TUMORES CERVICAIS          CONGÊNITOS✤   DISCIPLINA DE CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO✤     UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES- ...
DEFINIÇÃO✤   MÁ FORMAÇÕES CONGÊNITAS✤   APARECEM EM QUALQUER FASE DA VIDA, NASCIMENTO, INFÂNCIA OU    ADULTA✤   PODEM SER ...
EMBRIOLOGIA  ✤   SOMITOS-      SEGMENTOS      PRIMITIVOS DO      MESODERMA  ✤   MESODERMA  ✤   ENDODERMA  ✤   ECTODERMA   ...
EMBRIOLOGIA✤   21 DIAS- 7 SOMITOSENTRAL✤   10 SOMITOS- PRIMEIRO ARCO BRANQUIAL✤   25 DIAS- 14 SOMITOS, PRIMEIRO ARCO DIVID...
CLASSIFICAÇÃO
CLASSIFICAÇÃO✤   CISTOS E FÍSTULAS BRANQUIAIS✤   MALFORMAÇÕES DA TIREÓIDE✤   MALFORMAÇÕES VASCULARES- HIGROMAS E    HEMANG...
CLASSIFICAÇÃO -LOCALIZAÇÃO
CLASSIFICAÇÃO -LOCALIZAÇÃO✤   TUMORES CERVICAIS ANTERIORES: CISTO TIREOGLOSSO, FÍSTULA DO    DUCTO TIREOGLOSSO, TUMOR DERM...
CLASSIFICAÇÃO -LOCALIZAÇÃO✤   TUMORES CERVICAIS ANTERIORES: CISTO TIREOGLOSSO, FÍSTULA DO    DUCTO TIREOGLOSSO, TUMOR DERM...
CISTO TIREOGLOSSO
CISTO TIREOGLOSSO✤   PATOLOGIA CONGÊNITA MAIS COMUM✤   MÁ FORMAÇÃO DA DESCIDA DA GLÂNDULA TIREÓIDE✤   NASCE NO “FORAME CEC...
CISTO TIREOGLOSSO -FISIOPATOLOGIA
CISTO TIREOGLOSSO -FISIOPATOLOGIA✤   SECREÇÃO DAS CÉLULAS EPITELIAIS✤   OBLITERAÇÃO DO “FORAME CECUM”- IVAS✤   AUMENTO DO ...
CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO              CORREA NETTO 1988
CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO  ✤   NÓDULO CERVICAL      ANTERIOR                        CORREA NETTO 1988
CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO  ✤   NÓDULO CERVICAL      ANTERIOR  ✤   MÓVEL COM A      PROTUSÃO DA      LÍNGUA        ...
CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO  ✤   NÓDULO CERVICAL      ANTERIOR  ✤   MÓVEL COM A      PROTUSÃO DA      LÍNGUA  ✤   AU...
CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO  ✤   NÓDULO CERVICAL      ANTERIOR  ✤   MÓVEL COM A      PROTUSÃO DA      LÍNGUA  ✤   AU...
CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO  ✤   NÓDULO CERVICAL      ANTERIOR  ✤   MÓVEL COM A      PROTUSÃO DA      LÍNGUA  ✤   AU...
CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO  ✤   NÓDULO CERVICAL      ANTERIOR  ✤   MÓVEL COM A      PROTUSÃO DA      LÍNGUA  ✤   AU...
CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO
CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO✤   SISTRUNK – 1920
CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO✤   SISTRUNK – 1920✤   RESSECÇÃO “ABERTA” ATÉ O OSSO HIÓIDE
CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO✤   SISTRUNK – 1920✤   RESSECÇÃO “ABERTA” ATÉ O OSSO HIÓIDE✤   RESSECÇÃO DO CORPO DO OSSO HIÓ...
CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO✤   SISTRUNK – 1920✤   RESSECÇÃO “ABERTA” ATÉ O OSSO HIÓIDE✤   RESSECÇÃO DO CORPO DO OSSO HIÓ...
CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO✤   SISTRUNK – 1920✤   RESSECÇÃO “ABERTA” ATÉ O OSSO HIÓIDE✤   RESSECÇÃO DO CORPO DO OSSO HIÓ...
CISTO BRANQUIAL✤   PATOLOGIA LATERAL✤   PODE SER FÍSTULA✤   PUNÇÃO COM SAÍDA DE CRISTAIS DE COLESTEROL- REFRINGENTES À    ...
FÍSTULA BRANQUIAL✤   COMPLETAS, QUANDO HÁ ABERTURA NA FARINGE✤   PRÉ- AURICULAR: 1 FENDA.✤   ATRÁS DO PAVILHÃO AURICULAR, ...
HIGROMAS✤   ORIGEM LINFÁTICA✤   APARECEM DESDE O NASCIMENTO✤   LATERAIS E POSTERIORES✤   ANTERIOR GERALMENTE POR    CONTIG...
HIGROMAS✤   ORIGEM LINFÁTICA✤   APARECEM DESDE O NASCIMENTO✤   LATERAIS E POSTERIORES✤   ANTERIOR GERALMENTE POR    CONTIG...
BIBLIOGRAFIA✤   1- SKANDALAKIS JE. Clínicas Cirúrgicas da    América do Norte. 1 edição. 4 volume. Rio de    Janeiro (RJ):...
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Tumores cervicais congênitos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tumores cervicais congênitos

3.543 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.543
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • Tumores cervicais congênitos

    1. 1. TUMORES CERVICAIS CONGÊNITOS✤ DISCIPLINA DE CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO✤ UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES- UMC✤
    2. 2. DEFINIÇÃO✤ MÁ FORMAÇÕES CONGÊNITAS✤ APARECEM EM QUALQUER FASE DA VIDA, NASCIMENTO, INFÂNCIA OU ADULTA✤ PODEM SER VASCULARES, MUSCULARES, PELE OU EM OUTROS ÓRGÃOS
    3. 3. EMBRIOLOGIA ✤ SOMITOS- SEGMENTOS PRIMITIVOS DO MESODERMA ✤ MESODERMA ✤ ENDODERMA ✤ ECTODERMA LORDY 1940
    4. 4. EMBRIOLOGIA✤ 21 DIAS- 7 SOMITOSENTRAL✤ 10 SOMITOS- PRIMEIRO ARCO BRANQUIAL✤ 25 DIAS- 14 SOMITOS, PRIMEIRO ARCO DIVIDE-SE EM DORSAL OU MAXILAR E VENTRAL OU MANDIBULAR- BIGORNA E MARTELO✤ 25 DIAS- FORMA A MANDÍBULA✤ SURGE O ARCO HIOÍDEO- CARTILAGEM DE REICHERT- ESTRIBO, PROCESSO ESTILÓIDE, PARTE DO HIÓIDE.✤ 28 DIAS- 25 SOMITOS, TERCEIRO ARCO BRANQUIAL. OUTRA PARTE DO OSSO HIÓIDE✤ FUSÃO DO 4 AO 6 ARCO FARÍNGEO- CARTILAGENS DA LARINGE✤ 2 MÊS- MEMBRO, FACE, ORELHA, NARIZ, OLHOS E TODOS OS SISTEMAS
    5. 5. CLASSIFICAÇÃO
    6. 6. CLASSIFICAÇÃO✤ CISTOS E FÍSTULAS BRANQUIAIS✤ MALFORMAÇÕES DA TIREÓIDE✤ MALFORMAÇÕES VASCULARES- HIGROMAS E HEMANGIOMAS✤ OUTRAS: DERMÓIDES, LIPOMA, TORCICOLO CONGÊNITO, COSTELA CERVICAL, GLÂNDULAS ABERRANTES (SALIVARES E PARATIREÓIDES), LARINGE (LARINGOCELE) E CORDOMAS
    7. 7. CLASSIFICAÇÃO -LOCALIZAÇÃO
    8. 8. CLASSIFICAÇÃO -LOCALIZAÇÃO✤ TUMORES CERVICAIS ANTERIORES: CISTO TIREOGLOSSO, FÍSTULA DO DUCTO TIREOGLOSSO, TUMOR DERMÓIDE, LARINGOCELE, ALTERAÇÕES DA TIREÓIDE
    9. 9. CLASSIFICAÇÃO -LOCALIZAÇÃO✤ TUMORES CERVICAIS ANTERIORES: CISTO TIREOGLOSSO, FÍSTULA DO DUCTO TIREOGLOSSO, TUMOR DERMÓIDE, LARINGOCELE, ALTERAÇÕES DA TIREÓIDE✤ TUMORES CERVICAIS LATERAIS: CISTOS BRANQUIAS, FÍSTULAS BRANQUIAIS, HIGROMAS, LIPOMAS
    10. 10. CISTO TIREOGLOSSO
    11. 11. CISTO TIREOGLOSSO✤ PATOLOGIA CONGÊNITA MAIS COMUM✤ MÁ FORMAÇÃO DA DESCIDA DA GLÂNDULA TIREÓIDE✤ NASCE NO “FORAME CECUM”✤ DESCE ANTERIORMENTE PELO DUCTO TIREOGLOSSO✤ OSSO HIÓIDE NASCE ADJACENTE AO DUCTO✤ OBLITERA O DUCTO NA 5 SEMANA✤ NÃO APARECE DEVIDO À NÃO OBLITERAÇÃO DO DUCTO, MAS QUANDO SUAS CÉLULAS EPITELIAIS FICAM ATIVAS
    12. 12. CISTO TIREOGLOSSO -FISIOPATOLOGIA
    13. 13. CISTO TIREOGLOSSO -FISIOPATOLOGIA✤ SECREÇÃO DAS CÉLULAS EPITELIAIS✤ OBLITERAÇÃO DO “FORAME CECUM”- IVAS✤ AUMENTO DO CISTO✤ INFECÇÃO OU INFLAMAÇÃO✤ RELAÇÃO MUITO RARA COM CARCINOMA PAPILÍFERO DENTRO DO CISTO.
    14. 14. CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO CORREA NETTO 1988
    15. 15. CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO ✤ NÓDULO CERVICAL ANTERIOR CORREA NETTO 1988
    16. 16. CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO ✤ NÓDULO CERVICAL ANTERIOR ✤ MÓVEL COM A PROTUSÃO DA LÍNGUA CORREA NETTO 1988
    17. 17. CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO ✤ NÓDULO CERVICAL ANTERIOR ✤ MÓVEL COM A PROTUSÃO DA LÍNGUA ✤ AUMENTA NA IVAS CORREA NETTO 1988
    18. 18. CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO ✤ NÓDULO CERVICAL ANTERIOR ✤ MÓVEL COM A PROTUSÃO DA LÍNGUA ✤ AUMENTA NA IVAS ✤ PODE FISTULIZAR- SE CORREA NETTO 1988
    19. 19. CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO ✤ NÓDULO CERVICAL ANTERIOR ✤ MÓVEL COM A PROTUSÃO DA LÍNGUA ✤ AUMENTA NA IVAS ✤ PODE FISTULIZAR- SE ✤ EXAMES: ULTRASSONOGRAFIA CORREA NETTO 1988
    20. 20. CISTO TIREOGLOSSO –QUADRO CLÍNICO ✤ NÓDULO CERVICAL ANTERIOR ✤ MÓVEL COM A PROTUSÃO DA LÍNGUA ✤ AUMENTA NA IVAS ✤ PODE FISTULIZAR- SE ✤ EXAMES: ULTRASSONOGRAFIA CORREA NETTO 1988
    21. 21. CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO
    22. 22. CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO✤ SISTRUNK – 1920
    23. 23. CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO✤ SISTRUNK – 1920✤ RESSECÇÃO “ABERTA” ATÉ O OSSO HIÓIDE
    24. 24. CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO✤ SISTRUNK – 1920✤ RESSECÇÃO “ABERTA” ATÉ O OSSO HIÓIDE✤ RESSECÇÃO DO CORPO DO OSSO HIÓIDE- OBRIGATÓRIO
    25. 25. CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO✤ SISTRUNK – 1920✤ RESSECÇÃO “ABERTA” ATÉ O OSSO HIÓIDE✤ RESSECÇÃO DO CORPO DO OSSO HIÓIDE- OBRIGATÓRIO✤ RESSECÇÃO “FECHADA” ATÉ O FORAME CECUM
    26. 26. CISTO TIREOGLOSSO -TRATAMENTO✤ SISTRUNK – 1920✤ RESSECÇÃO “ABERTA” ATÉ O OSSO HIÓIDE✤ RESSECÇÃO DO CORPO DO OSSO HIÓIDE- OBRIGATÓRIO✤ RESSECÇÃO “FECHADA” ATÉ O FORAME CECUM✤ OCLUSÃO DO FORAME CECUM COM PONTO.
    27. 27. CISTO BRANQUIAL✤ PATOLOGIA LATERAL✤ PODE SER FÍSTULA✤ PUNÇÃO COM SAÍDA DE CRISTAIS DE COLESTEROL- REFRINGENTES À LUZ.✤ MEDIANO AO MÚSCULO ESTERNOCLEIDOMASTOIDEO✤ FAZ DIFERENCIAL COM O QUIMIODECTOMA!!!- CUIDADO NO DIAGNÓSTICO✤ EXAMES: ULTRASSONOGRAFIA, TC, DOPPLER, PAAF, ARTERIOGRAFIA✤ HÁ INFECÇÃO COM FACILIDADE.✤ RESSECÇÃO- CUIDADO COM O X E XI PAR.
    28. 28. FÍSTULA BRANQUIAL✤ COMPLETAS, QUANDO HÁ ABERTURA NA FARINGE✤ PRÉ- AURICULAR: 1 FENDA.✤ ATRÁS DO PAVILHÃO AURICULAR, MANDÍBULA: 1 FENDA- RODEIA O FACIAL✤ REGIÃO MEDIANA DO PESCOÇO, LATERAL AO ESTERNOCLEIDO, ABAIXO DO ÂNGULO DA MANDÍBULA: 2 FENDA✤ REGIÃO DO HIPOGLOSSO, SEIO PIRIFORME: 3 FENDA✤ SULCO TRAQUEOESOFÁGICO: 4 FENDA✤ 3 E 4 FENDAS: NÃO DESCRITAS.
    29. 29. HIGROMAS✤ ORIGEM LINFÁTICA✤ APARECEM DESDE O NASCIMENTO✤ LATERAIS E POSTERIORES✤ ANTERIOR GERALMENTE POR CONTIGUIDADE✤ MASSA CERVICAL, DEPRESSÍVEL, BOCELADA OU NÃO, AUMENTA E DIMUNUI ESPONTANEAMENTE✤ EXAMES: ULTRASSONOGRAFIA, TC, RNM✤ RESSECÇÃO TOTAL: ENVOLVE NERVOS,
    30. 30. HIGROMAS✤ ORIGEM LINFÁTICA✤ APARECEM DESDE O NASCIMENTO✤ LATERAIS E POSTERIORES✤ ANTERIOR GERALMENTE POR CONTIGUIDADE✤ MASSA CERVICAL, DEPRESSÍVEL, BOCELADA OU NÃO, AUMENTA E DIMUNUI ESPONTANEAMENTE✤ EXAMES: ULTRASSONOGRAFIA, TC, RNM✤ RESSECÇÃO TOTAL: ENVOLVE NERVOS,
    31. 31. BIBLIOGRAFIA✤ 1- SKANDALAKIS JE. Clínicas Cirúrgicas da América do Norte. 1 edição. 4 volume. Rio de Janeiro (RJ): Interlivros; 1993.✤ 2- RAIA AA, ZERBINI EJ. Clínica Cirúrgica Alípio Corrêa Netto. 4 Edição. 1 Volume. São Paulo (SP): Sarvier; 1988.✤ 3- LORDY C, ORIA J, AQUINO JT. Embriologia Humana e Comparada. 1 edição. São Paulo (SP): Companhia Melhoramentos de São Paulo; 1940.

    ×