São tomé e príncipe

2.137 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.137
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
211
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
84
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

São tomé e príncipe

  1. 1. Nomes : Alexsander, Luis Eduardo, Wellington e Yasmin.
  2. 2. Historia Oficialmente República Democrática de São Tomé e Príncipe, é um estado insular localizado no Golfo da Guiné, composto por duas ilhas principais (Ilha de São Tomé e Ilha do Príncipe) e várias ilhotas, num total de 1001 km², com cerca de 160 mil habitantes. Estado insular, não tem fronteiras terrestres, mas situa-se relativamente próximo das costas do Gabão, Guiné Equatorial, Camarões e Nigéria. As ilhas de São Tomé e Príncipe estiveram desabitadas até 1470, quando os navegadores portugueses João de Santarém e Pedro Escobar as descobriram. Foi então, uma colônia de Portugal desde o século XV até sua independência em 12 de julho de 1975. É um dos membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).
  3. 3. Geografia As ilhas de São Tomé e do Príncipe ficam situadas junto à linha do Equador e a cerca de 300 km da costa Ocidental de África. Todo o arquipélago está inserido no rifte da linha vulcânica dos Camarões. Clima São Tomé e Príncipe tem um clima do tipo equatorial, quente e úmido, com temperaturas médias anuais que variam entre os 22 °C e os 30 °C. É um país com uma multiplicidade de micro climas, definidos, principalmente, em função da pluviosidade, da temperatura e da localização. A temperatura varia em função da altitude e do relevo.
  4. 4. Demografia Do total da população de São Tomé e Príncipe, cerca de 131 mil vivem em São Tomé e seis mil no Príncipe. Todos eles descendem de vários grupos étnicos que emigraram para as ilhas desde 1485. Os ilhéus foram na sua maior parte absorvidos por uma cultura comum luso- africana. Quase todos pertencem às igrejas Católica Romana, Evangélica, Nazarena, Congregação Cristã ou Adventista do Sétimo Dia, que, por sua vez, mantém laços estreitos com as igrejas em Portugal. A grande maioria do povo são-tomense fala português (95%). População urbana - 61% População rural - 39%
  5. 5. Economia São Tomé e Príncipe tem apostado no turismo para o seu desenvolvimento , mas a recente descoberta de jazidas de petróleo nas suas águas abriu novas, embora ainda mal definidas perspectivas para o futuro. A atividade pesqueira continua a ser uma das principais atividades econômicas do país. O país continua também a manter estreitas relações bilaterais com Portugal. Educação A nível superior existem neste momento as seguintes instituições: Instituto Superior Politécnico (ISP) Instituto Universitário de Contabilidade, Administração e Informática (IUCAI) Universidade Lusíada A última é dependência da universidade privada portuguesa, do mesmo nome.
  6. 6. Cultura A riqueza cultural de São Tomé e Príncipe tem origem na miscigenação entre portugueses e nativos oriundos da costa do Golfo da Guiné, Angola, Cabo Verde e Moçambique. A riqueza arquitetônica é reconhecida, são disso exemplo a fortaleza de São Sebastião, a catedral de São Sebastião ou a catedral da Santa Sé (Igreja da Sé). As manifestações religiosas, com origem na Igreja Católica, e as manifestações pagãs animam ruas e pessoas. Os contributos culturais vêm também da pintura, escultura e artesanato e também da dança - Socopé (só com o pé), a Ússua, Puita, Danço-Congo, Bligá, Stleva, entre outras -, e encenações - o Tchiloli, Auto de Floripes.
  7. 7. Culturalmente, S. Tomé e Príncipe insere-se no espaço lusófono, resultando numa mistura da cultura colonial portuguesa e da cultura trazida por escravos e contratados de outros países africanos de língua oficial portuguesa, principalmente Angola e Cabo Verde. A língua oficial é o Português, mas o Forro desenvolveu-se como uma língua santomense e é falado por cerca de 85% da população; a terceira língua mais falada é o Crioulo, usado pelos cabo-verdianos e seus descendentes. A religião dominante é a católica, existindo também outras religiões minoritárias, principalmente cristãs. Muitos elementos africanos foram adaptados na culinária, nos costumes, nas crenças e no vestuário. O artesanato local produz objetos de coco, bambu, madeira esculpida ou embutidos, conchas, bonecas de pano, folha de bananeira, palha de milho, brinquedos de arame, objetos feitos com chifres de bois, sementes e objetos feitos de carapaça de tartaruga (proibidos no ocidente por ser uma espécie protegida). Os pratos comuns são de peixe, acompanhados de banana frita ou cozida, arroz e fruta-pão. Os pratos típicos são: O Calúlú, Blabla, a Catchupa, izaquente de açúcar ou de azeite, djogo, quizacá e a feijoada a moda da terra. Quanto às músicas, existem alguns grupos que tocam musicas tradicionais como: Ussua, puita, sócopé, danço Congo e tchilole. A literatura santomense também tem produzido os seus autores próprios, como Caetano Costa Alegre, José Ferreira Marques, Almada Negreiros, Francisco José Tenreiro, etc.
  8. 8. Culinária típica de São Tomé e Príncipe: A culinária é a arte de cozinhar, ou seja, confeccionar alimentos e foi evoluindo ao longo da história dos povos para tornar-se parte da cultura de cada um. Variam de região para região, não só os ingredientes, como também as técnicas culinárias e os próprios utensílios. CALULU DE PEIXE (à moda de São Tomé): Calúlú é um prato típico de Angola e de São Tomé e Príncipe. Pode ser confeccionado com peixe fumado ou com a carne. Em Angola, o calúlú de peixe é preparado numa panela, na qual se intercalam camadas de peixe seco e de peixe fresco, com os demais ingredientes. É cozido em lume médio e servido com funge e feijão com óleo de palma. Em São Tomé e Príncipe, o calúlú constitui uma refeição familiar habitual, sendo também usado em festas religiosas, nas quais é frequentemente distribuído junto às igrejas. É também servido em casamentos e em cerimónias fúnebres. É localmente considerado uma iguaria rica. As carnes podem ser de galinha, carne de porco, incluindo pés ecabeça, ou de bovino.
  9. 9. Curiosidades de São Tomé e Príncipe -As ilhas de São Tomé e do Príncipe são atravessadas pela linha do Equador que divide o hemisfério norte e sul da Terra. -A maioria do povo são-tomense fala português (95 por cento), mas são falados três crioulos de base portuguesa diferentes e alguns diletos de línguas africanas. -O cacau de São Tomé é, na opinião de muitos, o melhor do mundo. Alguns dos melhores chocolates usam este cacau!

×