Módulo avulso (gregório de matos)

327 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
327
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Módulo avulso (gregório de matos)

  1. 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBAPRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃOPROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIAPIBID LETRASPROJETO:CLICCULTURA, LITERATURA E CRIATIVIDADE: DO ERUDITO AOPOPULARPROFESSORES:FLÁVIA KELLYANNE MEDEIROS DA SILVALÍGIA ALBUQUERQUE QUEIROZPRISCILA DA SILVA SANTANA RODRIGUESVANESSA KISHIMA DO BÚMÓDULO 08:AVULSO: GREGÓRIO DE MATOS: POLÍTICA E SOCIEDADEALUNO(A):__________________________________________________www.projetoclicraul.blogspot.com
  2. 2. ♪♪música: Que País É Esse?♪♪(Legião Urbana)Nas favelas, no SenadoSujeira pra todo ladoNinguém respeita a ConstituiçãoMas todos acreditam no futuro da naçãoQue país é esse?Que país é esse?Que país é esse?No Amazonas, no Araguaia iá, iá,Na baixada fluminenseMato grosso, Minas Gerais e noNordeste tudo em pazNa morte o meu descanso, mas oSangue anda soltoManchando os papeis e documentos fieisAo descanso do patrãoQue país é esse?Que país é esse?Que país é esse?Que país é esse?Terceiro mundo se foiPiada no exteriorMas o Brasil vai fica ricoVamos faturar um milhãoQuando vendermos todas as almasDos nossos índios num leilãoQue país é esse?Que país é esse?Que país é esse?Que país é esse?
  3. 3. ♪♪Música: SemanaQue Vem♪♪(Pitty)Amanhã eu vou revelarDepois eu penso em aprenderDaqui a uns dias eu vou dizerO que me faz querer gritarAaaahhhhhh!!No mês que vemTudo vai melhorarSó mais alguns anosE o mundo vai mudarAinda temos tempoAté tudo explodirQuem sabe quanto vai durarAaaahhhhh!!Não deixe nada pra depoisNão deixe o tempo passarNão deixe nadaPra semana que vemPorque semana que vemPode nem chegarPra depoisO tempo passarNão deixe nadaPra semana que vemPorque semana que vemPode nem chegar...A partir de amanhãEu vou discutirDa próxima vezEu vou questionarNa segunda eu começo a agirSó mais duas horasPra eu decidir...Não deixe nada pra depoisNão deixe o tempo passarNão deixe nadaPra semana que vemPorque semana que vemPode nem chegarPra depoisO tempo passarNão deixe nadaPra semana que vemPorque semana que vem
  4. 4. Pode nem chegarAh! Ah! Ah! Ah!Esse pode ser o último diaDe nossas vidasÚltima chance de fazerTudo ter valido a penaAh! Ah! Ah!Diga sempre tudoO que precisa dizerArrisque maisPra não se arrependerNós não temosTodo tempo do mundoE esse mundoJá faz muito tempo...O futuro é o presenteE o presente já passouO futuro é o presenteO presente já passou...Não deixe nada pra depoisNão deixe o tempo passarNão deixe nadaPra semana que vemPorque semana que vemPode nem chegarPra depoisO tempo passarNão deixe nadaPra semana que vemPorque semana que vemPode nem chegar...Pra depois o tempo passarNada pra semana que vemPorque semana que vemPode nem chegar...(2x)
  5. 5. ♪♪MÚSICA:O Tempo Não Para♪♪(Cazuza)Disparo contra o solSou forte, sou por acasoMinha metralhadora cheia de mágoasEu sou um caraCansado de correrNa direção contráriaSem pódio de chegada ou beijo denamoradaEu sou mais um caraMas se você acharQue eu tô derrotadoSaiba que ainda estão rolando os dadosPorque o tempo, o tempo não paraDias sim, dias nãoEu vou sobrevivendo sem um arranhãoDa caridade de quem me detestaA tua piscina tá cheia de ratosTuas ideias não correspondem aos fatosO tempo não paraEu vejo o futuro repetir o passadoEu vejo um museu de grandes novidadesO tempo não paraNão para, não, não paraEu não tenho data pra comemorarÀs vezes os meus dias são de par em parProcurando agulha num palheiroNas noites de frio é melhor nem nascerNas de calor, se escolhe: é matar ou morrerE assim nos tornamos brasileirosTe chamam de ladrão, de bicha, maconheiroTransformam o país inteiro num puteiroPois assim se ganha mais dinheiroA tua piscina tá cheia de ratosTuas ideias não correspondem aos fatosO tempo não paraEu vejo o futuro repetir o passadoEu vejo um museu de grandes novidadesO tempo não paraNão para, não, não para
  6. 6. Dias sim, dias nãoEu vou sobrevivendo sem um arranhãoDa caridade de quem me detestaA tua piscina tá cheia de ratosTuas ideias não correspondem aos fatosO tempo não paraEu vejo o futuro repetir o passadoEu vejo um museu de grandes novidadesO tempo não paraNão para, não, não para♪♪MÚSICA: Ideologia♪♪(Cazuza)Meu partidoÉ um coração partidoE as ilusõesEstão todas perdidasOs meus sonhosForam todos vendidosTão baratoQue eu nem acreditoAh! eu nem acredito...Que aquele garotoQue ia mudar o mundoMudar o mundoFrequenta agoraAs festas do "Grand Monde"...Meus heróisMorreram de overdoseMeus inimigosEstão no poderIdeologia!Eu quero uma pra viverIdeologia!Eu quero uma pra viver...O meu prazerAgora é risco de vida
  7. 7. Meu sex anddrugsNão tem nenhum rock n rollEu vou pagarA conta do analistaPra nunca maisTer que saberQuem eu souAh! saber quem eu sou..Pois aquele garotoQue ia mudar o mundoMudar o mundoAgora assiste a tudoEm cima do muroEm cima do muro...Meus heróisMorreram de overdoseMeus inimigosEstão no poderIdeologia!Eu quero uma pra viverIdeologia!Pra viver...Pois aquele garotoQue ia mudar o mundoMudar o mundoAgora assiste a tudoEm cima do muroEm cima do muro...Meus heróisMorreram de overdoseMeus inimigosEstão no poderIdeologia!Eu quero uma pra viverIdeologia!Eu quero uma pra viver..Ideologia!Pra viverIdeologia!Eu quero uma pra viver...
  8. 8. ♪♪MÚSICA: Unimultiplicidade♪♪(Ana Carolina)Neste Brasil corrupçãopontapé bundãoputo saco de mau cheirodo Acre ao Rio de JaneiroNeste país de manda-chuvascheio de mãos e luvastem sempre alguém se dando bemde São Paulo a BelémPego meu violão de guerrapra responder essa sujeiraE como começo de caminhoquero a unimultiplicidadeonde cada homem é sozinhoa casa da humanidadeNão tenho nada na cabeçaa não ser o céunão tenho nada por sapatoa não ser o passoNeste país de pouca rendasenhoras costurandopela injustiça vão rezandoda Bahia ao Espírito SantoBrasília tem suas estradasmas eu navego é noutras águasE como começo de caminhoquero a unimultiplicidadeonde cada homem é sozinhoa casa da humanidade
  9. 9. ♪♪MÚSICA: O Prefeito♪♪(Ton Oliveira)Mamãe, agora eu quero ser prefeitoGaranto que vou me candidatarDo jeito que já sei mentir bastanteAcho que de hoje em diante minha vida vai mudarPra quem me apoiar eu dou abraçoSe fala mal de mim eu dou dinheiro e ele mudaE vai ficar tudo do mesmo jeitoSe eu ganhar para prefeitoÉ o mesmo "deus nos acuda"(e vai ficar tudo do mesmo jeito)(se eu ganhar para prefeito)(é o mesmo "deus nos acuda")É a cidade esburacada (ai aiai)E o povo vivendo mal (ui uiui)Mas quando a coisa ficar pretaEu invento uma micaretaE faço aquele carnavalTrago um conjunto da Bahia (ai aiai)Pago mais do que ele merece (ui uiui)Se pagar 100 digo é 500Desviando os 400 meu saldo banqueiro cresceAi o povo esquece tudo (ai aiai)E no embalo desse som (ui uiui)A cidade fica felizE ainda tem gente que diz:"eita, que prefeito bom!"(a cidade fica feliz)(e ainda tem gente que diz:)("eita, que prefeito bom!")
  10. 10. ♪♪MÚSICA:Epitáfio♪♪(Titãs)Devia ter amado maisTer chorado maisTer visto o sol nascerDevia ter arriscado maisE até errado maisTer feito o que eu queria fazer...Queria ter aceitadoAs pessoas como elas sãoCada um sabe a alegriaE a dor que traz no coração...O acaso vai me protegerEnquanto eu andar distraídoO acaso vai me protegerEnquanto eu andar...Devia ter complicado menosTrabalhado menosTer visto o sol se pôrDevia ter me importado menosCom problemas pequenosTer morrido de amor...Queria ter aceitadoA vida como ela éA cada um cabe alegriasE a tristeza que vier...O acaso vai me protegerEnquanto eu andar distraídoO acaso vai me protegerEnquanto eu andar...(2x)Devia ter complicado menosTrabalhado menosTer visto o sol se pôr...
  11. 11. ♪♪MÚSICA:MinhaAlma(APazQueEuNãoQuero)♪♪(O Rappa)A minha alma tá armada e apontadaPara cara do sossego!(Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!)Pois paz sem voz, paz sem vozNão é paz, é medo!(Medo! Medo! Medo! Medo!)Às vezes eu falo com a vida,Às vezes é ela quem diz:"Qual a paz que eu não quero conservarPra tentar ser feliz ?" (2x)A minha alma tá armada e apontadaPara a cara do sossego!(Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!)Pois paz sem,paz sem voz,Não é paz é medo(Medo! Medo! Medo! Medo!)As vezes eu falo com a vida,As vezes é ela quem diz:Qual a paz que eu não quero conservarPra tentar ser feliz ? (2x)As grades do condomínioSão prá trazer proteçãoMas também trazem a dúvidaSe é você que tá nessa prisãoMe abrace e me dê um beijo,Faça um filho comigo,Mas não me deixe sentar na poltronaNo dia de domingo (domingo!)Procurando novas drogas de aluguelNeste vídeo coagido,É pela paz que eu não quero seguir admitindo.As vezes eu falo com a vida,As vezes é ela quem diz:‘’Qual a paz que eu não quero conservarPra tentar ser feliz ?’’ (2x)As grades do condomínioSão prá trazer proteção
  12. 12. Mas também trazem a dúvidaSe é você que tá nessa prisãoMe abrace e me dê um beijo,Faça um filho comigo,Mas não me deixe sentar na poltronaNo dia de domingo (domingo!)Procurando novas drogas de aluguelNeste vídeo coagido,É pela paz que eu não quero seguir admitindo. (2x)Me abrace e me dê um beijo,Faça um filho comigo,Mas não me deixa sentar na poltronaNo dia de domingo! (domingo!)Procurando novas drogas de aluguelNeste vídeo coagido,É pela paz que eu não quero seguir admitido. (2x)É pela paz que eu não quero seguirÉ pela paz que eu não quero seguirÉ pela paz que eu não quero seguir admitido. (2x)♪♪MÚSICA:Brasil♪♪(Cazuza)Não me convidaramPra esta festa pobreQue os homens armaramPra me convencerA pagar sem verToda essa drogaQue já vem malhadaAntes de eu nascer...Não me ofereceramNem um cigarroFiquei na portaEstacionando os carrosNão me elegeramChefe de nadaO meu cartão de créditoÉ uma navalha...
  13. 13. Brasil!Mostra tua caraQuero ver quem pagaPra gente ficar assimBrasil!Qual é o teu negócio?O nome do teu sócio?Confia em mim...Não me convidaramPra essa festa pobreQue os homens armaramPra me convencerA pagar sem verToda essa drogaQue já vem malhadaAntes de eu nascer...Não me sortearamA garota do FantásticoNão me subornaramSerá que é o meu fim?Ver TV a coresNa taba de um índioProgramadaPrá só dizer "sim, sim"Brasil!Mostra a tua caraQuero ver quem pagaPra gente ficar assimBrasil!Qual é o teu negócio?O nome do teu sócio?Confia em mim...Grande pátriaDesimportanteEm nenhum instanteEu vou te trairNão, não vou te trair...Brasil!Mostra a tua caraQuero ver quem pagaPra gente ficar assimBrasil!Qual é o teu negócio?O nome do teu sócio?Confia em mim...(2x)

×