar
COMUNICAÇÃO
   Verbal e não-verbal
QUESTÕES PARA REFLEXÃO
  Você é uma pessoa aberta ao diálogo?
( )sempre ( ) quase sempre ( ) raramente ( ) nunca

 Permite que o outro se expresse sem interrompê-
  lo?
 Percebe aquilo que os outros querem dizer além
  das palavras (as entrelinhas)?
 Esforça-se para desenvolver sua habilidade em
  reter informações?
 É simpático com seus interlocutores?
QUESTÕES PARA REFLEXÃO
   Ao contar um acontecimento ou explicar uma
    situação, você é claro e paciente para responder
    as dúvidas que possam surgir?

   Ao rememorar um acontecimento qualquer, você
    se preocupa em indicar e registrar os fatos mais
    importantes?

   Você é claro e objetivo em suas explicações e
    argumentações?
QUESTÕES PARA REFLEXÃO
   Ao perceber que está errado, costuma mudar de
    opinião?

   Costuma repetir para o seu interlocutor os
    detalhes essenciais de uma conversa, antes que
    ela chegue ao fim, visando confirmar a intenção
    da mensagem comunicada?

   Costuma tornar-se hostil ou irônico quando o
    ponto de vista do seu interlocutor difere do seu?
QUESTÕES PARA REFLEXÃO
   Quando em grupo, costuma escutar com atenção
    e interesse o que as outras pessoas têm a dizer?

   Você consegue manter uma conversação polêmica
    sem enveredar para o bate-boca?

   Você expressa suas ideias com clareza e
    objetividade?
ATITUDES QUE EMPERRAM A
COMUNICAÇÃO

 Bocejos                Ficar desenhando ou
 Olhar várias vezes      rabiscando no papel
  para o relógio          de anotações
 Olhar desatento        Coçar os olhos

 Brincar com algo à     Andar enquanto o

  sua volta               interlocutor tenta
                          expor o assunto
 Distrair-se com
  situação paralela à    Descortesia ou

  conversa principal      indelicadeza no
                          tratamento
SITUAÇÕES DIÁRIAS DE COMUNICAÇÃO NA
SECRETARIA PAROQUIAL
Dramas do dia a dia      Atitudes negativas                Atitudes positivas                 Sugestão de solução


O telefone toca e é   Responder com desdém.                Buscar um meio que facilite esse Secretária virtual que
sempre a mesma coisa: Ficar irritado ou chateado e         fluxo de informação.             forneça, por meio de um
A que horas será      desligar o telefone.                                                  código esse tipo de
celebrada a missa das                                                                       informação.
6h?



Os responsáveis pelas Ligar dezenas de vezes               Sentar-se com todas as             Informatizar as comunidades
comunidades nunca        cobrando. Irritar-se e reclamar   lideranças e explicar              e/ou gerar planilhas
repassam os acertos      com o padre.                      detalhadamente as implicações      simplificadas.
contábeis do mês na data                                   dos atrasos para a paróquia.
correta.




Os agentes de pastoral   Agir como empregado.              Determinar as regras da            Desenvolver uma tabela de
pensam que sou           Não dar atenção aos               secretaria juntamente com o        atividades com seus
empregado deles.         coordenadores de pastoral,        sacerdote e o CPP. Registrar por   respectivos responsáveis.
Cada hora aparece um     angariando desafetos.             escrito e dar a conhecer as        Afixá-la na secretaria.
querendo mandar.                                           normas a todos.                    Distribuir tarefas como
                                                                                              digitação, tirar cópias, etc,
                                                                                              entre os agentes.
Dramas do dia a dia Atitudes Negativas            Atitudes Positivas         Sugestão de Solução

O padre vai para as     Ficar calado(a)           Diariamente ir ao          A participação do
reuniões e não me       esperando ser             encontro do sacerdote      secretário(a) nas reuniões
comunica os             cobrado(a) de alguma      para coordenar o           é um facilitador. Se este for
resultados.             coisa para então dizer:   expediente do dia.         responsável em organizar a
                        o senhor não me falou     Perguntar e                reunião melhor ainda.
                        nada. Por isso,           anotar todas as
                        não           fiz. A      informações.
                        culpa é sua.

A secretaria parece     Não se importar e fazer   Tratar a todos com         O espaço da secretaria
“casa da sogra”, todo   parte da bagunça.         cordialidade e respeito,   pode ter um balcão que
mundo entra e se        Depois reclamar com o     porém impondo limites      separe o ambiente de
sente no direito de     padre e justificar suas   no espaço de trabalho.     trabalho do de fluxo de
usar computador,        falhas nas pessoas.                                  pessoas. Tenha um local de
pegar papéis, caneta.                                                        espera confortável com
E isso atrapalha                                                             água e revistas cristãs.
nosso trabalho.
QUE OUTRAS SITUAÇÕES SÃO COMUNS NO
DIA A DIA DA SECRETARIA PAROQUIAL?

 Atitudes negativas
 Atitudes positivas

 Sugestões de solução




Partilha
ALGUMAS DICAS
•   Atenção à velocidade da sua fala
•   Mantenha um sorriso na voz
•   Tom de voz agradável
•    Fique certo de que suas infomações foram
    compreendidas
•   Evite o uso ostensivo de palavras técnicas
•   Gírias
•   Expressões íntimas (querido, meu bem)
•   Mascar chicletes
ALGUMAS DICAS



   Atenção à Postura
•   Olhe para a pessoa enquanto fala com ela
•   Transmita segurança, não arrogância
•    Ouça atentamente e evite “cortar” o
    interlocutor
•   Seja educado e gentil
•   Lembre-se que não há favoritismo
Meu filho, faze o que fazes com
doçura, e mais do que a estima
dos homens, ganharás o afeto
deles. (Eclo 3,19)
Fica firme em teu compromisso e
te concentra em atender bem a
pessoa que te procura, e persevera
no teu trabalho. (Eclo 11, 20)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ensino 4 preparação e condução da reunião de oração
Ensino 4   preparação e condução da reunião de oraçãoEnsino 4   preparação e condução da reunião de oração
Ensino 4 preparação e condução da reunião de oração
ministerioformacao
 
Guia de-preparação-noivos-2
Guia de-preparação-noivos-2Guia de-preparação-noivos-2
Guia de-preparação-noivos-2
Marcia Mostiack
 
Termo de compromisso de obreiro
Termo de compromisso de obreiroTermo de compromisso de obreiro
Termo de compromisso de obreiro
CRTVO
 
Reunião de pais final
Reunião de pais finalReunião de pais final
Reunião de pais final
Pedro Gilberto
 

Mais procurados (20)

Como atrair novos membros para a célula
Como atrair novos membros para a célulaComo atrair novos membros para a célula
Como atrair novos membros para a célula
 
Pastoral familiar resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...
Pastoral familiar   resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...Pastoral familiar   resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...
Pastoral familiar resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
 
Ensino 4 preparação e condução da reunião de oração
Ensino 4   preparação e condução da reunião de oraçãoEnsino 4   preparação e condução da reunião de oração
Ensino 4 preparação e condução da reunião de oração
 
Seminario para diaconisas
Seminario para diaconisasSeminario para diaconisas
Seminario para diaconisas
 
A Santa Missa
A Santa MissaA Santa Missa
A Santa Missa
 
Ministério de louvor
Ministério de louvorMinistério de louvor
Ministério de louvor
 
Apresentação da pastoral familiar
Apresentação da pastoral familiarApresentação da pastoral familiar
Apresentação da pastoral familiar
 
Mayordomía en Grupos Pequeños
Mayordomía en Grupos PequeñosMayordomía en Grupos Pequeños
Mayordomía en Grupos Pequeños
 
Lo que se espera del obispo y obispado
Lo que se espera del obispo y obispadoLo que se espera del obispo y obispado
Lo que se espera del obispo y obispado
 
Guia de-preparação-noivos-2
Guia de-preparação-noivos-2Guia de-preparação-noivos-2
Guia de-preparação-noivos-2
 
Termo de compromisso de obreiro
Termo de compromisso de obreiroTermo de compromisso de obreiro
Termo de compromisso de obreiro
 
Pós-cursilho / Escola
Pós-cursilho / EscolaPós-cursilho / Escola
Pós-cursilho / Escola
 
Reunião de pais final
Reunião de pais finalReunião de pais final
Reunião de pais final
 
Mission Prep Class: Lesson 3: Learning by the Spirit of God
Mission Prep Class: Lesson 3: Learning by the Spirit of GodMission Prep Class: Lesson 3: Learning by the Spirit of God
Mission Prep Class: Lesson 3: Learning by the Spirit of God
 
Administração financeira eclesial
Administração financeira eclesialAdministração financeira eclesial
Administração financeira eclesial
 
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTOCRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
 
Uma só carne
Uma  só  carneUma  só  carne
Uma só carne
 
Esboço: Primícias
Esboço: PrimíciasEsboço: Primícias
Esboço: Primícias
 
Escola de lideres compromisso e prioridades
Escola de lideres   compromisso e prioridadesEscola de lideres   compromisso e prioridades
Escola de lideres compromisso e prioridades
 

Destaque

A Importante funcao de uma secretaria
A Importante funcao de uma secretaria A Importante funcao de uma secretaria
A Importante funcao de uma secretaria
Sara Gonçalves
 
Manual secretario-
Manual secretario-Manual secretario-
Manual secretario-
aquinomarisa
 
Lideranças paroquiais módulo 3
Lideranças paroquiais módulo 3Lideranças paroquiais módulo 3
Lideranças paroquiais módulo 3
Sumã Pedrosa
 

Destaque (20)

A Importante funcao de uma secretaria
A Importante funcao de uma secretaria A Importante funcao de uma secretaria
A Importante funcao de uma secretaria
 
Formação - Conselho Pastoral Paroquial
Formação - Conselho Pastoral ParoquialFormação - Conselho Pastoral Paroquial
Formação - Conselho Pastoral Paroquial
 
Manual secretario-
Manual secretario-Manual secretario-
Manual secretario-
 
Formação de Lideranças
Formação de LiderançasFormação de Lideranças
Formação de Lideranças
 
Gestao paroquial
Gestao paroquialGestao paroquial
Gestao paroquial
 
O processo de educação na fé PJ
O processo de educação na fé PJO processo de educação na fé PJ
O processo de educação na fé PJ
 
Administração eclesial
Administração eclesial Administração eclesial
Administração eclesial
 
Comunidade de Comunidades Uma Nova Paróquia
Comunidade de Comunidades Uma Nova Paróquia Comunidade de Comunidades Uma Nova Paróquia
Comunidade de Comunidades Uma Nova Paróquia
 
Formação para animadores (as) de comunidades / CEBs
Formação para animadores (as) de comunidades /  CEBsFormação para animadores (as) de comunidades /  CEBs
Formação para animadores (as) de comunidades / CEBs
 
Gestão e espiritualidade
Gestão e espiritualidadeGestão e espiritualidade
Gestão e espiritualidade
 
Igreja e profissionalização
Igreja e profissionalização Igreja e profissionalização
Igreja e profissionalização
 
Gestaoparoquial carlos conage
Gestaoparoquial carlos conageGestaoparoquial carlos conage
Gestaoparoquial carlos conage
 
Lideranças paroquiais módulo 3
Lideranças paroquiais módulo 3Lideranças paroquiais módulo 3
Lideranças paroquiais módulo 3
 
Linhas que distiguem uma Paróquia Salesiana
Linhas que distiguem uma Paróquia SalesianaLinhas que distiguem uma Paróquia Salesiana
Linhas que distiguem uma Paróquia Salesiana
 
Desafios da gestão
Desafios da gestãoDesafios da gestão
Desafios da gestão
 
Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015)
Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015) Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015)
Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015)
 
Gestão e Comportamento
Gestão e ComportamentoGestão e Comportamento
Gestão e Comportamento
 
Planejamento pastoral sto antonio
Planejamento pastoral sto antonioPlanejamento pastoral sto antonio
Planejamento pastoral sto antonio
 
Apresentação do estudo 107 da CNBB sobre o Laicato na Igreja
Apresentação do estudo 107 da CNBB sobre o Laicato na IgrejaApresentação do estudo 107 da CNBB sobre o Laicato na Igreja
Apresentação do estudo 107 da CNBB sobre o Laicato na Igreja
 
A Arte de Coordenar a Catequese
A Arte de Coordenar a CatequeseA Arte de Coordenar a Catequese
A Arte de Coordenar a Catequese
 

Semelhante a A secretaria paroquial e a comunicação verbal

Usando o diálogo como remédio
Usando o diálogo como remédioUsando o diálogo como remédio
Usando o diálogo como remédio
damcita
 
1º capitulo uau! como causar uma otima impressão
1º capitulo   uau! como causar uma otima impressão1º capitulo   uau! como causar uma otima impressão
1º capitulo uau! como causar uma otima impressão
Dayane Oliveira
 
Capacitação de professores aprendendo que se ensina
Capacitação de  professores aprendendo que se ensinaCapacitação de  professores aprendendo que se ensina
Capacitação de professores aprendendo que se ensina
Marcio Pereira
 
Conduzir reuniões 2013
Conduzir reuniões 2013Conduzir reuniões 2013
Conduzir reuniões 2013
maurenia
 
Liderar e comunicar
Liderar e comunicarLiderar e comunicar
Liderar e comunicar
cinthyass1
 
Aula 12 comuncação empresarial animada
Aula 12   comuncação empresarial animadaAula 12   comuncação empresarial animada
Aula 12 comuncação empresarial animada
Luiz Siles
 
habilidades_de_comunicacao.ppt
habilidades_de_comunicacao.ppthabilidades_de_comunicacao.ppt
habilidades_de_comunicacao.ppt
jpedrosilva1
 

Semelhante a A secretaria paroquial e a comunicação verbal (20)

Agile Retrospectives Workshop
Agile Retrospectives WorkshopAgile Retrospectives Workshop
Agile Retrospectives Workshop
 
Superdicas de Networking
Superdicas de NetworkingSuperdicas de Networking
Superdicas de Networking
 
Guia senatore banner
Guia senatore bannerGuia senatore banner
Guia senatore banner
 
Usando o diálogo como remédio
Usando o diálogo como remédioUsando o diálogo como remédio
Usando o diálogo como remédio
 
O DIÁLOGO COMO REMÉDIO
O DIÁLOGO COMO REMÉDIOO DIÁLOGO COMO REMÉDIO
O DIÁLOGO COMO REMÉDIO
 
1º capitulo uau! como causar uma otima impressão
1º capitulo   uau! como causar uma otima impressão1º capitulo   uau! como causar uma otima impressão
1º capitulo uau! como causar uma otima impressão
 
UniAnchieta - Palestra Comunicacão
UniAnchieta - Palestra Comunicacão UniAnchieta - Palestra Comunicacão
UniAnchieta - Palestra Comunicacão
 
Eu sei o que você está pensando!
Eu sei o que você está pensando!Eu sei o que você está pensando!
Eu sei o que você está pensando!
 
LiderançA Ap 2005
LiderançA   Ap 2005LiderançA   Ap 2005
LiderançA Ap 2005
 
1260424
12604241260424
1260424
 
Capacitação de professores aprendendo que se ensina
Capacitação de  professores aprendendo que se ensinaCapacitação de  professores aprendendo que se ensina
Capacitação de professores aprendendo que se ensina
 
Conduzir reuniões 2013
Conduzir reuniões 2013Conduzir reuniões 2013
Conduzir reuniões 2013
 
Networking, fazer diferente faz a diferença. Insights para pensar e agir!
Networking, fazer diferente faz a diferença. Insights para pensar e agir!Networking, fazer diferente faz a diferença. Insights para pensar e agir!
Networking, fazer diferente faz a diferença. Insights para pensar e agir!
 
Workshop comunicação
Workshop comunicaçãoWorkshop comunicação
Workshop comunicação
 
Feed back & comunicação - Uma Breve Introdução
Feed back & comunicação - Uma Breve IntroduçãoFeed back & comunicação - Uma Breve Introdução
Feed back & comunicação - Uma Breve Introdução
 
Oratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma Definitiva
Oratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma DefinitivaOratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma Definitiva
Oratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma Definitiva
 
Recepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicas
Recepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicasRecepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicas
Recepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicas
 
Liderar e comunicar
Liderar e comunicarLiderar e comunicar
Liderar e comunicar
 
Aula 12 comuncação empresarial animada
Aula 12   comuncação empresarial animadaAula 12   comuncação empresarial animada
Aula 12 comuncação empresarial animada
 
habilidades_de_comunicacao.ppt
habilidades_de_comunicacao.ppthabilidades_de_comunicacao.ppt
habilidades_de_comunicacao.ppt
 

Mais de Sumã Pedrosa

Comunicação escrita
Comunicação escrita Comunicação escrita
Comunicação escrita
Sumã Pedrosa
 
Etiqueta social e profissional apostila
Etiqueta social e profissional   apostilaEtiqueta social e profissional   apostila
Etiqueta social e profissional apostila
Sumã Pedrosa
 
Superando o medo de falar em público
Superando o medo de falar em públicoSuperando o medo de falar em público
Superando o medo de falar em público
Sumã Pedrosa
 
Liderança e ética apresentação
Liderança e ética   apresentaçãoLiderança e ética   apresentação
Liderança e ética apresentação
Sumã Pedrosa
 
Como atender e fidelizar seu cliente
Como atender e fidelizar seu clienteComo atender e fidelizar seu cliente
Como atender e fidelizar seu cliente
Sumã Pedrosa
 
Etiqueta profissional e marketing pessoal
Etiqueta profissional  e marketing pessoalEtiqueta profissional  e marketing pessoal
Etiqueta profissional e marketing pessoal
Sumã Pedrosa
 
Dicas para a entrevista de emprego
Dicas para a entrevista de empregoDicas para a entrevista de emprego
Dicas para a entrevista de emprego
Sumã Pedrosa
 
Lideranças paroquiais módulo 2
Lideranças paroquiais módulo 2Lideranças paroquiais módulo 2
Lideranças paroquiais módulo 2
Sumã Pedrosa
 
Lideranças paroquiais
Lideranças paroquiaisLideranças paroquiais
Lideranças paroquiais
Sumã Pedrosa
 

Mais de Sumã Pedrosa (10)

Comunicação escrita
Comunicação escrita Comunicação escrita
Comunicação escrita
 
Etiqueta social e profissional apostila
Etiqueta social e profissional   apostilaEtiqueta social e profissional   apostila
Etiqueta social e profissional apostila
 
A fala de_improviso
A fala de_improvisoA fala de_improviso
A fala de_improviso
 
Superando o medo de falar em público
Superando o medo de falar em públicoSuperando o medo de falar em público
Superando o medo de falar em público
 
Liderança e ética apresentação
Liderança e ética   apresentaçãoLiderança e ética   apresentação
Liderança e ética apresentação
 
Como atender e fidelizar seu cliente
Como atender e fidelizar seu clienteComo atender e fidelizar seu cliente
Como atender e fidelizar seu cliente
 
Etiqueta profissional e marketing pessoal
Etiqueta profissional  e marketing pessoalEtiqueta profissional  e marketing pessoal
Etiqueta profissional e marketing pessoal
 
Dicas para a entrevista de emprego
Dicas para a entrevista de empregoDicas para a entrevista de emprego
Dicas para a entrevista de emprego
 
Lideranças paroquiais módulo 2
Lideranças paroquiais módulo 2Lideranças paroquiais módulo 2
Lideranças paroquiais módulo 2
 
Lideranças paroquiais
Lideranças paroquiaisLideranças paroquiais
Lideranças paroquiais
 

A secretaria paroquial e a comunicação verbal

  • 1. A SECRETARIA PAROQUIAL E A COMUNICAÇÃO VERBAL Sumã Pedrosa
  • 2. SECRETARIADO  O Secretariado é uma profissão de longa tradição, que desde há muito está conotada com um cargo de confiança, de responsabilidade e que exige discrição.  O termo secretário deriva da palavra em latim secernere, que significa distinguir ou destacar. Está associado ao conceito de privado ou confidencial.  Secretário - pessoa que supervisionava um negócio, a mando de uma personalidade poderosa, como um Rei ou um Papa.  Atualmente: assegurar o atendimento, tomar notas, digitar e arquivar; pró-ativos, versáteis, capazes de evoluir e ... unir à sua profissão a missão de todo batizado – Ide e anuncie a Boa Nova. Uma profissão privilegiada que merece ser exercida com dignidade e competência.
  • 3. IMAGINEM A SEGUINTE SITUAÇÃO: Dramatizar
  • 4. COMUNICAÇÃO  Verbal e não-verbal
  • 5. QUESTÕES PARA REFLEXÃO  Você é uma pessoa aberta ao diálogo? ( )sempre ( ) quase sempre ( ) raramente ( ) nunca  Permite que o outro se expresse sem interrompê- lo?  Percebe aquilo que os outros querem dizer além das palavras (as entrelinhas)?  Esforça-se para desenvolver sua habilidade em reter informações?  É simpático com seus interlocutores?
  • 6. QUESTÕES PARA REFLEXÃO  Ao contar um acontecimento ou explicar uma situação, você é claro e paciente para responder as dúvidas que possam surgir?  Ao rememorar um acontecimento qualquer, você se preocupa em indicar e registrar os fatos mais importantes?  Você é claro e objetivo em suas explicações e argumentações?
  • 7. QUESTÕES PARA REFLEXÃO  Ao perceber que está errado, costuma mudar de opinião?  Costuma repetir para o seu interlocutor os detalhes essenciais de uma conversa, antes que ela chegue ao fim, visando confirmar a intenção da mensagem comunicada?  Costuma tornar-se hostil ou irônico quando o ponto de vista do seu interlocutor difere do seu?
  • 8. QUESTÕES PARA REFLEXÃO  Quando em grupo, costuma escutar com atenção e interesse o que as outras pessoas têm a dizer?  Você consegue manter uma conversação polêmica sem enveredar para o bate-boca?  Você expressa suas ideias com clareza e objetividade?
  • 9. ATITUDES QUE EMPERRAM A COMUNICAÇÃO  Bocejos  Ficar desenhando ou  Olhar várias vezes rabiscando no papel para o relógio de anotações  Olhar desatento  Coçar os olhos  Brincar com algo à  Andar enquanto o sua volta interlocutor tenta expor o assunto  Distrair-se com situação paralela à  Descortesia ou conversa principal indelicadeza no tratamento
  • 10. SITUAÇÕES DIÁRIAS DE COMUNICAÇÃO NA SECRETARIA PAROQUIAL
  • 11. Dramas do dia a dia Atitudes negativas Atitudes positivas Sugestão de solução O telefone toca e é Responder com desdém. Buscar um meio que facilite esse Secretária virtual que sempre a mesma coisa: Ficar irritado ou chateado e fluxo de informação. forneça, por meio de um A que horas será desligar o telefone. código esse tipo de celebrada a missa das informação. 6h? Os responsáveis pelas Ligar dezenas de vezes Sentar-se com todas as Informatizar as comunidades comunidades nunca cobrando. Irritar-se e reclamar lideranças e explicar e/ou gerar planilhas repassam os acertos com o padre. detalhadamente as implicações simplificadas. contábeis do mês na data dos atrasos para a paróquia. correta. Os agentes de pastoral Agir como empregado. Determinar as regras da Desenvolver uma tabela de pensam que sou Não dar atenção aos secretaria juntamente com o atividades com seus empregado deles. coordenadores de pastoral, sacerdote e o CPP. Registrar por respectivos responsáveis. Cada hora aparece um angariando desafetos. escrito e dar a conhecer as Afixá-la na secretaria. querendo mandar. normas a todos. Distribuir tarefas como digitação, tirar cópias, etc, entre os agentes.
  • 12. Dramas do dia a dia Atitudes Negativas Atitudes Positivas Sugestão de Solução O padre vai para as Ficar calado(a) Diariamente ir ao A participação do reuniões e não me esperando ser encontro do sacerdote secretário(a) nas reuniões comunica os cobrado(a) de alguma para coordenar o é um facilitador. Se este for resultados. coisa para então dizer: expediente do dia. responsável em organizar a o senhor não me falou Perguntar e reunião melhor ainda. nada. Por isso, anotar todas as não fiz. A informações. culpa é sua. A secretaria parece Não se importar e fazer Tratar a todos com O espaço da secretaria “casa da sogra”, todo parte da bagunça. cordialidade e respeito, pode ter um balcão que mundo entra e se Depois reclamar com o porém impondo limites separe o ambiente de sente no direito de padre e justificar suas no espaço de trabalho. trabalho do de fluxo de usar computador, falhas nas pessoas. pessoas. Tenha um local de pegar papéis, caneta. espera confortável com E isso atrapalha água e revistas cristãs. nosso trabalho.
  • 13. QUE OUTRAS SITUAÇÕES SÃO COMUNS NO DIA A DIA DA SECRETARIA PAROQUIAL?  Atitudes negativas  Atitudes positivas  Sugestões de solução Partilha
  • 14. ALGUMAS DICAS • Atenção à velocidade da sua fala • Mantenha um sorriso na voz • Tom de voz agradável • Fique certo de que suas infomações foram compreendidas • Evite o uso ostensivo de palavras técnicas • Gírias • Expressões íntimas (querido, meu bem) • Mascar chicletes
  • 15. ALGUMAS DICAS  Atenção à Postura • Olhe para a pessoa enquanto fala com ela • Transmita segurança, não arrogância • Ouça atentamente e evite “cortar” o interlocutor • Seja educado e gentil • Lembre-se que não há favoritismo
  • 16.
  • 17. Meu filho, faze o que fazes com doçura, e mais do que a estima dos homens, ganharás o afeto deles. (Eclo 3,19) Fica firme em teu compromisso e te concentra em atender bem a pessoa que te procura, e persevera no teu trabalho. (Eclo 11, 20)