SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13


O Engenheiro Agrônomo está inserido
praticamente em todas as etapas da cadeia
produtiva:
- Agrícola;
- Pecuária;
- Silvicultura (Reflorestamento);



Diante disto, é um profissional de suma
importância para o agronegócio, pois há um vasto
campo de atuação, considerando o potencial
econômico brasileiro, que representa 1/3 do PIB
do Brasil e responsabilizando-se por 42% de
nossas exportações, segundo o Ministério do
Desenvolvimento e Indústria e Comércio exterior.


Formar profissionais capacitados para
o estudo, planejamento e
desenvolvimento de tecnologias que
contribuam para a melhoria e
aprimoramento das atividades ligadas
à agricultura.
Desenvolve e implanta projetos em
empresas de agropecuária.
 Atua no combate de pragas, adubação,
projetos de irrigação, conservação do
solo e controle de qualidade de
produtos agrícolas.



I - sólida formação científica e profissional
que possibilite desenvolvimento da
agricultura sustentável, da pecuária e da
regeneração das florestas visando a
conservação dos recursos hídricos e
manutenção da biodiversidade.



II - capacidade crítica e criativa na
identificação e resolução de problemas
inerentes a produção de alimentos,
considerando seus aspectos políticos,
econômicos, sociais, ambientais e culturais,
com visão ética e humanística, em
atendimento às demandas da sociedade;
Aptidões, habilidades e competências:
 Conhecimentos de economia rural;
 raciocínio espacial (espaço agrícola);
 trabalho em equipe;
 habilidade com cálculos matemáticos;
 domínio de técnicas aplicadas à
agricultura.










Defesa sanitária: Prevenção de doenças da lavoura e
combate às pragas;
Engenharia rural: Supervisão da construção de
instalações rurais, como nivelamento do solo, sistemas de
irrigação e drenagem;
Fitotecnia: controla o uso de sementes, adubos e
agrotóxicos. Prevenção de doenças e pragas;
Agribusiness: pesquisar e orientar o uso de fertilizantes,
agrotóxicos e rações. Acompanhar a safra desde o plantio
até a venda;
Agroecologia: pesquisar meios de conservar e aumentar a
fertilidade dos solos, zelar pela utilização racional da terra,
água, flora e fauna;
Zootecnia: cuida da saúde, alimentação, reprodução e
adaptação ao meio do rebanho.











Agrotecnia,
silvicultura,
agrometeorologia,
economia agrícola,
solos,
engenharia rural,
entomologia,
fitotecnia,
parques e jardins,








melhoramento
animal e vegetal,
Zootecnia,
recursos naturais e
ecologia,
reflorestamento,
tecnologia de
transformação,
topografia.
É inevitável a necessidade de modernização dos
diferentes setores da produção rural brasileira.
Num País como o Brasil, de enormes regiões
cultiváveis, há muito para ser pesquisado e
desenvolvido no setor, o que valoriza o trabalho do
Engenheiro Agrônomo.
Por outro lado, o mercado de trabalho esse
profissional não tem recebido muitos investimentos
por enquanto.
 O governo federal vem fazendo cortes
significativos nos investimentos e os quadros de
funcionários praticamente não vêm sendo
renovados. Os efeitos no mercado de trabalho são
fortes, pois o setor público - órgãos públicos
ligados à agropecuária, secretarias de agricultura e
administrações regionais responsáveis por
parques, hortos, praças e jardins - tradicionalmente
absorve boa parte dos profissionais em atividade

Por isso há grande evasão de estudantes das carreiras
relacionadas às ciências agrícolas. No entanto, os
problemas de degradação do meio ambiente e exaustão
dos recursos naturais vão exigir cada vez mais a
participação dos profissionais de agronomia, que
encontram aí uma perspectiva de atuação junto às
instituições públicas e à iniciativa privada.
 As melhores oportunidades estão no Rio Grande do Sul,
no Paraná e em Santa Catarina, caracterizados por
grande potencial agrícola nas mãos de pequenos e
médios produtores, e no Mato Grosso do Sul e
principalmente mato grosso, que concentra a maior parte
dos grandes empresários rurais e agrícolas. Indústrias
processadoras de alimentos e produtoras de adubos,
rações, fertilizantes, inseticidas, produtos agrícolas,
matadouros, frigoríficos, bancos de crédito agrícola,
cooperativas, grandes fazendas e colônias agrícolas,
instituições de pesquisa e de ensino também oferecem
vagas.

ORGULHO E DESAFIOS DA
PROFISSÃO


O agrônomo aposentado Aloísio Torres
Campos orgulha-se de pertencer à classe. "É uma
profissão bonita, uma vez que a gente trabalha com o
alimento e de forma consciente. O agrônomo tem a
missão de produzir com sustentabilidade, que nada
mais é que produzir sem estragar. É nosso papel
transmitir essa mensagem para que essa
conscientização seja globalizada. Com a degradação
ambiental, o assunto torna-se ainda mais importante."
Além da questão ambiental, o combate à fome também
deixa Campos orgulhoso. "Quando reduzimos o
desperdício, estamos ajudando o produto a ficar mais
barato e possibilitando que pessoas que morrem de
fome possam se alimentar. Ter uma parcela de
responsabilidade nessa mudança é gratificante."
Campos foi pesquisador da Empresa Brasileira de
Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e técnico da
Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de
Minas Gerais (Emater-MG).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A cultura do Milho
A cultura do MilhoA cultura do Milho
A cultura do MilhoKiller Max
 
Histórico sobre o início da agricultura
Histórico sobre o início da agriculturaHistórico sobre o início da agricultura
Histórico sobre o início da agriculturaAlex Samuel Rodrigues
 
Agricultura orgânica
Agricultura orgânicaAgricultura orgânica
Agricultura orgânicaLilianlbl
 
Controle biológico
Controle biológicoControle biológico
Controle biológicounesp
 
Evolução da agricultura aula 3
Evolução da agricultura aula 3Evolução da agricultura aula 3
Evolução da agricultura aula 3UERGS
 
Teoria e métodos em Agroecologia
Teoria e métodos em AgroecologiaTeoria e métodos em Agroecologia
Teoria e métodos em AgroecologiaDiogo Silva
 
Aula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos AmbientaisAula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos AmbientaisCarlos Priante
 
Controle alternativo de pragas e doenças nas plantas
Controle alternativo de pragas e doenças nas  plantasControle alternativo de pragas e doenças nas  plantas
Controle alternativo de pragas e doenças nas plantasJoão Siqueira da Mata
 
Prof Demétrio Melo - Agropecuária e Impactos Socioambientais
Prof Demétrio Melo - Agropecuária e Impactos SocioambientaisProf Demétrio Melo - Agropecuária e Impactos Socioambientais
Prof Demétrio Melo - Agropecuária e Impactos SocioambientaisDeto - Geografia
 
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURAIMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURAGeagra UFG
 
Aula 2 acidez e calagem do solo
Aula 2 acidez e calagem do soloAula 2 acidez e calagem do solo
Aula 2 acidez e calagem do soloFernando Rodrigo.
 
Simulado manejo de plantas daninhas
Simulado manejo de plantas daninhasSimulado manejo de plantas daninhas
Simulado manejo de plantas daninhasAndré Fontana Weber
 
Sistema de Plantio Direto
Sistema de Plantio DiretoSistema de Plantio Direto
Sistema de Plantio DiretoGeagra UFG
 
Agricultura sustentável
Agricultura sustentávelAgricultura sustentável
Agricultura sustentávelKelwin Souza
 
Preparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e AplicaçãoPreparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e AplicaçãoGeagra UFG
 

Mais procurados (20)

A cultura do Milho
A cultura do MilhoA cultura do Milho
A cultura do Milho
 
Histórico sobre o início da agricultura
Histórico sobre o início da agriculturaHistórico sobre o início da agricultura
Histórico sobre o início da agricultura
 
Agricultura orgânica
Agricultura orgânicaAgricultura orgânica
Agricultura orgânica
 
Controle biológico
Controle biológicoControle biológico
Controle biológico
 
Engenharia Agronômica
Engenharia AgronômicaEngenharia Agronômica
Engenharia Agronômica
 
Evolução da agricultura aula 3
Evolução da agricultura aula 3Evolução da agricultura aula 3
Evolução da agricultura aula 3
 
Horta didática na escola 01
Horta didática na escola 01Horta didática na escola 01
Horta didática na escola 01
 
Teoria e métodos em Agroecologia
Teoria e métodos em AgroecologiaTeoria e métodos em Agroecologia
Teoria e métodos em Agroecologia
 
Aula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos AmbientaisAula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos Ambientais
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 
Controle alternativo de pragas e doenças nas plantas
Controle alternativo de pragas e doenças nas  plantasControle alternativo de pragas e doenças nas  plantas
Controle alternativo de pragas e doenças nas plantas
 
Prof Demétrio Melo - Agropecuária e Impactos Socioambientais
Prof Demétrio Melo - Agropecuária e Impactos SocioambientaisProf Demétrio Melo - Agropecuária e Impactos Socioambientais
Prof Demétrio Melo - Agropecuária e Impactos Socioambientais
 
Evolução Humana
Evolução HumanaEvolução Humana
Evolução Humana
 
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURAIMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
 
Aula 2 acidez e calagem do solo
Aula 2 acidez e calagem do soloAula 2 acidez e calagem do solo
Aula 2 acidez e calagem do solo
 
Simulado manejo de plantas daninhas
Simulado manejo de plantas daninhasSimulado manejo de plantas daninhas
Simulado manejo de plantas daninhas
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
Sistema de Plantio Direto
Sistema de Plantio DiretoSistema de Plantio Direto
Sistema de Plantio Direto
 
Agricultura sustentável
Agricultura sustentávelAgricultura sustentável
Agricultura sustentável
 
Preparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e AplicaçãoPreparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e Aplicação
 

Semelhante a Agronomia

Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro_20230814_080758_0000.pdf
Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro_20230814_080758_0000.pdfApresentação Verde e Branca de Conferência Agro_20230814_080758_0000.pdf
Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro_20230814_080758_0000.pdfCarlosEduardoRodrigu536668
 
Comprovante matricula 2013
Comprovante matricula 2013Comprovante matricula 2013
Comprovante matricula 2013gepaunipampa
 
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)gepaunipampa
 
Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro (1).pdf
Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro (1).pdfApresentação Verde e Branca de Conferência Agro (1).pdf
Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro (1).pdfrayssaviccercal
 
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194Lela Gomes
 
Escopo da atuação profissional do engenheiro agrônomo.pdf
Escopo da atuação profissional do engenheiro agrônomo.pdfEscopo da atuação profissional do engenheiro agrônomo.pdf
Escopo da atuação profissional do engenheiro agrônomo.pdfcamilasantos195061
 
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPA
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPAGergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPA
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPAjosefontenelle
 
Informe Rural - 25/06/2013
Informe Rural - 25/06/2013Informe Rural - 25/06/2013
Informe Rural - 25/06/2013Informe Rural
 
A piscicultura como geração de renda
A piscicultura como geração de rendaA piscicultura como geração de renda
A piscicultura como geração de rendaLilian Siqueira
 
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e ...
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e  ...Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e  ...
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e ...Oxya Agro e Biociências
 
Agriculturas: Experiências em Agroecologia
Agriculturas: Experiências em AgroecologiaAgriculturas: Experiências em Agroecologia
Agriculturas: Experiências em AgroecologiaKetheley Freire
 
Poluição Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição  Ambiental - Tema Poluição AgricolaPoluição  Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição Ambiental - Tema Poluição AgricolaLukas Lima
 

Semelhante a Agronomia (20)

Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro_20230814_080758_0000.pdf
Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro_20230814_080758_0000.pdfApresentação Verde e Branca de Conferência Agro_20230814_080758_0000.pdf
Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro_20230814_080758_0000.pdf
 
redacoes.pdf
redacoes.pdfredacoes.pdf
redacoes.pdf
 
Comprovante matricula 2013
Comprovante matricula 2013Comprovante matricula 2013
Comprovante matricula 2013
 
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Ciências agrarias
Ciências agrariasCiências agrarias
Ciências agrarias
 
Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro (1).pdf
Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro (1).pdfApresentação Verde e Branca de Conferência Agro (1).pdf
Apresentação Verde e Branca de Conferência Agro (1).pdf
 
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
Youblisher.com 1132002-terra cia-edi_o_194
 
Epamig braquiaria
Epamig braquiariaEpamig braquiaria
Epamig braquiaria
 
Assuntos de Interesse - Julho 2019
Assuntos de Interesse - Julho 2019Assuntos de Interesse - Julho 2019
Assuntos de Interesse - Julho 2019
 
Escopo da atuação profissional do engenheiro agrônomo.pdf
Escopo da atuação profissional do engenheiro agrônomo.pdfEscopo da atuação profissional do engenheiro agrônomo.pdf
Escopo da atuação profissional do engenheiro agrônomo.pdf
 
Gergelin
GergelinGergelin
Gergelin
 
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPA
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPAGergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPA
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPA
 
Informe Rural - 25/06/2013
Informe Rural - 25/06/2013Informe Rural - 25/06/2013
Informe Rural - 25/06/2013
 
2ª serie reda cem - 20.23
2ª serie   reda cem -  20.232ª serie   reda cem -  20.23
2ª serie reda cem - 20.23
 
6 viveiros-florestais
6 viveiros-florestais6 viveiros-florestais
6 viveiros-florestais
 
A piscicultura como geração de renda
A piscicultura como geração de rendaA piscicultura como geração de renda
A piscicultura como geração de renda
 
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e ...
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e  ...Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e  ...
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e ...
 
Agriculturas: Experiências em Agroecologia
Agriculturas: Experiências em AgroecologiaAgriculturas: Experiências em Agroecologia
Agriculturas: Experiências em Agroecologia
 
Poluição Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição  Ambiental - Tema Poluição AgricolaPoluição  Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição Ambiental - Tema Poluição Agricola
 

Mais de Ste Escola Bernardino

Aula de ingles 8ºano foods and drinks (cópia)
Aula de ingles 8ºano foods and drinks (cópia)Aula de ingles 8ºano foods and drinks (cópia)
Aula de ingles 8ºano foods and drinks (cópia)Ste Escola Bernardino
 
5º geo 6 ano formação da terra e litosfera - interior da terra e crosta te...
5º geo 6 ano   formação da terra e litosfera -  interior da terra e crosta te...5º geo 6 ano   formação da terra e litosfera -  interior da terra e crosta te...
5º geo 6 ano formação da terra e litosfera - interior da terra e crosta te...Ste Escola Bernardino
 
Cap.13 brasil-a paisagem e o espaço do centro-sul.
Cap.13  brasil-a paisagem e o espaço do centro-sul.Cap.13  brasil-a paisagem e o espaço do centro-sul.
Cap.13 brasil-a paisagem e o espaço do centro-sul.Ste Escola Bernardino
 
Os climas e as paisagens naturais da américa.
Os climas e as paisagens naturais da américa.Os climas e as paisagens naturais da américa.
Os climas e as paisagens naturais da américa.Ste Escola Bernardino
 
Os climas e as paisagens naturais da américa.
Os climas e as paisagens naturais da américa.Os climas e as paisagens naturais da américa.
Os climas e as paisagens naturais da américa.Ste Escola Bernardino
 

Mais de Ste Escola Bernardino (20)

Biografia
BiografiaBiografia
Biografia
 
Aula de ingles 8ºano foods and drinks (cópia)
Aula de ingles 8ºano foods and drinks (cópia)Aula de ingles 8ºano foods and drinks (cópia)
Aula de ingles 8ºano foods and drinks (cópia)
 
2 ano ambiguidade 2 ano
2 ano ambiguidade 2 ano2 ano ambiguidade 2 ano
2 ano ambiguidade 2 ano
 
Poemas 29 05
Poemas 29 05Poemas 29 05
Poemas 29 05
 
5º geo 6 ano formação da terra e litosfera - interior da terra e crosta te...
5º geo 6 ano   formação da terra e litosfera -  interior da terra e crosta te...5º geo 6 ano   formação da terra e litosfera -  interior da terra e crosta te...
5º geo 6 ano formação da terra e litosfera - interior da terra e crosta te...
 
Eua sociedade e economia.
Eua sociedade e economia.Eua sociedade e economia.
Eua sociedade e economia.
 
Cap.13 brasil-a paisagem e o espaço do centro-sul.
Cap.13  brasil-a paisagem e o espaço do centro-sul.Cap.13  brasil-a paisagem e o espaço do centro-sul.
Cap.13 brasil-a paisagem e o espaço do centro-sul.
 
Europa sociedade.
Europa  sociedade.Europa  sociedade.
Europa sociedade.
 
Biografia
BiografiaBiografia
Biografia
 
Dança
DançaDança
Dança
 
Projeto minha profissão zootecnia
Projeto minha profissão   zootecniaProjeto minha profissão   zootecnia
Projeto minha profissão zootecnia
 
Projeto minha profissão zootecnia
Projeto minha profissão   zootecniaProjeto minha profissão   zootecnia
Projeto minha profissão zootecnia
 
Direito
DireitoDireito
Direito
 
Medicina veterinária
Medicina veterináriaMedicina veterinária
Medicina veterinária
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
Os climas e as paisagens naturais da américa.
Os climas e as paisagens naturais da américa.Os climas e as paisagens naturais da américa.
Os climas e as paisagens naturais da américa.
 
Oceania colonização e natureza.
Oceania  colonização e natureza.Oceania  colonização e natureza.
Oceania colonização e natureza.
 
Os climas e as paisagens naturais da américa.
Os climas e as paisagens naturais da américa.Os climas e as paisagens naturais da américa.
Os climas e as paisagens naturais da américa.
 
Eng.produçao
Eng.produçaoEng.produçao
Eng.produçao
 
Arquitetura
ArquiteturaArquitetura
Arquitetura
 

Agronomia

  • 1.
  • 2.
  • 3.  O Engenheiro Agrônomo está inserido praticamente em todas as etapas da cadeia produtiva: - Agrícola; - Pecuária; - Silvicultura (Reflorestamento);  Diante disto, é um profissional de suma importância para o agronegócio, pois há um vasto campo de atuação, considerando o potencial econômico brasileiro, que representa 1/3 do PIB do Brasil e responsabilizando-se por 42% de nossas exportações, segundo o Ministério do Desenvolvimento e Indústria e Comércio exterior.
  • 4.  Formar profissionais capacitados para o estudo, planejamento e desenvolvimento de tecnologias que contribuam para a melhoria e aprimoramento das atividades ligadas à agricultura.
  • 5. Desenvolve e implanta projetos em empresas de agropecuária.  Atua no combate de pragas, adubação, projetos de irrigação, conservação do solo e controle de qualidade de produtos agrícolas. 
  • 6.  I - sólida formação científica e profissional que possibilite desenvolvimento da agricultura sustentável, da pecuária e da regeneração das florestas visando a conservação dos recursos hídricos e manutenção da biodiversidade.  II - capacidade crítica e criativa na identificação e resolução de problemas inerentes a produção de alimentos, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade;
  • 7. Aptidões, habilidades e competências:  Conhecimentos de economia rural;  raciocínio espacial (espaço agrícola);  trabalho em equipe;  habilidade com cálculos matemáticos;  domínio de técnicas aplicadas à agricultura.
  • 8.       Defesa sanitária: Prevenção de doenças da lavoura e combate às pragas; Engenharia rural: Supervisão da construção de instalações rurais, como nivelamento do solo, sistemas de irrigação e drenagem; Fitotecnia: controla o uso de sementes, adubos e agrotóxicos. Prevenção de doenças e pragas; Agribusiness: pesquisar e orientar o uso de fertilizantes, agrotóxicos e rações. Acompanhar a safra desde o plantio até a venda; Agroecologia: pesquisar meios de conservar e aumentar a fertilidade dos solos, zelar pela utilização racional da terra, água, flora e fauna; Zootecnia: cuida da saúde, alimentação, reprodução e adaptação ao meio do rebanho.
  • 9.          Agrotecnia, silvicultura, agrometeorologia, economia agrícola, solos, engenharia rural, entomologia, fitotecnia, parques e jardins,      melhoramento animal e vegetal, Zootecnia, recursos naturais e ecologia, reflorestamento, tecnologia de transformação, topografia.
  • 10. É inevitável a necessidade de modernização dos diferentes setores da produção rural brasileira. Num País como o Brasil, de enormes regiões cultiváveis, há muito para ser pesquisado e desenvolvido no setor, o que valoriza o trabalho do Engenheiro Agrônomo. Por outro lado, o mercado de trabalho esse profissional não tem recebido muitos investimentos por enquanto.  O governo federal vem fazendo cortes significativos nos investimentos e os quadros de funcionários praticamente não vêm sendo renovados. Os efeitos no mercado de trabalho são fortes, pois o setor público - órgãos públicos ligados à agropecuária, secretarias de agricultura e administrações regionais responsáveis por parques, hortos, praças e jardins - tradicionalmente absorve boa parte dos profissionais em atividade 
  • 11. Por isso há grande evasão de estudantes das carreiras relacionadas às ciências agrícolas. No entanto, os problemas de degradação do meio ambiente e exaustão dos recursos naturais vão exigir cada vez mais a participação dos profissionais de agronomia, que encontram aí uma perspectiva de atuação junto às instituições públicas e à iniciativa privada.  As melhores oportunidades estão no Rio Grande do Sul, no Paraná e em Santa Catarina, caracterizados por grande potencial agrícola nas mãos de pequenos e médios produtores, e no Mato Grosso do Sul e principalmente mato grosso, que concentra a maior parte dos grandes empresários rurais e agrícolas. Indústrias processadoras de alimentos e produtoras de adubos, rações, fertilizantes, inseticidas, produtos agrícolas, matadouros, frigoríficos, bancos de crédito agrícola, cooperativas, grandes fazendas e colônias agrícolas, instituições de pesquisa e de ensino também oferecem vagas. 
  • 12.
  • 13. ORGULHO E DESAFIOS DA PROFISSÃO  O agrônomo aposentado Aloísio Torres Campos orgulha-se de pertencer à classe. "É uma profissão bonita, uma vez que a gente trabalha com o alimento e de forma consciente. O agrônomo tem a missão de produzir com sustentabilidade, que nada mais é que produzir sem estragar. É nosso papel transmitir essa mensagem para que essa conscientização seja globalizada. Com a degradação ambiental, o assunto torna-se ainda mais importante." Além da questão ambiental, o combate à fome também deixa Campos orgulhoso. "Quando reduzimos o desperdício, estamos ajudando o produto a ficar mais barato e possibilitando que pessoas que morrem de fome possam se alimentar. Ter uma parcela de responsabilidade nessa mudança é gratificante." Campos foi pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG).